Jornal do Sertão                                       INTEGRANDO A REGIÃO Sertão de Pernambuco - Março / 2012	           ...
2                                                                                                                         ...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
4                                                                                                                      Jor...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
6                                                                                                                       Jo...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
Sabor8                                                                                                                    ...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
10                                                                                                                        ...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
12                                                                                                                        ...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
14                                                                                                                       J...
Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73                                                                              ...
16                                                                                                                       J...
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Edição 73   mar 2012
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Edição 73 mar 2012

1,968 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,968
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Edição 73 mar 2012

  1. 1. Jornal do Sertão INTEGRANDO A REGIÃO Sertão de Pernambuco - Março / 2012 Ano VI - Número 73 E-mail: jornaldosertao@hotmail.comSertão é excelência em gestão fiscal Cidade sobCustódia, no Sertão do Pajeú, figura na primeira colocação do Estado no índice Firjan, levantamento águas é atrativofeito em todo o País. O município sertanejo, de pouco mais de 30 mil habitantes, foi o que melhor soubegerir seus recursos públicos. Um prêmio para a cidade e também para a região que tem outros quatro turístico emmunicípios entre os dez melhores gestores fiscais de Pernambuco. Pág 19 Petrolândia MEDICINA Pág 4Prova de vestibularpara o curso em Serra Coordena-Talhada pode ser em doria reforçajulho de 2012 proteção àsPág 15 mulheres Pág 5 EDUCAÇÃOUnivasf firma parceriacom universidade Iguaracyde Washington nos é zero emEstados Unidos mortalidadePág 16 infantil Pág 8 FUTEBOL Custódia ampliou a receita com mecanismos que elevaram a arrecadação investida em melhorias pag 19Região entre oscincos melhores do Entrevista com o Ministro Parque Aza Branca precisaPernambucano dos Transportes Pág 18 de mais atenção Pág 9Pág 14 NEGÓCIOSIndústria em Arcoverdeé sinônimo de tradiçãoe sucessoPág 7 Paulo Sérgio Passos confirma andamento da Transnordestina Recuperação do espaço deve ser iniciada pelo governo
  2. 2. 2 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Fique por dentro A terra ra- chada que amo- lece, a terra, antes FBC vistoria obras Serra Talhada ganha em Custódia prêmio nacional pobre, que enrique- ce. O Sertão, distanteda capital e às vezes bemseco, também é rico de po- O ministro da Integração balhadores e 200 equipamen- A implantação do Núcleo são acompanhados por equi-esia e investimentos. Tem Nacional, Fernando Bezerra tos no lote 10”, adiantou FBC. de Medidas Socioeducativas pes técnicas compostas porum sol vermelho que é bo- Coelho, foi conferir de perto, Hoje, 40 equipamentos como em Meio Aberto (Núcleo Maria assistentes sociais, psicólogos,nito de se ver como cantou no último dia 16 de março, caminhões e escavadeiras es- Lucilia da Silva – Creas/MSE), advogados, entre outros pro-Luiz Gonzaga, na música o andamento dos trabalhos tão em operação neste trecho. que atende a jovens e adoles- fissionais. em dois lotes do eixo leste do Atualmente, o Projeto empre- centes infratores de Serra Ta- O trabalho garantiu ao mu-Festa, e tem o Parque Aza Projeto de Integração do São ga 3.500 pessoas. Com a re- lhada foi um dos vencedores nicípio o primeiro lugar emBranca, no Araripe, em Francisco na cidade de Cus- mobilização das obras e o fim do Concurso Nacional de Boas Pernambuco e o segundo noExu, onde encontra-se a tódia (PE). Foram vistoriados do período de chuvas este nú- Práticas de Gestão, promovi- Brasil, na ressocialização deriqueza produzida pelo Rei os lotes 10 e 11. O primeiro mero deverá chegar a 6,5 mil. do pelo Colegiado Nacional de jovens, com um índice de me-do Baião. Pouco explorado tem 52% de execução e o se- A obra, com cerca de 700 km Gestores Municipais de Assis- nos de 5% de reincidência emcomo destino turístico no gundo 67% de avanço. Estes de extensão, é uma das maio- tência Social (Congemas). ato infracional concorrendoEstado, o espaço é belo de trechos devem ser concluídos res do Programa de Acelera- No Núcleo, os atendidos com mais de 1.700 cidades.se admirar - a memóriaviva do mestre, onde está em 2014. O lote 10, remobili- ção do Crescimento (PAC). Ointacta a casa em que ele zado em fevereiro, conta com 109 trabalhadores. Outros 689 objetivo é levar água para 390 municípios de Pernambuco, Público prestigiaviveu e um museu comseu acervo e instrumen-tos musicais. Sanfoneiros operários estão em plena ativi- dade no lote 11. Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Mais de 12 milhões de montagem teatral “Em abril, serão 700 tra- brasileiros serão beneficiados.mirins têm nascido por Um público pequeno mais as comuns que após a apresen-lá em cursos gratuitos. O de muito bom gosto, esteve tação, elogiaram bastante o tra-Parque pede apenas um no palco externo do Museu balho, o que ficou claro é o saltopouco mais de atenção das do Cangaço para a estreia da de ousadia e qualidade no fazerautoridades públicas, por- tragédia Jesus & Judas – Trai- teatro que o Centro vem reali-que, hoje, a manutenção ção ou Missão; encenada pelos zando em Serra Talhada.se dá apenas pela ajuda de atores Carlos Silva e Manno- O resultado revela a matu-fãs e entidades privadas. el Lima, do Centro Dramá- ridade e o crescimento do atorApesar das dificuldades, tico Pajeú de Serra Talhada e diretor da peça, Carlos Silva.está em festa, já que é ano (CDPST). Entre acadêmicos “Nos propomos a fazer um tra-do centenário do Rei do da ASL, artistas de diversos balho diferente e desafiador,Baião e o Governo do Esta- segmentos, mestres e alunos e colhemos frutos benéficos”,do promete concluir refor- O lote 10 conta hoje com 100 trabalhadores e deve chegar a 700 da UAST/UFRPE ou de pesso- avaliou.ma na infraestrutura. De Inovação como base de desenvolvimentolá, vamos ao Sertão do SãoFrancisco. O foco muda,mas a vista continua pre-ciosa por Petrolândia. Acidade guarda sob suas À Cada edição so, impondo mudanças. Não poderemos visualizar como renovação. Poráguas um reino submer- o Jornal do Sertão Assimilar as mudanças é novas paisagens se não isso o Jornal do Sertãoso que pode ser visto, em se aprimora, buscan- fator impositivo, sua com- mudarmos o trajeto dos inova com seu regiona-partes, de cima do Lagode Itaparica, como a igreja do o ponto de equilí- preensão contribui com o caminhos que estamos lismo. Isso possibilitado Sagrado Coração de Je- brio entre as demandas desenvolvimento. O de- acostumados a percorrer. aos leitores, uma inte-sus. Ainda nos idos 1988, a reprimidas desse novo senvolvimento, quando Entendemos