Inimigo publico

670 views

Published on

Contas da região autonoma da madeira

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
670
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Inimigo publico

  1. 1. oInimigoPúblicoINIMIGO.PUBLICO.PTWWW.FACEBOOK .COM /INIMIGOPUBLICOWWW.TWITTER .COM /INIMIGO N.º 414| Sexta-feira 23 de Setembro | Director: Luís Pedro Nunes O REI DA ILHA AFUNDA-SE Madeira quer sair do Euro Grécia diz que não é a Madeira
  2. 2. 2 | INDEPENDÊNCIA JÁ!oInimigoPúblico 23 de SetembroMadeira poderásair do EuroDepois do buraco financeiro descoberto, a Madeira terá de declarar in-cumprimento e sair da zona euro. A saída da moeda europeia vai signifi-car quebras nos rendimentos dos trabalhadores madeirenses e diminui-ção da qualidade de vida para níveis semelhantes aos dos portugueses docontinente. A nova moeda será o jardim, sendo que um euro será o equi-valente a 100 jardins. O centésimo do jardim será chamado de gaspar. JHGrécia diz à UE que não é a MadeiraAs mentiras de Alberto João Jardim estão a ser usadas pela Grécia para ten-tar recuperar a credibilidade internacional. George Papandreu, que há umasemana estava à beira do abismo, está a tentar ganhar um novo fôlego paraadiar o “default”. “O buraco de 1891,3 milhões equivale a 115,3% do orçamentomadeirense para o ano de 2011! São quase 40% do PIB da Madeira. Alguma vezera possível a Grécia esconder despesas de quase metade do nosso PIB? Escon-demos no máximo 10 ou 15%!”, afirmou George Papandreu. JH L:Alberto João Jardim R MA É PO AI-SE NÃO ISTR LTA ELE D EIRO SAdefende os “lusobonds” INH URACO EOD AOB PARCom um desvio de quase 2 mil milhões de euros e sem vontade de assumirresponsabilidades, o líder da Madeira já começou a usar a mesma lengalen-ga dos países periféricos. Com medo que as medidas de austeridade levema Madeira à recessão em consequência da inibição do despesismo, AlbertoJoão Jardim considera que a solução passa por triplicar a capacidade doFundo Português de Estabilização Financeira da Madeira. “Se existissemos ‘lusobonds’, emissão conjunta de dívida pública do Continente e da Ma-deira, o desvio não tinha acontecido. Os ataques dos mercados do Conti-nente à dívida soberana da Madeira estão a levar-nos à ruína e as agências Cronologia do défice da Madeira das mulatasde ‘rating’ do Continente não param de baixar o ‘rating’ da Madeira. O de Zarco aos sifões de Jaime RamosContinente está a empurrar a Madeira para fora do Euro, mas eu não voudeixar”, avisou Jardim. JH 1419 – João Gonçalves Zarco inaugura a primeira rotunda com fonte de repuxo do mundo, em Câmara de Lobos, e manda a factura ao Infante D. Henrique, a quem chama- va, escreve Oliveira Martins, “o cubano”.RTP Madeira tem Estradas de 1425 – Introdução da cana do açúcar na ilha e, segundo Mattoso, do primeiro defesa-estado a emitir Portugal passa a central sérvio no primitivo Marítimo.apenas música usar bandeira da 1480 – Cristóvão Colombo casa com a filha do capitão donatário do Porto Santo. A conta do bolo e da lua-de-mel chegou ao Terreiro do Paço, na semana passada, para Vítorclássica Madeira na sede Gaspar pagar. O governo decidiu que vai passar aA RTP da Quinta da Vigia transmite associar empresas públicas endivida- 1755 – Terramoto no continente provocado pelo baque do Marquês de Pombal depoisexclusivamente música clássica des- das à Madeira, como forma de puni- de ter recebido vários molhos de contas vencidas da Madeira, um abalo estimado em 9.0de segunda-feira. O sinal de luto pelas ção e para surtir efeitos dissuasores na escala de Richter ou de 4 pontos na TSU, na escala de Poul Thomsen.finanças regionais não foi bem rece- no futuro. A Estradas de Portugal,bido pelos três madeirenses que sin- que prevê chegar ao final de 