Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Unidade 5 10º e 11º encontro

1,450 views

Published on

Pauta enviada por Missial Design

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Unidade 5 10º e 11º encontro

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Gerência de Ensino Fundamental PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa Língua Portuguesa Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos Email: bete.feliciano@hotmail.com ANO 2 - CADERNO - V 10º ENCONTRO 21/09/2013 “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Pauta: 1-Leitura para deleite: “ Asas de papel” - Marcelo Xavier 2-Arvore do pacto: Quais as flores que surgiram ao longo das reflexões até unidade 4? 3- Apresentação e sugestão para cantinho de leitura 4-Tarefa do dia28/08 - Realizar a avaliação das crianças (Perfil da sala de aula) e preencher o quadro de acompanhamento para discussãono próximo encontro (mês de agosto) - Email – Sugestões de intervençõese de hipótese 5 -Planejar estratégias para ajudar as crianças a avançarem, (referente as dificuldades encontrados no quadro de perfil da turma) 6 - Vídeo: Escrevendo o futuro. ITAÚ 7 – Através de slides, fazer reflexão da seção “Iniciando a conversa” e o texto 1 “Por que ensinar gêneros textuais na escola?” e discutir a questão: A) A importância de trabalhar com gêneros textuais na escola? B) Montar um cartazcom um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; C) Socializar as reflexões. 8 - Assistir ao programa “Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07) Tarefa: - Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental: os textos na sala de aula), para identificar os gêneros textuais trabalhados em sala pela professora e analisar sua importância para o estudo do tema proposto; refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades; Socializar as reflexões por meio de cartazes (Página 11 à 29 do caderno 5). - Avaliação do SIMEC - Próximo encontro dia 28 de setembro
  2. 2. A Unidade 5 foi realizada no dia 21 de setembro de 2013 e iniciamos com a leitura deleite“Asas de papel”, de Marcelo Xavier. Dando continuidade a construção da nossa árvore do PACTO, fizemos uma reflexão sobre as flores que surgiram ao longo das reflexões até a unidade 4. Entre essas flores as cursistas destacaram um maior esclarecimento da práxis pedagógica, descoberta de novos valores, repensar na importância dos jogos e brincadeiras, melhor organização da rotina, troca de experiência, elaborar estratégias mais adequadas com aulas produtivas e melhor direcionamento nos estudos. E mesmo com todo conhecimento adquirido nas formações já disponibilizadas, é preciso estar aberto ao novo, refletir, mas principalmente ter confiança naquilo que será trabalhado. Montamos um cantinho com a magia da leitura (Sugestão da Orientadora Shirley). As professoras puderam vivenciar e descobrir novas sugestões para o seu cantinho lá na escola. Algumas questionaram quanto ao uso dos livros, a preocupação em usá-los e sumir, outras não tem espaço na sala para montar o cantinho, algumas já têm o seu cantinho montado na sala ou na escola e outras se comprometeram a montar o seu cantinho com os alunos. Tivemos a visita da nossa formadora da GTP do município – Célia Regina, ela refletiu com as cursistas o uso do gênero na sala de aula. Foi um momento muito produtivo e gerou novas reflexões em nossos professores alfabetizadores sobre a prática pedagógica e o gênero textualnos trabalhos já realizados. Assistimos o vídeo“Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07) e em seguida fizemos uma discussão no grupo tentando esclarecer algumas questões: O que chamamos de gêneros textuais? Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da linguagem? Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros textuais são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos sobre a língua? A partir daí foi proposto uma tarefa em grupo de análise sobre a importância de trabalhar com gêneros textuais na escola. Os grupos montaram um cartazcom um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; (porque esse é
  3. 3. um dos nossos gêneros a ser trabalhado nesse semestre com os alunos do 2º ano). Não tivemos tempo hábil de fazer a socialização, essa será realizada no próximo encontro. Realizei o encaminhamento da tarefa e avaliação do dia. Várias manifestaram que o encontro trouxe fortalecimento do conhecimento, ajuda na reflexão da prática, reavaliação sobre gêneros textuais com novos esclarecimentos e o grande envolvimento do grupo. Elisabete Feliciano dos Santos
  4. 4. PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Gerência de Ensino Fundamental PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa Língua Portuguesa Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos Email: bete.feliciano@hotmail.com ANO 2 - CADERNO - V 11º ENCONTRO 28/09/2013 “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Pauta: 1. Leitura para deleite: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha 2. Tarefa do dia21/08 A - Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental B - Refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades; C - Socializar as reflexões por meio de cartazes. 3. Apresentar ocartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; 4. Analisar os quadros de diferentes gêneros e fazer o registro. 5. Slides: “Por que ensinar gêneros textuais na escola?” 6. Leitura do texto 3 (página 30 à 33) Tarefa: - Ler o texto:Os objetivos de leitura de acordo com Isabel Sole. Fazer Uma pequena consideração sobre o tema. (Será enviado por email) - Fazer a leitura antecipada do caderno “6”. Planejando a alfabetização e dialogando com diferentes áreas do conhecimento. - Próximo encontro dia 05 de outubro
  5. 5. O segundo encontro da Unidade 5, realizada no dia 28 de setembro de 2013, com o tema: “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Iniciamos como habitualmente com uma história deleite, que também serviu de análise para as professoras alfabetizadoras: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha. Retomamos a tarefa do encontro anterior, em que as cursistas tinham que ler o texto 2, (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental). Entre os vários questionamentos levantaram o fato de a sequência ser longa e usar vários gêneros textuais; no geral, acharam a sequência boa e que pode ser aplicada após alguns ajustes. Dando sequência e fazendo associação com o tema do dia, as cursistas apresentaram o cartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?” e explicaram a importância do ensino de gênero em sala de aula. Ouvimos relatos de experiências das professoras que realizaram com seus alunos propostas de atividades de produção oral e escrita, foram relatos simples, objetivos, porém muito importantes na prática pedagógica. Em grupo fizeram analise dos quadros de diferentes gêneros (Sugerido em nossa última formação por nossa formadora Gisele Barachati). Foi um momento muito rico, levantaram dúvidas e várias discussões como: para que ano os textospodem ser usados? Tiraram dúvidas quanto a resumo e sinopse e que gênero oferecer aos alunos para leitura e escrita. Refletimos o conteúdo do dia através do slide dialogado “Por que ensinar gêneros textuais na escola? e, qual a diferença entre tipos e gêneros?Deu-se ênfase a produção de
  6. 6. textos escritos e produção de textos orais realizados em sala de aula, assim como seus objetivos, as potencialidades e provocando novas reflexões como: • O que chamamos de gêneros textuais? • Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da linguagem? • Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros textuais são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos sobre a língua? Refletimos sobre os suportes textuais e sobre os tipos textuais e suas classificações e falamos que nossa rede municipal segue a do Pró Letramento. A partir daí foi proposto uma tarefa de análise do texto: Os objetivos de leitura de acordo com Isabel Sole e fazer uma pequena consideração sobre o tema. Encerramos nossa manhã de reflexão confeccionando um marcador de livro. Todas curtiram muito e se dedicaram para enfeitá-lo.

×