que as bases ratividade entre si, dosconstrução da hidrelétrica panorama sócio/econô- assimilado, gera progres- culturais de uma socieda- fatos e acontecimentos,de Itaparica resultou na mico/político e cultural so. Sua aceitação permi- de se fundamentam em unifica o Sertão e, reduzinundação de tudo. Ficou do Sertão e, o modelo te uma nova forma de princípios e valores sóli- distâncias.a paisagem singular, de jornalístico adequado pensar e, funciona como dos, por isso precisam serpraias fluviais, cravadas capaz de atender a nova mola propulsora, capaz de respeitados. Mas isso não Antônio José Bezerra de Melono meio do Sertão. Bompasseio por esta edição realidade. O desenvol- contribuir e dar sustenta- impede de entender, que Diretor de Marketing MG Comunicaçãoque traz ainda uma entre- vimento gera progres- bilidade ao crescimento. a mudança é necessária ajbezerrademelo@hotmail.comvista com o ministro dosTransportes, Paulo SérgioPassos, sobre os benefíciosda Ferrovia Transnordes- Expediente Jornal do Sertão Ano VI Nº 71 | Janeiro de 2012 Produção Editorial MG Comunicação Empresarial Tiragem - 10.000 exemplares Direção de Jornalismo Renata Bezerra de Melo | Direção de Marketing Antônio Josétina. Impressão - Gráfica Jornal do Commércio Distribuição Reportagens/Edição Cinara Marques DRT/PB 1070, Fabiana Diniz DRT/PE 4466 Circulação - Sertão de Pernambuco | Recife - Mourinha Representações. Diagramação Danielle Adolfo | Colaboradores Alberto Sulino, Francys Maya, Helena Governo do Estado - Assembléia Legislativa | Galeria do Hotel São Cristovão Conserva, Ladijane Araújo Holanda, Antônio Faria, Iara Diniz. Secretarias de Estado | Brasília-DF Serra Talhada PE MG Comunicação Empresarial Ltda. Renata B. de Melo Ministério da Integração Regional Fone (087)3831 7053 Av. Caxangá, 903/904 - Edf. Caxangá Trade Center, Madalena - Recife/PE - 50720-000 Editora Geral Distribuição gratuita F:81.3031.1563 / E-mail: jornaldosertao@hotmail.com
  3. 3. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 3 Paixão de Cristo com novidades em 2012 Consagrada como uma das duzidos, dando ainda mais re-maiores atrações turísticas alismo às cenas dos demônios,brasileiras, a Paixão de Cris- do enforcamento de Judas eto de Nova Jerusalém, que da flagelação de Jesus.completa 44 anos, acontecerá A direção investiu tambémentre os dias 30 de março e na renovação geral das 8007 de abril. Realizada pela So- peças que compõem os figuri-ciedade Teatral de Fazenda nos e adereços do espetáculo.Nova, o espetáculo apresenta Encenada em nove palcos pla-no papel principal o ator per- teia, a peça conta a história denambucano José Barbosa que Jesus desde o sermão da mon-contracenará com os globais tanha até a sua crucificação,Caco Ciocler (Judas), Larissa ressurreição e ascensão aoMaciel (Maria), Mouhamed céu. Recheado de efeitos espe-Harfouch (Herodes) e Ellen ciais e com um rico figurino,Roche (Herodíades), além dos a peça impressiona e emocio-artistas pernambucanos Wil- na os expectadores ao longoma Gomes (Madalena) e Ri- de cerca de 2 horas e meia decardo Neves (Pilatos). apresentação. Outra novidade da tem- Os ingressos para o espetá-porada 2012 será o novo sis- culo este ano variam de R$ 60 Mais de 3 milhões de pessoas já se emocionaram com o espetáculotema de iluminação cênica, a R$ 90,00 inteira e de R$ 30que colocará o espetáculo per- a R$ 45,00/meia. A “inteira” desconto de R$ 10,00 por uni- cidade do Brejo da Madre de milhões de pessoas. Ao todo onambucano, no rol dos mais pode ser adquirida nas agên- dade e a “meia” terá desconto Deus, a 180 Km do Recife. A espetáculo conta com 550 ato-bem iluminados espetáculos cias de viagens e nos pontos de R$ 5. beleza e grandiosidade do es- res e figurantes. A direção ar-do mundo. Além disso, novos de vendas autorizados fora do O espetáculo acontece, no petáculo da Cidade Teatro, já tística é de Carlos Reis e Lúcioefeitos especiais serão intro- teatro de Nova Jerusalém com agreste pernambucano, na atraíram um público de mais 3 Lombardi.
  4. 4. 4 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Cidade sob as águas de Petrolândia A cidade de Petrolândia, portante ponto turístico da ponto turístico na cidade elocalizada no Sertão de Itapa- região. Através do mergulho região. As praias fluviais sur-rica, às margens do Rio São autônomo é possível visitar gidas dessas inundações sãoFrancisco, é hoje um dos mu- alguns pontos da velha cidade, belos lugares que também po-nicípios mais desenvolvidos inclusive o histórico cais cons- dem ser visitadas o ano intei-da região. Situada a 429 km do truído por dom Pedro II que ro. Esses lugares têm um valorRecife, e cortada pelas águas, deu impulso para o desenvol- histórico que não pode ser es-tem mais de 22 mil habitantes. vimento da cidade. quecido”, destacou.O município reúne a sede e po- Na cidade antiga e parcial- A intensificação do turis-voados, além de 17 agrovilas. mente submersa, partes da mo nesses locais vem sendoUm dos principais pontos tu- igreja do Sagrado Coração de trabalhada pela Secretaria derísticos da cidade tem origem Jesus do povoado de Barreiras Desenvolvimento Econômicona criação da usina Hidrelétri- aparece fora da água, imagem e Turismo. “Nosso objetivo éca, de Itaparica ou Luiz Gon- que insiste em manter viva a fortalecer a economia da cida-zaga, em 1988, que resultou na história do lugar. As paisagens de e atrair novos empreendi-inundação da antiga cidade. A são formadas por cenários que mentos, desenvolvendo cadaatual sede do município tem se alternam em praias de areia vez mais o potencial dos atra-apenas 11 anos de fundação. clara e rochas. Segundo a dire- tivos turísticos”, pontua Ma- A construção do sistema tora de turismo da Prefeitura bel. Ainda segundo ela, a pre-inundou uma área de 834 de Petrolândia, Mabel Aquino, feitura está capacitando umaquiloômetros quadrados com o lugar histórico merece ser equipe para realizar passeioscerca de 11 bilhões de metros visto e valorizado. diários nestes pontos turísti-cúbicos de água, de onde sur- “As igrejas submersas pela cos e as taxas a serem cobra-giu o Lago de Itaparica, im- águas da Itaparica viraram das ainda serão definidas. Parte de igreja submersa é um dos atrativos Petrolina lança São João do Vale A Semana Santa ainda nem o mais esperado pela impren- animarão o São João do Valepassou, mas em Petrolina, no sa e todo o público presente, a se apresentarão durante os 15Sertão do São Francisco, já divulgação de mais de 15 artis- dias de festa. Além de muitoforam anunciadas as atrações tas que farão a festa junina de forró e nomes renomados daque irão animar os 15 dias Petrolina. música brasileira, haverá nes-dos festejos juninos da cida- O prefeito Júlio Lóssio, fa- te ano outra inovação. O Ca-de. O ‘São João do Vale’ que lou porque já anunciar a festa marote Harém, uma dos locaisvai de 16 a 30 de junho, terá junina da cidade. “Saímos na mais badalados do carnavalatrações como a cantora Pau- frente quando anunciamos de Salvador, irá fazer parte dola Fernandes e a dupla Victor que vamos homenagear Luiz São João do Vale.e Léo, entre outros nomes de Gonzaga, e agora, mais uma Seguem as atrações já divulga-peso da música nacional. A di- vez, fomos o primeiro muni- das: Joquinha Gonzaga; Do-vulgação da programação para cípio a divulgar as principais minguinhos; Flávio Leandro;a imprensa foi feita pelo pre- atrações da festa. Escolhemos Targino Gondim; Flávio José;feito Julio Lóssio no espaço de o mês de março que é dedica- Estakazero; Cangaia de Jegue;shows Arena Manga Rosa. O do a São José e é também o Seu Maxixe; Silvanno Salles;evento também homenageará mês do plantio, para que em Gusttavo Lima; César Menottio centenário de Luiz Gonzaga, junho possamos colher a ale- e Fabiano; Paula Fernandes;comemorado este ano. A premiadíssima Forró Xaxado foi uma das atrações do lançamento gria de um grande evento que Jorge e Mateus; Victor e Léo; Durante o lançamento, ficará marcado, sem dúvidas, Limão com Mel; Moleca 100ocorrido dia 13 de março, a forró. Houve ainda a apre- de quadrilhas, ‘Forró Xaxado’, para a história de Petrolina”, vergonha; Cavaleiros do For-Banda Quarteto de Três ani- sentação da quadrilha tetra- além da divulgação do jingle afirmou Lossio. ró; Matruz com Leite;Saia Ro-mou o local ao som de muito campeã do concurso junino oficial do São João do Vale e, As atrações musicais que dada. Seguros e emplacamentos em geral Caminhões, Ônibus, Carros, Motos, Imóveis e etc F: (87) 3831.7053 / 9902.6999 / 9940.2941 Av. João Gomes de Lucena, 4100
