Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Corpo Humano Sistema Cardiovascular
SISTEMA CARDIOVASCULAR <ul><li>  O sistema cardiovascular é formado por: </li></ul><ul><li>Coração </li></ul><ul><li>Vasos...
O CORAÇÃO
O CORAÇÃO <ul><li>O coração humano é um músculo com o tamanho aproximado de sua mão fechada e, bombeia o sangue para todo ...
<ul><li>O peso médio do coração é de aproximadamente 280 a 340 g no homem; 230 a 280 g na mulher e, de 20 a 30 g no recém ...
Camadas do Coração <ul><li>O coração humano é constituído basicamente por três camadas: pericárdio, endocárdio e miocárdio...
<ul><li>● Endocárdio:  </li></ul><ul><li>É a membrana que reveste internamente as cavidades do coração.   </li></ul><ul><l...
Camadas Internas do Coração <ul><li>No coração humano existem quatro cavidades: </li></ul><ul><li>Átrio direito e Átrio es...
 
<ul><li>O sangue que entra no átrio direito passa para o ventrículo direito; </li></ul><ul><li>O sangue que entra no átrio...
<ul><li>O sangue passa do átrio direito para o ventrículo direito, através da valva atrioventricular direita (tricúspide, ...
 
Coração
Como o coração funciona <ul><li>O coração funciona como uma espécie de bomba, que se contrai e se dilata. </li></ul><ul><l...
Pressão Arterial <ul><li>A sístole e a diástole são responsáveis pelo fluxo de sangue dentro dos vasos sanguíneos. </li></...
Pressão Arterial <ul><li>Pressão arterial máxima : ocorre no momento que o ventrículo esquerdo bombeia sangue para dentro ...
O Ritmo do Coração <ul><li>O  ritmo do batimento cardíaco é determinado pelo  marca-passo , que é um conjunto de células s...
<ul><li>Doenças cardíacas podem provocar problemas no marca-passo. </li></ul><ul><li>Certos problemas no marca-passo podem...
Sinais Elétricos e Batimento Cardíaco <ul><li>O  nosso corpo conduz bem a eletricidade. Desse modo, um exame que registre ...
ESTETOSCÓPIO <ul><li>Existe um aparelho que nos permite ouvir sons produzidos no coração (e também nos pulmões e no tubo d...
VASOS SANGUÍNEOS <ul><li>Os vasos sanguíneos formam uma rede de tubos de paredes elásticas que conduzem o sangue pelo corp...
<ul><li>  Artérias  ->  arteríolas   </li></ul><ul><li>A rteríolas   ->  capilares </li></ul><ul><li>Capilares  ->  vênula...
 
 
ARTÉRIAS <ul><li>Os vasos que saem do coração são as  artérias  de paredes grossas e elásticas levam o sangue do coração p...
VEIAS <ul><li>Veias  – vasos de paredes relativamente fina, que transportam sangue de diversos tecidos do corpo até o cora...
VEIAS <ul><li>As veias cava superior e inferior são as mais calibrosas do corpo humano; </li></ul>
 
Circulação do Sangue <ul><li>O sangue oxigenado é bombeado pelo ventrículo esquerdo do coração para o interior da aorta. E...
Circulação do Sangue <ul><li>O sangue rico em gás carbônico (sangue venoso) é transportado por veias diversas (jugular, ve...
Circulação do Sangue <ul><li>Nos pulmões, o sangue libera gás carbônico e absorve gás oxigênio captado do ambiente pelo si...
Circulação do Sangue <ul><li>PEQUENA CIRCULAÇÃO : </li></ul><ul><li>● Também chamada de circulação pulmonar, compreende o ...
Circulação do Sangue <ul><li>GRANDE CIRCULAÇÃO : </li></ul><ul><li>● Também chamada circulação sistêmica, compreende o tra...
Circulação do Sangue A B
CIRCULAÇÃO CARDÍACA GRANDE CIRCULAÇÃO PEQUENA CIRCULAÇÃO
<ul><li>As  veias cavas  (superior e inferior) transportam sangue não oxigenado do ventrículo direito do coração até os pu...
