Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Leitura ativa aia_rainha_correção

1,157 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Leitura ativa aia_rainha_correção

  1. 1. Ficha de leitura ativa – “A Aia” de Eça de Queirós 1. Faz a leitura ativa do excerto do conto “A Aia” de Eça de Queirós, segundo os seguintes tópicos: (100%) ∗ caracterização do rei; * caracterização da rainha; * recursos de estilo, figuras de estilo e sua expressividade. Rei poderoso e magnânimo Bonito  e  feliz  –  Marido amado pela rainha, sua caracterização  A rainha chorou magnificamente o rei. Chorou ainda desoladamente o esposo, que era mulher física  e  formoso e alegre. Mas, sobretudo, chorou ansiosamente o pai, que assim deixava o filhinhopsicológica.  desamparado, no meio de tantos inimigos da sua frágil vida e do reino que seria seu, sem um braço que o defendesse, forte pela força e forte pelo amor. Senhor de um reino  –  comprovação  do  seu estatuto social Pai de um bebé.  Sofre pela morte do rei.  Sofre pela morte do seu  Representa a força motriz do reino, a força bélica,  Não se esquece do seu  esposo a quem ama, por  aquele  que  pode  defender  não  só  o  reino  como  a  estatuto social e das  isso sente‐se triste, e  integridade da família que ama.  angustiada, incapaz de  Sofre pela morte do pai do convenções a ele inerentes.  ultrapassar a situação.  seu filho, prevendo já os  problemas e obstáculos  Preocupa‐se com o destino/futuro do seu filho  que terá que resolver e  que agora está desamparado, tendo‐lhe só a si,  ultrapassar.  que é mulher e, por isso, também frágil.  “chorou” – repetição expressiva desta forma verbal, que pretende reforçar toda a dimensão do sofrimento da rainha; “magnificamente”, “desoladamente” e “ansiosamente” – utilização expressiva do advérbio de modo, sublinha todas as faces do sofrimento da rainha que não pode abandonar a rigidez do seu estatuto social, mas que também é a mulher que ama e a mãe preocupada; “formoso e alegre” – dupla adjetivação, salienta a caracterização do rei como um homem bonito e feliz/”alegre”, que usufrui da vida; “filhinho” – utilização expressiva do diminutivo, reforça a fragilidade do príncipe que pela sua tenra idade não se poderá defender dos inimigos que o cercam; “frágil” – utilização expressiva do adjetivo, sublinha a fragilidade da vida humana, especificamente a vida do pequeno príncipe que se vê desprovido da força paterna;
  2. 2. “forte pela força e forte” – aliteração do som /f/ e repetição da palavra “forte”, sublinha a força do rei-pai que neste momento não existe e, por isso, a débil proteção a que o príncipeestá sujeito.Tendo em conta a leitura que fizeste no excerto apresentado, elabora a caracterização da rainha. Justifica e comprova a tua resposta com levantamentos textuais. A rainha, esposa do falecido rei e mãe de uma criança ainda bebé, é uma das personagens essenciais do conto “A Aia “ de Eça de Queirós. A notícia da morte do rei é avassaladora, fazendo-a sofrer triplamente, já que se por um lado não pode esquecer o seu estatuto social e as convenções a ele inerentes, tendo oseu sofrimento que ser “magnificamente” expresso, a verdade é que o homem que morreu era seu “esposo”, marido que amava profundamente, o que a deixa desolada, triste eangustiada, quase incapaz de ultrapassar a situação. Para além disso, deste amor nascera uma criança, um “filhinho”, que por ser tão jovem traz uma maior preocupação a estamãe que se sente ansiosa pelo futuro do seu príncipe, na medida em que consegue prever os problemas e obstáculos que terá que resolver e ultrapassar, uma vez que existem“tantos inimigos” do reino. Toda a sua preocupação existe, porque sente que o filho desamparado, tendo-lhe só a si, que é mulher e, por isso, também detentora de uma “frágilvida”. Pode-se concluir que nesta personagem estão condensadas todas as representações da mulher universal, alguém com responsabilidades, com uma vida amorosa e compreocupações com os seus filhos.

×