Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentações de Si e Gerenciamento de Impressões em Lives do Instagram

272 views

Published on

Mapeamento e análise de estratégias de Apresentação de Si (Self-Presentation) e Gerenciamento de Impressões (Impression Management) em Lives realizadas no Instagram durante o distanciamento social no Brasil (devido à pandemia do novo Coronavírus COVID-19).

A apresentação foi realizada por Marcel Ayres e Weidel Cabral no Grupo de Pesquisa em Interações Sociais, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS - UFBA) no dia 3 de Abril de 2020.

Published in: Education
  • DOWNLOAD THE BOOK INTO AVAILABLE FORMAT (New Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THE can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THE is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBOOK .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, CookBOOK, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, EBOOK, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THE Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THE the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THE Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

Apresentações de Si e Gerenciamento de Impressões em Lives do Instagram

  1. 1. Apresentações de Si e Gerenciamento de Impressões Lives do Instagram
  2. 2. Contexto Panorama Global da Pandemia COVID-19 Buscas por Quarentena Fonte: Bing Fonte: Google Trends Últimos 12 Meses no BrasilAcessado em 3 de abril de 2020
  3. 3. Contexto Buscas por Lives no YouTube, Instagram e Facebook no Google Fonte: Google Trends Últimos 12 Meses no Brasil
  4. 4. Contexto Buscas por Lives no Instagram no Google (Brasil) Buscas por “como fazer lives no instagram” no YouTube (Brasil) Fonte: Google Trends Fonte: Google Trends Últimos 12 Meses no Brasil Últimos 5 anos no Brasil
  5. 5. Contexto Fonte: Busca do Google - Exemplos de notícias com palavras-chave como “Lives”, “Live”, “Coronavírus”, “Covid-19”
  6. 6. Contexto Fonte: Busca do Google - Exemplos de notícias com palavras-chave como “Lives”, “Live”, “Coronavírus”, “Covid-19”
  7. 7. Conceitos-Chave
  8. 8. AJUNTAMENTO Qualquer conjunto de dois ou mais indivíduos cujos membros incluem todos e apenas aqueles que estão na presença imediata uns dos outros num dado momento (GOFFMAN, 2010, p.28). SITUAÇÃO Ambiente espacial completo em que, ao o adentrar uma pessoa, torna-se parte do ajuntamento que está presente, ou que então se constituiu. As situações começam quando o monitoramento mútuo ocorrem e prescrevem quando a penúltima pessoa sai (GOFFMAN, 2010, p.28). OCASIÃO SOCIAL É um acontecimento, realização ou evento social mais amplo, limitado no espaço e no tempo e tipicamente facilitado por equipamentos fixos; uma ocasião social fornece o contexto social estruturante em que muitas situações e seus ajuntamentos têm probabilidade de se formarem, dissolverem e reformarem e um padrão de conduta tende a ser conhecido como padrão apropriado e (frequentemente) oficial – um “padrão de comportamento estabelecido”, para o termo de Baker. Exemplos de ocasiões sociais são uma festa social, um dia de trabalho num escritório, piquenique, ou uma noite no teatro. (GOFFMAN, 2010, p.28). ORDEM SOCIAL Ordem social pode ser definida como a consequência de qualquer conjunto de normas morais que regulam a forma com a qual as pessoas buscam atingir objetivos. O conjunto de normas não especifica os objetivos que os participantes devem buscar nem o padrão formado pela (e através da) coordenação ou integração desses fins, e sim meramente os modos de buscá-los (GOFFMAN, 2010, p.18). Conceitos-chave
  9. 9. “Quando um indivíduo chega à presença de outros, estes, geralmente, procuram obter informação a seu respeito ou trazem à baila a que já possuem” (GOFFMAN, 2013, p.11). “A informação a respeito do indivíduo serve para definir a situação, tornando os outros capazes de conhecer antecipadamente o que ele esperará deles e o que dele podem esperar. Assim informados, saberão qual a melhor maneira de agir para dele obter uma resposta desejada”. (GOFFMAN, 2013, p.11). “Se o indivíduo lhes for desconhecido, os observadores podem obter, a partir de sua conduta e aparência, indicações que lhes permitam utilizar a experiência anterior que tenham tido com indivíduos aproximadamente parecidos com este que está diante deles ou, o que é mais importante, aplicar-lhes estereótipos não comprovados”. (GOFFMAN, 2013, p.11). Definição da Situação Social | indivíduos avaliam a situação para agir de acordo Conceitos-chave
