Software Livre 22 Abril

1,248 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,248
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
79
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Software Livre 22 Abril

  1. 1. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco Drª Bárbara Bettencourt Cravo Colaboração de Prof. Doutor José Magalhães Cruz 22 de Abril de 2008
  2. 2. Software Livre Software livre é software cujo código fonte é publicado  abertamente, habitualmente disponibilizado sem custos, e frequentemente desenvolvido de uma forma voluntária Software Livre quot;é uma questão de liberdade, não de preço”. Para  entender o conceito, devemos pensar em quot;liberdade de expressãoquot;, e não em quot;cerveja grátis”. • Confusão devido ao inglês “free”! • Utilização de open-source Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  3. 3. Software Livre Software Livre permite de forma livre, o seu uso, cópia,  distribuição e modificação. A distribuição e modificação pode ser gratuita ou com custo.  Código fonte está disponível.  Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  4. 4. Software Livre Software Livre uma oposição ao software  proprietário O código-fonte do software Software proprietário é fechado livre é aberto Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  5. 5. Software Livre Um programa é considerado como livre quando atende aos quatro  tipos de liberdade definidas pela Free Software Foundation. Para que essas liberdades sejam reais, elas devem ser  irrevogáveis. Caso o desenvolvedor do software tenha o poder de revogar a licença, o software não é livre. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  6. 6. Software Livre 1ª liberdade: A liberdade de executar o software, para qualquer uso 2ª liberdade: A liberdade de estudar o funcionamento de um programa e de adaptá-lo às suas necessidades. 3ª liberdade: A liberdade de redistribuir cópias. 4ª liberdade: A liberdade de melhorar o programa e de o distribuir de forma a tornar públicas as modificações para que a comunidade inteira beneficie da melhoria. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  7. 7. Software Livre  Utilização Sistemas de Administração Ferramentas de produtividade Ferramentas de suporte e serviço Ferramentas de desenvolvimento Sistemas Operativos Ferramentas de domínio de aplicação Sistemas de apoio ao ensino à distância ... Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  8. 8. Software Livre Exemplos de software livre e proprietário  Livre Proprietário Sistema Ubuntu/Linux Windows operativo Produtividade OpenOffice MS Office Navegador Web Firefox Internet Explorer Gráficos GIMP Adobe Photoshop Scribus Adobe InDesign Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  9. 9. Software Livre  Características Uma tecnologia ao serviço de todos Trabalho colaborativo Melhor qualidade Mais seguro Adaptável Interoperabilidade Suporte mundial Promove a partilha de conhecimento Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  10. 10. Software Livre  Vantagens Baixo custo. Respeita e adere a normas públicas e livres. Independência de fornecedor único. Desembolso inicial próximo de zero. Possibilidade de adequar aplicativos e redistribuir versão alterada. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  11. 11. Software Livre  Desvantagens Interface das aplicações não é muitas vezes uniforme. Instalação e configuração podem ser difíceis Mão de obra escassa e/ou custosa para desenvolvimento e/ou suporte. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  12. 12. Software Livre  Requisitos de Equipamento Qual o mínimo para um Linux? Qual “hardware” recomendado para o “básico”? Xubuntu Necessita de 192 MB RAM para correr o Live CD ou 128 MB RAM para instalação. Necessita de 1.5 GB livre para instalação. Ubuntu 8.10 384MB de memória RAM e 4 GB de espaço livre Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  13. 13. Software Livre  Mitos Inseguro Falta de suporte Gratuito - SIM. 98% Trabalho de amadores IBM investe em Linux Benchmark Capital investe na MySQL Não tem muitas soluções Interface gráfica mais difícil Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  14. 14. Software Livre  Resistências Isso é muito difícil! Não funciona! Onde está o “Iniciar”? Tinha que ser Linux! Colocaram “isso” no trabalho e parou tudo! Formação é fundamental para migrações bem sucedidas Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  15. 15. Software Livre  Distribuições O que é uma distribuição (distro)? Distribuições: comunitárias x corporativas • Distros comunitárias Ubuntu, Caixa Mágica, Fedora, Mandriva, OpenSuse, Gentoo, etc. • Distros comerciais Mandriva, Novell, Red Hat, SuSE, etc. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  16. 16. Aplicações de Software Livre  