2011 1801 – Primeira invasão inglesa. Os ingleses resolvem ir-se embora, no ano seguinte,tonizam a estação e, cerca de 66,6% com um endividamento superior a depois de Jorge III de Inglaterra ficar maluco com a quantidade de contas da Madeira quedeles, já telefonaram a Jaime Ramos 2,5 mil milhões de euros, ultrapas- queriam que ele pagasse.a pedir o circo de Monte Carlo e can- sando brutalmente o limite de 7%tigas de Max, em vez de requiems e endividamento, vai passar a usar a 1901 – D. Carlos visita a Madeira e é alvo de um atentado regicida com os mortífe-David Fonseca, sobre imagens da maldita bandeira azul e amarela da ros cocktails do Machico (despesas de construção civil pagas sem recibo envolvidas em“National Geographic” de orcas a “ilha desonesta”. O governo irá tam- aguardente de cana).caçar focas na praia, acompanhadas bém içar a bandeira da Madeira napelo rodapé “o continente não pode Parpública, Refer, CP, Transtejo, Par- 1943 – Nasce Alberto João Jardim. Ou, como reza a lenda, por ter sido ano de elei-continuar a tratar assim a Madeira”. que Escolar e hospitais EPE, sendo ções, é inaugurado Alberto João Jardim.Os espectadores também reclamam que as bandeiras serão colocadas aigualdade com os continentais no meia-haste, seguindo a proposta do 2011 – FC Porto contrata Kléber ao Atlético Mineiro, não paga nada ao Marítimo eacesso a Sónia Araújo. MB comissário Oettinger.JH Jardim pede um empréstimo ao Banco Mundial para ir buscar Lionel Messi. MB
  3. 3. SÓ FICAMOS COM O RONALDO | 3 oInimigoPúblico 23 de Setembro “DEFENDEREI Como esconder 1.113,3 milhões A MADEIRA na Laurissilva com o Photoshop ATÉ AO ÚLTIMO CÊNTIMO DA Importação de caviar russo para os lobos-marinhos das Ilhas Desertas 317 REPÚBLICA” Coletes-de-forças e Xanax de Jaime Ramos 24 INIMIGO PÚBLICO abre as suas páginas ao exercício Monumento ao Joe Berardo desconhecido 179 do contraditório de Alberto João Jardim Barris de imperiais e morcela para festa do Chão da Lagoa 237 +A canalhice política da extrema-esquerda socialista, conluiada com a maçonaria e o complexo industrial-mi- Poda, canteiros e rega da Floresta Laurissilva 14 litar da banana Chiquita, pretendia que a Madeira ficasse de braços cruzados a ver o Benfica recusar a OPA de Joe Berardo, o Jardim Gonçalves a ser corrido do BCP ou o Piquetes de arremesso de maracujás ao representante da república 0,3 nosso Cristiano Ronaldo a pintar as unhas dos pés. Reitero ao povo de inteligência superior madeirense e Tratamento de Photoshop do arquipélago no Google Earth 182 porto-santense que foi em legítima defesa da autonomia que abri um buraco nas contas de 1.113,3 milhões de eu- Borrifadores de Chanel Nº. 5 em todos os exemplares da coluna de Alberto João Jardim ros. O Jaime Ramos até diz que podem ser mais mas que no “Jornal da Madeira” 158 a mariconera estava rota e, quando deu por ela, já tinha perdido umas tantas facturas. Foi em legítima defesa da Madeira que torrei uns euros, MB 1.113,3 sim, tal como foi em legítima defesa que a Alemanha in- vadiu a Polónia, que os madeirenses só casam com pri- mos direitos, que aquele indivíduo, o Hannibal Lecter, comeu umas tantas pessoas e foi em legítima defesa que o Marco do Big Brother deu um pontapé na fronha da Governo Regional da Madeira O investimento gorda. gastou 5 milhões de euros Fora isso, cumprimentos para o nosso pessoal. Um abra- ço deste que tanto vos deve. Sou capaz de ter mais contas em água Evian para regar as segundo o MBA para pagar pelo Natal. Alberto João Jardim plantas da Floresta Laurissilva de Alberto João O Instituto Nacional de Estatística e o Banco de Portugal Alberto João Jardim justificou o pantagruélico estiveram a analisar as despesas de manutenção da flores- défice da Região Autónoma