Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Design Thinking

4,583 views

Published on

A visão do designer como modelo de gestão

Published in: Design, Technology, Business

Design Thinking

  1. 1. Design thinking A visão do designer como modelo de gestão
  2. 2. Atenção !!! Esta apresentação faz parte de minhas aulas e seu conteúdo foi elaborado com base na minha experiência profissional que, em algum momento, pode contradizer o que é explicado na maioria dos livros. Suas informações são limitadas e superficiais, sendo que o conteúdo completo é dano durante a aula. Fique a vontade para utilizá-lo se precisa, mas tome cuidado para não copiar conteúdo incompleto. Odair Cavichioli Júnior http://www.odaircavichioli.com.br
  3. 3. Planejamento estratégico Diretoria decide a estratégia Designers elaboram a comunicação Diretoria e designers decidem a estratégia Designers elaboram a comunicação
  4. 4. Visão do designer <ul><li>Designer vê o mundo por vários ângulos; </li></ul><ul><li>Seu trabalho não é criar serviços, produtos ou marcas; </li></ul><ul><li>Seu trabalho é criar significados para as pessoas. </li></ul><ul><li>Dar ainda mais valor aquilo que já possui um significado especial para cada pessoa. </li></ul>
  5. 5. O que é Design thinking ? <ul><li>Desenvolvido pela Universidade Stanford, Califórnia. </li></ul><ul><li>Metodologia criativa e prática para resolução de problemas usando a visão dos designes: </li></ul><ul><ul><li>Observar o cotidiano das pessoas </li></ul></ul><ul><ul><li>Vivenciar suas experiências </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar protótipos (bonecos, mocaps, etc) de soluções </li></ul></ul><ul><ul><li>Sempre trabalhar em equipe </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco na inovação </li></ul></ul><ul><li>Identificamos um aspecto do comportamento humano e convertemos em benefícios para o público alvo, agregando valor ao negócio. </li></ul><ul><li>Resumindo: fazer as coisas usando a visão do público alvo. </li></ul>
  6. 6. Case: Havaianas
  7. 7. Princípios essenciais <ul><li>Todo projeto é uma oportunidade de inovação; </li></ul><ul><li>Os valores devem ser visualizados nos mínimos detalhes; </li></ul><ul><li>Sustentabilidade tem que ser aplicado e não discutido; </li></ul><ul><li>Tudo deve ser especial. </li></ul>
  8. 8. Exemplos
  9. 9. União de dois tipos de pensamento <ul><li>O design thinking deve promover o equilíbrio entre o pensamento analítico e o intuitivo. </li></ul>Pensamento Analítico Pensamento Intuitivo Proposta Provar através de indução de dedução. Conhecer sem razão explicita. Abordagem <ul><li>Exploração do conhecimento existente. </li></ul><ul><li>Confiança nos dados do passado. </li></ul><ul><li>&quot;Repressão da Opinião“. </li></ul><ul><li>Refinamento do que já existe. </li></ul><ul><li>Exploração do conhecimento novo. </li></ul><ul><li>Retira as &quot;algemas&quot; com o passado. </li></ul><ul><li>&quot;Repressão da Análise&quot;. </li></ul>Meta Um resultado consistente. Um resuldado que encontra o objetivo.
  10. 10. O que você vê ?
  11. 11. O que você vê ?
  12. 12. O que você vê ?
  13. 13. O que você vê ?
  14. 14. O que você vê ?
  15. 15. O que você vê ?
  16. 16. O que você vê ?
  17. 17. O que você vê ?
  18. 18. O que você vê ?
  19. 19. O que você vê ?
  20. 20. O que você vê ?
  21. 21. O que você vê ?
  22. 22. Algumas empresas que práticam <ul><li>Apple </li></ul><ul><li>Samsung </li></ul><ul><li>Nokia </li></ul><ul><li>Amazon </li></ul><ul><li>Nike </li></ul><ul><li>Sony </li></ul><ul><li>Natura </li></ul><ul><li>Brastemp </li></ul><ul><li>Faber-Castell </li></ul><ul><li>Havaianas </li></ul><ul><li>Toyota </li></ul>
  23. 23. Adquira repertório <ul><li>Leia livros, revistas e sites especializados; </li></ul><ul><li>Visite museus de design (físicos e virtuais); </li></ul><ul><li>Frequente escolas de design; </li></ul><ul><li>Observe as pessoas no dia-a-dia. </li></ul>
  24. 24. Processo do design thinking <ul><li>Empatia: Coloque-se no lugar dos envolvidos para entender suas realidades. </li></ul><ul><ul><li>Observar e vivenciar o domínio do público alvo </li></ul></ul><ul><ul><li>Delimitar os indivíduos que se relacionam com a questão </li></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisar e consultar-se com especialistas no domínio </li></ul></ul><ul><ul><li>Entender expectativas de stakeholders </li></ul></ul><ul><li>Definição: Utilizando feedback da fase de empatia e dados sólidos, a questão agora pode ser formalizada. </li></ul><ul><ul><li>Observar estatísticas do cliente e do mercado </li></ul></ul><ul><ul><li>Definir um vocabulário comum para descrever o domínio, etapas e envolvidos </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar a questão, necessidades e motivações envolvidas </li></ul></ul><ul><ul><li>Definir as métricas de sucesso para uma solução </li></ul></ul><ul><li>Inspiração: Elaboração de idéias que sejam relevantes a questão. </li></ul><ul><ul><li>Gerar o maior número possível de idéias. </li></ul></ul><ul><ul><li>Suspender julgamentos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Registrar e organizar as idéias. </li></ul></ul><ul><li>Prototipagem: Combinação das idéias em modelos de soluções. </li></ul><ul><ul><li>Combinar, expandir e detalhar idéias. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nível de detalhe das soluções pode variar, desde que o protótipo seja compreensível pelo cliente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Receber feedback de especialistas. </li></ul></ul><ul><li>Objetivação: Revisão analítica dos protótipos e elaboração de uma solução final. </li></ul><ul><li>Feedback: Observação do funcionamento da operação, para aprendizado. </li></ul>
