Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

1º dia

810 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

1º dia

  1. 1. Sétima dePentecoste s
  2. 2. Com.: Dom da SabedoriaQuando o Senhor nos dá uma palavra deprofecia, de ciência, de discernimento ou qualquer revelação, temos de procurar discernir se aquilo que recebemos deve ser dito, quando deve ser dito e como deve ser dito.
  3. 3. 1º dia: O Espírito Santo no seio da Santíssima Trindade
  4. 4. Vinde, Espírito Santo,enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado. E renovareis a face da terra.
  5. 5. Oremos: Ó Deus, que instruíste oscorações de Vossos fiéis com a Luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas ascoisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.
  6. 6. Oração IntrodutóriaC.: Vinde, Espírito Santo e enviai-nos do alto docéu, um raio da vossa luz!T.: Vinde, Pai dos pobres, vinde, fonte detodos os dons, vinde, luz dos corações!C.: Consolador magnífico! Doce hóspede daalma! Doce reconforto!T.: Sois repouso para o nosso trabalho,calmante para as nossas paixões, lenitivopara as nossas lágrimas!
  7. 7. C.: Ó luz da felicidade, inundai plenamente oscorações dos vossos fiéis!T.: Sem o vosso auxílio, nada pode ohomem, nada produz de bom!C.: Lavai as nossas manchas! Banhai a nossaaridez! Sarai as nossas feridas!T.: Dobrai a nossa dureza! Aquecei a nossafraqueza! Retificai os nossos erros!
  8. 8. C.: Dai aos vossos fiéis, que em vós confiam, ossete dons sagrados!T.: Dai-nos o mérito da virtude! Dai-nos otroféu da salvação! Dai-nos a alegria eterna!Amém! Aleluia!
  9. 9. L eitura BíblicaEvangelho segundo Mateus, capítulo 3:13. Da Galiléia foi Jesus ao Jordão ter comJoão, a fim de ser batizado por ele.14. Joãorecusava-se: Eu devo ser batizado por ti e tuvens a mim!15. Mas Jesus lhe respondeu:Deixa por agora, pois convém cumpramos ajustiça completa. Então João cedeu.
  10. 10. 16. Depois que Jesus foi batizado, saiu logo daágua. Eis que os céus se abriram e viu descersobre ele, em forma de pomba, o Espírito deDeus.17. E do céu baixou uma voz: Eis meuFilho muito amado em quem ponho minhaafeição.C.: Palavra da Salvação.T.: Glória a vós Senhor.
  11. 11. ReflexãoL.: Deus é um só, mas tem três modos de ser,de existir. Da única essência, da única naturezadivina, participam três pessoas divinas. Essaspessoas são absolutamente iguais quanto ànatureza, à essência, quanto à onipotência e àsantidade, mas são distintas, pois que uma nãoé a outra e inclusive se manifestamconjuntamente a nós.
  12. 12. “Aquele que é o Pai não é o Filho, e aquele queé o Filho não é o Pai, nem o Espírito Santo éaquele que é o Pai ou o Filho” (XI Concílio deToledo, 675, DS 530). Além disso, podemosfalar apropriadamente de diferentes missõesdivinas: uma é a missão do Filho, e outra é amissão do Espírito Santo, ainda que, semprequando age, Deus age trinitariamente.
  13. 13. A isso chamamos de Mistério da SantíssimaTrindade. E mistério é sempre mistério; se ocompreendêssemos em totalidade, não seriamistério. Mas às vezes dá-se-nos a impressãode que alguns mistérios são “mais misteriosos”que outros. Este da Santíssima Trindade, porexemplo.
  14. 14. Realmente, não é nada fácil, dentro da lógicahumana, aceitar, sem uma certa inquietude, arealidade de três pessoas num só Deus. As trêspessoas divinas, por si, já são um mistério. Dastrês, porém, a mais “misteriosa” é, por assimdizer, a pessoa do Espírito Santo. Porque Elenão tem um rosto (como o Cristo), não tem umaimagem (como a que fazemos do Pai), não temum “sinônimo” a que possamos nos agarrar.
  15. 15. De fato, o Espírito veio até nós de modomisterioso, sutil, “interior”. E não há nenhummal em termos mais dificuldades em entendê-Lo. O que não podemos permitir é que, diantedesta maior dificuldade em compreendê-Lo,acabemos por rejeitá-Lo a um segundo planoem nossa espiritualidade, deixando-O “de lado”em nossas orações, em nossa devoção, emnosso relacionamento com a Trindade.
  16. 16. Só ousamos falar desse mistério, coisa quejamais descobriríamos por nós mesmos porqueDeus tomou a iniciativa em revelá-lo a nós, e,pacientemente, através dos séculos, foigradativamente partilhando conosco a Suaprópria vida íntima e misteriosa. E se Deus serevelou em três pessoas, é porque é da vontaded’Ele que nós O conheçamos e O amemos emsuas três maneiras de ser. Pois quanto mais oconhecermos, mais O amaremos ecompreenderemos Seu plano amoroso e suasintenções para nossas vidas.
  17. 17. C onsagração ao Divino E spírito Santo T.: Ó Espírito Santo, Divino Espírito deluz e de amor, eu vos consagro a minha inteligência, o meu coração e a minhavontade, todo o meu ser, no tempo e na eternidade. Que a minha inteligência seja sempre dócil às vossas celestesinspirações e à doutrina da Santa Igreja Católica, de que sois guia infalível.
  18. 18. Que o meu coração seja sempre inflamado doamor de Deus e pelo próximo. Que a minhavontade seja sempre conforme a vontadedivina, e que toda a minha vida seja umaimitação fiel da vida e das virtudes de NossoSenhor e Salvador Jesus Cristo, a quem, com oPai e convosco, sejam dadas honra e glóriapara sempre Amém.(Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai)
  19. 19. Oração Final C.: Espírito Santo, que conduziste osprofetas por desertos de areia ou pelaamplidão dos mares.T.: Sopra sobre nossos olhos, a fim deque, por toda parte, saibam ver aTrindade Santa.
  20. 20. C.: Sopra sobre nossos lábios, a fim deque só digam e cantem a Verdade deque liberta.T.: Abre nossos corações à beleza domundo, ao alegre esplendor das formassensíveis
  21. 21. C.: Para que todos os nossos encontrossejam sempre louvores a Deus emotivos de amor.T.: E todas as criaturas constituamoportunidades que nos levem aoCriador. Amém.
  22. 22. Hino L itúrgico Veni C reator Vem, Espírito Criador, visita o espírito dos que são teus. Enche de graça e de esplendor os corações que tu mesmo criaste. Nós te chamamos o Defensor, dom de Deus altíssimo.fonte viva, fogo, amor e unção da graça.
  23. 23. Tu nos ofereces os sete dons, Tu és o dedo da mão de Deus, a verídica promessa do Pai: Tu inspiras nossa voz. Abrasa-nos em tua luz, enche nossos corações. O que é fragilidade em nosso corpo revigora com Teu vigor.
  24. 24. Afasta para longe de nós o inimigo. Desde agora dá-nos a paz. Sê nosso guia no caminho para que possamos evitar todo mal. Dá que conheçamos o Pai, revela-nos o filho,Tu és o Espírito do Pai e do filho. Que sempre creiamos em Ti! FIM

×