da Madeira dizendo ta de 15.000 hectares da Laurissilva, considerada em 1999 que “não é despesa, é investimento”. Eis comoTrichet pensa que cada pela UNESCO como Património da Humanidade. Além da fotossíntese mais cara de sempre, os jardineiros usavam todos os portugueses, e não apenas Alberto João Jardim, podem dessa forma tornar-se empreen-madeirense tem uma ancinhos, enxadas, forquilhas, alviões, sachos, foices, ga- danhas, cunhas, guilhos e podas de ouro de 24 quilates dedores que investem no seu País.namorada top model com diamantes de 32,77 quilates. JH • Dinheiro gasto em droga não é despesa, é investi-russa em casa Cientistas estudam gene mento no sector import/export nacional;O presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude • Dinheiro gasto em subornos não é despesa, éTrichet, pediu uma auditoria conjunta BCE/FMI/UE do relativismo ético dos investimento na economia paralela portuguesa;para garantir que cada madeirense não tem uma na-morada top model russa para sustentar, como indicia madeirenses que depois disto • Dinheiro gasto em fornicar prostitutas não éuma primeira leitura das contas da região. Trichet es-tudou a “Hola!”, para se inteirar do assunto, e teme que tudo ainda votem no Jardim despesa, é investimento em políticas de apoio à natalidade;a idolatria pelo estilo de vida de Ronaldo tenha conse-quências orçamentais cataclísmicas. “Todos nós, que já As eleições regionais na Madeira estão a ser um tubo de • Dinheiro gasto em travestis e transexuais não éandámos nessas cavalarias, sabemos que uma Irina dá ensaio para novos estudos na área da Neurologia. Deze- despesa, é investimento em políticas de igualda-quase tanta despesa como um Jorge Mendes”, analisa nas de especialistas já estão na Madeira a analisar a po- de social;Trichet. MB pulação, utilizando a neuroimagem e testes neuropsico- lógicos que mapeiam as áreas cerebrais. “Estou a fazer • Dinheiro gasto em jogo não é despesa, é investi- uma análise neurofisiológica de acordo com as preferên- mento no turismo nacional qualidade;TGV na Madeira adiado cias políticas dos eleitores. A esmagadora maioria dos madeirenses apresenta lobos frontais, o sistema límbico, • Dinheiro gasto em arrumadores não é despesa, épor 6 meses o giro cíngulo, a amígdala temporal e o hipocampo, que investimento em políticas de mobilidade urbana;A descoberta do buraco de quase 2 mil milhões de euros regulam os aspectos éticos, ainda mais lesados que osna Madeira já provocou mudanças no projecto da rede de eleitores de Oeiras e de Gondomar. O resultado é a pro- • Dinheiro gasto em arrumadores não é despesa,alta velocidade para a Região Autónoma da Madeira. A li- dução de respostas anormais ou patológicas nos âmbi- é investimento em políticas de apoio social aosnha Calheta-Câmara de Lobos-Machico, a linha Ponta do tos da cognição, julgamento moral e pensamento ético. desfavorecidos;Sol-Porto Moniz-Ribeira Brava e a linha Santa Cruz-Santa- Estas pessoas votariam no Jardim mesmo que o buracona-São Vicente foram adiadas por seis meses, sendo que fosse de 5 mil milhões de euros, 10, 20, 50 mil, não há • Dinheiro gasto em acções do BPN não é despesa,apenas vai avançar já a linha Funchal-Porto Santo e a linha diferença absolutamente nenhuma”, revelou o especia- é investimento na capitalização da banca nacio-Funchal-Poceirão. JH lista. JH nal. VE
