O Tempo Das Reformas Religiosas

10,202 views

Published on

o tempo das reformas religiosas

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
10,202
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,352
Actions
Shares
0
Downloads
394
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Tempo Das Reformas Religiosas

  1. 2. O Jardim das Delícias da vida terrena – Bosch (1500)
  2. 3. <ul><li>No início do século XVI, a Igreja vivia uma época de profunda crise. </li></ul><ul><li>Alguns papas ocupavam-se das guerras, da política, do luxo, do mecenato e esqueciam as suas tarefas espirituais e religiosas; </li></ul>
  3. 4. « Vemos os padres apresentarem-se vestidos de finíssimo pano inglês, gorro na cabeça, os dedos cheios de anéis preciosos…constroem magníficos palácios, regalam-se em faustosos banquetes» J. Butzbach, meados do século XV Papa Leão X
  4. 5. <ul><li>Alguns papas ocupavam-se das guerras, da política, do luxo, do mecenato e esqueciam as suas tarefas espirituais e religiosas; </li></ul><ul><li>Muitos bispos administravam os seus bispados sem lá residirem; </li></ul><ul><li>Muitos padres levavam uma vida imoral e tinham uma formação deficiente, </li></ul><ul><li>Os cargos eclesiásticos eram, muitas vezes, comprados. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Profundamente crente procura recuperar os valores da Humildade, caridade e fraternidade do cristianismo primitivo. </li></ul>(1466-1536) [Países Baixos]
  6. 7. • Contestação da autoridade do Papa. (1324-1384) [Inglaterra]
  7. 8. <ul><li>Pôs em causa a autoridade do papa; </li></ul><ul><li>Defendeu o regresso aos ensinamentos da Bíblia; </li></ul><ul><li>Jonh Wycliff e João Huss foram excomungados. </li></ul>(1374-1415)[actual República Checa] João Huss
  8. 9. <ul><li>Críticas ao Papa </li></ul><ul><li>• Críticas ao clero </li></ul>Morreria na fogueira em 1498 Execução de Savoranola
  9. 10. <ul><li>O papa Leão X, para financiar a construção da Basílica de S. </li></ul><ul><li>Pedro, prometeu a salvação a quem pagasse uma quantia em </li></ul><ul><li>dinheiro (indulgências). </li></ul>Venda das Indulgências
  10. 11. <ul><li>Fazendo uso de liberdade </li></ul><ul><li>de pensamento; </li></ul><ul><li>Espírito Crítico; </li></ul><ul><li>Racionalidade </li></ul>Criticaram a corrupção e hipocrisia do clero em geral, não poupando a ambição dos papas cardeais e bispos Necessidade de renovação
  11. 12. <ul><li>A publicação das “95 teses contra as indulgências” em 1517 </li></ul><ul><li>teve como consequência a declaração de Lutero como herege </li></ul><ul><li>e a excomunhão. </li></ul>A iniciativa de Lutero teve um aproveitamento político: os príncipes alemães aproveitaram para combater o domínio dos imperadores Habsburgos católicos e para usurpar terras da Igreja.
  12. 13. Salvação pela Fé. • Conhecimento e reflexão pessoal sobre as Sagradas Escrituras. • Abolição do celibato dos padres e sacerdócio universal. • Recusa da superioridade teológica do Papa. • Apenas dois sacramentos – baptismo e eucaristia.
  13. 14. João Calvino Teoria da Predestinação Absoluta – Deus determina quem será salvo ou não e somente a Fé poderá garantir a salvação.
  14. 15. <ul><li>Contexto histórico: </li></ul><ul><li>A recusa do Papa Clemente VII em dissolver o casamento de Henrique VIII com Catarina de Aragão teve como </li></ul><ul><li>consequência o corte com o Papa e Roma e a declaração do rei inglês como chefe da Igreja em Inglaterra. – Acto de Supremacia. </li></ul>
  15. 16. Henrique VIII Rei/Rainha de Inglaterra como chefe da Igreja Anglicana. O Estado controla a Igreja .
  16. 17. <ul><li>Conjunto de mudanças efectuadas na Igreja Católica com o objectivo de a tornar mais fiel às suas raízes </li></ul>Concílio de Trento Criação da Companhia de Jesus
  17. 18. As decisões do Concílio de Trento foram a resposta católica ao protestantismo e à necessidade de reforma da Igreja Católica
  18. 19. <ul><li>* Condenação do protestantismo. </li></ul><ul><li>* Confirmação dos sete sacramentos (recusando a proposta de apenas dois). </li></ul><ul><li>* Reafirmação das indulgências e do culto dos santos e da Virgem. </li></ul><ul><li>* Manutenção das Sagradas Escrituras e da tradição da Igreja como fonte religiosa e norma de conduta. </li></ul><ul><li>* Versão católica da Bíblia. </li></ul><ul><li>* Reafirmação da superioridade do Papa. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>* Catecismo – ensino. </li></ul><ul><li>* Reafirmação do celibato dos padres. </li></ul><ul><li>* Reafirmação da proibição de ingerência dos reis na vida da Igreja. </li></ul><ul><li>* Reafirmação da necessidade dos membros da Igreja serem cultos e levarem uma vida exemplar. </li></ul><ul><li>* Companhia de Jesus – ordem religiosa fundada por Inácio de Loyola e autorizada pelo Papa Paulo III em 1540. </li></ul>
  20. 21. <ul><li>PAPEL CONFERIDO À COMPANHIA DE JESUS NA REAFIRMAÇÃO DOS </li></ul><ul><li>VALORES CRISTÃOS CATÓLICOS </li></ul><ul><li>Missionação, sobretudo na América do Sul e Oriente. </li></ul><ul><li>* Pregação, sobretudo na Europa contra os protestantes. </li></ul><ul><li>* Ensino – Europa, América do Sul e Oriente. </li></ul>
  21. 22. Auto de Fé
  22. 23. <ul><li>Inquisição – Tribunal de condenação </li></ul><ul><li>dos hereges, isto é, daqueles que </li></ul><ul><li>punham em causa o dogma católico. </li></ul>Carácter repressivo
  23. 24. Os processos instaurados pela Inquisição aos suspeitos de Protestantismo ou outras heresias consistiam na aplicação de tortura na fase de instrução. Após a obtenção da confissão por parte do acusado , este era entregue à justiça civil , da qual resultava ,muitas vezes, a condenação à morte, geralmente na fogueira.
  24. 25. <ul><li>Em Portugal D. Manuel I ordenou a sua expulsão em 1496. </li></ul><ul><li>Os que se converteram ao cristianismo (cristãos-novos) puderam permanecer no país, contudo eram controlados pela Inquisição. </li></ul>Perseguição aos judeus
  25. 26. Índex – lista de livros proibidos por porem em causa o dogma católico. Impacto – limitação à expressão literária, artística e científica. Impediu o florescimento da mentalidade renascentista / humanista e foi causa directa de atraso no desenvolvimento económico, social e cultural de Portugal.
  26. 28. <ul><li>A professora de História </li></ul><ul><li>Ana </li></ul>

×