Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Registro Rupestre / Rock art    A INTERPRETAÇÃO PALEO-SETI E O REGISTRO RUPESTRE.    The Rock Art Register and the Paleo-S...
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres

537 views

Published on

Registro da arte rupestre interpretado do ponto de vista PaleoSETI
Artigo originalmente publicado na revista Paradesha e disponibilizado gratuitamente com a autorização do autor.
Artigo apresentado como Comunicação no XVI Congresso da SAB - Sociedade de Arqueologia Brasileira/XVI Word Congress of UISPP (União Internacional das Ciências Pré-históricas e Proto-históricas, Universidade Federal de Santa Catarina, 04 Setembro de 2011.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Andrada A. C. PaleoSet Registros Rupestres

  1. 1. Registro Rupestre / Rock art A INTERPRETAÇÃO PALEO-SETI E O REGISTRO RUPESTRE. The Rock Art Register and the Paleo-SETI Interpretation. Antonio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva¹* ¹* Bacharel em Arqueologia e Preservação Patrimonial, Universidade Federal do Vale do São Francisco. Forma de citar Andrada. A.C. O Registro rupestre pela Interpretação Paleo-SETI. Rev Paradeshâ. 2009; Maio: p.19-37. ___________. A INTERPRETAÇÃO PALEO-SETI E O REGISTRO RUPESTRE. Apresentado como Comunicação no XVI Congresso da SAB - Sociedade de Arqueologia Brasileira/XVI Word Congress of UISPP (União Internacional das Ciências Pré-históricas e Proto-históricas, Universidade Federal de Santa Catarina, 04 Setembro de 2011. RESUMO Desde a popularização mundial das idéias PaleoSETI através da publicação do best- seller Chariot of the Gods (Eram os deuses Astronautas) pelo herético escritor Erich Von Däniken no começo dos anos 70 do séc. XX, se têm construído ações discursivas para declarar anti-científica toda e qualquer hipótese que trabalhe com a questão Ovniológica dentro do universo arqueológico. As maiores críticas que vem sofrendo tal linha de pesquisa focam-se principalmente na interpretação iconológica da arte proposta pelos defensores da hipótese exossociológica. Tais críticos, quase sempre pertencentes a linhas positivistas, durante seus trabalhos de divulgação e disseminação científica, promovem uma visão ingênua e dogmática da episteme arqueológica e constroem discursos descritivistas sobre “conceitos sintéticos” como proposições analítico-explicativas que se afirmam desconectadas de um valor interpretativo simbólico ligado à alteridade do pesquisador. Neste contexto teórico, a terminologia “sintética” aplica-se somente à um reducionismo dos problemas semióticos e das teorias da representação, para que as interpretações que não pertençam ao universo paradigmático destes críticos, venham à ser classificadas como “fantasia”, especulacionismo”, “esoterismo” e “pseudociência”. Este artigo pretende discutir tais rótulos sob a uma critica epistêmica às próprias vertentes analítico-explicativas dos significantes tomando como exemplo a interpretação Paleo-SETI nos registros gráficos. Conclui que a aceitação das interpretações Paleo-SETI não estão ligadas à uma questão epistemológica da arqueologia como representação de um conhecimento científico corroborado, mas antes de tudo, a uma de uma construção discursiva, cosmológica, inerente ao próprio universo representativo do pesquisador. ABSTRACT Since the popularization of Paleo-SETI ideas world wide by publishing the best-selling Chariot of the Gods by heretical writer Erich Von Daniken in the early 70th of XX century, have been constructed discursive actions to declare unscientific any chance to work with the issue of Ufology within the archaeological universe. The major criticism that has suffered such a line of research focused mainly on the iconological interpretation of art proposed by advocates of the exosociological hypothesis. Such critics, mostly belonging to positivist lines during their work in scientific publication and dissemination, promote a dogmatic and naive view of the archaeological episteme and built descriptivistic speeches about Palavras chave "synthetic concepts" as analytical-explanatory propositions that assert themselves disconnected from an interpretative symbolic value linked to the otherness of the researcher. In this theoretical context, the "synthetic" terminology applies only to a reductionism of the problems offer by semiotics and representation theory, that the interpretations that do not belong to these criticists paradigmatic universe, come to be Arte rupestre, PaleoSETI, Ovniologia, classified as "fantasy", speculationism" “esotericism” and “pseudoscience”. This article Extraterrestre, Interpretação discusses these labels under an epistemic critique to their own strands of significant analytical-explanatory with the example of Paleo-SETI interpretation in the graphic records. Conclude that acceptance of the Paleo-SETI interpretations are not linked to an Key Words epistemological question of archeology as a representation of scientific knowledge, but above all a discursive construction of a cosmological universe inherent in the researchers representative universe. Rock art. PaleoSETI, Ufology. Extraterrestrial. InterpretationParadeshâ - Rev. Independente de Arqueologia. Maio, 2009 P.19

×