  4. 4. 4 | JARDIM ANIMA A NOSSA VIDAoInimigoPúblico 23 de SetembroAlberto João Jardim em estado de pânico,fumando charuto e bebendo champanheVeuve Clicquot, recebe a equipa dereportagem do INIMIGO PÚBLICOFoi com nervosismo que o repórter do INI- não ficou chateado por eu não ter aparecidoMIGO PÚBLICO/ Madeira, cujo director na sua festa de aniversário, pois não? “. Der-é Luís Pedro Nunes Jardim, foi ao Palácio retido o gelo inicial, o repórter confrontoude Alberto João Jardim, entrevistar o líder Jardim com a delicada questão dos buracos:da Madeira. A Madeira vive um escândalo “ Tio, como é que se chamam estes queijos O,financeiro, que faz Madoff parecer um car- franceses com buracos que a empregada UBANteirista que ataca no 57, do Cais do Sodré. O trouxe para o almoço? “. Por fim, o repórter MIGO C ASrepórter do IP/ Madeira, Mário Botequilha lançou a pergunta que nenhum jornalista OH A ER UM SJardim, hesitou imenso antes de confrontar ousa fazer a Jardim: “ Tio Alberto, não gosto QU RINHA UAlberto João Jardim com a mais difícil e in- de champanhe, posso abrir o Barca Velha? FACT PAGAR?conveniente das perguntas: “Tio Alberto, ”. AM PARAJardim diz-se perseguido porque é bonito,rico e um grande estadistaAlberto João Jardim não compreende os as- Governo Regional não entende a sua exclu-sobios continentais e açorianos de que tem são do troféu do mais sexy platina do “Cor-sido vítima e deixou uma pergunta no ar: reio da Manhã” nem porque é que as mães“Será porque sou bonito, rico e um grande dizem aos filhos “ou comes a sopa ou digoestadista? É por terem inveja de mim. Não ao Alberto João para te mandar contas deletenho outra explicação.” O Presidente do para tu pagares”. MB Imprensa internacional chegou à Madeira • “Madeira, a ilha desonesta” – Financial Times • “Festa bunga-bunga nas finanças madeirenses” – La Stampa • “A Madeira é bela como Carla Bruni mas as contas são sórdidas e cheias de Relação entre o défice da Madeira, o duplo queixo esquemas como Sarkozy” – Libération • “Jogaram merda no ventilador” – O Globo de Jardim e a classificação do Marítimo na Liga • “Kursk português afunda-se no Atlântico com 250 mil tripulantes encarce- rados” – Vechernyaya Moskva • “Octogenária madeirense engravidada in vitro com ADN de Hitler por ex- traterrestres mandou conta para o serviço nacional de saúde que a devol- veu e garante que não paga” – National Inquirer • “Banana das Canárias teme contágio do default madeirense” – La Vanguardia • “Cardozo promete mais golos à nação benfiquista” – A Bola MB Conclusão: o Marítimo tornou-se no Dragões Sandinenenses insular por culpa doPólvora dos foguetes Gaspar fez manobra de comunismo e da maçonaria ao mesmo tempo que Jardim ficou de papo cheio dede fim de ano era Heimlich a Jardim para o tantos primeiros-ministros e ministros das Finanças que comeu durante mais de três décadas. MBenrolada em notas de obrigar a cuspir facturascinco contos por pagar que tinha Sede do Tribunal de Contas na Madeira funcionaA pouco e pouco vai-se conhecendo odestino dos milhões gastos por Jardim engolido há 35 anos como restaurante/marisqueiradesde 1978. O INIMIGO sabe que a pól- Alberto João Jardim recebeu, ontem, a O Presidente do TC afirmou que o orga- sede do TC, que desde 1980 funcionavora do célebre fogo-de-artifício da pas- visita surpresa do ministro Gaspar, em nismo “ aponta há vários anos para a como churrasqueira e marisqueira! Nasagem de ano do Funchal foi, durante missão terminator de fiscalização. Jar- necessidade de uma maior clareza nas Madeira existe um edifício da Procura-décadas, enrolada em notas de cinco dim, contou-nos Guilherme Silva, ten- contas públicas da Madeira”. O IP não doria-geral da República, que serve decontos ou ofícios do Ministério das Fi- tou esconder várias facturas por pagar duvida da honestidade de Oliveira Mar- discoteca! O DIAP está na Madeira, ser-nanças a pedir justificações de despe- do ministro das Finanças, metendo-as tins, mas o alerta deve ter sido dado no vindo a sede para uma loja da estilistasas, cortados às tiras. Uma prática que todas na boca ao mesmo tempo. Foi um bar Gingão, às 4 da manhã, ao