  5. 5. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 5 Serra ganha órgão de proteção à mulher Durante as comemora- bilizadas e detentores de seusções do Dia Internacional da direitos”, afirmou Mônica.Mulher no último 8 de março E completou dizendo quea prefeitura de Serra Talha- essa ação será importante nada, no Sertão pernambucano, efetivação dessas discussões,apresentou o Conselho Muni- visibilizando as mulheres emcipal da Mulher e comemorou seus diversos segmentos dea criação da Coordenadoria da espaço seja na área urbanaMulher, dois órgãos de grande ou rural e consequentemente,importância na elaboração e fortalecendo não só as mulhe-efetivação de políticas públi- res de Serra Talhada, comocas para as mulheres. também de regiões próximas. A Coordenadoria já está A coordenadoria da Mu-funcionando na Secretaria de lher será interlocutora entreDesenvolvimento Social, onde os órgãos governamentais nasposteriormente será constru- três esferas e a sociedade civilída uma sede definitiva. A es- Coordenadoria será interlocutora entre órgãos governamentais organizada, tendo também otrutura utilizada pelo órgão foi papel de articuladora e de ela-disponibilizada pela prefeitura de Políticas Públicas para as articular, promover e executar contra a mulher”, ressaltou. borar projetos voltados para asmunicipal e pela Secretaria da Mulheres. programas de cooperação com Para ela, a partir de agora mulheres do município. “Tra-Mulher do Estado. Já o Conse- Segundo a coordenadora organismo público e privado, as discussões por melhorias balharemos em parceria paralho Municipal dos Direitos da de Políticas Públicas para as articular, o Conselho Muni- das políticas públicas será mais desenvolver e fazer avançar osMulher, se reúne uma vez por Mulheres, Mônica Cabral, es- cipal dos Direitos da Mulher qualificada, resultado numa desejos de todas as mulheres,mês para discutir e planejar tão entre os objetivos, asses- com ações em prol da diminui- melhor qualidade de vida, na sua valorização como elemen-ações voltadas para as mulhe- sorar o Governo Municipal na ção das desigualdades entre saúde, educação, mercado to fundamental da construçãores, conforme a necessidade formação, coordenação e ar- mulheres e homens, executan- de trabalho. “Conseguiremos da cidadania e também suadas serratalhadenses, tendo ticulação de políticas para as do assim políticas municipais certamente desenvolver uma autonomia econômica”, dissecomo base o Plano Nacional mulheres. “Nossa intenção é de enfrentamento a violência cidade e cidadãs mais sensi- a coordenadora.
  6. 6. 6 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Associativismo Responsável A Associação Comercial ma de responsabilidade social.de Arcoverde (ACA) implan- O custo destas ações é de R$tou, no ano passado, o projeto 95 mensais por empresa.Empresa Responsável, com os Na primeira etapa da im-objetivos de fortalecer o co- plantação, alguns pontos demércio da cidade e de capaci- destaque já foram alcançados,tar os empresários da região. entre eles, a atração de maisA iniciativa será retomada no consumidores para o comér-mês de abril. cio de Arcoverde, o aumento “O projeto Empresa Res- da consciência associativista eponsável teve um resultado da responsabilidade sócio-am-bastante satisfatório em 2011 biental das empresas, repre-e por isso será retomado este sentadas por atividades comoano. Através dele, procuramos o reflorestamento e ações so-oferecer meios para o desen- ciais nas escolas.volvimento do espírito asso- Para viabilizar o projeto, aciativista dos participantes. ACA credenciou 60 empresasRealizamos uma pesquisa de que devem dar continuidadeopinião e o empresariado nos às atividades. “É neste con-deu respostas bastante positi- texto, de contribuir para o de-vas”, disse a gerente executiva senvolvimento de Arcoverdeda ACA, Edileuza Feitosa. e pensando no fortalecimento Entre as ações implanta- do associativismo que a ACAdas, estão atividades como vem oferecer os seus esforçosconsultorias com profissionais para que o Projeto Empresacredenciados ao Sebrae, en- Responsável atinja os seus ob-volvendo diagnóstico, plano jetivos também nessa segundade ação e análise de resultados etapa”, conclui a gerente exe-e desenvolvimento de progra- cutiva. Projeto envolve o empresariado em atividades como forma de ampliar e fortalecer o associativismo Faça o que todo mundo está fazendo: Comprando no atacarejo Pajeú! Recife - Serra Talhada - Salgueiro - São José do Egito - Araripina - Petrolina
  7. 7. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 7 Do sabão artesanal à distribuição nos Estados Há 58 anos no mercado a os clientes. O marketing rece-Indústria e Comércio José Mi- be uma atenção especial comguel Ltda, tradicional fábrica informações relacionadas àslocalizada em Arcoverde (Ser- tendências de mercado e capa-tão do Moxotó), possui um dos citação para a área comercial.mais variados mix de produtos “Acreditamos que tão ou maisdo setor de limpeza. O empre- importante do que produzirsário José Miguel de Araújo com qualidade é oferecer aosestava em busca de novos ca- clientes o que eles desejamminhos como fonte de renda e atendendo as suas necessida-visava a dinamizar a economia des”, acrescenta Wellington.local, quando implantou, em O empresário revela que1954, a empresa, ainda mo- a indústria tem um papel im-desta, produzindo sabão em portante no mercado e se pre-caixotes, basicamente artesa- ocupa com desenvolvimentonal. social, a proteção ambiental e Hoje, a indústria ocupa o crescimento econômico re-uma área de 4.205,70 metros gional. Baseada nisso, segue osquadrados, conta com 60 co- Indústria produz a marca Riso, distribuida em todo o Sertão parâmetros legais e ecologica-laboradores, além de ter uma mente corretos. “Procuramosequipe comercial composta tipos de ambientes, como: o lançamento do lava roupas consumidor é ponto funda- sempre atender as necessida-por 12 representantes e dis- sabão em barra, lava louças, líquido e do desinfetante da mental no desenvolvimento des do consumidor, mas cien-tribuidores em Pernambuco e detergente em pó, cera líqui- marca. da nossa linha”, explica o dire- te de trabalhar com respeitoem mais quatro Estados: Pa- da, limpador perfumado, mul- “Oferecemos produtos com tor proprietário da indústria, ao meio ambiente e a promo-raíba, Alagoas, Bahia e Sergi- tiuso, amaciante de roupas, qualidade, melhor custo/be- Wellington Araújo. ção da economia do municípiope. O foco são os produtos de limpa alumínio, limpa vidros, nefício, respeito ao meio am- Os promotores atuam di- e, por conseqüência, da nossalimpeza doméstica. Batizada pastilha sanitária e naftalina. biente e que garanta ao consu- retamente no ponto de venda região, sempre levando o me-de Riso, a marca da indústria A linha ganhará ainda novos midor praticidade na execução com material