  17. 17. Aplicações Navegadores Web  Mozilla Firefox, Opera, (…) etc. Produtividade:  OpenOffice ( Writer, Calc, Impress, Math, Base etc.), XPDF Correio Electrónico  Mozilla Thunderbird, Evolution, Kmail etc. Gravador de CD/DVD  K3b, Nero para Linux, (…) etc. Anti-virus  Clam Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  18. 18. Aplicações Imagens  Gimp, Inkscape, Scribus, Blender, etc. Editores HTML e de Diagramas  Nvu, Quanta Plus, Bluefish, Dia, Kivio etc. Projectos e tarefas  Kplato, Gantt Project, etc. Áudio, Vídeo e Outros  Songbird, Kmplayer, Amarok, Google Earth etc. Gestão de Conteúdos  E muito mais... Joomla, Wordpress, Wiki, Moodle www.linux.org/apps/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  19. 19. Tratamento de Imagem GIMP Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  20. 20. Tratamento de Imagem GIMP Características É multi-plataforma Editor de imagem matricial mas suporta algumas funcionalidades de imagem vectorial. Permite os formatos de imagem como .jpg, .gif, .png e .tiff, .xcf (o formato nativo do GIMP), .pdf, .psd, .eps, e muitos mais. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  21. 21. Tratamento de Imagem GIMP Pontos Negativos Não suporta nativamente o modelo de cor CMYK utilizado para impressão. Através do plug-in Separate é, no entanto, possível adicionar suporte ao modelo CMYK mas não de forma tão funcional como em outras aplicações. Interface repartido por várias janelas sem ligação, o que se pode tornar confuso e frustrante. No entanto, com a habituação, este obstáculo rapidamente diminui Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  22. 22. Tratamento de Imagem GIMP Pontos Positivos Estabilidade: raramente ou nunca “crasha” O GIMP é bastante leve, porque assenta numa lógica modular assegurando, através da instalação base, as funcionalidades mais comuns e necessárias, às quais se podem acrescentar outras através de extensões. repositório de extensões, Vasto indicado na secção de recursos. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  23. 23. Tratamento de Imagem GIMP Links Lista de Extensões do GIMP para Download [EN]: http://registry.gimp.org/ Página Oficial do GIMP com alguns tutoriais que vão do nível básico ou avançado [EN]: http://www.gimp.org/tutorials/ Grokking the GIMP, um livro bastante completo que pode ser consultado online [EN]:http://gimp-savvy.com/BOOK/index.html Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  24. 24. Produtividade OPEN OFFICE Open office Impress - permite a criação, edição e exibição de apresentações. Open office Writer é um processador de texto com capacidade e visual semelhante ao Microsoft Word. Este editor é capaz de escrever documentos no formato Portable Document Format (PDF) e editar documentos html . Open office Calc é uma folha de cálculo semelhante ao Microsoft Excel. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  25. 25. Browser FIREFOX É multi-plataforma É leve e rápido Bastante seguro Simples de utilizar e com suporte alargado para extensões https://addons.mozilla.org/pt-PT/firefox Surgiu em 2005 e já é o navegador mais utilizado URL Oficial: http://www.mozilla.com Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  26. 26. Browser FIREFOX Fonte:http://www.w3schools.com/browsers/browsers_stats.asp Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  27. 27. Cliente de E-mail THUNDERBIRD É o cliente de “e-mail” da Mozilla e como o navegador, surpreende pela facilidade de uso e recursos disponíveis. Tem a possibilidade de integrar extras Filtro anti-spam inteligente e simples de usar. Múltiplas contas, organizadas juntas ou separadas. RSS: agregador de notícias integrado. Importa mensagens do Outlook e outros programas. URL Oficial: http://www.mozilla.com Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  28. 28. Cliente de E-mail THUNDERBIRD Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  29. 