<ul><li>As  artérias pulmonares  transportam sangue não oxigenado do ventrículo direito do coração até os pulmões; </li></...
VASOS CAPILARES <ul><li>Vasos capilares  são vasos com diâmetro extraordinariamente pequeno (microscópicos), estão present...
O SANGUE <ul><li>“ O sangue executa tantas funções que, sem ele, de nada valeria a complexa organização do corpo humano”. ...
O SANGUE <ul><li>É através da circulação sangüínea que as inúmeras células do organismo recebem sua alimentação como prote...
O SANGUE <ul><li>Controle de temperatura do corpo; </li></ul><ul><li>Equilíbrio da distribuição da água; </li></ul><ul><li...
COMPONENTES DO SANGUE <ul><li>O sangue é formado por  células  mergulhadas  no  plasma . </li></ul><ul><li>Plasma  é a por...
COMPONENTES DO SANGUE <ul><li>Células do Sangue: </li></ul><ul><li>Glóbulos Vermelhos ou Hemácias( ou eritrócitos) </li></...
Glóbulos Vermelhos <ul><li>Os glóbulos vermelhos , são também chamados de hemácias ou eritrócitos. </li></ul><ul><li>São p...
GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>São as células que existem em maior quantidade no sangue, cerca de 4,5 milhões na mulher e 5 a ...
GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>Função:   transportar oxigênio para os tecidos. </li></ul><ul><li>Saturada de oxigênio = vermel...
GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>As hemácias duram cerca de 90 a 120 dias. </li></ul><ul><li>Após esse período morrem e são remo...
GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>Os glóbulos brancos são também chamados de leucócitos. </li></ul><ul><li>Possuem núcleo. </li></u...
Leucócitos granulosos: <ul><li>Neutrófilos = são atraídos pelos produtos químicos liberados pelos invasores, fagocitam bac...
Leucócitos agranulosos: <ul><li>Linfócitos = participam do processo de defesa produzindo e regulando a formação de anticor...
GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>O sangue possui um número menor de glóbulos brancos do que vermelhos (de 6000 a 10000 leucócitos ...
GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>São os principais agentes de defesa contra o ataque de vírus, bactérias, fungos, etc. </li></ul><...
FAGOCITOSE e PINOCITOSE <ul><li>As células de defesa englobam os microorganismos e os destroem por meio das enzimas digest...
PRODUÇÃO DE ANTICORPOS <ul><li>Pela produção de anticorpos – proteínas especializadas que desativam substâncias tóxicas pr...
PLAQUETAS <ul><li>As plaquetas  são fragmentos de uma célula maior chamada megacariócito localizada na medula óssea; </li>...
PLAQUETAS <ul><li>As plaquetas  são fragmentos de uma célula maior chamada megacariócito localizada na medula óssea vermel...
COAGULAÇÃO DO SANGUE <ul><li>A trombina, conjuntamente com a fibrina, resultante do fibrinogênio do plasma, formam um coág...
PLAQUETAS FIBRINOGÊNIO NO PLASMA LESÃO AGLOMERAÇÃO DE PLAQUETAS FIBRINOGÊNIO + TROMBINA COÁGULO FORMAÇÃO DE  FIBRINA
COAGULAÇÃO DO SANGUE <ul><li>Em um indivíduo normal, a coagulação é iniciada dentro de 20 segundos após a lesão ocorrer ao...
 
 
LEUCEMIA <ul><li>O termo leucemia refere-se a um grupo de doenças complexas e diferentes entre si que afetam a produção do...
LEUCEMIA  <ul><li>A leucemia é definida como uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de origem, na maioria da...
LEUCEMIA  <ul><li>Principais sintomas: </li></ul><ul><li>Perda de apetite; </li></ul><ul><li>Perda de peso não planejada o...
GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>O fornecimento seguro de sangue de um doador para um receptor requer o conhecimento dos grupos s...
GRUPOS SANGUÍNEOS  <ul><li>Cada pessoa pertence a um desses grupos sanguíneos. </li></ul><ul><li>Nas hemácias humanas pode...