de divulgação lhor da nossa marca para a so-possui itens para os diversos rótulos e será ampliada com das suas atividades. O cliente/ e relacionamento direto com ciedade”, destaca.Sucesso é herança de avô Anatômicas No ano de 1979, o empre-sário José Miguel ofereceu e recicláveisuma oportunidade de empre-go ao neto, Wellington José A mudança das embala-Pereira de Araújo, na indús- gens é uma das ações de mo-tria, com direito a passar por dernização da tradicional in-diferentes áreas. Desde então, dústria José Miguel. No rol deo avô enxergou que o neto produtos, o amaciante e o lavatinha potencial pra ir longe louças Riso ganharam novae sucedê-lo. Foi o que acon- roupagem. A ação faz parte dateceu. Assim que começou, nova evolução dos produtosWellington aprendeu logo a da marca. “Mas esse é apenasfilosofia empresarial - atuou um primeiro passo para umadesde auxiliar de produção até nova era. Também lançamosas mais específicas funções es- Wellington trabalhou em diversos setores até comandar a fábrica nossa página na internet:tratégicas. www.indjosemiguel.com.br. A aposta de seu José Mi- e demais áreas. tivos, fundada em 2005 e cuja O internauta também poderáguel deu certo. Em 2005, Atualmente, Wellington missão é desenvolver ações encontrar sempre uma dicadentro da linha de sucessão também atua como secretário gratuitas de apoio à saúde, nova e diferente de limpeza”,familiar, ele viu no neto um de Desenvolvimento Econô- junto aos segmentos que lidam destacou a gerente de marke-executivo capaz de conduzir mico de Arcoverde, diretor de com a Síndrome de Down. ting da Indústria José Miguel,os negócios do clã com total núcleos setoriais da Associa- “Trabalhamos ações para Aliciane Barbosa.confiança. Promoveu Welling- ção Comercial de Arcoverde permitir que o portador de “O amaciante Riso Floral,ton Araújo a sócio e diretor (ACA), da Câmara de Dirigen- Down freqüente a escola e de- por exemplo, está muito maissuperintendente da empresa. tes Lojistas (CDL), da Associa- pois seja inserido no merca- bonito com cores vivas e contaComo novo comandante da ção Brasileira dos Fabricantes do de trabalho. Acreditamos com uma embalagem prática:fábrica, o jovem buscou no- de Sabão (Abisa), entre outras que o potencial humano não possui formato anatômico evos desafios, incrementou a funções que ocupa no meio pode ser valorizado e medido frascos PET recicláveis que nãoprodução da linha de líquidos, empresarial do Estado. pelos meios fáceis e cômodos agridem o planeta, nas versõesinvestiu em inovações tecno- Ligado na questão social, da competição”, revela Araújo de 500 ml e 2000 ml. A fór-lógicas, desenvolvimentos de o dirigente preside o Instituto sobre o projeto que conta com mula concentrada proporcio-novos produtos, aperfeiçoou José Miguel de Araújo - uma o apoio de parceiros públicos e na o dobro do rendimento doslaboratório, estoque, logística entidade civil sem fins lucra- privados. produtos regulares”, diz.
  8. 8. Sabor8 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Iguaracy é zero em Por Iara Diniz na mesa mortalidade infantil Nutricionista Fones: 87 8809.4556 | 87 9962.1686 O município de Iguaracy, no Sertão do Pajeú, recebeu Benefícios da aveia uma boa noticia no início de 2012. O relatório oficial do Quem nunca ouviu falar da aveia? A aveia é considerada um Ministério da Saúde divulgado alimento funcional, ou seja, alimento que além das funções nutri- recentemente apontou que em cionais básicas, ainda produz efeitos metabólicos ou fisiológicos 2011 não foi registrada nenhu- que beneficiam a saúde. A mesma previne doenças cardiovascu- ma morte de criança entre 0 a lares, combate à constipação intestinal e ainda favorece na parte 1 ano de idade na cidade. Se- estética. gundo a secretária de Saúde do A beta-glucaba, substância presente em grande quantida- município, Maria José Cabral, de na aveia, auxilia na redução da absorção do colesterol e seu o índice zero de mortalidade consumo diário reduz em até 10% os níveis de colesterol ruim no infantil divulgado pelo Go- sangue, além de reduzir também a pressão arterial e controlar a verno Federal, foi conseguido glicemia. graças aos investimentos na Por ser um tipo de carboidrato que contém fibra solúvel e in- saúde implantados pela atual solúvel, estimula os movimentos do intestino e aumenta o bolo administração municipal que fecal, colaborando para o bom funcionamento intestinal. Tam- investiu na conscientização bém é possível melhorar o aspecto da flacidez dérmica da pele, das mulheres desde o inicio da celulites e rugas, pois aveia é fonte de silício, mineral que ajuda gravidez. na síntese de colágeno. Para se ter os benefícios da aveia recomenda-se consumi-la “Fizemos um incremen- duas colheres de sopa diariamente e de forma variada, ou seja, to na atenção básica, desde o nas frutas, componente de bolos, mingaus, no iogurte e etc. pré-natal da gestante até o pri- A pequena Iguaracy dá exemplo e consegue que nenhuma criança meiro ano de vida da criança, morra antes de completar 1 ano no município onde pudemos acompanhar de perto as necessidades de nores de 1 ano de vida, é a pre- Ministério da Saúde mostra- Receira funcional: Fafora de aveia cada mãe e de seus recém-nas- ocupação do município com a ram que a cidade de Iguaracy Ingredientes cidos. Foi uma série de ações saúde da mulher. “A atenção já vinha procurando reduzir a 1 cebola pequena do município na questão da dada à mulher em período zero as mortes em crianças an- 2 colheres (sopa) de azeite de oliva extra-virgem educação, no social, em infra- fértil também contribuiu para tes de 1 ano. “Em 2010, apenas 2 colheres (sopa) de óleo de linhaça ou óleo de coco extra- estrutura e principalmente em que pudéssemos alcançar esse uma morte infantil decorrente virgem saúde, todo um aparato que grande resultado que já vem de problemas congênitos, foi 1 cenoura ralada contribuiu para essa diminui- sendo buscado desde 2008”, registrada”, destacou Maria 1 xícara de aveia em flocos ou em grãos finos ção”, informou. destacou Maria José. José Cabral. O SINASC infor- ½ xícara de quinoa De acordo com a secretária, A secretária acrescentou ma características como sexo, 1 colher (sopa) de salsa outro motivo para a queda do ainda que dados do Sistema local onde ocorreu o nasci- sal e pimenta-do-reino a gosto índice de mortes entre os me- de Nascidos Vivo (SINASC) do mento, e peso da criança. Modo de preparo 1. Dourar a cebola no azeite e no óleo e acrescentar a cenoura ralada. 2. Colocar a aveia e a quinoa e deixar cozinhar até ficar crocante. Molho da Tambaú com 3. Por último, adicionar a salsa e temperar com sal e pimenta- do-reino a gosto. nova embalagem Rendimento: 6 porções Para atender o mercado lagem de 150 ml, desenvol- Food Service a Tambaú Ali- vido pela agência de design mentos estendeu sua linha de Packing. O layout apresenta condimentos. O Molho Shoyu, composição de elementos es- que já é comercializado em em- piralados, criando movimento balagem de vidro com 150ml, e proporcionando moderni- agora passa a ser produzido dade e leveza à embalagem. também em embalagem PET Além do fundo dégradé a fonte com 750ml. Permanecendo manuscrita na identificação do com a mesma qualidade que é produto proporcionou proxi- marca registrada da empresa, midade, dinamismo e mantém o Molho Shoyu da Tambaú é a leiturabilidade. “A Tambaú indicado para realçar o sabor Alimentos investe em produ- dos pratos, podendo ser sabo- tos Food Service por enxergar reado nas carnes, saladas e na que é um mercado em cons- culinária oriental. tante crescimento”, explica a O rótulo segue a mesma Coordenadora de Marketing identidade visual da emba- indústria, Millena Medeiros.
