Successfully reported this slideshow.

Guião:Como elaborar um relatório

39

Share

Upcoming SlideShare
Guiao   bibliografia
Guiao bibliografia
Loading in …3
×
1 of 4
1 of 4

More Related Content

Related Books

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

Guião:Como elaborar um relatório

  1. 1. GUIÃO: COMO ELABORAR UM RELATÓRIO @ Biblioteca da Escola Secundária de D. joão II 2012/2013 Textos: Helena Camacho Organização gráfica: Fernanda Ledesma Licença Creative Commons
  2. 2. 1. DEFINIÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ESTRUTURA E DIMENSÃO Existem vários modelos e normas, conforme a natureza, os objetivos e o destinatário do relatório. Apresentamos aqui algumas indicações genéricas para um relatório escolar, que deverão ser adaptadas aos contextos específicos. O relatório deve ser organizado de forma a permitir uma compreensão fácil do trabalho realizado. Deve dar ao leitor, de forma gradual, a informação necessária para a compreensão do problema, dos métodos usados e dos resultados obtidos. Assim, não devem ser usados conceitos que não tenham sido anteriormente definidos (exceto quando são de uso corrente). 3.1. ESTRUTURA A designação de relatório aplica-se a uma multiplicidade de textos, determinada pelos contextos do seu uso, os objetivos e os destinatários. De uma forma geral, o termo relatório designa qualquer texto de carácter informativo que pretenda fazer a exposição de factos observados ou o relato de uma experiência, trabalho de pesquisa, sessão de trabalho, visita a um local, etc., introduzindo igualmente uma apreciação crítica devidamente fundamentada. Os principais objetivos são:  Informar: descrição objetiva dos factos, observações, etapas e metodologia de um trabalho, síntese da informação recolhida sobre um assunto, etc.  Expor: apresentação de reflexões, argumentos e opiniões, com base na observação e/ou estudo efetuado.  Propor: apresentação de propostas, sugestões ou recomendações, devidamente fundamentadas, que possam ajudar alguém a tomar decisões. São vários os objetivos de um relatório, consoante a sua natureza e destinatário. PÁGINA DE ROSTO:  Identificação da escola  Identificação da disciplina  Nome do professor  Título do relatório  Autor(es)  Data da entrega ÍNDICE:  Indicação das partes, subpartes, secções e respetivas páginas (só se indica a primeira página de cada item, numerada a partir da capa).  Índice de figuras, ilustrações, gráficos, etc. (facultativo)  Índice de anexos (caso haja).
  3. 3. 3.2. DIMENSÃO A dimensão do relatório varia consoante as circunstâncias e deve ser indicada à partida pelo destinatário do mesmo. Geralmente, são indicadas apenas as páginas de escrita (da introdução à conclusão). 4. ESTILO INTRODUÇÃO:  Tema do relatório / apresentação do problema ou da questão analisada.  Objetivos  Circunstâncias que envolveram a sua elaboração  Apresentação do plano (resumir o que vai constar em cada parte) CORPO DO RELATÓRIO (varia conforme a natureza do mesmo):  Descrição dos factos, observações, etapas do trabalho, etc.  Resultados obtidos  Reflexões  Outros aspetos relevantes CONCLUSÃO:  Comentário final ao trabalho e aos resultados obtidos  Dificuldades sentidas  Sugestões, recomendações e críticas fundamentadas BIBLIOGRAFIA:  A incluir apenas se houve bibliografia consultada APÊNDICES (facultativo:  Documentos produzidos pelo autor ou grupo de trabalho (ex: fichas, questionários, esquemas, fotografias, etc.). ANEXOS (facultativo):  Documentos citados ou úteis para o relatório mas que não foram produzidos pelo autor ou grupo. (ex: fotocópias de bibliografia consultada, documentos recolhidos, etc.).  Utilizar um estilo claro, objetivo e simples.  Evitar os adjetivos e advérbios valorativos e as marcas de subjetividade.  Privilegiar a 3ª pessoa, o presente do indicativo e a voz passiva.  Selecionar a informação pertinente e centrar-se no tema, sem desvios nem digressões.  Abordar os assuntos em várias partes e subpartes, sem os repetir.  Evitar parágrafos demasiado longos e texto compacto.  Usar uma linguagem corrente mas cuidada, sem calão nem expressões da oralidade.  Ser rigoroso no uso dos termos técnicos e científicos.  Evitar os estrangeirismos, desde que haja equivalentes em Português. Usar itálico nos estrangeirismos.  Fazer referência aos apêndices e/ou anexos no corpo do relatório.
  4. 4. 5. OUTRAS RECOMENDAÇÕES  Cuidar da apresentação (capa, página de rosto, encadernação, etc.).  Ter em atenção a legibilidade do texto (tamanho da letra, margens, cores, etc.).  Não abusar dos apêndices e anexos (selecionar apenas os essenciais).  Ser rigoroso e exigente consigo e com os outros membros do grupo (o relatório deve refletir o contributo de todos).  Reler o trabalho antes de o entregar. Corrigir os erros e as gralhas.  Cumprir com os prazos e as recomendações do professor. 6. QUALIDADES DE UM BOM RELATÓRIO "Um bom relatório é aquele que identifica as necessidades de quem dele precisa e as satisfaz. (...) Um relatório que não é entendido por quem o solicitou é um mau relatório." (in A Dinâmica da Escrita, p. 165) 7. BIBLIOGRAFIA São muitas as obras que apresentam as normas do relatório, com graus de exigência e destinatários variáveis. Indicam-se aqui algumas dessas obras, consultadas para a elaboração do presente guião. CORREIA, L. M. (2001). Contributos para a Escrita de um Relatório. Lisboa: Instituto Superior Técnico. DELGADO-MARTINS, Maria Raquel e FERREIRA, Hugo Gil (2006). Português Corrente - Estilos do Português no Ensino Secundário. Lisboa: Caminho. Pp. 385/386. ESTRELA, Edite; SOARES, Maria Almira e LEITÃO, Maria José (2006). Saber Escrever uma Tese e Outros Textos. Lisboa: Dom Quixote. Pp. 97/98. LAVAREDA, Lina e ABREU, Maria João (2004). Guia Prático de Construção de Textos (escritos e orais). Mem Martins: Sebenta Editora. Pp. 57/59. NASCIMENTO, Zacarias e PINTO, José Manuel de Castro (2003). A Dinâmica da Escrita. Lisboa: Plátano Editora. Pp. 164/166. SEQUEIRA, Arminda (2011). Correspondência em Português - Comunique de forma eficiente. Porto: Porto Editora. DICAS…  Deve ser interessante e agradável de ler.  Deve ter conteúdo e organização.  Deve ser rigoroso e honesto (não copiar dos livros, da Internet, de outros trabalhos, etc.).  Deve estar bem escrito e bem apresentado.

×