ÁSIA

11,361 views

Published on

Published in: Education

ÁSIA

  1. 1. Ásia Aspectos fundamentais. Professor Aroldo Tavares
  2. 2. Ásia: Localização.
  3. 3. <ul><li>A Ásia é um continente cujas terras estão localizadas, em maior parte, no hemisfério norte (oriental e setentrional). </li></ul><ul><li>Ao norte, a Ásia é banhada pelo Oceano Ártico; ao sul pelo Oceano Índico; ao leste pelo Oceano Pacífico e a oeste faz fronteira com a Europa (URAIS) e África (Mar Vermelho e P. Sinai). </li></ul><ul><li>A área do continente asiático é de 44.482.000 km² . É o maior continente do mundo com 29,4% das terras emersas. </li></ul><ul><li>50 Países e 11 territórios. </li></ul>
  4. 4. Divisão da Ásia em regiões <ul><li>Ásia Central Afeganistão, Casaquistão, Quirguízia, Tadjiquistão, Turcomênia e Usbequistão </li></ul><ul><li>Extremo Oriente China, Coréia do Norte, Coréia do Sul e Japão </li></ul><ul><li>Ásia Setentrional Mongólia e Rússia </li></ul><ul><li>Oriente Médio Arábia Saudita, Bahrain, Chipre, Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Irã, Iraque, Israel, Jordânia, Kuwait, Líbano, Omã, Qatar, Síria e Turquia </li></ul><ul><li>Sudeste Asiático Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianma, Tailândia e Vietnã </li></ul><ul><li>Sul da Ásia Bangladesh, Butão, Índia, Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka </li></ul>
  5. 5. Relevo: <ul><li>As mais elevadas cordilheiras e planaltos da Terra: Himalaia , Pamir e Tibete, onde se localizam os pontos mais altos do globo: (Everest, 8.840 metros, Kanchenjunga K2, 8.598 metros, e muitos outros, com altitudes superiores a 7.000 metros). </li></ul><ul><li>As maiores depressões absolutas do planeta: o Mar Morto, 395 metros abaixo do oceano, e o Mar da Galiléia, 213 metros. </li></ul><ul><li>Algumas regiões banhadas pelo oceano Pacífico pertencem ao Círculo de Fogo, ou seja, devido a sua formação geológica recente estão sujeitas a erupções vulcânicas e a terremotos. É o caso do Japão e da Indonésia. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Alguns planaltos são muito altos e se intercalam às cordilheiras, como é o caso do Pamir[ Paquistão] e do Tibete ,[China] contrastando com outros mais antigos, de altitudes menos elevadas, como os da Armênia, do Decã[ Índia] e da Mongólia. </li></ul><ul><li>As planícies fluviais asiáticas são recobertas com o aluvião trazido pelos rios . As principais planícies fluviais são a Indo-gangética (Índia), a Mesopotâmica (Iraque), a Siberiana (Rússia) e as dos rios Yang-tsé (China) e Mekong (Vietnã). </li></ul><ul><li>Penínsulas principais : A Anatólia, a Arábica, a Hindustânica, a Indochina e a da Coréia. </li></ul>
  7. 7. Hidrografia: <ul><li>rios que deságuam no Oceano Pacífico. Alguns têm grande volume de água devido às monções de verão. Merecem destaque os rios Huang-ho (ou Amarelo), Si-kiang e Yang-tsé-kiang (ou Azul), todos na China, além do Mekong , na Indochina; </li></ul><ul><li>rios que deságuam no Oceano Índico. Alguns deles são também monçônicos e tornam-se muito volumosos durante o verão. Merecem destaque rios da Índia e de Bangladesh, como o Bramaputra, o Ganges e o Godavari, e o rio Indo , no Paquistão; </li></ul><ul><li>rios que correm para o norte e desembocam no Oceano Glacial Ártico. São exemplos os rios Obi , Ienissei e Lena , que congelam durante grande parte do ano. Como o degelo ocorre a partir de seus altos cursos, as águas, ao chegarem ao médio curso e encontrarem barreiras de gelo, esparramam-se por vastas extensões de suas margens, causando freqüentes inundações; </li></ul><ul><li>rios que desembocam no Golfo Pérsico. Merecem destaque o Tigre e o Eufrates , que formam a Planície da Mesopotâmia; </li></ul><ul><li>rios da Ásia Centro-oriental que deságuam em lagos. Podemos citar o Syr-Dariá e o Amu-Dariá , que desembocam no Mar de Aral, além de outros que desaparecem dentro do deserto. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A Ásia apresenta poucos lagos, embora de grande extensão, como o Baikal e o Balkhash, localizados na Rússia. </li></ul><ul><li>Os mares asiáticos aparecem com muito mais destaque: Mar Vermelho, que limita as costas africanas e asiáticas; Mar da Arábia; a sudeste, Mar da China Meridional, Mar da China Oriental, Mar de Andamã e Mar Amarelo; os mares da Indonésia: de Java, de Timor, de Banda, de Celebes; a nordeste, os mares de Okhotsk, do Japão e de Bering. No limite com a Europa, aparece o maior mar fechado do mundo, o Mar Cáspio. </li></ul>