  9. 9. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 9Governo promete reforma do Parque Aza Branca Vitória da escola de samba nhecer sua obra, objetos pes-Unidos da Tijuca no carnaval soais, instrumentos musicais.carioca com homenagem ao Apesar da grande importânciacentenário de Luiz Gonzaga, cultural e histórica para o Es-o ano começou com o Nordes- tado, o Parque Aza Branca nãote, Pernambuco e o Sertão em tem recebido grandes investi-destaque. Na passarela da Sa- mentos. Mantém-se apenas dopucaí, a trajetória do sertane- pagamento de ingressos e dajo de Exu (Sertão do Araripe) colaboração de fãs e empresá-pareceu irretocável. Longe dos rios.holofotes, entretanto, o Rei do Hoje, o espaço conta comBaião, em sua cidade natal, apenas 10 prestadores de ser-pede um pouco mais de aten- viço, mantidos com os recursosção. próprios do parque. Apesar de Há algum tempo, o Parque já ter sido submetido à refor-Aza Branca, espaço que abriga ma pelo Governo do Estado, ao acervo do cantor, necessita infraestrutura do local aindade uma ampla reforma. Se- está comprometida, necessi-gundo o diretor de Equipa- tando de pequenas ações comomentos da Secretaria de Cul- pintura, consertos de bancos etura do Estado, Célio Pontes, a placas de sinalização.reestruturação do parque deve O Parque foi transformadoser concluída até o final de no- em Organização Não Gover-vembro, a tempo de comemo- namental. De acordo com arar o centenário já com novas vice-presidente da ONG, Ma-instalações. ria Valma Parente, o governo “A reforma do Parque Aza estadual iniciou o trabalho deBranca foi dividida em duas recuperação, mas uma refor-etapas. A primeira foi conclu- ma maior precisa ser feita. “Oída ano passado. A segunda Parque reúne o acervo do mestre Luiz Gonzaga Governo recuperou o prédiodeve terminar em novembro do museu, o mausoléu e a casadeste ano, orçada em R$ 120 taria ao parque. serão retomadas para serem vos, pelo Museu do Gonzagão, do Rei do Baião, mas a cozi-mil”, informou. De acordo “Este mês uma equipe de entregues nos festejos do cen- onde está guardado o maior nha da casa de Luiz Gonzagacom Pontes, os reparos a se- técnicos da Secretaria de Cul- tenário de Luiz Gonzaga”, as- acervo físico do Rei do Baião. está quase no chão, bem comorem feitos na segunda etapa tura irá até Exu para reavaliar segurou. No lugar, Luiz Gonzaga viveu a casa de Januário, pai do ar-ainda serão identificados em os problemas que precisam ser O Parque Aza Branca é seus últimos dias e foi sepul- tista, que também precisa deuma visita da equipe da secre- solucionados e, então, as obras composto, entre outros atrati- tado. Lá, o visitante pode co- reparos”, destacou. Quase sem fonte Parque Aza Branca forma de manutenção novos sanfoneiros O Parque Aza Branca sofre Maria Valma Parente. Segun- Asa Branca é o nome dedificuldades financeiras, pois do ela, um grupo de empresá- uma das canções mais belas desua única renda é gerada pela rios de Pernambuco investiu, Luiz Gonzaga, já o Parque Azavenda de artesanato e pela no ano passado, R$ 100 mil na Branca (escrito assim com Z)taxa cobrada aos visitantes recuperação das duas pousa- é um local de preservação dano valor R$ 4. Sobrevive da das e construção de um bloco memória do Rei do Baião. Lo-contribuição de instituições de banheiros públicos, que era calizado no Sertão do Araripe,ou empresários fãs da obra de uma das maiores carências do a 630 km do Recife, o terrenoLuiz Gonzaga que estão sem- local. pertencia Luiz Gonzaga e apóspre preocupados com a me- O Parque Aza Branca pos- sua morte foi transformadomória do Pernambucano. sui apenas duas festas em seu em museu, hoje aberto à visi- “Por meio de uma parceria calendário de eventos: a Festa tação.com o Serviço Social da In- da Saudade, no dia 2 de agos- O espaço virou uma Orga-dústria (Sesi), foi construído to, aniversário de morte de nização Não Governamental Grupos se formam tendo a sanfona como principal estrelao bazar, onde são vendidos Luiz Gonzaga e o Viva Gon- (ONG) com atividades volta-artesanatos da região. Foram zagão, no dia 13 de dezembro, das ao que Gonzaga sempre alunos já aprenderam a tocar lições são divididas em trêsrecuperados os prédios onde aniversário de seu nascimen- difundiu no Brasil e no mundo: e alguns já formaram conjun- módulos. Porém, não há datafuncionam as oficinas do Pon- to. “Faremos uma progra- dança, música, teatro e artesa- tos de forró, com triângulo, certa, pois a manutenção de-to de Cultura e construiu-se mação especial neste ano de nato de couro, tudo ao estilo zabumba e sanfona, formato pende da liberação de verbasum camarim renovado no comemoração do centenário do sertanejo. Alguns frutos já ensinado por Gonzagão. do Ministério da Cultura.palco do juazeiro”, informou de Luiz Gonzaga, mas ainda brotaram, como a formação de O projeto dispõe de 4 tur- O Aza Branca é aberto to-a vice-presidente da ONG não temos nada confirmado”, jovens sanfoneiros, mantendo mas de 20 alunos, entre 8 e 15 dos os dias das 8h às 12h e dasresponsável pela preservação, adiantou Maria Valma. viva a tradição do mestre. Os anos. Não é cobrada taxa e as 13 às 17h.
