Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Gestão de Dados Moderna - Enterprise Data World Latin America - Agosto/2011

2,721 views

Published on

Apresentação efetuada no evento Enterprise Data Word promovido pela DAMA Brasil em Agosto/2011

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Gestão de Dados Moderna - Enterprise Data World Latin America - Agosto/2011

  1. 1. Boas Práticas da Gestão de Dados Moderna Enterprise Data World Latin America - 2011 Bergson LopesEnterprise Data World – Latin America - 2011 contato@bergsonlopes.com.br
  2. 2. Histórico da Gestão de Dados nas organizações Novos Tempos.. 1980 1990 2000 2010 Boom!! AD Questionada Redescoberta Gestão de Dados Moderna Agile Modeling DAMA/DMBOK Manual for Data AdministrationEnterprise Data World – Latin America - 2011
  3. 3. Gestão de Dados Moderna – O que é  Mudança de Paradigma  Utiliza vários conceitos das metodologias ágeis  A filosofia da área é tão ou mais importante do que as metodologias adotadas, porém as metodologias jamais devem ser desconsideradas  Trabalha muito bem com o DAMA-DMBOKEnterprise Data World – Latin America - 2011
  4. 4. Gestão de Dados Moderna - Filosofia  Empresas não existem somente para Administrar ou Gerir Dados  Os dados são muito importantes, mas sozinhos não são o ativo mais importante das empresas  Metas e objetivos da área de Gestão de Dados são mensuráveis.  A Gestão de Dados deve ter sinergia com todas as áreas envolvidas na gestão, construção e manutenção da informação  A Gestão de Dados está envolvida com os projetos da empresa. Projetos possuem recursos, tempo e orçamentos limitadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  5. 5. A Gestão de Dados Moderna evita:  Postura reativa  Falta de objetivos tangíveis  Equipes ineficazes  Overhead  Gestão de Dados ser encarada como obrigação  Burocracia em excesso  “Gargalo” no processo de desenvolvimento  Conflitos desnecessários com as demais equipes envolvidasEnterprise Data World – Latin America - 2011
  6. 6. Gestão de Dados ModernaEnterprise Data World – Latin America - 2011
  7. 7. Gestão de Dados Moderna – Boas Práticas Manter um time de destaque Atuar no início dos projetos Utilizar os princípios e ferramentas da qualidade Ser ágil Nunca acomodar Ter bom senso! Todas as práticas são interligadas!Enterprise Data World – Latin America - 2011
  8. 8. Manter um time de destaque Vantagens:  Maior visibilidade e credibilidade da área de Gestão de Dados  Profissionais de destaque rendem 3 ou 4 vezes mais que os profissionais comuns  Melhor nivelamento e aproveitamento dos profissionais  Equipes “enxutas”  Equipes multidisciplinaresEnterprise Data World – Latin America - 2011
  9. 9. Manter um time de destaque- Certificação CDMP  Reconhece os profissionais qualificados na área de Gerenciamento de Dados  Benefícios para o profissional: • Ampliação da empregabilidade • Aceleração do crescimento profissional • Reconhecimento do grau de qualificação atestado internacionalmente  Benefícios para a empresa: • Demonstra alinhamento com uma metodologia normatizada e aceita internacionalmente • Agrega credibilidade e valor aos prestadores de serviço • Motiva colaboradores a buscar crescimento profissionalEnterprise Data World – Latin America - 2011
  10. 10. Manter um time de destaque Lembretes:  O sucesso da Gestão de Dados depende do time que trabalha nela  Não basta o profissional ser somente: • Certificado, ou • Qualificado, ou • Experiente, ou • Dedicado, comprometido, etc.  Atenção: Um único membro da equipe pode contribuir efetivamente para o descrédito da área de Gestão de Dados, mesmo em equipes grandesEnterprise Data World – Latin America - 2011
  11. 11. Manter um time de destaque Gestor de Dados de Destaque: Habilidades Comportamentais Habilidades Habilidades em Gestão de Técnicas DadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  12. 12. Atuar no início dos projetos Benefícios:  Quanto maior o esforço nas atividades iniciais dos projetos, menor o esforço nas atividades de controle (inspeção)  As principais anomalias são descobertas no início dos projetos  Maiores possibilidades de reuso  Rapidez nas criações dos modelos de dados  Diminuição do retrabalhoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  13. 13. Atuar no início dos projetos  As fases iniciais do projeto possuem o maior grau de incerteza  As correções dos erros identificados nas fases iniciais acarretam menores impactos e custo Custo da Anomalia Transição $$$$ Construção $$$ Elaboração $$ $ Iniciação Qt. ErrosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  14. 14. Utilizar os princípios e ferramentas da qualidade  “A qualidade é planejada, e não inspecionada” – Deming  A Gestão de Dados deve abranger todas as fases do ciclo PDCA: Planejamento, Execução, Controle e Ação Corretiva  Coleta e divulgação de indicadores  Ferramentas mais usuais: Pareto, Gráficos de Controle, Diagrama de causa e efeitoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  15. 15. Utilizar os princípios e ferramentas da qualidadeExemplo de utilização dos diagramas de Pareto e Causa/Efeito:Erros encontrados nas avaliações de modelo de dadosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  16. 16. Ser ágil  Atendimentos devem ser rápidos e previstos em acordos de serviço  A equipe de GD deve estar preparada para acompanhar o ritmos das equipes de desenvolvimento que trabalham com métodos ageis (Scrum, XP, Kambam)  Quanto menor o tempo de atendimento, menor a resistência  Os laudos e relatórios da equipe de GD devem ser claros e diretos  Benefícios: • As atividades da Gestão de Dados não são o “gargalo” do processo • Os prazos são conhecidos por todos os envolvidosEnterprise Data World – Latin America - 2011
  17. 17. Nunca acomodar Zona de acomodação Benefícios da GD Grau de Maturidade GD implantada Resistência à GD TempoEnterprise Data World – Latin America - 2011
  18. 18. Nunca acomodar – Zona de acomodação “Zona de Acomodação” - Características:  Várias áreas de Gestão de Dados permanecem nesta região  A área de Gestão de Dados não acompanha a evolução dos processos da organização  A existência da área de Gestão de Dados é questionada ao longo do tempo Como evitar este quadro:  Definir, planejar e implementar os objetivos de curto, médio e longo prazo  Revisar constantemente o modelo de atuação buscando novas melhoriasEnterprise Data World – Latin America - 2011
  19. 19. Ter bom senso! O Bom Senso:  Está ligado diretamente ao comportamento das pessoas  Diminui às resistências  Facilita às parcerias  Diminui à burocracia  Deve ser utilizado quando necessário  Cuidado! Todos acreditam que possuem Bom Senso!Enterprise Data World – Latin America - 2011
  20. 20. Obrigado! Bergson Lopes contato@bergsonlopes.com.br www.bergsonlopes.com.brEnterprise Data World – Latin America - 2011

×