Navio negreiro (também conhecido como "naviotumbeiro") é o nome dado aos navios de cargapara o transporte de escravos, esp...
O navio possuía pouca higiene, os escravoshabitavam o porão destes, presos a correntes. Eratão grande que levava em média ...
Normalmente, os navios negreiros transportavamde 300 a 600 escravos. Os negros eramtrancafiados no porão dos navios, todos...
O tráfico de escravos só foi proibido no séculoXIX, e mesmo depois de proibido ainda havianavios vindo da África. Devido à...
O comércio de escravos existe praticamente desdeo momento em que o homem deixou de sernômade para se instalar e praticar a...
Alunos: Gustavo Ogliari Lana         Kevin CamposSérie: 2 A
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Revista de historia(1)
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Revista de historia(1)

327 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
327
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
75
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Revista de historia(1)

  1. 1. Navio negreiro (também conhecido como "naviotumbeiro") é o nome dado aos navios de cargapara o transporte de escravos, especialmente osescravos africanos, até o século XIX.
  2. 2. O navio possuía pouca higiene, os escravoshabitavam o porão destes, presos a correntes. Eratão grande que levava em média quatrocentosafricanos amontoados, mal alimentados e empéssimas condições de higiene. O mau-cheiroimperava, o espaço era mínimo, embora o naviofosse muito grande, pois eram muitos nummesmo navio.
  3. 3. Normalmente, os navios negreiros transportavamde 300 a 600 escravos. Os negros eramtrancafiados no porão dos navios, todosamontoados, e sofriam muito com as péssimascondições de higiene e alimentação. Em OHomem e a Terra no Brasil, de Edgar Rodrigues,consta que a situação era tão precária que, nasduas ou três semanas necessárias para a travessia,morriam de 50 a 70% dos escravos.
  4. 4. O tráfico de escravos só foi proibido no séculoXIX, e mesmo depois de proibido ainda havianavios vindo da África. Devido às péssimascondições em que se encontravam os negros, agrande maioria chegavam mortos. Os negroseram arrancados de suas famílias, separados etrazidos para cá para trabalharem. Foi nessetempo da colonização que os escravos criaram acapoeira como forma de autodefesa. Hoje acapoeira é tomada como patrimônio culturalbrasileiro.
  5. 5. O comércio de escravos existe praticamente desdeo momento em que o homem deixou de sernômade para se instalar e praticar a agricultura.Tal estilo de vida provou-se vantajoso, pois asociedade evoluiria a partir deste conceito. Mas,desde sempre, a atividade agrícola exigiu trabalhorigoroso e dedicado, e quanto mais a comunidadecrescia, mais se tornava necessário o emprego debraços para a lavoura, e era nos conflitos que seaprisionava a mão de obra tão necessitada poraquele povo.
  6. 6. Alunos: Gustavo Ogliari Lana Kevin CamposSérie: 2 A

×