29. Cliente de Instant-Messaging PIDGIN É multi plataforma Com Pidgin não precisa abrir varias aplicações para poder comunicar com amigos através de AIM, Jabber, ICQ, Yahoo, MSN Messenger, IRC, Novell GroupWise Messenger, QQ, Lotus Sametime, SIMPLE, SILC e Zephyr. Suporta: transferência de ficheiros, capacidade de executar uma aplicação ou som quando um determinado amigo se liga, desliga ou fica ausente. Possibilidade de instalar extensões que fazem a aplicação muito mais completa. Entre outros existem plugins de correcção ortográfica. URL oficial: http://www.pidgin.im/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  30. 30. Cliente de Instant-Messaging PIDGIN Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  31. 31. 3D BLENDER O Blender é um software livre multiplataforma para modelagem 3D, animação, “rendering”, pós-produção, criação interativa e “playback”. O Blender usa teclas de atalho para optimizar o trabalho. A interface é criada inteiramente em OpenGL e cada janela pode ser movida, fechada e mesclada dentro de outras janelas. A tela pode ser organizada ao gosto do utilizador e personalizada para diferentes tarefas. Url Oficial: http://www.blender.org Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  32. 32. 3D BLENDER Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  33. 33. 3D BLENDER Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  34. 34. Edição de áudio AUDACITY Grava áudio. Converte fitas e discos em música digital e CDs. Edita arquivos Ogg Vorbis, MP3 e WAV. Corta, copia, divide e mistura sons. Muda a velocidade e o tom de músicas. O Audacity, não permite: Gravar mas que dois canais ao mesmo tempo. Não suporta nenhum hardware especial, trabalha com o dispositivo de áudio incorporado no sistema. Editar MIDI, e suas capacidades MIDI estão extremamente limitadas. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  35. 35. Edição de áudio AUDACITY Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  36. 36. Outros WORDPRESS Wordpress é um sistema de gestão de conteúdos baseado na web, escrito em PHP e correndo sobre MySQL. É usado essencialmente para a criação de blogs. Gera XML, XHTML, e CSS em conformidade com os padrões W3C Estrutura de permalink amigável aos mecanismos de busca Suporte extensivo a plug-ins Categorias aninhadas e múltiplas categorias para artigos Páginas estáticas Múltiplos autores Suporte a “tags” URL Oficial: https://www.wordpress.com/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  37. 37. Outros JOOMLA Joomla é um CMS (Content Management System) desenvolvido a partir do Mambo. É escrito em PHP e corre num servidor web Apache ou IIS e banco de dados MySQL. Sistema simples de fluxo de aprovação; Gestão de “banners”; Sistema de publicação para o conteúdo; Busca optimizada (qualquer palavra registrada); Fácil instalação para novos “templates”, módulos e componentes; Hierarquia para grupos de utilizadores; Estatísticas básicas de visitantes (existem módulos mais complexos que podem ser adicionados) URL Oficial: http://www.joomla.org/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  38. 38. Outros MOODLE Moodle é um software livre, de apoio à aprendizagem, executado num ambiente virtual. Fóruns Gestão de conteúdos (Recursos) Questionários e pesquisas com diversos formatos Blogs Wikis Geração e gestão de Base de Dados Sondagens Chat Glossários URL Oficial: http://moodle.org/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  39. 39. O Software Livre permite uma economia de custos para as  instituições O Software Livre permite o desenvolvimento colaborativo  Poderá diminuir o uso de pirataria informática  O Software Livre é uma alternativa robusta, estável, escalável,  segura, fácil de usar e viável. Conta com suporte de alto nível, apoio e investimentos de fabricantes mundiais. Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  40. 40. Tem provas dadas como servidor corporativo  Tem futuro como estação de trabalho  A questão não deveria ser: quot;por que devo eu pensar em usar Linux e  aplicações de Software livre?quot;. Mas quot;Porque é que ainda não uso Software Livre?quot; Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  41. 41. Referências... Associação Software Livre no ensino - www.ensinolivre.pt  Audiência Zero - http://www.audienciazero.org/  Associação Nacional para o Software Livre (Portugal) - http://ansol.org  Página oficial da Free Software Foundation (em inglês)  http://www.fsf.org/ Software Livre Escola Secundária João Gonçalves Zarco – 22 Abril 2009
  42. 42. Apresentação disponível em www.barbaracravo.com/softwarelivre22abril.pdf   Bárbara Bettencourt Cravo bcravo@gmail.com

×