Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
INFOGRÁFICQS E
oRGANIzAçAo DA
INFORMAÇAO: 

aproximações e possibilidades

INFOGRÁFICOS
g oncauluçixo
DA INFORMAÇAD

   

...
Í
g_

H VF* 7 < É  EL» fÍT É

i Í FU?  F T   w É?  
.  _ a_ _ É' _
H VT** w Fiiixíl  s› : 

aproximações e possibilidades
Infográficos e organização da informação: 
aproximações e possibilidades

Trabalho de Conclusão de Curso
Orientanda:  Beat...
OBJETIVOS

Compreender a infografia e seu contexto,  a fim de encontrar possíveis
aproximações com a disciplina Organizaçã...
ll l : i l  r ll l w l:    J* 

Pesquisa e leitura do levantamento bibliográfico realizado através de
livros,  artigos e t...
V V 7 7 _V /1 _H
' › N _,  x l x
4 ¡ .  1 j;   j/  __
í , y t,  ,l R, 
_I  s” V. 
_ _ E ll_  Í
_l I_ -' u_
.  . .  . .  i ...
l3líl; ;=lilllfçÃ. O DE rixIFoGRÁJ= lco

- Info =  informática ou info =  informação (DE PABLOS, 
1999, apud RIBAS,  2005)...
CONCEITOS

Representação diagramática de dados?  (Cairo,  2008, apud SILVA,  2010)
"O problema conceitual parte da má trad...
. 7 r 7 7 _r /  J¡

.  › u l/  x I/  

I l - j _r  j¡ l, 

l l Í l  é 1 _x

m í f  m' s/  'x

_J x , - a
.  x " *x l u¡ . ...
iiii n. 

ORIGEM DA lÍIl: OGRl-l: ll-

- O próprio texto é uma forma visual de comunicação,  com origem na

escrita cuneif...
PRIMEIRA.  IIxIFORNIAçZxo GR/ ÍXFICA. 

"O ataque do almirante Vernon a
Puertobello" - Daily Post 1790
PRIÍVIIEIRO lNi-'OGRl-ÊFICO
"The BIight's House" - The Times 1806

um. ..
 _, 
. ' e»
j ? - 2
I;  '_ t_ u_
.  L.  .
I I ÍÇ...
USA T0 -

     

2:_



_ . 
_ _ m . ... ... ... .:. 

_z_

e_

, ã
84 - Projeto Folh

O Brasil teve seu primeiro projeto
gráfico totalmente documentado e
levando em consideração a
diagramaç...
: - Surgiment
palavra infografia

Surge na Espanha,  num seminário
sobre o tema promovido pela
niversidad de Navarra,  a p...
r líâlúlçlí; ljclr, "-l IOIIÚ l É: 

 dos EUA navios iraquianos no 

 

   
   

 

W_ ° 'um onnaçôrs 1 à
llíl
,  3
¡ , 
m...
x

1  f
 /  
. . .  l h( .  F? 
r/  g' 3 "g 2'¡ ÕIÊÍÍQHÚILÍLÊI'. III

    

a/ ohosxàu
l l l,  ›
*I *r
_V_ V". 

/ I

l-Í
l. 

~ E alí : .;~5,. I'I'I < ': *,I'¡ 'í: l:I Ole

Primeiro departamento de infografia...
.a l? ? «a  l5í^í-i«l“ll m I1<'J, "lli: :^í: :a.  <: › 

IT. 

O jornal carioca O Dia conquistou
diversos prêmios internac...
infografia multimídia: 
Multimidialidade/ 
convergência, 
interatividade, 
hipertextualidade, 
customização do
conteúdo/ p...
7 7 74:7' d' el?  _ If? 
el l l e e  e 
.  ~,  " ,  I ; 'I.  ,_ 4 j¡ , _
.  . .  T T' .  . l .   _ .  .A  . 

característi...
- Os fatos precisam ser relatados

_ de forma clara e objetiva, 

 mw ÍiÊ-'ly -axu.  O.  O Nm*- facilitando a compreensão ...
ITI 

Comparação entre tipologia de Tufte (2001) e de "tipos de informação" sugeridas

    
 
 

CLASSIFICAÇÕES

ao

-- j
...
infografia pedagógica

n vaciá tra r: 
SALA ; -
O 0 A
O n
L o L O u

. um O "  9 a
Í? ”
_ o o o'

infografia publicitária
...
ll l       

A¡

P A  lllFl Í F”l, xl, /li3,. l  A

J
Íâílltíiiiíiti ; ui E: :

Informação como objeto do Jornalismo e Ciência da Informação.  (Januário,  2010)

Winget (2009) ...
FíÉíÍÍLl Ulí-Êl CJ  É IBLIU NÉ
 235a: :
F

 

Assuntos em Revistas da Ciência da Informação com OAI ativo. 