GRUPOS SANGUÍNEOS  <ul><li>De acordo com a presença  ou não dessas hemácias, o sangue é assim classificado:  </li></ul>
GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>Grupo A  – possui somente o aglutinogênio A;  </li></ul><ul><li>Grupo B  – possui somente o aglu...
GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>No plasma sanguíneo humano  podem existir duas proteínas, chamadas aglutininas:  </li></ul><ul><...
 
GRUPOS SANGUÍNEO <ul><li>No plasma sanguíneo humano  podem existir duas proteínas, chamadas aglutininas:  </li></ul><ul><l...
GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>Se uma pessoa possui aglutinogênio A, não pode ter aglutinina anti-A, da mesma maneira, se possu...
<ul><li>Na tabela abaixo você pode verificar o tipo de aglutinogênio e o tipo de aglutinina existentes em cada grupo sangu...
FATOR RH <ul><li>A existência de uma substância denominada fator Rh no sangue é outro critério de classificação sanguínea....
FATOR RH <ul><li>A transfusão de sangue consiste em transferir o sangue de uma pessoa doadora para outra receptora. Geralm...
FATOR RH <ul><li>A  transfusão de sangue consiste em transferir o sangue de uma pessoa doadora para outra receptora. Geral...
FATOR RH <ul><li>Nas transfusões de sangue deve-se saber se há ou não compatibilidade entre o sangue do doador e o do rece...
 
FATOR RH <ul><li>Em geral os indivíduos Rh negativos (Rh -) não possui aglutininas anti-Rh. No entanto, se receberem sangu...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Sistema cardiovascular

9,432 views

Published on

Sistema cardiovascular

Published in: Education

Sistema cardiovascular

  1. 1. Corpo Humano Sistema Cardiovascular
  2. 2. SISTEMA CARDIOVASCULAR <ul><li> O sistema cardiovascular é formado por: </li></ul><ul><li>Coração </li></ul><ul><li>Vasos Sanguíneos </li></ul><ul><li>Sangue </li></ul>
  3. 3. O CORAÇÃO
  4. 4. O CORAÇÃO <ul><li>O coração humano é um músculo com o tamanho aproximado de sua mão fechada e, bombeia o sangue para todo o corpo sem parar; </li></ul><ul><li>Localiza-se no interior da cavidade torácica, entre os dois pulmões, ligeiramente inclinado para o lado esquerdo. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O peso médio do coração é de aproximadamente 280 a 340 g no homem; 230 a 280 g na mulher e, de 20 a 30 g no recém nascido, variando com o tamanho e o peso de uma pessoa. </li></ul><ul><li>O coração bate, em média, cerca 60 a 70 vezes por minuto (em repouso); </li></ul><ul><li>Ao longo de toda a vida, o coração bate cerca de 3 bilhões de vezes. </li></ul>
  6. 6. Camadas do Coração <ul><li>O coração humano é constituído basicamente por três camadas: pericárdio, endocárdio e miocárdio. </li></ul><ul><li>● Pericárdio: </li></ul><ul><li>É a membrana que reveste externamente o coração, como um saco. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>● Endocárdio: </li></ul><ul><li>É a membrana que reveste internamente as cavidades do coração. </li></ul><ul><li>● Miocárdio: </li></ul><ul><li>É o músculo responsável pelas contrações vigorosas e involuntárias do coração. Situa-se entre o pericárdio e o endocárdio. </li></ul>
  8. 8. Camadas Internas do Coração <ul><li>No coração humano existem quatro cavidades: </li></ul><ul><li>Átrio direito e Átrio esquerdo </li></ul><ul><li>Ventrículo Direito e Ventrículo esquerdo </li></ul>