som do “ Fátima Lopes! A sede do Supremo Tribu-só mudou há poucos anos: agora, por erro: célere, Gaspar fez-lhe a manobra I Wanna Be Sedated” dos Ramones, pois nal de Justiça é ocupada pela Zara! Já oexemplo, a correspondência do Banco de Heimlich, obrigando-o a cuspir os do- ninguém ouviu nada! A esquerda diz que edifício do Representante da Repúblicade Portugal ou do Tribunal de Contas cumentos e, logo a seguir, aplicou a Jar- na Madeira não existem os organismos na Madeira é ocupado pela pizzaria “vai, por abrir, directamente para o eco- dim a manobra de Steve Seagal, para que que asseguram a Democracia em Portu- Mamma Mia”. Estás a ver, Daniel Olivei-ponto. MB não repetisse a gracinha. MB gal. Não é verdade. A Madeira tem uma ra, estão lá todos! AM
  5. 5. QUE SERIA DE NÓS SEM JARDIM? | 5 oInimigoPúblico 23 de SetembroAnne Geddes Sede do Tribunal de cando obcecado com a SOBE & DESCE Madeira, onde não sãodeprimida com a Escritores de livros bem-vindos chinesesdívida da Madeira policiais reconhecem ou indianos e em cujo DESCE Parlamento Regionaldesiste de tirar anos depois: a culpa não podem entrar de- putados da Oposiçãofotografias a bebés não é do mordomo, quando Cavaco Silvafofinhos é do Alberto João Alberto João Jardim a visita, um local onde não existe multicul- A biografia cujaPor causa das trapaçadas de Alberto João Jardim turalismo nem multi- leitura inspirou Com os sucessivos buracosJardim, a famosa fotógrafa australiana Escritores policiais anglo-saxónicos partidarismo. Breivik Anders Breivik orçamentais descobertos naAnne Geddes – tratada por muitos por- reuniram-se hoje em Londres e pediram decidiu então sentir-se Madeira, a reputação internacionaltugueses como Anne Guedes, os mesmos desculpa aos mordomos por sempre os na ilha de Utøya como Alberto João Jar- de Portugal enterra-se poucoque tratam o famoso fotógrafo Man Ray terem apontado como culpados pelos dim na ilha da Madeira, um ente demiúr- a pouco, como a reputação dopor Man Reis – deixou de acreditar na mais variados crimes, reconhecendo que gico, senhor da vida, da morte e da linha Domingos Paciência a cada jogo doinocência inata das crianças e passou a culpa de tudo é única e exclusivamente editorial dos jornais. A polícia acredita Sporting. Alberto Joãoa considerar que todas elas, no fundo, de Alberto João Jardim. De igual modo, que Breivik era uma “toupeira” de Alber- Jardim pegou numasão fala-baratos dissimulados como ele, escritores policiais nórdicos reuniram- to João Jardim na Maçonaria, organiza- retroescavadora,retratando-as da maneira como Alberto se em Estocolmo e reconheceram que ção que culpa pelo défice da Madeira e espetou a garraJoão Jardim se dirige, na Festa do Chão a culpa de tudo não é de uma socieda- por não ser permitido fazer poncha com hidráulica comLagoa, aos “continentais”. Os fãs de Anne de hipócrita e supostamente tolerante, mais de 60º de álcool. VE toda a força noGeddes estão chocados e pedem-lhe que mas do presidente da Região Autónoma chão, encontrou ovolte a fotografar crianças absolutamen- da Madeira. Já a ANTRAL reuniu na sua nosso caixão bem lá no fundo ondete ingénuas ou pelo menos que as retrate Senhoras da limpeza sede e reconheceu, em nome dos taxistas ele já se encontrava e, maldito seja,da maneira como António José Seguro se portugueses, que a culpa de tudo poderá espetou-lhe o último prego.dirige, nos congressos do PS, à Angela descobriram mais afinal não ser totalmente dos pretos. VE SOBEMerkel. VE 100 milhões de dívida Dicionário de no caixote do lixo do Português na Madeira governo regional não tem as palavras Alberto João Jardim “ crise”, “ recessão” , Ontem de manhãque fazemvolta das 7 ho- ras, as senhoras cedo, por a limpeza da O presidente do Governo