Metodologia aula 3 2012.1

4,315 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,315
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
150
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Metodologia aula 3 2012.1

  1. 1. Izabel Lamenha Prof.ª da Unidade Curricular Curso de Administração Aula 3 METODO OGIADO ESTUDO
  2. 2. 1. Resumo 2. Como resumir? 3. Tipos 4. Estrutura do resumo 5. Resenha 6. Seminário 7. Estrutura 8. Dicas AGENDA
  3. 3. RESUMO É a apresentação concisa e frequentemente seletiva do texto, destacando-se os elementos de maior interesse e importância, isto é, as principais ideias. RESUMO RESENHA SEMINÁRIO AULA 3
  4. 4. Como resumir? Ordem hierárquica (1ª leitura) proposição explicaçãodiscussão demonstração
  5. 5. 1. Realize três leituras; 2. A primeira sugere um plano geral da obra; 3. A segunda a identificação central e o propósito do texto; 4. A terceira as partes principais do texto; 5. A última leitura deve sugerir a redação propriamente; Como resumir?
  6. 6. Tipos ✓ 1 Indicativo ou descritivo 2 Informativo ou analítico 3 Crítico 1. Faz referência das partes mais importantes do texto; 2. Utiliza frases curtas; 3. Descreve natureza, forma e propósito, lembra um sumário. Pesquisa que aborda a questão das relações entre Ciência e Sociedade e seus desdobramentos no campo da comunicação científica utilizando como fio condutor de análise o cotidiano, o dia-a- dia da atividade científica no Laboratório de Pesquisa do Grupo de Pesquisa em Química Bioinorgânica da Universidade Federal de Santa Catarina.
  7. 7. Tipos ✓ 1 Indicativo ou descritivo 2 Informativo ou analítico 3 Crítico 1. Contém todas as informações principais; 2. Salienta, os objetivos, os métodos e técnicas e os resultados; 3. Não deve conter comentários pessoais e nem críticas. As ações dos cientistas, neste espaço estratégico de produção do conhecimento, como produto, é afetado pelas condições sociais de um contexto específico. Usando como inspiração os Estudos de Laboratório da Nova Sociologia da Ciência, adotando, portanto, uma perspectiva antropológica, o foco do estudo recaiu em duas questões: 1) Como são os fatos científicos construídos no laboratório e como a comunicação científica atua nesta construção? 2) Quais as redes de relações e comunicações que se estabelecem para viabilizar a construção de fatos científicos? Os resultados mostram como é feita a Ciência Bioinorgânicano contexto da UFSC e nas contingências verificadas como base na observação.
  8. 8. Tipos ✓ 1 Indicativo ou descritivo 2 Informativo ou analítico 3 Crítico 1. Informa sobre o conteúdo do trabalho e formula julgamento sobre ele. 2. Não existe padronização. 3. É subjetivo, pois depende de interpretação. 4. O seu resultado é produto do repertório particular de conhecimentos de quem o está elaborando.
  9. 9. Estrutura do resumo: começo, meio e fim. • A primeira frase deve identificar o objetivo do autor quando escreveu o texto. • Uso da terceira pessoa do singular e o verbo na voz ativa (descreve, aborda, estuda, etc). Segundo a NBR6028 [NB88], deve-se evitar no resumo: • O uso de parágrafos; • Frases longas; • Citações e descrições ou explicações detalhadas; • Expressões do tipo: o “autor trata”, no “texto do autor” o “artigo trata” e similares; • Figuras, tabelas, gráficos, fórmulas, equações e diagramas
  10. 10. RESENHA Resenha-resumo: É um texto que se limita a resumir o conteúdo de um livro, de um capítulo, de um filme, de uma peça de teatro ou de um espetáculo, sem qualquer crítica ou julgamento de valor. Trata-se de um texto informativo, pois o objetivo principal é informar o leitor. Resenha-crítica: É um texto que, além de resumir o objeto, faz uma avaliação sobre ele, uma crítica, apontando os aspectos positivos e negativos. Trata-se, portanto, de um texto de informação e de opinião, também denominado de recensão crítica. RESUMO RESENHA SEMINÁRIO AULA 3