  9. 10. <ul><li>O sangue que entra no átrio direito passa para o ventrículo direito; </li></ul><ul><li>O sangue que entra no átrio esquerdo passa para o ventrículo esquerdo. </li></ul><ul><li>Na metade direita do coração só circula sangue venoso </li></ul><ul><li>Na metade esquerda do coração só circula sangue arterial </li></ul><ul><li>Entre as cavidades situam-se as valvas. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>O sangue passa do átrio direito para o ventrículo direito, através da valva atrioventricular direita (tricúspide, pois é formada por três válvulas). </li></ul><ul><li>Passa do átrio esquerdo para o átrio direito através da valva atrioventricular esquerda (bicúspide ou mitral, pois é formada por duas valvas) </li></ul>
  11. 13. Coração
  12. 14. Como o coração funciona <ul><li>O coração funciona como uma espécie de bomba, que se contrai e se dilata. </li></ul><ul><li>Sístole: é a contração da musculatura do coração. </li></ul><ul><li>Diástole: é o relaxamento da musculatura do coração. </li></ul>
  13. 15. Pressão Arterial <ul><li>A sístole e a diástole são responsáveis pelo fluxo de sangue dentro dos vasos sanguíneos. </li></ul><ul><li>A pressão arterial que se mede é a pressão exercida pelo sangue sobre as paredes da aorta após ser lançado pelo ventrículo esquerdo. </li></ul>
  14. 16. Pressão Arterial <ul><li>Pressão arterial máxima : ocorre no momento que o ventrículo esquerdo bombeia sangue para dentro da aorta e esta se distende. Corresponde a 120 mm Hg. </li></ul><ul><li>Pressão arterial mínima : é a que se verifica no final da diástole do ventrículo esquerdo. Corresponde a 80 mm Hg. </li></ul><ul><li>Valores normais: 120 mm Hg x 80 mm Hg </li></ul><ul><li>O aparelho usado para medir a pressão arterial chama-se esfigmomanômetro. </li></ul>
  15. 17. O Ritmo do Coração <ul><li>O ritmo do batimento cardíaco é determinado pelo marca-passo , que é um conjunto de células situado no átrio direito. O marca-passo produz impulsos elétricos que, levados por outras células, fazem o coração se contrair. </li></ul><ul><li>Mas o ritmo e a força do batimento cardíaco são influenciados também pelo sistema nervoso e por hormônios (susto, exercícios físicos). </li></ul>
  16. 18. <ul><li>Doenças cardíacas podem provocar problemas no marca-passo. </li></ul><ul><li>Certos problemas no marca-passo podem ser resolvidos por choque elétrico ou com a implantação de um marca-passo artificial. </li></ul><ul><li>Colocado embaixo da pele, na altura do tórax. </li></ul><ul><li>Esse aparelho possui uma bateria que envia descargas elétricas ao coração e regulariza seu funcionamento. </li></ul>
  17. 19. Sinais Elétricos e Batimento Cardíaco <ul><li>O nosso corpo conduz bem a eletricidade. Desse modo, um exame que registre a atividade elétrica do coração pode indicar como esse órgão está funcionando . </li></ul>
  18. 20. ESTETOSCÓPIO <ul><li>Existe um aparelho que nos permite ouvir sons produzidos no coração (e também nos pulmões e no tubo digestório): é o estetoscópio. </li></ul><ul><li>Escutando os batimentos cardíacos o médico é capaz de perceber ruídos anormais – chamados sopros cardíacos. </li></ul>
  19. 21. VASOS SANGUÍNEOS <ul><li>Os vasos sanguíneos formam uma rede de tubos de paredes elásticas que conduzem o sangue pelo corpo (cerca de 160 mil km de vasos); </li></ul><ul><li>Existem três tipos básicos de vasos sanguíneos em nosso corpo: </li></ul><ul><li>● Artérias </li></ul><ul><li>● Veias </li></ul><ul><li>● Capilares </li></ul>
  20. 22. <ul><li> Artérias -> arteríolas </li></ul><ul><li>A rteríolas -> capilares </li></ul><ul><li>Capilares -> vênulas </li></ul><ul><li>Vênulas -> veias </li></ul><ul><li>Os capilares têm apenas 0,008 mm de diâmetro. Já as maiores artérias chegam a ter 3 cm de diâmetro. </li></ul><ul><li>Assim, o sangue circula em nosso organismo por um sistema fechado de vasos. </li></ul>