Fonte:
BIBLIOTECAS E BIBLIOTECÁRIOS

   
   
 
  
  
  
   
  

LEAINING nu¡
mu( uniu-ii . ..ppm haming
maço" .  uma um». 
rm,  m...
o i7i<3/-Íli. Z/-íÇ, Í-<3 DE nxIFoRixri/ -xtçõ Es
EN iixIF<3<3Rl›. Fi<3<: s

"o bibliotecário é um dos principais profissi...
,ÀPJAMQLHTETÍJPJÂ.  D E ÍÍXÍFPÍ) Fãñ/ ttí-Çí 3G
EM iiÉi'-'<Í› *E , ril-Fiiííí S'

"Publications are so saturated with info...
' II .  t'
j rí-? u

 

l Ííl 7 íXl-Àtfllír)  74(
à

Vasto campo de aplicação
de metodologias e
conceitos da infografia em...
i . u -4Í _~› - 472w rl"›l¡rrii›
ll t¡   II iI ll l ll
lg _n17 'i4 _.  f. 
l_l t¡  . 

45›'”. .~
III¡

o

a-

tl t. .

'I....
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

TCC - Infográficos e organização da informação: aproximações e possibilidades

582 views

Published on

TCC de graduação em Biblioteconomia pela ECA/USP, apresentado para banca em julho de 2015.

