Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

7 dicas de marketing digital para educação

140 views

Published on

Neste Slide elaborado para o Social Media Week, a profa. Barbara Coelho 7 (sete) passos simples para fortalecer a presença digital de instituições educacionais sem fins lucrativos.

Published in: Marketing
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

7 dicas de marketing digital para educação

  1. 1. Professora, autora e pesquisadora Criadora do: Marketing Digital Educacional e do Blog Inclsão e Cognição. Doutora em Educação. Em estudos de Pós- Doc sobre MKT Digital para Instituições Educacionais. Líder do Laboratório de Pesquisas em Tecnologias Informacionais e Inclusão Sociodigital (LTI-CNPq). Coordenadora geral do CONCITEC (evento que converge a Educação, Tecnologia e Ciência da Informação). Barbara Coelho - #EdTech
  2. 2. Meus contatos: Página do LTI
  3. 3. Meus contatos: Meu blog pessoal sobre o assunto
  4. 4. Outros contatos —  @BabiCoelho_UFBA – Twitter. —  Barbara Coelho (Babi Coelho UFS – Facebook.
  5. 5. PROJETO DO LAB
  6. 6. DICAS DE MARKETING DIGITAL
  7. 7. Barbara Coelho - #EdTech
  8. 8. Definições e conceitos Novas Tendências do MKT A era das buscas e a Presença digital Métricas Análise de redes Live Marketing Consumer Insights Omnichannel Comunicação Digital Bônus Plano de MKT
  9. 9. Gestores de unidades de informação e de instituições educacionais, profissionais das áreas de informação, comunicação, empreendedores, consultores de Marketing, estudantes e professores interessados no tema e administração de negócios educacionais que buscam se atualizar à luz dos conceitos Marketing Digital. Público #smwsp 2017 Barbara Coelho - #EdTech
  10. 10. Aspectos conceituais e estratégicos sobre marketing digital disponibilizado em sete dicas para implementação em instituições educacionais. O conteúdo ministrado permite ao aluno identificar problemas de interação com o usuário integrante e, a partir disso, elaborar um plano de marketing em mídias sociais. Programa Barbara Coelho - #EdTech
  11. 11. OBJETIVO E MÉTODO —  Objetivo do curso é apresentar os principais conceitos e estratégias para elaboração de um modelo estratégico de marketing digital para sujeitos e organizações. —  A metodologia do curso: envolve —  no primeiro momento a exposição de conceitos, como: Crowdsourcing, Long Tail, Convergência, Engajamento, Cloud Computing, Big Data e Ubiquidade (internet das coisas). —  7 dicas, voltado para o marketing digital e elaboração do modelo de planejamento estratégico para marketing digital educacional. Barbara Coelho - #EdTech
  12. 12. PROGRAMA —  Introdução; —  Parte Teórica: Exposição dos principais conceitos de marketing digital; 7 dicas para presença digital da instituição educacional. —  Problematizações e questionamentos. Barbara Coelho - #EdTech
  13. 13. Aproximação Conceitual
  14. 14. Aproximação Conceitual —  Crowdsourcing – Produção coletiva Modelo de produção que utiliza a inteligência e os conhecimentos coletivos e voluntários, geralmente espalhados pela Internet para resolver problemas, criar conteúdos e soluções, assim como inovações no âmbito técnico, teórico e prático, gerando fluxo frenético de informações.
  15. 15. Aproximação Conceitual —  Customer empowerment – Poder do usuário A transferência do poder de decisão sobre o que consumir que deu força aos expectadores. Aquele público passivo e controlado passa a ser ativo, criando, publicando e compartilhando seu próprio conteúdo. Barbara Coelho - #EdTech
  16. 16. Aproximação Conceitual —  Inversão do vetor de Marketing No modelo tradicional de marketing e publicidade, as marcas se dirigem ao consumidor – perspectiva um para todos – utilizando pecas de comunicação em canais de mídias para impactá-lo e gerar o desejo de compra. Para apimentar: Além da busca ativa em dispositivos moveis, temos também a experiência do outro usuário/consumidor.