  21. 25. ARTÉRIAS <ul><li>Os vasos que saem do coração são as artérias de paredes grossas e elásticas levam o sangue do coração para os tecidos do corpo. </li></ul><ul><li>A principal artéria é a aorta , que sai do ventrículo esquerdo do coração. </li></ul><ul><li>As artérias transportam sangue rico em oxigênio (sangue arterial), exceto a artéria pulmonar, que leva sangue rico em gás carbônico (sangue venoso). </li></ul>
  22. 26. VEIAS <ul><li>Veias – vasos de paredes relativamente fina, que transportam sangue de diversos tecidos do corpo até o coração. </li></ul><ul><li>A maioria das veias transportam sangue venoso (CO 2 ), com exceção das veias pulmonares, que transportam sangue arterial(O 2 ),dos pulmões até o coração. </li></ul>
  23. 27. VEIAS <ul><li>As veias cava superior e inferior são as mais calibrosas do corpo humano; </li></ul>
  24. 29. Circulação do Sangue <ul><li>O sangue oxigenado é bombeado pelo ventrículo esquerdo do coração para o interior da aorta. Essa artéria distribui o sangue oxigenado para todo o corpo, através de inúmeras ramificações, como a artéria coronária, a artéria carótida e a artéria braquial. </li></ul><ul><li>Nos tecidos o sangue libera o oxigênio e absorve o gás carbônico. </li></ul>
  25. 30. Circulação do Sangue <ul><li>O sangue rico em gás carbônico (sangue venoso) é transportado por veias diversas (jugular, veia safena, veia cerebral, etc), que acabam desembocando na veia cava superior e inferior. Essas veias levam então sangue venoso até o átrio direito do coração. Deste o sangue passa para o ventrículo direito e daí é transportado até os pulmões pelas artérias pulmonares. </li></ul>
  26. 31. Circulação do Sangue <ul><li>Nos pulmões, o sangue libera gás carbônico e absorve gás oxigênio captado do ambiente pelo sistema respiratório (hematose). </li></ul><ul><li>Então, o sangue oxigenado (arterial) retorna ao coração, transportado pelas veias pulmonares . </li></ul><ul><li>Do átrio esquerdo, o sangue oxigenado passa para o ventrículo esquerdo e daí é impulsionado para o interior da aorta , reiniciando o circuito. </li></ul>
  27. 32. Circulação do Sangue <ul><li>PEQUENA CIRCULAÇÃO : </li></ul><ul><li>● Também chamada de circulação pulmonar, compreende o trajeto do sangue desde o ventrículo direito até o átrio esquerdo. </li></ul><ul><li>● Nessa circulação, o sangue passa pelos pulmões, onde é oxigenado. </li></ul>
  28. 33. Circulação do Sangue <ul><li>GRANDE CIRCULAÇÃO : </li></ul><ul><li>● Também chamada circulação sistêmica, compreende o trajeto do sangue desde o ventrículo esquerdo até o átrio direito. </li></ul><ul><li>● Nessa circulação, o sangue oxigenado fornece gás oxigênio aos diversos tecidos do corpo, além de trazer ao coração o sangue não oxigenado dos tecidos. </li></ul>
  29. 34. Circulação do Sangue A B
  30. 35. CIRCULAÇÃO CARDÍACA GRANDE CIRCULAÇÃO PEQUENA CIRCULAÇÃO
  31. 36. <ul><li>As veias cavas (superior e inferior) transportam sangue não oxigenado do ventrículo direito do coração até os pulmões; </li></ul><ul><li>A aorta transporta sangue oxigenado do ventrículo esquerdo do coração para os diversos tecidos do corpo; </li></ul>
  32. 37. <ul><li>As artérias pulmonares transportam sangue não oxigenado do ventrículo direito do coração até os pulmões; </li></ul><ul><li>As veias pulmonares transportam sangue oxigenado dos pulmões até o átrio esquerdo do coração. </li></ul>
  33. 38. VASOS CAPILARES <ul><li>Vasos capilares são vasos com diâmetro extraordinariamente pequeno (microscópicos), estão presentes nos tecidos do corpo humano, cedendo nutrientes, gás oxigênio e hormônios às células. Além disso recolhem gás carbônico e resíduos do metabolismo celular. </li></ul>
