Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Tópicos:	
•  	século	XIV,	a	Europa	passava	por	uma	grande	crise	económica;	
•  os	vários	grupos	sociais	aspiravam	por	uma	...
Tópicos:	
•  Existência	de	grandes	progressos	na	construção	naval	e	na	ciência	náuFca;	
•  Primeiras	viagens	mais	perto	da...
Tópicos:	
	
•  O	desconhecimento	geográfico	permiFa	a	formulação	de	mitos	e	lendas	em	torno	dos	
mares;	
•  A	expansão	marí...
Textualização	1:	
							Segundo	Helena	Teixeira,	ao	longo	do	século	XIV,	a	Europa	passava	por	uma	
grande	crise	económica...
Textualização	1:	
							Segundo	Helena	Teixeira,	ao	longo	do	século	XIV,	a	Europa	atravessava	uma	
grave	crise	económica	...
Como fazer uma síntese - exercício prático
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Como fazer uma síntese - exercício prático

1,278 views

Published on

Exercício prático - como fazer uma síntese

Published in: Education
  • Be the first to comment

Como fazer uma síntese - exercício prático

  1. 1. Tópicos: •  século XIV, a Europa passava por uma grande crise económica; •  os vários grupos sociais aspiravam por uma vida nova; •  Portugal não é exceção; •  Condição geográfica propícia à expansão através do mar
  2. 2. Tópicos: •  Existência de grandes progressos na construção naval e na ciência náuFca; •  Primeiras viagens mais perto da pátria, contudo: •  Espírito aventureiro dos lusitanos fê-los ansiar por novos portos mais longínquos e desconhecidos; •  Através destas viagens era possível a recolha de informações acerca do oceano e dos locais visitados, o que permiFa a atualização da cartografia.
  3. 3. Tópicos: •  O desconhecimento geográfico permiFa a formulação de mitos e lendas em torno dos mares; •  A expansão maríFma permiFu a desmisFficação de lendas e mitos criados na Idade Média.
  4. 4. Textualização 1: Segundo Helena Teixeira, ao longo do século XIV, a Europa passava por uma grande crise económica, o que levava os vários grupos sociais a aspirar por uma vida nova. Portugal não era exceção, todavia, possuía uma condição geográfica propícia à expansão através do mar, o que lhe permiFa vislumbrar outro caminho. A existência de grandes progressos na construção naval e na ciência náuFca fez com que o espírito aventureiro dos lusitanos os tenha feito ansiar por novos portos mais longínquos e desconhecidos. Através destas viagens era possível a recolha de informações acerca do oceano e dos locais visitados, o que tornava possível a atualização da cartografia. É através da expansão maríFma que se dá a desmisFficação de lendas e mitos criados na Idade Média devido ao desconhecimento geográfico e maríFmo. 130 palavras
  5. 5. Textualização 1: Segundo Helena Teixeira, ao longo do século XIV, a Europa atravessava uma grave crise económica e, por isso, aspirava-se a uma nova vida. A situação geográfica de Portugal, com uma vasta costa recortada com bons portos, era propícia à navegação. Consequentemente, os portugueses voltaram-se para o mar, lançando-se na Expansão Ultramarina. A necessidade e o espírito aventureiro dos lusos reclamavam novas paragens, mas eram necessários grandes progressos na construção naval e na ciência náuFca. Eram também essenciais as viagens de exploração, dado permiFrem obter informações sobre o oceano e os territórios visitados. Deste modo, procedia-se à atualização de roteiros que facilitaram o progresso da cartografia e auxiliaram os que navegaram de novo por essas paragens; tudo isto contribuiu para aumentar os conhecimentos geográficos e desmisFficar lendas e mitos criados durante a Idade Média. 133 palavras

×