  17. 17. Aproximação Conceitual —  Inversão do vetor de Marketing HSM (2014).
  18. 18. Aproximação Conceitual —  Long tail – A cauda longa Três fatores para o seu surgimento: 1) Democratização das ferramentas de produção de conteúdo; 2) Redução dos custos de distribuição; 3) Ligação entre oferta e demanda. Os nichos que compõem a cauda são mais fieis e gastam mais. Significa que: A internet incentivou a criação de novos mercados e altamente rentáveis.
  19. 19. Aproximação Conceitual —  Convergência digital Trata-se da concentração de funções em um único dispositivo pessoal e intransferível. Pode se dar tanto sobre dispositivos quanto sobre plataformas e desse modo fundamental para compreender a miríade de aplicações que visam desenvolver a presença digital próxima do grupo que se pretende comunicar.
  20. 20. Aproximação Conceitual —  Engajamento Diz respeito ao nível de interação dos diferentes tipos de usuários/consumidores com o conteúdo publicado. •  O Engajamento de propagação: Conteúdo com maior alcance possível com intuito de aumentar a popularidade. Ideal para posicionamento de marca. •  Engajamento de ação: Visa direcionar trafego para um site. Mais complexo. Precisa da conversão dos usuários- chave.
  21. 21. Aproximação Conceitual —  Engajamento x Métricas Barbara Coelho - #EdTech
  22. 22. Aproximação Conceitual —  Engajamento x Métricas
  23. 23. —  Engajamento x Métricas
  24. 24. Barbara Coelho - #EdTech
  25. 25. Importância de analisar as redes Barbara Coelho - #EdTech
  26. 26. Importância de analisar as redes NÃO BASTA SÓ MEDIR; É PRECISO TAMBÉM ANALISAR AS REDES QUE SE FORMAM. Barbara Coelho - #EdTech
  27. 27. Importância de analisar as redes ENTENDER OS PONTOS QUE COMPÕEM A ESTURURA DE UMA REDE AGREGA VALOR AOS SEUS ACHADOS PARA DESENVOLVIMENTO DE UM MARKETING ADEQUADO. Barbara Coelho - #EdTech
  28. 28. Aproximação Conceitual —  Cloud computing – Computação em nuvem O Principal beneficio deste modelo é centralizar, armazenar e compartilhar docs., dados, informações, aplicativos e software, podendo ser acessados e instalados em ambientes virtuais. •  Velocidade; •  Trafego de grande volume de dados; •  Servidor on-line; •  Acesso de qualquer lugar independente da plataforma de acesso.
  29. 29. Aproximação Conceitual —  Big Data Atribuído ao crescimento, disponibilidade e utilização exponencial de informações estruturadas e não estruturadas. •  Capaz de trabalhar com muitas variáveis simultâneas; •  Alta eficácia; •  É útil às empresas por fornecer grandes volumes de dados; •  Mídias sociais já utilizam este principio, coletando informações a respeito de seus usuários; •  Não para de crescer. Fonte: IBM Barbara Coelho - #EdTech
  30. 30. Aproximação Conceitual —  Big Data Se baseia em 5 conceitos: 1.  Volume – as mais diversas transações de dados e armazenamento de longo prazo. 2.  Variedade – dados obtidos em todos os tipos de formato (banco de dados tradicionais, hierarquizados criados em diversos formatos e para necessidades diversas). 3.  Velocidade – manipulação de dados em tempo real. 4.  Variabilidade – fluxo de dados potente com picos indeterminados. 5.  Complexidade – consequência das múltiplas origens dos dados. Fonte: IBM
  31. 31. Aproximação Conceitual —  Ubiquidade – Internet das coisas Barbara Coelho - #EdTech
  32. 32. —  Ubiquidade – Internet das coisas - Aplicações: Barbara Coelho - #EdTech
  33. 33. ERA DAS BUSCAS “Sempre pense no que o usuário digitaria.” Matt Cutts