  9. 9. Clima: <ul><li>Nas terras situadas no extremo norte predomina o clima polar , que vai se tornando mais ameno em direção ao sul. O centro do continente, é dominado pelo clima temperado continental , que alterna verões de elevadas temperaturas com invernos muito frios. Já o temperado oceânico , sofre variações em função da altitude do relevo, da latitude e da maritimidade. </li></ul><ul><li>Mais para o sul, à retaguarda das grandes cordilheiras, que impedem a passagem dos ventos úmidos do oceano, encontram-se vastas extensões dominadas por climas semi-áridos e clima áridos , formando uma extensa faixa de desertos. </li></ul><ul><li>A Ásia abriga a maioria dos desertos existentes na Terra: da Arábia (Arábia Saudita), da Síria, de Thal (Paquistão), do Thar (ou Grande Deserto Indiano), de Lut (ou deserto do Irã), de Gobi (Mongólia), de Taklamakan (China), Karakum (Turcomenistão), Kerman (Irã), da Judéia (Israel), de Negev (Israel). </li></ul><ul><li>No litoral da Ásia Ocidental surge uma faixa estreita de clima do tipo mediterrâneo , enquanto nos arquipélagos do sul do continente, nas proximidades do Equador, aparecem climas de tipo quente: equatorial e tropical. </li></ul><ul><li>O tropical de monções estende-se pelas planícies costeiras da Índia e do sudeste e leste da China, com violentas chuvas durante o verão. Durante o verão, o interior da Ásia, ao esquentar-se, forma uma área de baixa pressão, que contrasta com as altas pressões dos oceanos, provocando o deslocamento de ventos úmidos do mar para a terra. Esses ventos são as monções de verão . No inverno, ocorre o inverso: os oceanos estão mais quentes do que o continente, formando áreas de baixa pressão e atraindo os ventos continentais. São as monções de inverno. </li></ul>
  10. 10. Vegetação: <ul><li>Tundra. </li></ul><ul><li>Floresta Boreal.(Taiga) </li></ul><ul><li>Floresta Temperada. </li></ul><ul><li>Estepes. </li></ul><ul><li>Xerófilas. </li></ul><ul><li>Floresta Tropical e Equatorial. </li></ul><ul><li>Campos e pradarias. </li></ul>
  11. 11. DEMOGRAFIA: <ul><li>População : </li></ul><ul><li>Total: 4 050 404 000 hab. </li></ul><ul><li>Densidade: 89,07 hab./km² </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Embora muito numerosa, a população asiática é mal distribuída: nas planícies, sobretudo as irrigadas pelas monções, e nas grandes cidades, as densidades demográficas são altíssimas, enquanto nas regiões desérticas, montanhosas e geladas, e mesmo em áreas de climas muito quentes, a população apresenta-se rarefeita. </li></ul><ul><li>Várias etnias e culturas (Amarelos, Brancos e negros) </li></ul><ul><li>Idiomas: Os principais, falados por mais de 100 milhões de pessoas, são: o chinês (a língua mais falada do mundo), o árabe, o malaio-indonésio, o japonês e, dentre as muitas línguas faladas na Índia, o hindi-urdu e o bengali. Entretanto, existem mais de uma centena de línguas ou dialetos em uso corrente em toda a Ásia. </li></ul><ul><li>A Ásia também abriga as grandes religiões da humanidade: </li></ul><ul><li>Entre as principais religiões encontradas na Ásia estão o Hinduísmo, o Islamismo, o Xintoísmo, o Budismo, o Confucionismo, cristianismo e judaísmo. </li></ul><ul><li>Conflitos etnico-religiosos e racismo. </li></ul>
  13. 13. Dados: Cidades e população (Ásia 2007) Tóquio-Yokohama (Japão) 35,1 Seul-Incheon (Coreia do Sul) 23,0 Mumbai (Índia) 18,1 Manila (Filipinas) 15,6 Jacarta (Indonésia) 15,1 Délhi (Índia) 15,0 Xangai (China) 14,0 Calcutá (Índia) 14,0 Teerã (Irã) 13,5 Lahore (Paquistão) 12,6 Dacca (Bangladesh) 12,4 Istambul (Turquia) 11,8 Osaka (Japão) 11,2 Bangcoc (Tailândia) 10,1 Beijing (China) 10,0 IDH ÁSIA (2007) País IDH Japão 0,960 (10) Coréia do Sul 0,937 (26) Israel 0,935 (27) Arábia Saudita 0,843 (59) Rússia 0,817 (72) China 0,772 (91) Índia 0,612(134) Paquistão 0,572 (141) Nepal 0,553 (144)
