Successfully reported this slideshow.

Geografia 10ºC/BE3

205 views

Published on

Tema explorado pelos alunos de Geografia da professora Sara Fulgêncio, no âmbito dos conteúdos do programa da disciplina do 10º ano. Estes trabalhos permitiram desenvolver competências ao nível da literacia dos oceanos inserindo-se no projeto Ler+Mar 2015/16.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Geografia 10ºC/BE3

  1. 1. Atividade Piscatória Realizado por : João Vítor nº8 , Luana Antunes nº10 e Viviana Marques nº17 , Turma – 10ºC
  2. 2. Introdução • Neste trabalho vamos falar sobre a pesca que outrora foi a atividade com maior capacidade económica, atualmente, a sua importância tem diminuindo por causa das tecnologias de hoje em dia.
  3. 3. Pesca • A pesca é uma das actividades mais antigas que o homem desenvolveu para arranjar alimento. • Ainda hoje, seja a nível industrial ou artesanal, a pesca continua a ser uma das principais actividades económicas do mundo. • Sabendo que a regularidade da costa de Portugal e a sua reduzida extensão da plataforma continental são condicionantes para a pesca, têm sido compensadas pelas capturas em pesqueiros externo, isto é em zonas de maior concentração de pescado.
  4. 4. Tipos de Pesca • Pesca local; • Pesca costeira; • Pesca de Largo;
  5. 5. Pesca Local • É uma pesca mais costeira, normalmente é operacionada em rios, estuários ou lagunas. • Utiliza ainda os métodos tradicionais e captura com os mesmos, sobretudo espécies de maior valor. • É na pesca local onde se encontra o maior numero de pescadores que usam embarcações de pequena dimensão.
  6. 6. Embarcações de pesca local
  7. 7. Pesca Costeira • Na pesca costeira, pode se pescar para lá das 6 milhas náuticas de distancia da costa por varias horas ou ate dias visto que as embarcações são melhores e mais seguras. • Utiliza métodos modernos para a detenção de cardumes mas ainda predomina a influencia dos métodos tradicionais.
  8. 8. Embarcações de pesca costeira
  9. 9. Pesca de largo • Podemos pescar para lá das 12 milhas náuticas da linha de costa e/ou nas aguas internacionais. • Utiliza-se diversas técnicas modernas de deteção como sondas, meios aéreos, satélite... e captura de peixes comos redes de cerco, rasto... • As embarcações estão equipadas com meios de conservação e transformação tendo, o apoio de um navio congelador ou de um navio-fábrica, o que permite ficar no mar durante longos períodos.
  10. 10. Embarcações de pesca de largo
  11. 11. Importância da actividade piscatória a nível económico em Portugal • A importância da pesca em Portugal tem vindo a diminuir devido a uma frota envelhecida que embora se tente modernizar tem dificuldade em competir com outras frotas europeias e com essa redução deu se a diminuição dos stocks .
  12. 12. Frota de pesca Portuguesa • A frota nacional tem vindo a decrescer, refletindo na vulnerabilidade dos stocks e o aumento das restrições na áreas de pesca onde Portugal exerce a pesca. • Sabemos que o numero de pescadores tem vindo a diminuir por abandono da atividade, reforma ou devido á modernização da frota que dispensa a mão de obra e para combater isso devemos elevar os níveis de escolaridade da mão de obra e incentivar o rejuvenescimento e a qualificação profissional da população ativa na pesca.
  13. 13. Aquicultura • A aquacultura é a criação/produção em viveiro de recursos piscícolas e por vezes de vegetais marítimos (como por exemplo um tipo de algas), através de técnicas que buscam recriar condições favoráveis a reprodução e evolução dessa determinada espécie . • Os objetivos para a aquicultura europeia visam criar emprego, disponibilizar aos consumidores produtos de qualidade e saudáveis, promover padrões de salubridade e de bem-estar animal para as espécies cultivadas e assegurar o desenvolvimento ambientalmente equilibrado da atividade aquícola .
  14. 14. ZEE • É o espaço marítimo que um país detém, no qual tem direitos na utilização dos seus recursos. Delimita-se por uma linha imaginária situada a 200 milhas da costa. • Tem direitos à exploração dos recursos marítimos ,investigação científica ,de controlar a pesca levada a cabo por barcos estrangeiros e nacionais, exploração de petróleo e gás natural no leito marinho. Proposta de alargamento da zee
  15. 15. Porto de Setúbal • Situa se na foz do rio sado permite a entrada de navio de carga de medio porte , porta contentores e graneleiros ( explicar ) constitui também abrigo para as embarcações de pesca
  16. 16. • Neste Porto a atividade piscatória foi uma atividade importante ate meados do séc. XX, fornecendo diversas fabricas de conserva de peixe na cidade . • Atualmente , encontram se diversos restaurantes especializados em pratos de peixe junto a essas fabricas, isso atrai turistas . E também se situa o mercado municipal , sendo significativa a venda do peixe .Sendo o peixe mais pescado o salmonete
  17. 17. Conclusão • Podemos concluir que Portugal depende muito da pesca exterior para a sua economia. • Apesar da diminuição da sua frota piscatória e dos stocks, a produção dos recursos piscícolas em viveiros tem vindo a aumentar, o que é positivo para o stock e para a manutenção das espécies.
  18. 18. Bibliografia • http://pt.slideshare.net/paula.tomaz/pesca-5437574 • https://pt.wikipedia.org/wiki/Pesca • http://www.portodesetubal.pt/ • http://exploracaomaritima-12c-ap.blogspot.pt/2011/05/zonas- economicas-exclusivas.html • http://www.dgrm.mam.gov.pt/xportal/xmain?xpid=dgrm&actualm enu=1470572&selectedmenu=1470597&xpgid=genericPageV2 &conteudoDetalhe_v2=1473862 • Manual de Geografia

×