Fascismo

8,423 views

Published on

0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,423
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,103
Actions
Shares
0
Downloads
201
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fascismo

  1. 1. FASCISMO
  2. 2. Situação social em Itália no pós guerra 1. A crise socioeconómica da Itália 2. tornou-se grave a partir do fim A alta burguesia italiana e da Primeira Guerra Mundial. as classes médias Embora tivesse terminado a conservadoras, mostravam- guerra do lado vitorioso, a Itália se apavoradas com a não recebeu as recompensas crescente movimentação territoriais que lhes foram social dos trabalhadores. prometidas. 3. A monarquia parlamentar, conduzida 4. pelo rei Vítor Emanuel III, tolerava as O aumento da inflação, do crescentes manifestações dos desemprego e da fome eram sectores populares, sendo incapaz alguns dos problemas que de atender suas reivindicações. abalavam a economia italiana.
  3. 3. Dos movimentos de extrema- direita europeus, o primeiro a conseguir tomar o poder foi o Partido Nacional Fascista em Itália. A expressão fascismo passou, depois, a ser usada de1921 forma mais geral para caracterizar partidos e regimes políticos de outros países, com semelhanças com o exemplo italiano.
  4. 4. Característicasfundamentais dofascismo• o combate ao socialismo e ao comunismo, considerados destruidores dos valores tradicionais;• a rejeição do parlamentarismo, acusado de gerar divisões e de enfraquecer a unidade nacional;• o desprezo pela liberdade individual, uma vez que para os fascistas os direitos dos indivíduos tinham de estar submetidos aos interesses da nação e do estado;• o ultra nacionalismo, que defendia a nação como o valor mais importante, exaltando as glorias do passado, as realizações do presente e a grandeza do futuro. Esse ultra nacionalismo apoiava-se, por exemplo, em preconceitos racistas (quando a nação era identificada com uma raça superior);• o enaltecimento da autoridade do chefe: o estado devia ser forte e comandado por um chefe, considerado o guia e o salvador da nação e a quem se devia obediência cega;• a existência de um partido único onde eram formados e escolhidos os dirigentes políticos;
  5. 5. Mussolini, o Duce Benito Mussolini (1883-1945) Fez parte da ala esquerda do partido socialista chegando a ser director do diário do partido, Avanti . Abandonou o socialismo e fundou o jornal Popolo ditalia que reclamava a intervenção na primeira guerra mundial ao lado dos aliados acabando por participar na guerra onde foi ferido e condecorado. Quando regressou continuou na direcção do seu jornal onde passou a exigir um governo forte e a defender posições cada vez mais próximas de extrema direita nacionalistas. Em 1919, ficou conhecido pela violência das suas ‘’acções punitivas’’ contra sindicatos e partidos de esquerda. Em 1921, surgiu o PARTIDO NACIONAL FASCISTA, através do qual Mussolini chega ao poder. Mussolini era chamado por Duce, sendo famoso pelos seus gestos teatrais e discursos inflamados.
  6. 6. Em 1922, com seus seguidores, os "camisas negras", organiza aMarcha sobre Roma, demostração de força que origina umconvite do rei Vitório Emanuel III para encabeçar um novogoverno.
  7. 7. Consolidação do Fascismo(1922 a 1924) Mussolini realizou um governo marcado pelo nacionalismo extremado, e pelo capitalismo. Paralelamente, fortaleceu as organizações fascistas com a fundação das Milícias de Voluntários para a segurança Nacional. Valendo-se de todos os métodos possíveis, inclusive de fraude eleitoral, os fascistas garantiram a vitória do Partido nas eleições parlamentares de Abril de 1924. O deputado socialista Giacomo Matteoti denunciou as violências fascistas. Devido a sua firme oposição, Matteoti foi assassinado e Maio de 1924. A morte de Matteoti provocou indignação popular e forte reacção da imprensa política oposicionista. Mussolini assumiu a responsabilidade histórica pelo homicídio do líder socialista, decretando uma série de leis que fortalecia o governo.