  10. 10. Conceitos-chave Ordem Social Ocasião Social Situação Social Ajuntamento A Macrossocial Microssocial Ajuntamento B Ajuntamento C Normas Morais Definição da Situação Interações Sociais Estratégias de Exposição/ Apresentações de Si e Gerenciamento de Impressões Ordem Interacional Padrões de ComportamentoContexto Social Estruturante “O que é está acontecendo aqui?”
  11. 11. EXPRESSÕES TRANSMITIDAS E EMITIDAS A expressividade do indivíduo (e, portanto, sua capacidade de dar impressão) parece envolver duas espécies radicalmente diferentes de atividade significativa: a expressão que ele transmite e a expressão que emite. A primeira (expressão transmitida) abrange os símbolos verbais, ou seus substitutos, que ele usa propositadamente e tão só para veicular a informação que ele e os outros sabem estar ligada a estes símbolos. Esta é a comunicação no sentido tradicional e estrito. A segunda (expressão emitida) inclui uma ampla gama de ações, que os outros podem considerar sintomáticas do ator, deduzindo-se que a ação foi levada a efeito por outras razões diferentes da informação assim transmitida.” (GOFFMAN, 2013, p.12). Conceitos-chave
  12. 12. PAPEL SOCIAL REPRESENTAÇÃO / PERFORMANCE “Quando um indivíduo desempenha um papel, implicitamente solicita de seus observadores que levem a sério a impressão sustentada perante eles”.(GOFFMAN, 2013, p.25). “Esta máscara representa a concepção que formamos de nós mesmos – o papel que nos esforçamos por chegar a viver – esta máscara é o nosso mais verdadeiro eu, aquilo que gostaríamos de ser. Ao final a concepção que temos de nosso papel torna-se uma segunda natureza e parte integral de nossa personalidade. Entramos no mundo como indivíduos, adquirimos um caráter e nos tornamos pessoas. (GOFFMAN, 2013, p.27). Venho usando o termo “representação” para me referir a toda atividade de um indivíduo que se passa num período caracterizado por sua presença contínua diante de um grupo particular de observadores e que tem sobre estes alguma influência. Fachada, por tanto é o equipamento expressivo de tipo padronizado intencional ou inconscientemente empregado pelo indivíduo durante sua representação. (GOFFMAN, 2013, p.29). Conceitos-chave
  13. 13. FACHADA SOCIAL Entre as partes da fachada pessoal podemos incluir os distintivos da função ou da categoria, vestuário, sexo, idade e características raciais, altura e aparência; atitude, padrões de linguagem, expressões faciais, gestos corporais e coisas semelhantes. Alguns desses veículos de transmissão de sinais, como as características raciais, são relativamente fixos e, dentro de um certo espaço de tempo, não variam para o indivíduo de uma situação para outra. Em contraposição, alguns desses veículos de sinais são relativamente móveis ou transitórios, como a expressão facial, e podem variar, numa representação, de um momento a outro. (GOFFMAN, 2013, p.31) Dissemos que a fachada social pode ser dividida em partes tradicionais tais como cenário, aparência e maneira, e que (visto que diferentes práticas regulares podem ser apresentadas por trás da mesma fachada) não encontramos um ajustamento perfeito entre o caráter específico de uma atuação e o aspecto socializado geral em que nos aparece. (GOFFMAN, 2013, p.36). Conceitos-chave
  14. 14. REGIÕES DA REPRESENTAÇÃO A região de frente, na qual usa a metáfora do cenário onde o ator se apresenta para uma audiência (plateia). A região de fundo é “como o lugar, relativo a uma dada presentação, onde a impressão incentivada pela encenação é sabidamente contradita como coisa natural. (...) É aqui onde se fabrica laboriosamente a capacidade de uma representação expressar algo além de si mesma. Aqui é onde as ilusões e impressões são abertamente construídas. Aqui os apoios do palco e os elementos da fachada pessoal podem ser guardados, numa espécie de aglomerado de repertórios inteiros de ações e personagens (GOFFMAN, 2014, p. 126). Conceitos-chave