  10. 10. 10 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Por Helena Conserva E-mail hconserva@gd.com.br blog: http://escrevehelena.blogspot.com Barquinho a ermo B arquinho a ermo – batizei essa pintura, óleo sobre tela, de Dona Maria Conserva, minha mãe, logo que a contemplei. Melhor, antes de contemplá-la, dizer que ela se produziu para mim, em ver- bo. A imagem da poesia. É como se a artista fosse tramando poesias visuais que envolve de tal maneira, quem as circundam. Esse bar- quinho, tão imaturo, tão inexperiente, tão frágil, se distancia como se quisesse ganhar o imenso mar e virar uma grande embarcação. A fusão das cores fortes torna o quadro maior do que ele é na sua realidade física. Observa-se no “Barquinho a ermo”, que a artista trabalha o detalhe, elemento essencial para a unidade construtiva da obra, para a sua harmonia. Representantes do governo e da sociedade civil da região Apesar do viés naturalista na pintura de Maria Conserva, não po- demos assim determinar a sua arte porque a escola procura a inspi- ração na observação direta da Natureza, sua temática é pintura ao Encontro debate propostas para o Araripe ar livre (plein air) e a artista em questão pinta no seu atelier. “Barquinho a ermo” são linguagens diversas que se completam, que se abrem para o inconsciente. Entidades governamen- para investir em tecnologias através do apoio ao Programa tais e não governamentais do que permitam uma melhor Um Milhão de Cisternas Ru- Sertão do Araripe, discutiram distribuição e armazenamento rais da ASA – Articulação do o problema da distribuição de da água, principalmente em Semiárido Brasileiro. água na região. O encontro períodos chuvosos que são in- “Nosso documento reivin- teve à frente a Comissão de constantes em regiões semiári- dica a liberação da água de Ampliação do Abastecimento das como é o caso do Araripe. algumas adutoras, construção de Água do Araripe, forma- Com o título “Acesso à de barragens, bem como ou- da por 10 municípios, com o água – Situação e perspectivas tras águas que não são moni- apoio de entidades da socie- para o Araripe”, o documento toradas pelo Estado, a exem- dade civil, representadas pelo traz um panorama do abaste- plo das cisternas de placas e Grupo Atitude Cidadão, de cimento de água na região e de produção. Sem esquecer, Ouricuri, além de represen- elenca sete propostas e ações da democratização do uso do tantes de Parnamirim (Sertão que podem melhorar a situa- carro-pipa que às vezes está Central). ção. Entre as sugestões, a re- sob poder político e não atende Um documento foi entre- gulação do funcionamento das à população”, destaca o presi- gue aos representantes do go- adutoras que se encontram dente do Conselho Municipal verno estadual presentes à au- paralisadas e universalização de Desenvolvimento Rural de * Helena Conserva é graduada em Letras com Francês, Especialista em Línguas e Literatura, professora do Curso de Redação Sartre e jornalista. diência pública com propostas das cisternas de 16 mil litros, Ouricuri, Everaldo Teixeira. D
  11. 11. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 11 Serra ganha novo centro de diagnóstico No próximo dia 16 de abril, que servirá de campus parao governador Eduardo Cam- ensino e treinamento da Fa-pos e o Secretário Estadual de culdade de Medicina do PajeúSaúde, Antônio Carlos Figuei- (UPE) e se tornará referênciara, entre outras autoridades para a terceira macro-regiãopolíticas e da saúde da região, de saúde que tem sede emestarão em Serra Talhada, Serra Talhada”. Segundo ele,para inaugurar o Centro de o Hospam será transformadoDiagnósticos do Hospital São em maternidade de alto risco,Vicente, Ações como esta vêm aparelhada com UTI e UCI ne-a somar na consolidação do onatal.pólo médico de Serra, disponi- Ainda fazendo parte dasbilizando serviços importantes melhorias na área da saúdecomo tomografia computado- no interior do estado, Serrarizada multi-slice e ressonân- Talhada ganhou a primeiracia nuclear magnética de alto- urgência odontológica 24 ho-campo, inclusive para usuários Entre as novidades na saúde do município, destaque também para o Plano de Atenção às Urgências ras que está funcionando nodo SUS. Hospam. A população poderá Gestores estaduais e muni- das as cidades da região que através do SAMU. Serra Ta- De acordo com o gerente receber assistência na área decipais de saúde, que formam compõem a XI Geres terão um lhada terá UPA 24 horas e o regional da XI Geres, o médi- odontologia, como dores dea Comissão Intergestora Bi- ponto de atenção para estabi- Hospital Professor Agamenon co Clóvis Carvalho, dentro do dente, problemas decorrentespartite Estadual (CIB- PE), lização dos pacientes, antes de Magalhães (Hospam) recebe- processo de regionalização, de acidentes e violência (den-reuniram-se no Recife onde realizarem o encaminhamen- rá outros investimentos para foram feitas algumas solici- tes quebrados), abscessos,foi aprovado o “Plano de Ação to dos casos mais graves, de garantir o atendimento às ur- tações durante o encontro: alterações na mucosa da cavi-Regional de Atenção às Ur- acordo com sua complexidade, gências de forma regionaliza- “Foi pleiteada a construção do dade oral e problemas perio-gências”. Com o projeto, to- para os serviços de referência da. Hospital Regional do Sertão dontais (gengivas). AVISO MotoArt Avisamos aos associados da COOPERATIVA DE ELETRIFICAÇÃO RURAL DO ARARIPE LTDA - CERAL, com sede em Ouricuri – PE, que no período de 01 a 15 de abril de 2012, receberemos pedidos de inscrição dos candidatos a DELEGADO SECCIONAL da referida cooperativa. Os interessados poderão manifestar interesse pelo e-mail fecoerpe@fecoerpe.com.br, pelo fax 81-3722.8906, pelo fone 81 3722.8900 (falar com Tadeu) ou pelo correio para FECOERPE – Av. Mestre Vitalino nº 114, Bairro Pinheirópolis, Cep – 55.034-040, Caruaru – PE. Caruaru, 22 de Março de 2012 JURANDI ARAÚJO DA SILVA Presidente da FECOERPE