  34. 39. O SANGUE <ul><li>“ O sangue executa tantas funções que, sem ele, de nada valeria a complexa organização do corpo humano”. </li></ul><ul><li>O sangue sempre esteve associado diretamente à vida. </li></ul>
  35. 40. O SANGUE <ul><li>É através da circulação sangüínea que as inúmeras células do organismo recebem sua alimentação como proteínas, açúcares, gordura, água e sais minerais; </li></ul><ul><li>Quantidade: 1/13 do peso total </li></ul><ul><ul><li>● Uma pessoa de 80 kg = 6 litros de sangue </li></ul></ul>
  36. 41. O SANGUE <ul><li>Controle de temperatura do corpo; </li></ul><ul><li>Equilíbrio da distribuição da água; </li></ul><ul><li>Oxigenação das células por meio das moléculas de hemoglobina existentes nos glóbulos vermelhos </li></ul><ul><li>Todo sistema de defesa encontra-se no sangue; </li></ul>
  37. 42. COMPONENTES DO SANGUE <ul><li>O sangue é formado por células mergulhadas no plasma . </li></ul><ul><li>Plasma é a porção líquida do sangue. </li></ul><ul><li>A água é o principal componente do plasma correspondendo a 91% do seu volume, 7% de proteínas e 2% de outras substâncias como enzimas, anticorpos, hormônios, vitaminas, glicose, sódio, potássio, cálcio e fosfatos. </li></ul>
  38. 43. COMPONENTES DO SANGUE <ul><li>Células do Sangue: </li></ul><ul><li>Glóbulos Vermelhos ou Hemácias( ou eritrócitos) </li></ul><ul><li>Glóbulos Brancos ou Leucócitos; </li></ul><ul><li>Plaquetas </li></ul>
  39. 44. Glóbulos Vermelhos <ul><li>Os glóbulos vermelhos , são também chamados de hemácias ou eritrócitos. </li></ul><ul><li>São produzidos na medula óssea vermelha dos ossos. </li></ul><ul><li>São células anucleadas , isto é, não possuem núcleo. </li></ul><ul><li>Apresentam forma de disco côncavo em ambos os lados. </li></ul>
  40. 45. GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>São as células que existem em maior quantidade no sangue, cerca de 4,5 milhões na mulher e 5 a 5,5 milhões nos homens por milímetro cúbico de sangue. </li></ul><ul><li>No interior das hemácias encontramos um pigmento denominado hemoglobina responsável pela coloração avermelhada do sangue. </li></ul>
  41. 46. GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>Função: transportar oxigênio para os tecidos. </li></ul><ul><li>Saturada de oxigênio = vermelho vivo (sangue arterial) </li></ul><ul><li>Saturada de gás carbônico = vermelho escuro (sangue venoso) </li></ul>
  42. 47. GLÓBULOS VERMELHOS <ul><li>As hemácias duram cerca de 90 a 120 dias. </li></ul><ul><li>Após esse período morrem e são removidas do sangue no baço, no fígado e na própria medula óssea. </li></ul>
  43. 48. GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>Os glóbulos brancos são também chamados de leucócitos. </li></ul><ul><li>Possuem núcleo. </li></ul><ul><li>Conforme o tipo possuem formas e tamanhos variados. </li></ul>
  44. 49. Leucócitos granulosos: <ul><li>Neutrófilos = são atraídos pelos produtos químicos liberados pelos invasores, fagocitam bactérias e corpos estranhos </li></ul><ul><li>Eosinófilos = participam das reações alérgicas liberando histamina </li></ul><ul><li>Basófilos = impedem a coagulação do sangue para a chegada de novos leucócitos </li></ul>
  45. 50. Leucócitos agranulosos: <ul><li>Linfócitos = participam do processo de defesa produzindo e regulando a formação de anticorpos </li></ul><ul><li>Monócitos = originam os macrófagos especializados em fagocitar </li></ul>
  46. 51. GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>O sangue possui um número menor de glóbulos brancos do que vermelhos (de 6000 a 10000 leucócitos em cada mililitro de sangue) </li></ul><ul><li>A maior parte é produzida na medula óssea vermelha. Uma menor parte em certos órgãos do corpo, como baço e tonsilas palatinas (amigdalas) e linfonodos. </li></ul>