Regional da Madeira reconheceu que “ austeridade “ ou “ sede do governo regional da Madeira de- ocultou as dívidas da região, tectaram uma nova dívida escondida no sonegou informações impostos” valor de 100 milhões de euros dentro de sobre as pulhices Uma obra-prima do cinema é “ Pleasan- um caixote do lixo. As senhoras alertaram financeiras que tville”, de Gary Ross (os pedantes espec- de imediato o ministro das Finanças, que fez ao longo tadores da Cinemateca nunca a viram, se limitou a responder “Muito obrigado dos últimos para eles os fi lmes geniais são feitos por pela informação, senhoras”, o que demo- anos e mentiuGeógrafos dizem tailandeses chamados Apichattakama- rou cerca de dez minutos, e o Tribunal de descaradamenteque ilhas têm mais gakulpong Weeratikatakatkasethakul). Contas. No mesmo caixote do lixo foram ao Governo da República. No fi lme, Tobey Maguire vive uma re- ainda encontrados dois preservativos usa- Reconhecer os nossos errostendência para alidade dura, a que escapa vendo uma dos e um resto de Bollycao já bolorento. AP deliberadamente reiterados,esconder buracos série passada em 1958, onde a vida é perfeita. Com um comando de TV má- moralmente reprováveis, eticamente deploráveis efinanceiros que gico, ele e a irmã, Reese Witherspoon, Jardim pagou 5 judicialmente criminosos, é um entram na série. Os portugueses são o começo. Alberto João Jardim estápenínsulas Tobey, que vivem na austeridade, olhan- milhões de euros para de parabéns.Os buracos fi nanceiros dos territórios do com inveja para a Pleasantville “ Ma- Paula Rego pintar Alberto João Jardimnão dependem apenas das característi- deira”, onde a vida é perfeita. Tobey ecas dos políticos. Alguns especialistasconsideram que as condições geográ- Passos não querem mudar Pleasantville nem a Madeira. O FMI é a Reese, que passadeira em rua daficas e geológicas influenciam bastante destruiu aquela sociedade. Os habitan- Madeira Tínhamos de Alberto João Jardima forma como as fi nanças públicas são tes de Pleasantville começam o fi lme a a ideia de um desbocado quegeridas e são comunicadas a instâncias preto e branco e acabam a cores. Se o O Tribunal de Contas está a analisar algu- faz o que lhe dá na gana comsuperiores. As penínsulas podem ter governo for justo, os habitantes da Ma- mas despesas de montantes elevados por o descaro de um inimputável.graves problemas económicos e fi nan- deira, que até aqui viveram a cores, te- serviços encomendados à Dama Oficial da Agora descobrimos um Albertoceiros mas o facto de terem um pedaço rão de viver a preto e branco. Como os Ordem do Império Britânico. Além das 10 João Jardim capaz de metodica,de terra, por mais pequeno que seja, a portugueses já vivem. AM passadeiras a 5 milhões de euros cada, paciente, ponderada eligar a uma região maior impede a ten- Paula Rego terá sido contratada para criar maquiavelicamentedência para a escamoteação das contas sinalização horizontal em troca de 100 ludibriar toda apúblicas. “Todas as ilhas tem uma maior Leitura da biografia de milhões de euros, tendo desenhado mar- gente. Pensávamos,tendência para a demência fi nanceira Alberto João Jardim cas orientadoras de sentidos de trânsito, injustos emas há níveis. As ilhas fluviais, as ilhas duplos traços contínuos, marcas rodoviá- precipitados, queoceânicas e as ilhas vulcânicas, como os levou Anders Breivik a rias de cor amarela que indicam paragem era igual a um caudilhoAçores, são um pouco menos trapacei-ras. As ilhas continentais, que são ilhas querer sentir-se dono de veículos, linhas de paragem “STOP”, lugares de estacionamento, linhas de ce- folclórico como o Avelino Ferreira Torres, quando afinal é umque têm uma plataforma que as liga geo- e senhor de uma ilha dência de passagem com símbolo trian- estadista da estatura política demorfologicamente a um continente, são A polícia norueguesa descobriu que An- gular, zebras dos cruzamentos e linhas um Henry Kissinger ou de um Dickas mais aldrabonas.”, explicou um espe- ders Breivik era um pacato cidadão até do BUS, sempre ilustradas com as típicas Cheney. VEcialista. JH ler a biografia de Alberto João Jardim, fi- mulheres feias e animalescas. JH