  12. 12. 12 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 “A esperança se adquire. Chega-se à esperança através da verdade, pagando o preço de repetidos esforços e de uma longa paciência. Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora.” Ladijane Araújo Holanda 87.9945.1220 / 87.9104.6981 | coluna.olachics@gmail.com Georges Bernanos 80 anos de Zinha Ferreira No dia 25 de fevereiro, foi comemorado na capital pernambucana, os 80 anos da Sra. RaimundaFerreira de Lima, mais conhecida como Zinha Ferreira ou D. Raimundinha, como é carinhosa-mente chamada. Durante a sua comemoração estiveram presentes seus familiares: filhas, irmãs esobrinhas e amigos ilustres da nossa sociedade serratalhadense. São eles: filhos Ana Maria, Mariado Socorro (Vivia), Maria Vilani (Lane) e Luiz Carlos, suas irmãs Margarida e Maria da Penha, suassobrinhas Lulu, Côca, Dinha e Têta Ferreira, algumas de suas amigas como Marizinha Aragão, Lin-daura e Tereza Magalhães, Jovita Ferraz, Giomar, Ivanilde Carvalho, Rosinha Jacó. Alguns convi-dados também vieram de outros estados como Alagoas, Minas Gerais, Paraíba, Ceará, São Paulo eé claro de sua cidade natal Serra Talhada. Parabéns! Zinha Ferreira entre seus familiares Zinha Ferreira Zinha Ferreira e o Diácono Rogério Brito
  13. 13. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 13 Dinha Ferreira em mais uma Feira Internacional de Beleza Nossa querida Dinha Ferreira e empresária de sucesso, iniciou mais uma via-gem (dia 4) para reciclagem dos seus conhecimentos profissionais. Conhecida emtodo Sertão do Pajeú e cidades vizinhas, pelo seu trabalho competente e talentoque há mais de 40 anos embeleza as pessoas, ela juntamente com sua irmã LuluFerreira, viajaram para a Argentina, aonde estará acontecendo uma Feira Interna-cional de Beleza. Dinha, promete trazer algumas novidades para o seu empreendi-mento e ainda passará pelos estados de São Paulo e Minas Gerais. Equipe feminina do Comercial, OPEC e Marketing da TV Asa Branca: Carmen Lucia, Maria do Carmo, Carol Chiappetta e Danielle Clarissa Ação de lançamento da novela Avenida Brasil pela TV Asa Branca A TV Asa Branca faz ação de lançamento da nova novela das 21h, Avenida Bra- sil, que estará no ar dia 26 de março. O futebol será um dos temas principais e a TV Asa Branca desenvolveu um forma diferente para que o mercado publicitário de Caruaru pudesse entrar no clima. Uma mini partida de futebol envolveu todos das agências, com direito a camiseta do time fictício da novelinha, o Divino F.C. A novela promete com uma trama bem envolvente e nós aguardamos seu início com muita ansiedade! Lulu e Dinha Ferreira
  14. 14. 14 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Caminhada Ecológica atrai Sertão surpreende mais gente em 2012 no Pernambucano O Club Recreativo Vavá Numa reportagem publica- está cheio, simbolizando oOuro, em Serra Talhada, pro- da dia 11 de março, o caderno crescimento do futebol do Ser-move no dia 6 de abril, Sexta- Superesportes do Jornal Di- tão. O Superesportes passoufeira Santa, a 3ª Caminhada ário de Pernambuco retratou 4 dias na região conhecendoEcológica da cidade. O evento bem o sucesso que andam fa- o segredo dos sertanejos queterá início às 7h na churras- zendo os times do Salgueiro e estão surpreendendo na prin-caria do Posto São Cristovão do Petrolina no Campeonato cipal competição do futebolonde será servido um café da Pernambucano de Futebol estadual.“O time profissional émanhã oferecido pelos orga- 2012. As duas equipes estão o nosso principal foco, mas es-nizadores do evento. A cami- entre as 5 melhores da com- tamos investindo na base”, re-nhada terá um trajeto de 10 petição e disputam um lugar velou o presidente do Carcará,km passando pela rodovia no quadrangular final, junto Clebel Cordeiro. Já o Petrolinaque liga Serra a Triunfo com com Náutico, Sport e Santa almeja a série D. A Fera Ser-destino ao Club Recreativo. A Evento movimenta a Sexta-Feira Santa em Serra Cruz. Até bem pouco tempo, taneja tem sido um dos maisexpectativa dos organizadores o Salgueiro era o líder, espaço regulares jogando em casa e fi-é reunir este ano 1000 pessoas cereais de Serra Talhada. No minhada. Esse ano passamos que ocupou desde o começo cou 8 rodadas na 4ª colocação.na Caminhada. final do percurso serão servi- de 500 participantes para mil e está há apenas 2 pontos de “O objetivo é buscar uma vaga Segundo o diretor social dos peixe com vinho a todos os pessoas”, comentou o organi- voltar ao topo da tabela que na Série D disputando comdo Clube Recreativo, Natelson participantes numa alusão ao zador. A inscrição para parti- hoje tem à frente o Sport. Na equipes intermediárias. AchoMoura, a Caminhada irá ho- dia em que acontece o evento. cipar da caminhada custa R$ reportagem do DP, o texto que estamos conseguindo essamenagear Luiz Deoclécio Fer- “A cada ano conseguimos 15 e o cada participante terá cita que o Estádio Cornélio de meta”, afirma o técnico do Pe-reira, antigo comerciante de mais adeptos para a nossa Ca- direito a uma camisa. Barros, em Salgueiro, sempre trolina, Pedro Manta. Atletas de Serra conquistam medalhas Atletas de Serra Talhada treinado os ganhadores dasconquistaram 10 medalhas, medalhas há cerca de um anosendo cinco de ouro, no 17° e meio. A conquista na compe-Campeonato Pernambuco de tição estadual só vem estimu-Taekwondo, realizado no dia lar outros jovens e crianças a18 de março na Vila Olímpi- procurarem praticar esporte eca de Rio Doce, em Olinda. A busquem o taekwondo comocompetição estadual reuniu caminho”, disse o treinador.mais de 300 atletas de todo o Ganharam o ouro no Cam-estado e teve um público mé- peonato Estadual de Taekwon-dio de mil pessoas, segundos do os atletas: Arnaldo Ramos,os organizadores. O grande categoria máster. Ele ganhoudesempenho da equipe é re- dois ouros (em luta e forma);sultado do trabalho do profes- Marluce Magalhães, na cate-sor de Educação Física, José goria master feminina; MateusMagalhães, treinador dos me- Carvalho, faixa azul infantil edalhistas. Talys Vitor, na categoria faixa Magalhães está há 25 anos amarela mirim. Medalhistas trouxeram cinco ouros para o municípiona profissão e há 10 anos pre- Esta foi a segunda partici-para atletas da modalidade pação da cidade de Serra Ta- conquista dos atletas de Serra O mestre também tem le- res. “Este é um trabalho quepara representar bem a prin- lhada no campeonato e mais Talhada como fruto de um tra- vado o taekonwondo a alunos pretendo ampliar tambémcipal cidade da região do Pa- uma vez com grande resulta- balho que ele tem realizado na da rede pública como na Es- para outras escolas da cidade”,jeú pernambucano. “Tenho do. José Magalhães avalia a cidade. cola Municipal Cônego Tor- acrescentou Magalhães.