  8. 8. Ditadura Fascista(1925 a 1939) Nos meses finais de 1925, Mussolini implantou o fascismo na Itália. Os sindicatos dos trabalhadores passaram a ser controlados pelo Estado por meio do sistema corporativista. Foi criado um tribunal especial para julgar crimes considerados ofensivos à segurança do Estado. Inúmeros jornais foram fechados, os partidos de oposição foram dissolvidos, milhares de pessoas foram presas e outras foram expulsas do país. A Ovra, polícia secreta fascista, utilizou os mais terríveis tipos de violência na perseguição dos oposicionistas. Os fascistas puniam seus adversários obrigando-os a ingerir óleo de rícino. Mussolini empenhou-se em fazer da Itália uma grande potência capitalista mundial. Para isso promoveu a conquista da Etiópia, em 1936, e o revigoramento industrial. Mussolini tornou-se conhecido como o Duce, em italiano, aquele que dirige . Ovra Organizzazione per la Vigilanza e la Repressione dellAntifascismo Organização para a Vigilância e a Repressão do Anti-Fascismo
  9. 9. Propaganda dos ditadores • Propõe um programa nacionalista de resolução da crise económica e de promessas de emprego • Propostas de reconstituição da grandeza da nação • Prometem ordem, disciplina e estabilidade.
  10. 10. a propaganda e a ditadura • Controlavam as publicações escritas, a rádio, cinema, mediante uma apertada censura. • Perseguem os intelectuais e impõem-lhe a submissão do seu pensamento aos interesses do estado. • Proíbem e suprimem toda a produção intelectual contrária á ideologia do regime. • Programas nacionalistas
  11. 11. Documento : A doutrina fascista ‘’O fascismo nega que a maioria, só pelo facto de ser maioria, possa dirigir as sociedades humanas: nega que essa maioria possa governar graças a consultas eleitorais periódicas. Afirma que a desigualdade é, para o Homem, inapagável, fecunda a benfazeja (…). O fascismo recusa, na democracia, a absurda mentira da igualdade politica (…). Para o fascista tudo está no estado, nada do que é humano ou espiritual existe fora do estado. Nesse sentido, o fascismo é totalitário (…). Nem partidos políticos, nem sindicatos, nem indivíduos podem existir fora do estado. O fascismo quer um estado forte, poderosamente organizado e apoiado numa larga base popular (…). O fascismo não acredita nem na Possibilidade nem na utilidade de uma paz perpetua (…) Só na guerra desenvolve ao máximo todas as energias humanas.’’ Mussolini, A doutrina do fascismo , 1930
  12. 12. CURIOSIDADE A Itália de Mussolini utilizava-se da cultura física como aspecto fundamental para a solidificar sua ideologia fascista. Financiou e coordenou a construção de vários estádios, piscinas, pistas de ciclismo e atletismo. Mais tarde percebeu que poderia utilizar o futebol para tentar manipular as massas. Explorou politicamente o facto de a selecção italiana de futebol ter conquistado dois Campeonatos do Mundo consecutivas: a primeira, em 1934, jogando em casa, a segunda, em 1938, em França. O campeonato do mundo de 1934, realizada na Itália fascista, tornou-se um evento desportivo tão politizado como seriam os Jogos Olímpicos de 1936, realizados em Berlim, então capital da Alemanha nazi. A influência de Mussolini era tal que se afirma que ele teria interferido na escolha dos árbitros que apitariam as partidas nas quais a selecção italiana participaria.
  13. 13. Algumas frases de Mussolini‘’Somente um país ‘’Quem não está ’Tudo no Estado, ‘’Não se pode colocarinferior, ordinário, connosco, está nada contra o todos no mesmo nível. Ainsignificante, pode ser contra nós’’ Estado, e nada igualdade é anti-naturaldemocrático. Um povo fora do Estado.’’ e anti-histórica.’’forte e heróico tendepara a aristocracia.’’
  14. 14. Fontes e Livros• Apontamentos do caderno• Manual do 12º Tempo da Historia da Porto Editora• wikipedia.org/Fascismo• www.pensador. Com./frasesbenitomussolini/ Breve historia do fascismo - Fascismo e comunismo – Ernest Renzo de Felice Nolte, François Furet

×