  15. 15. Apresentação de Si [Self-Presentation]
  16. 16. Apresentação de Si [Self-Presentation] A Apresentação de Si é um processo que se torna um ciclo em constante mudança, através do qual a identidade individual é apresentada, comparada, ajustada ou defendida contra uma constelação de realidades sociais, culturais, econômicas ou políticas (PAPACHARISSI, 2011) A Apresentação de Si é um processo complexo de selecionar quais aspectos de si mesmos devem ser divulgados, ocultados ou falsificados, a fim de criar uma impressão positiva no público (CUNNINGHAM, 2013)
  17. 17. Gerenciamento de Impressões
  18. 18. Gerenciamento de Impressões O Gerenciamento de Impressões consiste em qualquer comportamento de uma pessoa que tenha o objetivo de controlar ou manipular as atribuições e impressões formadas dessa pessoa por outras pessoas. De um modo geral, essas tentativas de influenciar as reações dos outros foram ignoradas pelos psicólogos sociais. Burke (1952), Mills (1940) e Goffman (1959), crítico literário e dois sociólogos, escreveram com perspicácia sobre as táticas de gerenciamento de impressões usadas pelas pessoas na vida cotidiana. (TEDESCHI, 1981, p.3) Razões pelas quais as pessoas se envolvem na Apresentação de Si e no Gerenciamento de Impressões (segundo Tedeschi): (a) Papel Social Encenado na Interação Simbólica (b) Evitar culpa/desaprovação e ganhar crédito (c) Manutenção da Auto-estima (d) Apresentações de Si Estratégicas (e) Poder e Influência Social (f) Criar Impressões conotativas
  19. 19. Gerenciamento de Impressões O gerenciamento de impressões refere-se ao processo pelo qual os indivíduos tentam controlar as impressões que os outros formam. Como as impressões que as pessoas causam nos outros têm implicações em como os outros os percebem, os avaliam e os tratam, bem como em seus próprios pontos de vista, as pessoas às vezes se comportam de maneira a criar certas impressões aos olhos dos outros (LEARY, KOWALSKI, 1990) Embora a maioria dos escritores tenha usado os termos Gerenciamento de Impressão e Apresentação de Si de maneira intercambiável, alguns se distinguiram entre eles. Schlenker (1980), por exemplo, definiu o Gerenciamento de Impressões como a "tentativa de controlar imagens projetadas em interações sociais reais ou imaginárias" e reservou o termo Apresentação de Si para casos em que as imagens projetadas são "auto- relevantes” (LEARY, KOWALSKI, 1990)
  20. 20. Dois componentes do Gerenciamento de Impressões (LEARY, KOWALSKI, 1990) MOTIVAÇÕES CONSTRUÇÕES RELEVÂNCIA DAS IMPRESSÕES DESEJADAS VALOR DOS RESULTADOS DESEJADOS DISCREPÂNCIA DA IMAGEM SOCIAL ATUAL E DESEJADA AUTO-CONCEITO (SELF-CONCEPT) IMAGENS DE IDENTIDADE DESEJADA E INDESEJADA RESTRIÇÕES DO PAPEL VALOR DO PÚBLICO-ALVO IMAGEM SOCIAL ATUAL E POTENCIAL
  21. 21. Monitoramento das Impressões (LEARY, KOWALSKI, 1990) Situações auto-consciência baixa Situações de auto-consciência aguda maioria das Situações de auto-consciência Pré-atento Fatores situacionais e disposicionais interagem para determinar como as pessoas estão atentas às informações sobre como estão se comunicando com outras pessoas.
  22. 22. Motivações Primárias (LEARY, KOWALSKI, 1990) Resultados Sociais e Materiais Manutenção da Auto-estima Desenvolvimento da Identidade
  23. 23. Apresentações de Si e Gerenciamento de Impressões em Lives do Instagram
  24. 24. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Pistas simbólicas da fachada contribuindo para a manutenção da imagem social desejada, mantendo uma coerência expressiva das representações. Escritório Flores/Plantas Biblioteca Trabalho Tranquilidade Conhecimento
  25. 25. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Elementos da cultura Nerd/Geek Live entre profissionais do campo jurídico Pistas simbólicas da fachada social apresentam informações adicionais sobre o indivíduo durante a representação do seu papel.
  26. 26. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Escola de Inovação Profissional de Marketing Digital Luderia Uso de elementos digitais para a composição da fachada e construção da imagem social desejada.