  14. 14. ECONOMIA:
  15. 15. AGROPECUÁRIA: <ul><li>A atividade econômica mais difundida em todo o continente é a agricultura, ressaltando-se o cultivo do arroz em toda a vasta região atingida pelas monções. Mais ao norte, o trigo é intensamente cultivado; em áreas menos férteis, o solo é ainda aproveitado pára a produção de cevada, milho e outros cereais. </li></ul><ul><li>Além dos cereais, merecem destaque os cultivos de fumo, chá, juta, algodão, pimenta e borracha. Na China e Japão cultiva-se também a amoreira, cujas folhas servem de alimento ao bicho-da-seda. </li></ul><ul><li>A pecuária é outra atividade muito comum no continente. A China é grande produtora de animais de pequeno porte, sendo o primeiro produtor mundial de suínos, o terceiro de ovinos e o quinto de bovinos. A Índia, por sua vez, possui o maior rebanho bovino do mundo, o qual, no entanto, não é aproveitado para a alimentação da população, a maioria seguidora do hinduísmo, religião que considera sagrados esses animais. </li></ul>
  16. 16. INDÚSTRIA <ul><li>O Japão foi, durante muito tempo, o mais industrializado dos países asiáticos. Graças à maciça ajuda norte-americana após a Segunda Guerra Mundial e à adoção de uma série de medidas internas, seu desenvolvimento industrial fez-se em bases firmes, transformando o país, em pouco tempo, numa potência industrial. Possuindo um parque industrial amplo e diversificado, o Japão se evidencia na produção de navios, automóveis e produtos elétricos e eletrônicos. </li></ul><ul><li>A região oriental da Rússia , embora economicamente menos importante que a parte europeia do país, abriga diversos centros de indústrias de base (no Casaquistão), localizados próximo de áreas exploratórias de minério, como ferro e carvão. </li></ul><ul><li>Índia , que utiliza sua produção agrícola e as riquezas minerais para prover suas indústrias têxteis, alimentícias, siderúrgicas e metalúrgicas. Esse país salienta-se ainda por ser um dos poucos do Terceiro Mundo a utilizar tecnologia avançada nas áreas de energia e de comunicações. </li></ul><ul><li>Na China , cuja industrialização foi implantada efetivamente após a revolução socialista de 1949, o parque industrial tem-se dedicado quase inteiramente à produção de itens essenciais ao mercado interno. Somente a partir de meados da década de 1970 a economia chinesa começou a voltar-se, ainda que lentamente para o exterior. Na década seguinte, a abertura econômica foi maior, mas, devido a problemas políticos internos, voltou a retrair-se em 1989, tornando-se, atualmente, a 2ª maior potência industrial do mundo e a maior da Ásia. </li></ul><ul><li>Destacam-se ainda os chamados &quot;tigres asiáticos&quot; - Coreia do Sul, Formosa, Cingapura e Hong Kong -, cujas taxas de crescimento econômico e industrial estão entre as mais elevadas do mundo. </li></ul><ul><li>Israel : Indústrias de alta tecnologia e bélicas. </li></ul>Tel Aviv
  17. 17. Exploração Mineral <ul><li>Rússia, possui jazidas de ferro e carvão. </li></ul><ul><li>China, rica principalmente em petróleo, carvão, ferro, chumbo, zinco e mercúrio, além de grandes jazidas de outros minerais. </li></ul><ul><li>Índia é privilegiada por suas reservas de ferro, carvão, mica e manganês, além de sua grande produção de petróleo. </li></ul><ul><li>Os países do sudeste asiático também são muito ricos em minérios, principalmente em estanho, níquel, zinco, ferro e petróleo, de que a Indonésia é grande exportadora. </li></ul><ul><li>O grande destaque fica, no entanto, com os países do Oriente Médio , que produzem mais de 30% do total do Petróleo e Gás Natural, explorado em todo o mundo. </li></ul>TERREMOTO EM MINA DE CARVÃO - CHINA Minas de Diamante Mirny, Sibéria Essa mina detém o título de maior mina de diamantes do mundo. Com uma profundidade de 525 metros, e diâmetro de 1200, é até proibido ser sobrevoada por aeronaves, já que alguns helicópteros já foram sugados pelo buraco.
