Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Guerra do Iraque

Geografia- Guerra do iraque

  • Login to see the comments

Guerra do Iraque

  1. 1. 10 anos da Guerra no Iraque. A Guerra Baseada em uma mentira.
  2. 2.  19-20 de março de 2003  O presidente americano George W. Bush diz que os Estados Unidos vão atacar alvos selecionados em um esforço para desarmar o Iraque.  EUA e Reino Unido alegam que Saddam Hussein esconde armas de destruição em massa no Iraque e tem capacidade para usálas.  A Operação Liberdade do Iraque começa com uma campanha destinada para mostrar força. Bombas cobrem o céu de Bagdá.
  3. 3.  3-12 de Abril de 2003  Tropas britânicas destruíram uma estátua de Saddam na cidade de Basra.
  4. 4.  Bagdá caiu a 9 de Abril e a 1 de Maio declarou o presidente norte-americano George W. Bush o “fim” das operações militares, dissolvendo o governo do partido Ba'ath, depondo o presidente Saddam Hussein (seria localizado em 13 de dezembro, perto de Tirkit).  A ofensiva terrestre foi iniciada a partir do Kuwait;
  5. 5.  Países a favor da Guerra (aliados dos EUA): Espanha, Itália, Grécia, Inglaterra, Israel, Kuwait, Austrália.  Países indecisos ou neutros: Nova Zelândia, Paquistão, Japão, Arábia Saudita, Egito, Turquia.  Países indecisos ou neutros: Nova Zelândia, Paquistão, Japão, Arábia Saudita, Egito, Turquia.
  6. 6.  1º de Maio de 2003  Quarenta dias após o início da invasão, Bush emite pronunciamento de um porta-aviões estacionado na costa do Estado americano da Califórnia e declara vitória no conflito.  O governo não declara o fim da guerra, também porque nunca declarara oficialmente o seu início, e alerta que o combate ao terrorismo prosseguiria. De fato, continuaria por mais oito anos.
  7. 7. 13 de setembro de 2003  Senhores e senhores, nos o pegamos, com essas palavras, o administrador da coalizão no Iraque, Paul Bremer, anuncia a que Saddam Hussein, foragido desde antes da invasão, tinha sido capturado.  Ele foi encontrado dentro de um buraco subterrâneo de uma casa em um vilarejo nas proximidades de Tikrit, sua cidade natal.  Ele seria enforcado em 2006 após ser considerado culpado por crimes cometidos durante seu regime em um tribunal conduzido pelo novo governo do país
  8. 8. 2004 No fim de 2003, insurgentes começam a alvejar as tropas da coalizão e conflitos sectários entre milícias rivais irrompem.  Em abril de 2004, as tropas americanas iniciam uma feroz batalha em Fallujah, no centro-oeste do Iraque, contra os insurgentes.  Em novembro, confrontos conhecidos como a segunda batalha de Fallujah se tornam os mais sangrentos da guerra. Pelo menos 1,2 mil insurgentes e 800 civis iraquianos morrem, assim como mais de 100 soldados da coalizão  
  9. 9.  Abril de 2004  Imagens de militares americanos torturando prisioneiros na prisão de Abu Ghraib ganham o mundo e colocam mais uma mancha no histórico do conflito.  Autoridades americanas justificam os abusos como frutos de "algumas maças podres", mas uma comissão do Senado americano conclui, em 2008, que os abusos eram consequência de uma cultura de técnicas agressivas solicitadas por autoridades do governo.
  10. 10.  2005  Atentados suicidas batem recorde em 2005: são 478 no ano.  O foco da insurgência muda de ataques contra militares para ataques contra civis.  Os conflitos sectários entre sunitas e xiitas aumentam.
  11. 11.  Maio de 2006  O primeiro-ministro do Iraque, Nouri alMaliki, consegue aprovação parlamentar do primeiro governo total do Iraque desde a queda do regime de Saddam Hussein.  Em julho, as forças da coalizão transferem o controle de uma província, Muthanna, para autoridades locais iraquianas pela primeira vez.
  12. 12.  Enfrentando um crescente número de ataques insurgentes, os Estados Unidos enviam novas tropas e aumentam o período de permanência dos soldados em áreas voláteis do Iraque.  Sob a liderança do general David Petraeus, os EUA mudam a direção da guerra a adotam uma postura, com menos violência e confronto, para tentar "ganhar os corações e mentes" dos locais.  Em 2008, a violência cai 80% em algumas áreas. A coalizão começa a focar no treinamento de iraquianos para assumir a segurança do país
  13. 13.  31 de Agosto de 2011  O presidente americano anuncia a retirada das últimas forças de combate do Iraque, mas cerca de 50 mil militares permanecem para treinar, capacitar e apoiar o Exército iraquiano.  A Operação Liberdade do Iraque é encerrada e, em seu lugar, começa a Operação Nova Amanhecer
  14. 14. Em outubro, o presidente Barack Obama anuncia o fim do envolvimento militar americano no Iraque, prometendo que todas as tropas estarão em casa no Natal.  O anúncio chega após o país não conseguir entrar em acordo com o Iraque sobre estender a imunidade criminal dos americanos, o que efetivamente garante que a ocupação militar chegará ao fim em 31 de dezembro de 2011.  O Exército dos EUA realiza em 15 de dezembro, em Bagdá, uma cerimônia que marca a retirada final das tropas 
  15. 15.  Grande incômodo político na medida em que os EUA não encontraram as tais armas químicas e biológicas;  Ações terroristas contra as tropas americanas continuam ocorrendo;  Cenário político iraquiano está longe de uma estabilização;  O Iraque vive uma crise humanitária sem escalas desde o início da invasão americana;
  16. 16.  Ana Beatriz Pereira de Melo  Ana Karoline Abrantes  Karyelle Campos  Moises Oliveira Lima  Vilene Camara de O. Sobrinha

×