  25. 25. Prototipagem <ul><li>O objetivo é ir além dos pressupostos que bloqueiam soluções eficazes e realmente inovadoras testando as hipóteses. </li></ul><ul><li>Esse processo não visa minimizar riscos ou o potencial de lucratividade, mas identificar os pontos fortes e fracos da hipótese, além da identificação de novos rumos para esse protótipo. </li></ul>
  26. 26. Prototipagem
  27. 27. Prototipagem: caso Bank of America <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>As consumidoras acumulavam trocados em casa e depois os depositavam no banco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Para as mães, poupar é algo emocional (sentimento de garantir o futuro dos filhos); </li></ul></ul><ul><ul><li>O impulso de comprar supera a vontade de poupar. </li></ul></ul><ul><li>Problema: </li></ul><ul><ul><li>Bancos não sabem trabalhar com o conceito de poupar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Conseguir crédito é mais simples que poupar. </li></ul></ul><ul><li>Solução: </li></ul><ul><ul><li>Ao realizar uma compra por meio do cartão, automaticamente as contas são arredondadas para cima e a diferença é automaticamente depositada em uma conta de investimento. </li></ul></ul>
  28. 28. Prototipagem: embalagens sustentáveis <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>Frequentar restaurantes da rede e observar a relação entre os consumidores e as embalagens dos lanches. </li></ul></ul><ul><li>Problema: </li></ul><ul><ul><li>No mundo são consumidos anualmente mais de dois bilhões de hambúrgueres; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudos mostram que apenas 30% das embalagens do McDonald’s são fabricadas com material reciclado; </li></ul></ul><ul><ul><li>São responsáveis pela emissão anual de dois milhões de toneladas de CO 2 ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Os consumidores costumavam rasgar e jogar as sacolas no lixo; </li></ul></ul><ul><ul><li>As embalagens acabam no lixo em menos de cinco minutos de uso. </li></ul></ul><ul><li>Solução </li></ul><ul><ul><li>O design Andrew Millar criou uma solução com embalagens biodegradáveis feitas com papel reciclado; </li></ul></ul><ul><ul><li>A embalagem possui divisórias que mantêm os itens separados; </li></ul></ul><ul><ul><li>É toda produzida em papel reciclado e biodegradável. </li></ul></ul>
  29. 29. Prototipagem: embalagens sustentáveis <ul><li>Fonte: http://leandrinhodesenhista.blogspot.com/2011/04/designer-cria-embalagens-sustentaveis.html </li></ul>
  30. 30. Prototipagem: caso Kibon Edição Especial <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><ul><li>Pesquisa com 2.800 mulheres (entre 30 e 39 anos); </li></ul></ul><ul><ul><li>93% já sentiram vontade de comer algo para se desligar do mundo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preferência por doces, como sorvete ou bombom; </li></ul></ul><ul><ul><li>A pesquisa que mostra que o sorvete desperta emoções positivas nas pessoas; </li></ul></ul><ul><ul><li>O chocolate é irresistível para as mulheres. </li></ul></ul><ul><li>Solução </li></ul><ul><ul><li>A marca lança a versão dos bombons em pote de 2L. </li></ul></ul><ul><li>Fonte: http://www.shelflife.com.br/embalagem/kibon-edicao-especial/ </li></ul>
  31. 31. Prototipagem: caso embalagem Puma
  32. 32. O ambiente facilitando a aprendizagem
  33. 33. Referência bibliográfica <ul><li>Existem algumas informações que são encontradas na Wikipédia. Porém, como seu conteúdo pode ser alterado por qualquer pessoa, sua credibilidade é questionável. Só utilize informações da Wikipédia se você já conhece o assunto e concorda com as definições. </li></ul><ul><li>Design Thinking </li></ul><ul><ul><li>Denise Eler </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/design-thinking-1503919 </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/calando-o-advogado-do-diabo-nos-negcios </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.slideshare.net/deniseeler/design-and-business </li></ul></ul><ul><li>Design thinking: uma nova abordagem para inovação </li></ul><ul><ul><li>Gustavo de Boer e Luiz Alberto Bonini </li></ul></ul><ul><ul><li>http://biblioteca.terraforum.com.br/Paginas/designthinking.aspx </li></ul></ul><ul><li>Design Thinking - Uma Metodologia Poderosa Para </li></ul><ul><ul><li>Tim Brown </li></ul></ul><ul><ul><li>Editora Campus </li></ul></ul><ul><ul><li>2010 </li></ul></ul>
  34. 34. Design thinking A visão do designer como modelo de gestão Odair Cavichioli Júnior www.odaircavichioli.com.br

×