Published in: Data & Analytics
  • Be the first to comment

TCC - Infográficos e organização da informação: aproximações e possibilidades

  1. 1. INFOGRÁFICQS E oRGANIzAçAo DA INFORMAÇAO: aproximações e possibilidades INFOGRÁFICOS g oncauluçixo DA INFORMAÇAD nrmsumnsoouAm ' camaras ' . . . , , , | :uxssncou n n I I : n - nnüulvuuu¡ n: ummuu su ¡nrmnrncos I Evvuxmmmrocouru
  2. 2. Í g_ H VF* 7 < É EL» fÍT É i Í FU? F T w É? . _ a_ _ É' _ H VT** w Fiiixíl s› : aproximações e possibilidades
  3. 3. Infográficos e organização da informação: aproximações e possibilidades Trabalho de Conclusão de Curso Orientanda: Beatriz Pereira Teixeira Orientadora: Cibele Araújo Camargo Marques dos Santos Universidade de São Paulo Escola de Comunicações e Artes Departamento de Biblioteconomia e Documentação f' 1:34
  4. 4. OBJETIVOS Compreender a infografia e seu contexto, a fim de encontrar possíveis aproximações com a disciplina Organização da Informação, da Ciência da Informação. - Compreender os conceitos e origens comunicacionais que envolvem a infografia; - Identificar os tipos e as classificações de infográficos como forma de obter visão abrangente do seu potencial; - Analisar e relacionar conceitos sobre informação na infografia e na Organização da Informação; - Apresentar possíveis relações entre infográficos e Organização da Informação.
  5. 5. ll l : i l r ll l w l: J* Pesquisa e leitura do levantamento bibliográfico realizado através de livros, artigos e trabalhos acadêmicos em bases de dados nacionais e internacionais. 5 25:3' ç ¡ ¡ , *Bibiioteca _wêlJlslw b f * . Digital lll' e O SCIENCE. m? i'll v'. , I¡ 1.1,¡ , .«-_. _
  6. 6. V V 7 7 _V /1 _H ' › N _, x l x 4 ¡ . 1 j; j/ __ í , y t, ,l R, _I s” V. _ _ E ll_ Í _l I_ -' u_ . . . . . i . x . . i k . definições e conceitos
  7. 7. l3líl; ;=lilllfçÃ. O DE rixIFoGRÁJ= lco - Info = informática ou info = informação (DE PABLOS, 1999, apud RIBAS, 2005) - Binômio imagem + texto (DE PABLOS, 1999, apud RIBAS, 2004) - "O Infográfico é composto por elementos icônicos e tipográficos e pode ser constituído por mapas, fotografias, ilustrações, gráficos e outros recursos visuais, inclusive aqueles mais abstratos e não necessariamente icônicos". (TEIXEIRA, 2010, p.18)
  8. 8. CONCEITOS Representação diagramática de dados? (Cairo, 2008, apud SILVA, 2010) "O problema conceitual parte da má tradução do inglês, que considera informational graphics enquanto 'gráfico informativo'. Sugerimos que o termo diagram, traduzido para o português como 'diagrama', e que designa um desenho ou figura que mostra partes de uma coisa, seu funcionamento, ou representa a operação e processos; seja mais adequado para denominar o que se constitui como infografia. A terminologia, portanto, seria algo como 'infodiagrama' ou 'diagrama informativo', apesar da redundância". (RIBAS, 2005) Visualização da informação Toda infografia e toda visualização contêm as seguintes características: expõem e ajudam na reflexão sobre o conteúdo apresentado, ou seja, são palavras sinônimas. (CAIRO, 2011, apud PEREIRA NETO, 2013)
  9. 9. . 7 r 7 7 _r / J¡ . › u l/ x I/ I l - j _r j¡ l, l l Í l é 1 _x m í f m' s/ 'x _J x , - a . x " *x l u¡ . .Í _ w w 2' V. s¡ ul. . . . . . Í . xx . . l uk . origem e evolução
  10. 10. iiii n. ORIGEM DA lÍIl: OGRl-l: ll- - O próprio texto é uma forma visual de comunicação, com origem na escrita cuneiforme, hieróglifos e pictogramas. (DIAS: CARVALHO, 2007). - Ao pensar na evolução dos infográficos é preciso resgatar os registros de comunicação de informação, desde a Antiguidade até a evolução da imprensa - quando se deu o "desenvolvimento da cartografia, do pensamento estatístico e das mudanças da linguagem jornalística [. ..]". (SILVEIRA ,2010, p.60) - "a infografia existe a partir do momento em que foi designada para cumprir a referida finalidade de esclarecer e nomeada para tal, o que se deu nos anos 1980". (MORAES , 2013, p.23)