  6. 6. 6 | ALBERTO JOANISSESoInimigoPúblico 23 de Setembro de 2011OPINIÃO INIMIGO CLASSIFICADOS PARA ADULTOSTodos os portugueses são o Dr. Jardim FUNCHAL Ilha Deslumbrante Marota Gulosa Muito Safada No História. Para as luminárias de serviço que Constitucional, quando os apurados e di- Orçamento de Estado Adoro Pa- escrevem neste jornal, a culpa de tudo o ligentes esforços dos portugueses em sa- gamento Dívidas S/Pressas Tel.: que de execrável aconteceu ao País é de botarem a obra reformista do Fontes Pe- 291 4445 335 Alberto João Jardim. A ideia é popular, e reira de Melo transformaram Portugal em FUNCHAL Linda Ilha Carente Regulador Ausente pode até ser confortável, mas não é verda- pouco mais do que um protectorado bri- Atende Impostos de Homens, Mulheres e Casais, deira. A culpa, como digo há mais de 50 tânico. Agora, que somos de jure um pro- Show Orçamental Pornográfico Tel.: 291 424 634 Vasco Pulido Valente anos, é do Alberto João Jardim, dos madei- tectorado alemão, os portugueses culpam renses, dos que não são madeirenses e, an- Alberto João Jardim. O director da polícia FUNCHAL 38ª Vez Ilha Linda Tropical InsaciávelA ssisti com atenção e natural es- tes de mais, do actual inquilino de Belém. de uma nova série, A Balada de Hill Stre- Orçamento Natural Sem Fim!!! Chuva de Impostos tupefação ao INIMIGO PÚBLICO A culpa desta mediocridade em que nos et, diz sempre aos seus homem, antes de Buraco Compl. Levo-te À Loucura Tel.: 291 444 3345 de hoje. Desde os tempos do Dr. atolámos é de todos os portugueses, à ex- iniciarem o turno, para terem cuidado lá FUNCHAL MADEIRA e PORTO SANTO 2 Loucas Cunhal e seus anódinos acólitos cepção, honra lhe seja feita, do Dr. Soares. fora. Esse conselho não serve aos portu- Dupla Tributação Par De Dívidas Tamanho XXLda Soeiro Pereira Gomes que não presen- O Dr. Jardim pode ser culpado de muita gueses, porque é dentro de nós próprios Bondage Se Gostas Dor Vais Adorar Tel.: 291 445 3445ciava tamanha tentativa de branquear a coisa, mas não estava vivo na Monarquia que se escondem os perigos. VE VETOON | António Jorge GonçalvesINQUÉRITO | Patrícia CastanheiraAcha que estão a tentar denegrir a imagem da Madeira?Cristiano Ronaldo Joe Berardo Alberto João Jardim Fátima Lopesjogador que deu o seu melhor para responder a este empresário que quer que a troika se f *** . indivíduo para quem um pacote de austeridade é o rabo estilista preferida do cão do CR7 .inquérito O que é preciso é transformar esta crise em oportunidades de uma manequim. Não necessariamente. Os buracos podem ser extremamenteEu penso que sim. Penso que esta história toda é só para me de business. Podiam fazer t-shirts todas rotas para vender aos Eu não escondi dívida nenhuma! Simplesmente esqueci- sexy. Aliás, as minhas colecções são cada vez mais a imagematingir a mim, porque as pessoas têm inveja de eu ser rico e turistas a dizer “My friend went to Madeira e tudo o que eu me das facturas no bolso de umas calças que foram para de marca da Madeira, porque apostam num jogo constantebonito e ter uma namorada que é boa todos os dias, incluindo ganhei was this t-shirt esburacada”. a lavandaria. Qual é o problema?! Vocês aí nesse jornaleco entre o que se mostra e o que se esconde.Domingos e feriados. Pelo menos é o que eu penso que. também devem estar feitos com a Maçonaria.
