Reciclagem3

2,320 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,320
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Reciclagem3

  1. 1. Trabalho Realizado por: André Matos nº1
  2. 2. Índice  Pagina 1 Capa Pagina 2 Índice Pagina 3 Ecoponto Pagina 4 O que deve ser depositado ? Pagina 5,6 e 7 Esquemas dos Ecopontos Pagina 8 Regra dos 3 Rs Pagina 9 Reduzir Pagina 10 Reutilizar Pagina 11 Reciclar Pagina 12 Conclusão Pagina 13 Bibliografia
  3. 3. Ecoponto  O que são os Ecopontos ? Os ecopontos são conjuntos de contentores para recolha selectiva de papel e cartão, embalagens, vidro e pilhas. Estão localizados em pontos estratégicos como escolas, parques, piscinas, complexos desportivos, mercados e feiras. Os ecopontos são estruturas essenciais para a melhoria do nosso ambiente. Neles podemos depositar diferenciadamente diversos materiais, principalmente os de menor dimensão, que serão recuperados, reciclados ou valorizados através de novas tecnologias. Os ecopontos podem-se encontrar sobre a forma de contentores individualizados ou, então, sob a forma de um único contentor com funções múltiplas, encontrando-se normalmente bem sinalizados.
  4. 4. O que deve ser depositado ?  1- Contentor Azul: papel e cartão 2- Contentor Verde: garrafas e embalagens de vidro 3- Contentor Amarelo: embalagens de plástico, metal e cartão complexo (embora em diversos sistemas as embalagens de cartão complexo sejam colocadas no contentor de papel e cartão)
  5. 5. Esquema do Ecoponto Azul
  6. 6. Esquema do Ecoponto Amarelo
  7. 7. Esquema do Ecoponto Verde
  8. 8. A regra dos três Rs  A regra dos três Rs, que significa: REDUZIR, REUTILIZAR, RECICLAR
  9. 9. REDUZIR A redução é a primeira das formas de minorar os problemas da gestão de resíduos. As indústrias devem desempenhar um papel importante da redução. Através do design, da utilização de novos materiais e da adopção de novos processos e tecnologias menos poluentes, é possível fabricar embalagens com menos peso, com menor dispêndio de energia e de recursos naturais, sem perder a resistência e a aptidão para conservar os produtos. Outra tendência é a utilização de produtos concentrados, que permite um menor consumo de materiais de embalagem. Os consumidores também devem contribuir para a redução do peso e do volume dos resíduos. Devem evitar consumos supérfluos e desperdícios, rejeitar excessos de embalagem e exprimir a sua opinião junto das autoridades, das indústrias e dos comerciantes para agirem em conformidade com si mesmos objectivos.
  10. 10. REUTILIZAR Há objectos que são concebidos para serem usados várias vezes, em vez de serem deitados fora depois da primeira utilização. A opção por produtos reutilizáveis diminui a curto prazo a quantidade dos resíduos domésticos que têm que ser eliminados, visto após um certo número de viagens, estes se transformam em resíduos. Alguns produtos têm embalagens reutilizáveis. Outros são vendidos em “recargas” que permitem usar a mesma embalagem original várias vezes. O consumidor deve ser atento e responsável, o que significa que, perante cada hipótese de reutilização, deve avaliar as vantagens e desvantagens para si e para o Meio Ambiente.
  11. 11. RECICLAR Reciclar é uma forma de valorizar um material que já foi utilizado, transformando-o noutro material útil. A reciclagem é um método de diminuir a quantidade de resíduos, poupando recursos naturais e energéticos. Para que os materiais possam ser reciclados, é necessário que sejam recolhidos e transportados separadamente depositados, recolhidos e transportados. Para este efeito, os consumidores devem seguir as instruções da respectiva Câmara Municipal relativamente ás recolhas selectivas. Os resíduos orgânicos, que no nosso país constituem a maior parcela dos resíduos urbanos, podem ser transformados em composto, um correctivo orgânico útil para a agricultura e jardinagem. Os papéis e cartões podem ser aproveitados para produzir novos papéis. Os resíduos metálicos podem ser recuperados para fundição e fabrico de novas peças. As embalagens de vidro podem dar origem a novas embalagens. Os plásticos podem ser recuperados, fundidos e moldados de novo.
  12. 12. Conclusão  Com este trabalho eu aprendi mais um pouco da Reciclagem e espero que vocês também.
  13. 13. Bibliografia www.ecoponto.com/3r www.biosafe.pt www.planetaorganico.com.br www.quercus.pt/cir/rsurb/vidro.htm www.quercus.pt/cir/rsurb/papelcart.htm www.quercus.pt/cir/resurb/pilhacum.htm www.quercus.pt/cir/rsurb/plastico.htm www.recyclart.com.br www.latasa.com.br

×