  15. 15. Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 15 Coluna Facape recicla lixo eletrônico Jurídica Conforme estudos do Gre- Antonio Faria de Freitas Neto enpeace, o desenvolvimento Advogado da tecnologia tem trazido mui- tos avanços para a sociedade. Mas não são só vantagens. Os DA NULIDADE JURÍDICA dados apontam que 5% de re- DA FIANÇA PRESTADA POR síduos sólidos municipais são compostos pelo lixo eletrônico. PESSOA CASADA SEM O Visando provocar uma consci- CONSENTIMENTO DO ência ecológica de combate à degradação ambiental para a RESPECTIVO CÔNJUGE preservação da natureza, a Fa- culdade de Ciências Aplicadas Inicialmente, mister esclarecer, que a fiança é uma espécie e Sociais de Petrolina (Faca- de um contrato de caução, mais precisamente a caução pe), promove o projeto “Re- fidejussória, sendo, assim, de uma espécie de garantia, onde ciclagem de Lixo Eletrônico: a obrigação contraída é assumida pessoalmente por um Sem lixão – com inclusão”. A informática, eletrônica, e ro- vens acima de 14 anos, que ação se dará via Coordenação bótica a jovens carentes. tenham cursado pelo menos terceiro além do devedor principal, tendo, como principais do Curso de Ciência da Com- Segundo o coordenador do o Ensino Fundamental, farão características, a de um contrato unilateral, acessório e putação, projeto, professor Vanderley cursos do Projeto de Inclusão obrigatoriamente na forma escrita. O projeto deve ter início Gondim, é importante “fazer Digital da instituição. Cerca de A fiança, ainda, se subdivide em: convencional, contraída ainda em março e consiste em parcerias com alunos da fa- 25 mil moradores dos bairros pela vontade dos envolvidos; judicial, que é imposta pelo colaborar com entidades filan- culdade e profissionais da área participantes serão atendidos, juiz; e, por fim, a legal, que é aquela autorizada pela própria trópicas através da coleta, reci- de tecnologia interessados em o que implica dizer que have- lei. Nesse breve comentário, vamos nos concentrar apenas na clagem e reaproveitamento do atuar voluntariamente, além rá um recondicionamento de fiança convencional, que é prestada de forma comezinha nos lixo proveniente da Informá- de buscar aprendizes volun- mais de 500 computadores, contratos em geral. tica. A ação se dará por meio tários nos bairros no entorno impressoras e outros compo- Para que possa ser prestada fiança faz-se imprescindível de doações, promoção de cam- da faculdade, capacitando-os nentes. Para realizar este tra- que o fiador preencha alguns requisitos jurídicos prévios, panhas educativas e palestras inclusive para o mercado de balho, a Facape contará com como por exemplo, ser maior, ou emancipado, com posse de de caráter ambiental, além da trabalho”. o apoio de nove instituições e todas as suas faculdades mentais e de livre disposição de seus oferta de cursos gratuitos de Os participantes, 100 jo- empresas privadas e públicas. bens. Além disso, acaso o fiador seja casado, a fiança somente terá validade jurídica se houver o consentimento do respectivo cônjuge - exceto no regime da separação total de bens, que se faz desnecessário - sob pena de nulidade absoluta – e Burocracia atrasa não somente anulabilidade – da totalidade fiança prestada, conforme dicção legal pura e simples do inciso , do artigo 1647 vestibular de Medicina que determina taxativamente. Não raras vezes, vemos os nossos pretórios desalijarem os O curso de Medicina da das do Brasil. cursos em Arcoverde e Gara- fiadores das obrigações contratualmente por ele assumidas em Universidade de Pernambuco A despeito da importância nhuns e estamos esperando nosso cotidiano, face à inexistência da outorga do respectivo (UPE) da cidade de Serra Ta- da graduação, a Assessoria de apenas a liberação de uma ver- cônjuge, seja marital (por parte do marido) ou uxória (por lhada, anunciado pelo gover- Imprensa da UPE não soube ba no valor de R$ 10 milhões parte da esposa), já que o nosso legislador pátrio não admite nador Eduardo Campos em informar a data do primeiro para que esse projeto de Serra que o credor venha a aceitar um fiador sem a comprovação 2011, ainda não saiu do papel. vestibular, um dos assuntos Talhada seja efetivado”, afir- de seu verdadeiro estado civil, sendo, seu o ônus de colher as Apesar de o Conselho da UPE mais comentados em Serra Ta- mou Inocêncio. assinaturas do fiador e de seu cônjuge, na sua presença e das já ter aprovado a implantação lhada e região. A justificativa é A estrutura do curso de testemunhas contratualmente arroladas. do curso, o vestibular, que de- que não existem prazos certos Medicina em Serra Talhada Assim, o credor deverá, sempre, estar muito a este requisito veria ter sido realizado em ju- para a divulgação do edital e será construída numa área de da Lei, pois a aposição de assinatura falsa, ou, ainda, uma lho do ano passado, ainda não aplicação das provas. 10 hectares doada pelo Go- assinatura faltante no contrato, lhe traz gravíssimas implicações tem data certa para acontecer. Segundo o deputado fede- verno do Estado através do contratuais, fazendo-o passar pelos rigores e dissabores O curso irá oferecer, ini- ral Inocêncio Oliveira, que ar- Instituto de Pesquisa Agrope- a que livre e imprudentemente se expôs, suportando as cialmente, 40 vagas e será o ticulou a implantação do curso cuária de Pernambuco (IPA). conseqüências naturais da sua negligência, da sua omissão ou primeiro da área médica de no município, a graduação em O campus terá infraestrutura da sua incúria. todo o Sertão do Pajeú e Cen- Medicina de Serra Talhada própria. Caso as instalações Estamos à disposição para sugestões, comentários, o tral do Estado. A novidade be- parte da intenção do governo não fiquem prontas em tempo esclarecimento mais aprofundado de dúvidas acerca desta neficiaria não apenas os mo- estadual de interiorizar o en- hábil, funcionará provisoria- matéria, ou outras que necessite, bem como quaisquer radores da cidade, mas toda sino superior em Pernambu- mente na Faculdade Integrada outros contatos que se fizerem necessários, que poderão ser a população sertaneja. Atual- co. Conforme o parlamentar, do Sertão, que dispõe de labo- feitos através do nosso site: www.antoniofaria.com.br; e-mail: mente, os jovens e adultos da o que justifica a demora são ratórios para o funcionamento antoniofaria@antoniofaria.com.br; ou telefone: (81) 3229-9737 região precisam se deslocar apenas questões burocráticas, inicial das aulas. Outra infor- e 3227-5266. para grandes centros urbanos, mas a previsão é que, em julho mação é que o Hospital Regio- Consultem-nos. principalmente para a capital, deste ano, já seja realizado o nal Agamenon Magalhães será Recife, caso optem por estudar primeiro exame. transformado em Hospital Medicina e se formar em uma “Já foram liberados R$ 14 Universitário para atender aos das profissões mais concorri- milhões para implantação de requisitos do curso.
  16. 16. 16 Jornal do Sertão - Março de 2012 / Edição 73 Universidades firmam convênio A Universidade Fede- ção, além de professores, pararal do Vale do São Francisco adquirir novos conhecimentos(Univasf) firmou convênio que serão usados aqui”, com-de cooperação técnica com a pletou Julianeli Tolentino. OUniversidade de Washington, acordo será apresentado aindanos Estados Unidos. O acor- na próxima reunião do Conse-do foi assinado dia 7 de março lho Universitário (Conuni). Apelo reitor da Univasf Julia- reunião que firmou a parcerianeli Tolentino e a chanceler entre os brasileiros e ameri-da University of Washington canos das duas universidadesDebra Friedman. Segundo o teve ainda de professores dosrepresentante da universidade cursos de engenharia da com-americana, Orlando Baiochi, putação da Univasf.também presente na reunião, Participaram ainda da as-o acordo é amplo e possibilita sinatura do convênio, o as-o estabelecimento de parcerias sessor de Relações Interinsti-de interesses entre as duas ins- tucionais e Internacionais datituições nas áreas de ensino, Univasf, Alexsandro Machadopesquisa e extensão. e os professores Fabrício Bra- “O convênio estimula a in- ga e Brauliro Leal, do curso deteração entre as duas universi- Engenharia da Computação dadades, o que já estamos fazen- instituição acadêmica localiza-do recebendo dois alunos de da no Sertão do São Francisco.computação da Univasf, sele- A expectativa dos dirigentescionados para intercâmbio por Dirigentes das duas instituições se reuniram no campus da universidade em Petrolina da Univasf é que outras par-meio do programa Ciências cerias com instituições inter-sem Fronteiras”, explicou Or- da universidade é estreitar os inclusive as internacionais. como o intercâmbio de alunos nacionais devam ser assinadaslando. Para o reitor, a proposta laços com várias instituições, “O objetivo é facilitar ações de graduação e pós-gradua- ainda este ano.

×