  7. 7. JARDINISSES | 7 oInimigoPúblico 23 de Setembro de 2011 POLÍTICO QUASE AFRICANO PROF. JARDIM Grande Conselheiro de Estado com 35 anos de experiência, político conhecido em Todo o Mundo desde a semana passada, Líder Espi- ritual com supermagia contabilística negra e branca, especialista em todos os trabalhos financeiros ocultos, trata e principalmente esconde qualquer que seja o seu caso, mesmo colossal ou de difícil resolução sem ser à custa dos contribuintes, como desvios orçamen- tais, sobre-orçamentação de obras públicas, adulteração de fundos comunitários e contabilidade criativa. Desfaz feitiços do Tribunal Avenida de Contas e Planos Director Municipal. Cura problemas de AMOR à do Infante, N.º 1 mentira, NEGÓCIOS ilícitos, FAMÍLIA social-democrata, subsídio- 9004 - 547 Funchal DEPENDÊNCIA, IMPOTÊNCIA orçamental. FACILIDADES DE PAGAMENTO ATRAVÉS DO SUBSÍDIO DE 351 291 21 46 604 NATAL PAGAMENTO APÓS O BONITO RESULTADO DO QUE 351 291 22 44 164 ANDA A FAZER VE REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA MISSA DE 7.º DIALisboetas, portuenses, alentejanos, transmontanos, algarvios, beirões e restantefamília nacional participam que será celebrada missa pela falência da Região Au-tónoma da Madeira, hoje, dia 23/09/2011, às 17h30, no Mosteiro dos Jerónimos.Agradecem, desde já, a todos os credores que se dignarem a assistir a este piedosoacto, bem como a todos aqueles que, de alguma hipócrita ou irónica forma, lhemanifestarem o seu pesar. ……………………………………………………………………..LOJA PORTUGALTroika – Número Verde Grátis 800 666 666Serviço Funerário Permanente 24 Horas VE ÓRGÃO DE SOBERANIA NA ÁREA PORTUGUESA PROCURA PRESIDENTE DO GOVERNO REGIONAL DA MADEIRA (M/F) (PARA SALVAR REGIÃO AUTÓNOMA DA BANCARROTA)Requisitos:- Mínima experiência em contabilidade e economia (9º ano);- Nenhum conhecimento de Português vernáculo (oral ou escrito);- Conhecimento suficiente de Inglês para entender o que está escrito em memo-randos de entendimento com instituições internacionais;- Boa apresentação, nariz e bochechas pouco vermelhos;- Vergonha na cara;- Entrada imediata, hoje mesmo de preferência.Valoriza-se a presença no candidato de alguma perturbação psicológica que oimpeça de mentir e enganar, como a síndroma de Asperger.Contrato de 4 anos, com possibilidade de prolongamento.Oferecemos salário muito atractivo para quem nunca teve uma profissão a sériofora da política.Os interessados deverão enviar CV para:belem@presidencia.ptao cuidado de Cavaco Silva VE
  8. 8. #.8 4©SJF -JOF 6SCBO -JOF 4QPSU 1FMP QSB[FS XXXCNXQUTFSJF EF DPOEV[JS $POTVNP DPNCJOBEP B MLN NJTTµFT EF $0 B HLN WJBUVSB BQSFTFOUBEB QPEFS¡ JODMVJS FRVJQBNFOUP PQDJPOBM6. 03*(.%64 1340/-*%%41BSB UPEPT BRVFMFT RVF HPTUBN EF UPNBS EFDJTµFT P OPWP #.8 4©SJF PGFSFDF OPWBT PQ§µFTEF QFSTPOBMJ[B§£P DPN B -JOF 4QPSU F -JOF 6SCBO /£P JNQPSUB RVBM © B TVB FTDPMIB (SB§BT BPTOPWPT NPUPSFT #.8 5XJO1PXFS 5VSCP   FYQFSJªODJB EF DPOEV§£P DPN P NPEP EF DPOUSPMPEPT DPOTVNPT $0 130 F   TVB JNQSFTTJPOBOUF BHJMJEBEF B TVB FTDPMIB TFS¡ TFNQSF B NBJTBDFSUBEB 0 OPWP #.8 4©SJF © VN BVUPN³WFM NPEFSOP FYUSPWFSUJEP EFTQPSUJWP F BVUPDPOᡡBOUFQSFQBSBEP QBSB SFWFMBS B TVB QFSTPOBMJEBEF7JTJUF P TFV $PODFTTJPO¡SJP QBSB NBJT JOGPSNB§µFT PV BDFEB B XXXCNXQUTFSJFTF QSFGFSJS TFS DPOUBDUBEPQSPWFJUF BJOEB BT DPOEJ§µFT FTQFDJBJT EF ᡡOBODJBNFOUP #.8 JOBODJBM 4FSWJDFT0 #.8 4©SJF JODMVJ $POUSBUP EF .BOVUFO§£P #.8 4FSWJDF *ODMVTJWF EF BOPT PV LN13;3 ‰ #.8 4‰3* -*/ 41035 -*/ 63#/

×