  34. 34. Era das buscas —  Search engine marketing – Marketing de busca Definição prática de Marketing: Atividade de compreender o mercado para identificar, conquistar, e manter clientes, desenvolvendo relações lucrativas que satisfarão suas necessidades. (Strutzel, 2015). O Marketing Digital carece de planejamento, estratégia e o suporte de canais adicionais interligados. São estes vetores que devem ser levados em consideração e orientar as campanhas voltadas para o marketing de busca. Barbara Coelho - #EdTech
  35. 35. Era das Buscas —  Search engine marketing – Marketing de busca A SERP (página de resultado) fica cada vez mais complexa. MD precisa levar em conta diferentes perfis e comportamento de usuários (São 3): 1.  Busca informacional (80%) – informações de todos os gêneros; conhecer as tendências os principais tipos de publico alvo; 2.  Busca navegacional (10%) – Exibir um site que o usuário possa já ter visitado; busca por um site especifico; 3.  Busca Transacional (10%) – Pesquisas que podem culminar em algum tipo de conversão.
  36. 36. PRESENÇA DIGITAL “Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém.” Alvin Toffler
  37. 37. Presença digital —  Mídias e ambientes digitais É preciso considerar a audiência e a estratégia mais adequada, para classificar as mídias: —  Mídia própria – canais que a pessoa ou empresa produz e controla, podendo editar, moderar, excluir, etc. —  Mídia espontânea – tudo que estão falando sobre a marca. Elogios e reclamações. —  Mídia paga – Exposição mediante a pagamento de valor ao dono do canal. Ex.: links patrocinados. Barbara Coelho - #EdTech
  38. 38. Presença digital —  As 4 fases da presença digital Antes de iniciar as primeiras acões on-line, a entidade precisa desenvolver sua cultura interna voltada para os meios digitais. 4 fases: 1.  Existência: não basta apenas esta presente, é necessário se fazer presente! Não é apenas ter um site, mas sim ser atuante na web. 2.  Atração: Atrair o publico alvo; pessoas chave; Pontos de contato e conteúdo precisam estar relevantes para público real e potencial. 3.  Relacionamento: Manter um relacionamento estável com a audiência conquistada. Atenção aos comentários. Ex: do bolinho. 4.  Engajamento: Nível máximo de relacionamento da marca com o consumido. Onde acontece a mídia espontânea. Se encontra em uma esfera superior percepção dos consumidores sobre a marca
  39. 39. Barbara Coelho - #EdTech
  40. 40. MULTIPLOS CANAIS Barbara Coelho - #EdTech
  41. 41. OMNI=TUDO CHANNEL=CANAL **SIGNIFICADO** Omni significa **“TUDO” **; É muito mais que estar presente em todos os canais de comunicação, o que é normalmente o que contempla os conceitos de "multi" e "crosschannel". Significa também estar presente em vários canais de comunicação e venda. Trata-se da** "experiência do cliente"** **PALAVRAS CORRELATAS**:  Relevância Convergência Consistência  Empoderamento Agilidade Multicanal 
  42. 42. MAPA MENTAL Barbara Coelho - #EdTech
  43. 43. E ENTÃO: o que mudou na comunicação? Controle Escassez Passivo Liberdade Abundância Ativo
  44. 44. Para conseguir a minha atenção, pare de falar da sua empresa, do seu produto, da sua marca.
  45. 45. DICA 3 Consumer Insights
  46. 46. —  Procure sua fonte primária de insights para abordar o seu público! —  Você pertence a qual geração ? —  Quem é a sua persona? GERAÇÃO Z GERAÇÃO Y GERAÇÃO X BOOMERS) Barbara Coelho - #EdTech
  47. 47. As mudanças no consumo da informação ONTEM RAZÃO Características Benefícios HOJE EMOÇÃO Experiências Sensitivas/afetivas Experiências Memoráveis Barbara Coelho - #EdTech
  48. 48. Vídeo big data: que empresa é esta? Como podemos fazer algo parecido em uma instituição educacional? https://youtu.be/P7bLI5TRsOo Barbara Coelho - #EdTech
  49. 49. Barbara Coelho - #EdTech