  11. 11. 2. Quem é o resenhista A resenha, por ser em geral um resumo crítico, exige que o resenhista seja alguém com conhecimentos na área, uma vez que avalia a obra, julgando-a criticamente. 3. Objetivo da resenha O objetivo da resenha é divulgar objetos de consumo cultural - livros, filmes peças de teatro, etc. Por isso a resenha é um texto de caráter efêmero, pois "envelhece" rapidamente, muito mais que outros textos de natureza opinativa. 4. Veiculação da resenha A resenha é, em geral, veiculada por jornais e revistas.
  12. 12. 5. Extensão da resenha A extensão do texto-resenha depende do espaço que o veículo reserva para esse tipo de texto. Observe-se que, em geral, não se trata de um texto longo, "um resumão" como normalmente feito nos cursos superiores ... Para melhor compreender este item, basta ler resenhas veiculadas por boas revistas. 6. O que deve constar numa resenha • Devem constar: O título • A referência bibliográfica da obra • Alguns dados bibliográficos do autor da obra resenhada • O resumo, ou síntese do conteúdo • A avaliação crítica
  13. 13. É um procedimento metodológico de demonstrar as informações e dados mais relevantes numa pesquisa, em grupo, sobre um respectivo tema preestabelecido. RESUMO RESENHA SEMINÁRIO AULA 3 SEMINÁRIO
  14. 14. SEMINÁRIO • Uma das formas mais tradicionais de avaliação é o Seminário; • É adotado numa determinada fase do período letivo, para que grupos de alunos apresentem temas pesquisados, concernentes ao contexto de uma unidade curricular.
  15. 15. Desenvolvimento de apresentação; Aplicações (quando for o caso); 2 3 4 O seminário deverá possuir as seguintes estruturas: Apresentação do grupo e tema; Justificativa do tema; Agenda de apresentação; Técnica de mobilização (quando for o caso); 1 Considerações finais; Arguições da plenária; Avaliação.
  16. 16. 1. Faça a sua parte usando material cativante;
  17. 17. 2. Simplifique 2.1.4 Fases do Processo de Concessão O processo de concessão e bolsas passos por quatro fases, a inscrição, os agendamentos, a aferição dos documentos e a divulgação dos resultados, como observados no fluxo da figura 6. O processo de concessão e bolsas passos por quatro fases, a inscrição, os agendamentos, a aferição dos documentos e a divulgação dos resultados, como observados no fluxo da figura 6. O processo de concessão e bolsas passos por quatro fases, a inscrição, os agendamentos, a aferição dos documentos e a divulgação dos resultados, como observados no fluxo da figura 6.
  18. 18. 3. Minimize o uso de números nos slides;
  19. 19. 4. Não imite o PowerPoint (contato visual com o público); 5. Faça observações no tempo certo (coincidem precisamente com a apresentação de um novo slide do PowerPoint); 6. Faça pausas (permite um descanso visual, como também é eficaz para concentrar a atenção em trocas mais orais); 7. Distribua apostilas no final — não durante a apresentação.
  20. 20. 8. Use cores vibrantes e destaques. “aspas” negrito itálico sublinhado MAIÚSCULAS Tamanho 3. Objetivo da resenha O objetivo da resenha é divulgar objetos de consumo cultural - livros, filmes peças de teatro, etc. Por isso a resenha é um texto de caráter efêmero, pois "envelhece" rapidamente, muito mais que outros textos de natureza opinativa.
  21. 21. 9. Importe outras imagens e elementos gráficos.
  22. 22. 10. Faça uma revisão rigorosa antes da apresentação. REVIZÃO GRAMATICAL REVISÃO GRAMATICAL
  23. 23. Izabel Lamenha Prof.ª da Unidade Curricular (83) 2106 9297 izabel.lamenha@unipe.br download do material Grupo de Metodologia do Estudo

×