  11. 11. PRIMEIRA. IIxIFORNIAçZxo GR/ ÍXFICA. "O ataque do almirante Vernon a Puertobello" - Daily Post 1790
  12. 12. PRIÍVIIEIRO lNi-'OGRl-ÊFICO "The BIight's House" - The Times 1806 um. .. _, . ' e» j ? - 2 I; '_ t_ u_ . L. . I I ÍÇ_ I . - *I
  13. 13. USA T0 - 2:_ _ . _ _ m . ... ... ... .:. _z_ e_ , ã
  14. 14. 84 - Projeto Folh O Brasil teve seu primeiro projeto gráfico totalmente documentado e levando em consideração a diagramação digital.
  15. 15. : - Surgiment palavra infografia Surge na Espanha, num seminário sobre o tema promovido pela niversidad de Navarra, a palavr infografia.
  16. 16. r líâlúlçlí; ljclr, "-l IOIIÚ l É: dos EUA navios iraquianos no W_ ° 'um onnaçôrs 1 à llíl , 3 ¡ , m, na u 1 A : Ill l 3 '“ um / ' . ,, « ' l : ncm V_ / I " ' ' VI| nnI| uflruI~WIr›v-. _ “ . .., .., .I. .». Im, ... . ¡ ÍI. 1 ' m*
  17. 17. x 1 f / . . . l h( . F? r/ g' 3 "g 2'¡ ÕIÊÍÍQHÚILÍLÊI'. III a/ ohosxàu
  18. 18. l l l, › *I *r _V_ V". / I l-Í l. ~ E alí : .;~5,. I'I'I < ': *,I'¡ 'í: l:I Ole Primeiro departamento de infografia do Brasil , com a chefia de Ary Moraes. Em dois anos, se tornou a primeira editoria do Brasil
  19. 19. .a l? ? «a l5í^í-i«l“ll m I1<'J, "lli: :^í: :a. <: › IT. O jornal carioca O Dia conquistou diversos prêmios internacionais, em especial o Malofiej de 1996, o primeiro conferido a brasileiros na área.
  20. 20. infografia multimídia: Multimidialidade/ convergência, interatividade, hipertextualidade, customização do conteúdo/ personalização, memória, instantaneidadel atualização contínua. (PALACIOS, 2002, apud RIBAS, 2004) EVOLUÇÃO DA INFOGRAFIA Immigration Exploit: sdmiiuammmgnommmqnmuumunimmu. _ E . ... ... ... .., .., ... ... ... ... .,. .,. ..m um »humanas-num Ivlvünponnnvannm-¡nln-ulyu¡
  21. 21. 7 7 74:7' d' el? _ If? el l l e e e . ~, " , I ; 'I. ,_ 4 j¡ , _ . . . T T' . . l . _ . .A . características, classificações e aplicações
  22. 22. - Os fatos precisam ser relatados _ de forma clara e objetiva, mw ÍiÊ-'ly -axu. O. O Nm*- facilitando a compreensão da notícia pelo leitor. - Cada tema deve estar bem explicado, esmiuçado e ser levado ao leitor de forma simples m* u JMJ? ? »m = M. . e didática, em lugar de supor que 'i ele está familiarizado com aquele , em _¡; :›: fj”" _m E 3:» um. tipo de noticia. *W- - Tanto o texto escrito quando a parte visual deve expor somente awe- war' = g2 mara- aquilo que é relevante e realmente necessário para a ›__ Ôvkñuun c' ' ' M, _m_ = , 00:3 _Mk_ compreensão daquela materia, l ›< mw evitando os excessos. Roamrelacionatipos de diagramasamodos de ver. Fonte: Silveira, 2010, p.75. II n l' F «25.
  23. 23. ITI Comparação entre tipologia de Tufte (2001) e de "tipos de informação" sugeridas CLASSIFICAÇÕES ao -- j Tipo de Intannaç QJIÕ Êâ : E _n 2 Eà th. ;LÊ Ilnfogrãñco sã E_ 1 É? :É u Iipologia de infográficos proposta por Rajamanickam (2005). Fonte: Aragão e Carvalho. 2012. p.165. IQ "nar tiram por Rajamanickam (2005). Fonte: Aragão e Carvalho. 2012. p.165. Aragão e Carvalho (2012): - Espacial - Cronológico - Quantitativo - Narrativo
  24. 24. infografia pedagógica n vaciá tra r: SALA ; - O 0 A O n L o L O u . um O " 9 a Í? ” _ o o o' infografia publicitária I¡ . 1' j if-Fn¡ a, rs, r .1.5. " 1! L-. Illlilllllvll 'zAll-IIIHH! a infografia jornalística run-v a', .'lIl, '.| ¡il| l: nrzrnitir l' . LILILILILIL Plimmawt ¡Gíqlln ; É ÉATÊÍIEÊÉIÊLIZU . 41:15 22 'à nas Insumos ltfLlñfjuçñls B' I IIAIIEIIIIKKIIESYTÉCNICIJS W l ll7l. lililtlflklfllllllülllt ' l ILISUIIII _ I l II | CAFACITAEÊ* 11 IMOElPIILIITIIVIâS L Iàiull-l-Ir mu. L j, ,_, .__-, ¡_ Informe empresarial Manual de instruções Colle (2004, p.13)
  25. 25. ll l A¡ P A lllFl Í F”l, xl, /li3,. l A J
