Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Ficha de leitura ativa – “A Aia” de Eça de Queirós 1. - Faz a leitura ativa do excerto do conto “A Aia” de Eça de Queirós,...
“o mais temeroso” – expressividade do grau superlativo relativo de superioridade – salienta a maldade deste homem;“deprava...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Ficha leitura ativa_aia_tio_correção

2,607 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Ficha leitura ativa_aia_tio_correção

  1. 1. Ficha de leitura ativa – “A Aia” de Eça de Queirós 1. - Faz a leitura ativa do excerto do conto “A Aia” de Eça de Queirós, segundo os seguintes tópicos: (75%) ∗ caracterização do tio; * caracterização do príncipe; * recursos de estilo, figuras de estilo e sua expressividade. Inimigo  do  falecido  rei  e  do  príncipe.  Desses  inimigos  o  mais  temeroso  era  seu  tio,  irmão  bastardo  do  rei,  homem  Homem  terrível,  maléfico,  que  depravado  e  bravio;  consumido  de  cobiças  grosseiras,  desejando  só  a  realeza  por  incute  o  medo  nos  outros  pela Corrupto, perverso, agressivo.  causa dos seus tesoiros, e que havia anos vivia num castelo sobre os montes, com uma  sua maldade.  horda de rebeldes, à maneira de um lobo que, entre a sua atalaia, espera a presa. Ai! a  presa  agora  era  aquela  criancinha,  rei  de  mama,  senhor  de  tantas  províncias,  e  que Toda a sua vida se centrava no  dormia no seu berço com seu guizo de oiro fechado na mão! Simboliza  o  marginalizado, desejo  de  usurpar  o  reino  ao  aquele  que  é  fruto  de  uma seu  irmão,  com  o  único  relação  extramatrimonial,  o  Bebé,  desprotegido,  completamente  que  implica  que  não  é objetivo de alcançar a riqueza.  dependente  do  adulto,  sem  assumido,  não  é  desejado  pela  capacidade de proteção.  família real. Vive num monte, local elevado e  solitário,  com  o  seu  exército  Futuro  rei,  senhor  de  um  Fragilidade da criança que ainda dorme de rebeldes, desordeiros, o que  reino abastado.  Presa  fácil  dos  inimigos  do  no  berço  rodeado  dos  artefactos espelha a sua própria natureza  reino, vulnerável, desprotegido,  próprios de tenra idade. de marginal e sedento de lutas.  alvo de inveja.   “irmão  bastardo”  –  é  uma  referência  recorrente  na  literatura  universal,  sendo Comparado  ao  “lobo”,  animal  sempre  conotado  com  o  mal. feroz  e  temido  que  ataca  a  sua  O  guizo  que  o  príncipe  segura  Exemplo  disto  é  o  conto presa  sem  piedade,  ou  seja,  ele  na  sua  mão  representa  o  reino  tradicional  da  Gata espera  o  momento  exato  para  valioso  que  neste  momento  lhe  Borralheira. atacar  o  príncipe  e  conseguir  pertence  e  que  supostamente atingir  os  seus  objetivos.  É  terá  que  proteger,  não  tendo, determinado  nesse  sentido.  Este  todavia,  poder  para  tal,  dado  a animal  representa  sempre  o  mal,  sua idade.  veja‐se  o  conto  do  Capuchinho Vermelho. 
  2. 2. “o mais temeroso” – expressividade do grau superlativo relativo de superioridade – salienta a maldade deste homem;“depravado e bravio” – dupla adjetivação – reforça a caracterização do “irmão bastardo” como uma pessoa sem escrúpulos, agressivo, etc;“consumido de cobiças grosseiras” – expressividade das palavras selecionadas: “consumido” e “grosseiras” – sublinham o caráter do “tio bastardo”, como alguém que não desistedo seu propósito, mesmo sendo este nada digno do ser humano.“só” – expressividade do advérbio de exclusão que salienta a exclusividade do seu desejo;“à maneira de um lobo” – comparação/metáfora que reforça o caráter do “irmão bastardo”. Ele é um homem mau, maquiavélico, predador.“criancinha” – utilização expressiva do diminutivo, revela a fragilidade do príncipe;última frase – discurso indireto livre, sublinha o pensamento/sentimento de toda a comunidade (incluindo rainha e Aia) que teme pelo seu príncipe e consequentemente pela suavida naquele reino.Tendo em conta a leitura que fizeste no excerto apresentado, elabora a caracterização do tio Justifica e comprova a tua resposta com levantamentos textuais. O tio do príncipe, “irmão bastardo” do rei, é uma das personagens essenciais do conto “A Aia “ de Eça de Queirós. Inimigo do falecido rei e do príncipe, revela-se como um homem terrível e maléfico, que incute o medo nos outros pela sua maldade. Por ser “irmão bastardo”, simboliza omarginalizado, aquele que é fruto de uma relação extramatrimonial, o que implica que não é assumido, não é desejado pela família real, o que faz dele um homem “depravado ebravio”, corrupto, perverso e agressivo, sendo toda a sua vida centrada no desejo de usurpar o reino ao seu irmão, com o único objetivo de alcançar a riqueza. Vive num monte,local elevado e solitário, com o seu exército de rebeldes desordeiros, o que espelha a sua própria natureza de marginal e sedento de luta. É comparado ao “lobo”, animal feroz etemido que ataca a sua presa sem piedade, já que ele espera o momento exato para matar o príncipe e conseguir atingir os seus objetivos, mostrando a sua determinação famintade poder e riqueza. Pode-se concluir que nesta personagem estão condensadas todas as características daqueles que, sedentos de poder, fazem tudo para atingir os seus objetivos, mesmoque para isso sacrifiquem inocentes.

×