  50. 50. Presença digital da UI Estratégia de marketing digital para bibliotecas Monitoramento do marketing: pode ser feito através do Google Analytics que é um serviço gratuito oferecido pelo Google no qual, ao ativar-se o serviço por intermédio de uma conta do Google, e ao cadastrar-se um site recebe-se um código para ser inserido na página cadastrada e, a cada exibição, estatísticas de visitação são enviadas ao sistema e apresentadas ao dono do site. O Google Analytics é a solução de análise da web de cunho empresarial que fornece visibilidade do tráfego digital e da eficiência do marketing do website da Biblioteca Digital. Com o Google Analytics é possível fortalecer as iniciativas de marketing e criar websites de Bibliotecas Digitais levando em consideração o perfil dos usuários. Rocha, Silva e Maia (2012) Barbara Coelho - #EdTech
  51. 51. PUBLICAÇÃO
  52. 52. Presença digital da UI Estratégia de marketing digital para bibliotecas •  Quê, como e quando publicar no Facebook
  53. 53. Presença digital da UI Estratégia de marketing digital para bibliotecas •  Quê, como e quando publicar no Facebook Barbara Coelho - #EdTech
  54. 54. Todas as iniciativas de marketing realizadas ao vivo: Entretenimento Ponto de Venda Esportes Moda Feiras
  55. 55. Curso na Campus Party
  56. 56. Barbara Coelho - #EdTech
  57. 57. Tendências que terão seu lugar na educação Barbara Coelho - #EdTech
  58. 58. ? ?
  59. 59. Uma boa propaganda EMOTIZA —  EMOCIONAR: —  Acordar uma das cinco emoções básicas que nascem com os seres humanos. —  EMOTIZAR —  Significa mexer com a emoção —  Sensação —  Sentimento Barbara Coelho – marketingeducacao.com.br
  60. 60. O NEUROMARKETING VAI ACIONAR… PERCEPÇÃO MOTIVAÇÃO MEMÓRIA ATENÇÃO
  61. 61. O VALOR DA EXPERIÊNCIA commodity produto serviço experiência O CONSUMIDOR PAGA MAIS PELO INTANGÍVEL $ $$ $$$ $$$$ Barbara Coelho - #EdTech
  62. 62. "Era uma vez.... uma professora que começou a pesquisar sobre marketing digital e se apaixonou pela variedade de recursos neste universo. Ela percebeu um leque de potencialidades para serem explorados no contexto da educação...” Quantas histórias você já ouviu e contou ao longo da sua vida! Algumas verdadeiras e outras nem tanto assim, não é verdade??? As histórias sempre fizeram parte do comportamento humano, ou você acha que os hominídeos se reuniam a frente do fogo somente para comer?!.
  63. 63. https://www.marketingeducacao.com.br/ebook @profa_BarbaraCoelho - #EdTech
  64. 64. —  CONVERSE COM SEU PÚBLICO (o que é que ele precisa de informação); —  PENSE OPÇÕES INTERMEDIÁRIAS PARA O SITE (ofereça valor ao usuário); —  USE AS REDES SOCIAIS PARA DISTRIBUIR CONTEÚDO (aprenda como chamar atenção da sua persona); —  SEGMENTE SEU PÚBLICO (as pessoas não são iguais); —  BASEIA SUA ESTRATÉGIA NAS MÉTRICAS (pouco importa o que você ou o dono da instituição acha). Barbara Coelho - #EdTech
  65. 65. PRÁTICA Modelo de planejamento estratégico para presenca digital “Mãos à obra!” Nex7.
  66. 66. Presença digital —  Principais recursos —  Páginas digitais: —  sites; minisites, blogs, hotsites, portais, dentre outros. —  E-mail marketing: —  Newsletter, agradecimento por compra ou presenca, anuncios de lancamentos, dentre outros. —  Buscas: —  Links patrocinados, SEO (engenharia de otimizacao de pesquisa). —  Mídias sociais (redes sociais): —  Facebook (paginas, fanpage, comunidades, etc.) —  Twitter —  Vídeos: 96% dos usuários assistem, 30% postam comentários, 50% compartilham. Barbara Coelho - #EdTech
  67. 67. Participe do CONCITEC www.concitec2.com Envie seu trabalho! Visite o site e aproveite o valor promocional das inscrições!
  68. 68. Contatos de Barbara Coelho —  E-mail: babi.coelho7@gmail.com —  Instagram: @profa_barbara_coelho —  YouTube: https://www.youtube.com/channel/ UCSOjBS59nAKssfIAggJNhYQ —  Facebook: @barbaracoelhoufba

×