  18. 18. Petróleo Dubai Arábia Saudita
  19. 19. <ul><li>Setor Terciário.(comércio, turismo, etc.) </li></ul><ul><li>Blocos: </li></ul><ul><li>A APEC (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) foi criada em 1993 na Conferência de Seattle (Estados Unidos da América). Integram este bloco econômicos os seguintes países: Estados Unidos da América, Japão, China, Formosa (também conhecida como Taiwan), Coréia do Sul, Hong Kong (região administrativa especial da China), Cingapura, Malásia, Tailândia, Indonésia, Brunei, Filipinas, Austrália, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Canadá, México, Rússia, Peru, Vietnã e Chile. Somadas as produções industriais de todos os países, chega-se a metade de toda produção mundial. Quando estiver em pleno funcionamento (previsão para 2020), será o maior bloco econômico do mundo. </li></ul><ul><li>ASSOCIAÇÃO DE NAÇÕES DO SUDESTE ASIÁTICO (ASEAN) </li></ul><ul><li>Surgiu em 1967, liderada pela Tailândia, com o objetivo de assegurar a estabilidade política e de acelerar o processo de desenvolvimento da região. </li></ul><ul><li>O bloco busca promover o desenvolvimento econômico, social e cultural da região através de programas cooperativos, salvaguardando a estabilidade política e econômica da região, bem como servindo como fórum de discussão das diferenças intra-regionais. </li></ul><ul><li>São Países-Membros da ASEAN: Indonésia, Malásia, Filipinas, Cingapura e Tailândia, desde 1967; Brunei, a partir de 1984; Vietnã desde 1985; Mianmar e Laos a partir de 1997 e Camboja desde 1999. </li></ul>
  20. 20. Conflitos: <ul><li>Conflitos nas ex-repúblicas soviéticas. </li></ul><ul><li>Guerra da Coréia. </li></ul><ul><li>Guerra do Vietnã. </li></ul><ul><li>Questão da Caxemira. </li></ul><ul><li>China: (Tibete, Taiwan, Hong kong). </li></ul><ul><li>Guerra do Afeganistão. </li></ul>
  21. 21. Conflitos no Oriente Médio;
  22. 23. Questão Palestina x Israel.
  23. 24. <ul><li>Esta guerra ocorreu entre os anos de 1980 e 1990, envolvendo o Irã e o Iraque, por interesse político, territorial sobre o Oriente Médio.  No ano de 1980, o líder do Iraque Saddam Hussein não cumpriu um tratado firmado em 1975, que cedia ao Irã aproximadamente 518 quilômetros quadrados de seu território, e Irã em permuta cessaria a assistência militar à minoria curda no Iraque que lutava pela independência. </li></ul><ul><li>No ano de 1988, a ONU obrigou os países a um cessar-fogo. O Iraque aceitou a proposta, mas o Irã não parou de atacar o Iraque. Porém, no dia 15 de agosto de 1988 foi concedido o acordo de paz entre os dois países. O que levou o Irã aceitar o acordo, foi que a economia do país estava totalmente agravada. Nesta guerra não houve vencedores, ambos os países só tiveram perdas. A economia dos dois países foi desestruturada, não houve mudanças nos domínios territoriais políticos, e muitas vidas foram perdidas no conflito. </li></ul>Guerra Irã x Iraque.
  24. 25. Guerra do Golfo: <ul><li>A Guerra do Golfo foi um conflito armado que começou em agosto de 1990, após as tropas iraquianas terem invadido o Kuwait. Um dos motivos da invasão alegado pelo presidente iraquiano, Saddam Hussein, foi que o Kuwait estava prejudicando o Iraque no comércio de petróleo, vendendo o produto por um preço muito baixo. Com isso, o Iraque estaria perdendo mercado consumidor e precisando baixar o preço de seu petróleo no mercado internacional. Para diminuir os prejuízos, o Iraque pediu uma indenização milionária ao governo do Kuwait. O governo do Kuwait não aceitou a reivindicação de indenização e não efetuou o pagamento. A ONU (Organização das Nações Unidas) condenou a invasão e emitiu um documento exigindo a retirada imediata das tropas iraquianas do Kuwait. Ao mesmo tempo, os Estados Unidos deslocaram tropas e aviões para a Arábia Saudita, preparando-se para uma ação militar.  Como o Iraque não retirou seu exército do Kuwait, a ONU autorizou a invasão militar do Iraque por um grupo de países (Inglaterra, França, Egito, Síria, Arábia Saudita), liderados pelos Estados Unidos. O ataque ao Iraque teve inicio em janeiro de 1991 e durou um mês e meio.  O Iraque foi derrotado (o cessar fogo foi aceito em abril de 1991) e teve que retirar suas tropas do vizinho Kuwait, além de sofrer com o embargo econômico imposto pela ONU.  </li></ul><ul><li>Milhares de soldados e civis morreram ou ficaram mutilados nesta guerra e os prejuízos econômicos também foram gigantescos. Porém, Saddam Hussein continuou no poder do Iraque e reorganizou, com o passar dos anos, a economia e o exército iraquiano. </li></ul>
  25. 26. Guerra do Iraque:
  26. 27. Guerras no Líbano.

×