  27. 27. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Caso: Padre que ativou acidentalmente os filtros do Instagram em sua Live. Neste caso temos: (1) As restrições em torno do papel social representado (Padre); (2) As expectativas da audiência em relação aos comportamentos de um Padre; (3) Desconhecimento técnico dos recursos do Instagram (Filtro) e falta de habilidade no manejo do dispositivo utilizado (Smartphone)
  28. 28. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 A discrepância entre a imagem desejada e a imagem construída, levando o Padre a adotar comportamentos (ex.: justificativas) para minimizar o ocorrido e salvar a imagem que busca representar.
  29. 29. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Limitações técnicas (ex.: conexão baixa, câmeras com resoluções baixas etc.) afetando o processo de construção da imagem desejada durante a apresentação de si.
  30. 30. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Profissionais diversos utilizando as lives como forma de manutenção da imagem construída. Motivação possível: resultados sociais e materiais provenientes da apresentação de si e do gerenciamento de impressões.
  31. 31. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Oportunidade de construir uma imagem potencial (Ex.: Bela Gil x Universo Fitness). Relevância das impressões desejadas podem atuar como um possível motivador para este processo de apresentação de si e gerenciamento de impressões.
  32. 32. Exemplos de Lives no Instagram Período: 23 de março a 02 de abril de 2020 Exemplo: Lives de influenciadores (Coronavírus Challenge) O potencial de resultados a serem obtidos nas Lives (ex.: visibilidade, crescimento da audiência etc.), em conjunto com os valores e crenças da audiência podem atuar como motivadores para estas práticas de apresentação de si e gerenciamento de impressões. É possível que, em alguns casos, estes resultados esperados e os valores da audiência venham a sobrepor o auto- conceito do indivíduo que realiza a Live - levando a ter comportamentos que, em outros contextos, não teriam.
  33. 33. Aprendizados
  34. 34. Aprendizados ๏ Nas LIVES mapeadas, observamos uma tendência à manutenção da coerência expressiva do papel representada. Ou seja, os indivíduos utilizam as pistas simbólicas da sua Fachada Social (cenário, aparência e maneira) para reforçar estereótipos socialmente compartilhados. ๏Elementos digitais são adicionados na composição da Fachada Social a fim de ampliar a expressividade do indivíduo e contribuir na construção da imagem social desejada. ๏ Limitações técnicas nas transmissões (LIVES) e desconhecimento de recursos (nos aplicativos e dispositivos móveis) podem afetar a construção da imagem social desejada e criar situações de discrepância entre a imagem desejada e a imagem apresentada. ๏ Em um contexto no qual há possibilidades de obter resultados sociais e materiais desejáveis durante a exposição/apresentação de si, em conjunto com a percepção dos valores e crenças desejadas pela audiência, podem atuar como elementos de motivação para comportamentos classificados como impróprios em algumas LIVES - estes comportamentos podem, inclusive, divergir do auto-conceito do(a) realizador(a) da LIVE.
  35. 35. Referências BOYD, Dannah. Social Network Sites as Networked Publics: Affordances, Dynamics and Implications. In: A Networked Self: Identity, Community and Culture on Social Network Sites, Ed. Zizi Papacharissi. New York: Routledge, 2011, p. 39-58. CUNNINGHAM, Carolyn. Social Networking and Impression Management: Self-Presentation in the Digital Age. Lanham: Lexington Books, 2013. GOFFMAN, Erving. Representações do Eu na Vida Cotidiana. Edição 20. Petrópolis: Editora Vozes, 2013. GOFFMAN, Erving. Comportamentos em Lugares Públicos. Edição 1. Petrópolis: Editora Vozes, 2010. GOFFMAN, Erving. Os Quadros da Experiência Social: uma perspectiva de análise. Edição 1. Petrópolis: Editora Vozes, 2012. LEARY, Mark R.; KOWALSKI, Robin M. Impression Management: A Literatura Review and Two-Component Model. Psychological Bulletin. Vol. 107, N. 1, 1990, p. 34-47. PAPACHARISSI, Zizi. A Networked Self: Identity, Community and Culture on Social Network Sites. New York: Routledge, 2011. TEDESCHI, James T. Impression Management Theory and Social Psychological Research. New York: Academic Press, 1981.

×