  47. 52. GLÓBULOS BRANCOS <ul><li>São os principais agentes de defesa contra o ataque de vírus, bactérias, fungos, etc. </li></ul><ul><li>Os glóbulos brancos defendem o nosso corpo de duas maneiras: </li></ul><ul><li>● Por Fagocitose e Pinocitose </li></ul><ul><li>● Produção de anticorpos </li></ul>
  48. 53. FAGOCITOSE e PINOCITOSE <ul><li>As células de defesa englobam os microorganismos e os destroem por meio das enzimas digestórias dos lisossomos. </li></ul><ul><li>Englobam partículas líquidas. </li></ul><ul><li>Quando realizam a fagocitose fora do capilar é chamado de diapedese </li></ul>
  49. 54. PRODUÇÃO DE ANTICORPOS <ul><li>Pela produção de anticorpos – proteínas especializadas que desativam substâncias tóxicas produzidas pelos organismos invasores ou presentes em certos alimentos e drogas diversas de defesa </li></ul>
  50. 55. PLAQUETAS <ul><li>As plaquetas são fragmentos de uma célula maior chamada megacariócito localizada na medula óssea; </li></ul><ul><li>São discos arredondados com 250.000 plaquetas por ml no sangue circulante; </li></ul><ul><li>Participam de processos para interromper a perda do sangue. </li></ul><ul><li>A diminuição das plaquetas leva a hemorragia pela pele ou mucosa </li></ul>
  51. 56. PLAQUETAS <ul><li>As plaquetas são fragmentos de uma célula maior chamada megacariócito localizada na medula óssea vermelha; </li></ul><ul><li>São discos arredondados; </li></ul><ul><li>Em cada milímetro cúbico existe em média de 150 a 450 mil plaquetas; </li></ul><ul><li>Participam de processos para interromper a perda do sangue. </li></ul><ul><li>A diminuição das plaquetas leva a hemorragia pela pele ou mucosa </li></ul>
  52. 57. COAGULAÇÃO DO SANGUE <ul><li>A trombina, conjuntamente com a fibrina, resultante do fibrinogênio do plasma, formam um coágulo que impede a saída do sangue. Este processo, que resulta da intervenção das plaquetas designa-se por coagulação do sangue e é a principal função das plaquetas . </li></ul>
  53. 58. PLAQUETAS FIBRINOGÊNIO NO PLASMA LESÃO AGLOMERAÇÃO DE PLAQUETAS FIBRINOGÊNIO + TROMBINA COÁGULO FORMAÇÃO DE FIBRINA
  54. 59. COAGULAÇÃO DO SANGUE <ul><li>Em um indivíduo normal, a coagulação é iniciada dentro de 20 segundos após a lesão ocorrer ao vaso sanguíneo. </li></ul><ul><li>As plaquetas formam imediatamente um tampão plaquetário no local da lesão. </li></ul>
  55. 62. LEUCEMIA <ul><li>O termo leucemia refere-se a um grupo de doenças complexas e diferentes entre si que afetam a produção dos glóbulos brancos. </li></ul>
  56. 63. LEUCEMIA <ul><li>A leucemia é definida como uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de origem, na maioria das vezes, não conhecida. Ela tem como principal característica o acúmulo de células jovens (blásticas) anormais na medula óssea que substituem as células sangüíneas normais. </li></ul>
  57. 64. LEUCEMIA <ul><li>Principais sintomas: </li></ul><ul><li>Perda de apetite; </li></ul><ul><li>Perda de peso não planejada ou sem fazer dieta; </li></ul><ul><li>Aumento dos gânglios (ínguas), fígado e baço; </li></ul><ul><li>Sensação de gripe que dura muitos dias; </li></ul><ul><li>Dor nas articulações (juntas) e ossos; </li></ul>
  58. 65. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>O fornecimento seguro de sangue de um doador para um receptor requer o conhecimento dos grupos sanguíneos. </li></ul><ul><li>Nos seres humanos existem os seguintes tipos básicos de sangue em relação aos sistema ABO: </li></ul><ul><li>● G rupo A </li></ul><ul><li>● Grupo B </li></ul><ul><li>● Grupo AB </li></ul><ul><li>● G rupo O </li></ul>
