Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Um dia, uma dona de casa levava uma garrafa de vinho para o almoço quando, ao atravessar uma pequena ponte, o vinho caiu a...
–  Por que estás a chorar, mulher?
  A mulher respondeu que a sua garrafa de vinho tinha caído ao rio.
E Deus entrou no rio, de onde tirou um CHATEAU PETRUS, e perguntou:
–  É este o teu vinho?
A nobre mulher respondeu:
–  Não, Deus, não é esse.
Deus entrou novamente no rio e tirou um  DONA MÉCIA TINTO.
–  É este o teu vinho?
–  Também não, respondeu a dona de casa.
Deus voltou ao rio e tirou um vinho nacional selecção,  e perguntou:
–  É este o teu vinho?
–  Sim, respondeu a nobilíssima mulher.
Deus estava contente com a sinceridade da mulher. Mandou-a de volta para casa, dando-lhe de presente os três vinhos.
Um dia, a mulher e o seu amantíssimo marido estavam a passear no campo quando ele tropeçou e caiu ao rio.  A infeliz mulhe...
–  Mulher, por que estás a chorar?
A mulher respondeu que o seu marido caíra ao rio.
Imediatamente Deus mergulhou, tirou o Rodrigo Santoro, e perguntou:
–  É este o teu marido?
–  Sim, sim, respondeu a mulher.
E Deus enfureceu-se.
–  Mulher mentirosa! – exclamou.
Mas a mulher explicou-se rapidamente:
–  Deus, perdoe-me, mas foi um grande mal-entendido. Se eu dissesse que não era o meu marido, então o Senhor tiraria o Gia...
Então o Senhor tiraria o meu marido do rio. E quando eu dissesse que sim, era ele, o Senhor mandaria que eu ficasse com os...
E Deus achou justo, e perdoou-a.
Moral da história:
A mulher mente  de uma maneira  que até Deus acredita.
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Mulher Mente

1,050 views

Published on

Mulheres

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Mulher Mente

  1. 1. Um dia, uma dona de casa levava uma garrafa de vinho para o almoço quando, ao atravessar uma pequena ponte, o vinho caiu ao rio. A mulher suplicou a Deus que a ajudasse. Ele apareceu e perguntou:
  2. 2. – Por que estás a chorar, mulher?
  3. 3.   A mulher respondeu que a sua garrafa de vinho tinha caído ao rio.
  4. 4. E Deus entrou no rio, de onde tirou um CHATEAU PETRUS, e perguntou:
  5. 5. – É este o teu vinho?
  6. 6. A nobre mulher respondeu:
  7. 7. – Não, Deus, não é esse.
  8. 8. Deus entrou novamente no rio e tirou um DONA MÉCIA TINTO.
  9. 9. – É este o teu vinho?
  10. 10. – Também não, respondeu a dona de casa.
  11. 11. Deus voltou ao rio e tirou um vinho nacional selecção, e perguntou:
  12. 12. – É este o teu vinho?
  13. 13. – Sim, respondeu a nobilíssima mulher.
  14. 14. Deus estava contente com a sinceridade da mulher. Mandou-a de volta para casa, dando-lhe de presente os três vinhos.
  15. 15. Um dia, a mulher e o seu amantíssimo marido estavam a passear no campo quando ele tropeçou e caiu ao rio. A infeliz mulher, então, suplicou a Deus por ajuda. Ele apareceu e perguntou:
  16. 16. – Mulher, por que estás a chorar?
  17. 17. A mulher respondeu que o seu marido caíra ao rio.
  18. 18. Imediatamente Deus mergulhou, tirou o Rodrigo Santoro, e perguntou:
  19. 19. – É este o teu marido?
  20. 20. – Sim, sim, respondeu a mulher.
  21. 21. E Deus enfureceu-se.
  22. 22. – Mulher mentirosa! – exclamou.
  23. 23. Mas a mulher explicou-se rapidamente:
  24. 24. – Deus, perdoe-me, mas foi um grande mal-entendido. Se eu dissesse que não era o meu marido, então o Senhor tiraria o Gianecchini do rio. E eu diria que não.
  25. 25. Então o Senhor tiraria o meu marido do rio. E quando eu dissesse que sim, era ele, o Senhor mandaria que eu ficasse com os três. Mas eu sou uma humilde mulher, e não poderia cometer trigamia. Só por isso é que eu disse 'Sim' logo da primeira vez.
  26. 26. E Deus achou justo, e perdoou-a.
  27. 27. Moral da história:
  28. 28. A mulher mente de uma maneira que até Deus acredita.

×