  26. 26. Íâílltíiiiíiti ; ui E: : Informação como objeto do Jornalismo e Ciência da Informação. (Januário, 2010) Winget (2009) acredita que a Z üganitação e processamento da 'Informação -Arquitemra ameaça. comunidade da Ciência da -°*am*= =$°°° »Mearim t' “arrastar-k da *tando Informação deve trabalhar para . csiaiogaçao z › _ummüção obter avanços teoricos na . mamã, indexaçao por assunto, bem . tragam como construir sistemas de "°”“°í recuperação mais significativos, -Vocabularios uantrolsdcs _ _ , _ _ . om, .,, ,-, , assim, seria necessario realizar -meossmmoamwasooue lino-isca" mais investigações para achar Categoriasedisciplinas da Ciência : Ialnlormação Fonte' PINHEIRO. 2006 n dIferentes de assunto OU HUÍOI' e título. Valiati (2008, apud Vieira e Correa, 2011): “a representação das informações de forma gráfica busca não apenas divulgar ou apresentar dados e resultados, mas prover mecanismos que possibilitem ao usuário interagir com a informação, explorando-a visualmente".
  27. 27. FíÉíÍÍLl Ulí-Êl CJ É IBLIU NÉ 235a: : F Assuntos em Revistas da Ciência da Informação com OAI ativo. Fonte:
  28. 28. BIBLIOTECAS E BIBLIOTECÁRIOS LEAINING nu¡ mu( uniu-ii . ..ppm haming maço" . uma um». rm, m. GANG¡ nd ; mais mimo : Ivana iii. Monty midia-iu; ixmoiog. mma. .na «um nepo- un . ii. :aipim-i rn m. anima : mini m: :andei: das ; vagas n¡ mbywhtflü ma. me »na nom-mix . mimo m. . nano iii u. . md mino mtv¡ A¡ Ina-ng boca-m mon wcul. Ina-ii m an manu-s vomnialrrtgodcvvmumty manual-damn; ! EDER income LIIIAIY mu. : iam. .. mind. ¡mm- . na cnvwd paxil' io nio-mim . iii nm TM ¡Itvsa bvyaid m: zac-mau ot haAkLmniLr-dmovnq tornanuqmlcawmnnywmldiit mmrommcxhuhci Lma-gic-. mmmmram. naum; seu amei-o a : animam inch, motta; .uma vid . ..ii : mapa Hunt¡ . .pau ENE FAMILY mmziimci sncz an: turns »sup-again . ..a mai ! Put mou-i m. bai mmuyoingmwngumui aimamumgmamuu m. . : Nam : o um, m. pinguin. mi me ! aula . .ny Mutley na uma manu “um nv . na IFIIUHIH . na iiiwoii guy¡ . ..inch ici : Mignon ol 591k; lnnly mvmbnll muni na. : ; um 'a uma. .. m ma. inn. n: 9m». tbqoâwt REDE Infográfico explicando a história e as funções da biblioteca pública. Fonte: The emerging story of California Public Libraries. Disponível em: < >. Acesso em: 04 jun. 2015.
  29. 29. o i7i<3/-Íli. Z/-íÇ, Í-<3 DE nxIFoRixri/ -xtçõ Es EN iixIF<3<3Rl›. Fi<3<: s "o bibliotecário é um dos principais profissionais habilitados a selecionar, tratar, organizar e disseminar o acesso a informações nas mais diversas áreas e tendo em vista o excesso de informação disponível, tal situação pode acarretar em perda de tempo e retrabalho para o profissional do meio jornalístico". (JANUÁRIO, 2010, p. 161).
  30. 30. ,ÀPJAMQLHTETÍJPJÂ. D E ÍÍXÍFPÍ) Fãñ/ ttí-Çí 3G EM iiÉi'-'<Í› *E , ril-Fiiííí S' "Publications are so saturated with infographics that there is an entire industry devoted just to highlighting and critiquing infographics published elsewhere" (Muhammad Saleem, 2014, apud McDermott, 2014, p.36) Para The Information Architecture Institute, a arquitetura de informação “is about helping people understand their surroundings and find what they're looking for-in the real world as well as online".
  31. 31. ' II . t' j rí-? u l Ííl 7 íXl-Àtfllír) 74( à Vasto campo de aplicação de metodologias e conceitos da infografia em Organização da informação. O caminho inverso também é possível. Definições metodológicas para o uso de infográficos em sistemas de organização e recuperação da informação. 'E r '- r E : Fil lí r ' m. - . . . .. l. . .' - A literatura relacionada ao tema é reduzida, pouco se fala sobre infografia e suas aproximações com OI. Suas aplicações devem ser exploradas com mais profundidade. Onde há grandes quantidades de informação, o bibliotecário pode atuar para facilitar a recuperação da informação.
  32. 32. i . u -4Í _~› - 472w rl"›l¡rrii› ll t¡ II iI ll l ll lg _n17 'i4 _. f. l_l t¡ . 45›'”. .~ III¡ o a- tl t. . 'I. Ill¡ O ! W957i

×