  59. 66. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>Cada pessoa pertence a um desses grupos sanguíneos. </li></ul><ul><li>Nas hemácias humanas podem existir dois tipos de proteínas: </li></ul><ul><li>● O aglutinogênio A </li></ul><ul><li>● O aglutinogênio B. </li></ul>
  60. 67. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>De acordo com a presença ou não dessas hemácias, o sangue é assim classificado: </li></ul>
  61. 68. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>Grupo A – possui somente o aglutinogênio A; </li></ul><ul><li>Grupo B – possui somente o aglutinogênio B; </li></ul><ul><li>Grupo AB – possui somente o aglutinogênio A e B; </li></ul><ul><li>Grupo O – não possui aglutinogênios. </li></ul>
  62. 69. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>No plasma sanguíneo humano podem existir duas proteínas, chamadas aglutininas: </li></ul><ul><li>● A aglutinina anti-A </li></ul><ul><li>● A aglutinina anti-B. </li></ul>
  63. 71. GRUPOS SANGUÍNEO <ul><li>No plasma sanguíneo humano podem existir duas proteínas, chamadas aglutininas: </li></ul><ul><li>● A aglutinina anti-A </li></ul><ul><li>● A aglutinina anti-B. </li></ul>
  64. 72. GRUPOS SANGUÍNEOS <ul><li>Se uma pessoa possui aglutinogênio A, não pode ter aglutinina anti-A, da mesma maneira, se possui aglutinogênio B, não pode ter aglutinina anti-B. Caso contrário, ocorrem reações que provocam a aglutinação ou o agrupamento de hemácias, o que pode entupir vasos sanguíneos e comprometer a circulação do sangue no organismo. Esse processo pode levar a pessoa à morte. </li></ul>
  65. 73. <ul><li>Na tabela abaixo você pode verificar o tipo de aglutinogênio e o tipo de aglutinina existentes em cada grupo sanguíneo: </li></ul>anti-A e anti-B Não possui O Não possui A e B AB anti-A B B anti-B A A Aglutinina Aglutinogênio Grupo sanguíneo
  66. 74. FATOR RH <ul><li>A existência de uma substância denominada fator Rh no sangue é outro critério de classificação sanguínea. Diz-se, então, que quem possui essa substância no sangue é Rh positivo; quem não a possui é Rh negativo. O fator Rh tem esse nome por ter sido identificado pela primeira vez no sangue de um macaco Rhesus. </li></ul>
  67. 75. FATOR RH <ul><li>A transfusão de sangue consiste em transferir o sangue de uma pessoa doadora para outra receptora. Geralmente é realizada quando alguém perde muito sangue num acidente, numa cirurgia ou devido a certas doenças. Nas transfusões de sangue deve-se saber se há ou não compatibilidade entre o sangue do doador e o do receptor. </li></ul>
  68. 76. FATOR RH <ul><li>A transfusão de sangue consiste em transferir o sangue de uma pessoa doadora para outra receptora. Geralmente é realizada quando alguém perde muito sangue num acidente, numa cirurgia ou devido a certas doenças. </li></ul>
  69. 77. FATOR RH <ul><li>Nas transfusões de sangue deve-se saber se há ou não compatibilidade entre o sangue do doador e o do receptor. </li></ul><ul><li>Se não houver essa compatibilidade, ocorre aglutinação das hemácias que começam a se dissolver (hemólise).  </li></ul>
  70. 79. FATOR RH <ul><li>Em geral os indivíduos Rh negativos (Rh -) não possui aglutininas anti-Rh. No entanto, se receberem sangue Rh positivo (Rh +), passam a produzir aglutininas anti-Rh. Como a produção dessas aglutininas ocorre de forma relativamente lenta, na primeira transfusão de sangue de um doador Rh + para um receptor Rh -, geralmente não há grandes problemas. Mas, numa segunda transfusão, deverá haver considerável aglutinação das hemácias doadas. As aglutininas anti-Rh produzidas dessa vez, somadas as produzidas anteriormente, podem ser suficientes para produzir grande aglutinação nas hemácias doadas, prejudicando os organismos. </li></ul>

×