Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Santillanaportugues genese adaptado

546 views

Published on

..--

Published in: Education
  • Copas Url to Download This eBook === http://letobodome.best/8582173202-Dicionrio-do-latim-essencial.html
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

Santillanaportugues genese adaptado

  1. 1. O português – génese, variação e mudança (ppt adaptado)
  2. 2. A língua portuguesa tem cerca de 244 392 milhões de falantes.1 1 http://observatorio-lp.sapo.pt/pt/dados-estatisticos/falantes-de-portugues-literacia Portugal Brasil Guiné-Bissau Cabo Verde São Tomé e Príncipe Angola Moçambique Timor-Leste Macau e… Guiné Equatorial (desde 2014) Língua oficial Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, criada em 1996.
  3. 3. Como começou? palácio paacio paaço paço parabolam parábola palavra sanum sanctum sunt são
  4. 4. Do latim ao galego-português Do português antigo ao português contemporâneo Principais etapas da formação e da evolução do português
  5. 5. 1. Do latim ao galego-português
  6. 6. Os vários ramos de línguas indo-europeias. Língua «de raiz» Língua-mãe Indo-europeu, uma protolíngua
  7. 7. grego modernogrego clássico línguas românicaslatim bretão galês escocês irlandês inglês alemão dinamarquês norueguês neerlandês sueco dinamarquês islandês checo russo bielorusso ucraniano eslovaco polaco esloveno macedónio servo-croata búlgaro ramo helénico ramo celta ramo itálico ramo germânico ramo eslavo Indo-europeu
  8. 8. O Indo europeu é uma protolíngua*, uma língua primitiva. O latim é uma língua itálica, de origem indo-europeia. Era a língua falada no Lácio, região em que se situa a cidade de Roma. Roma COPIAR *proto- exprime a ideia de primeiro ou anterior.
  9. 9. A língua latina não era utilizada da mesma forma por todos os estratos sociais, em todas as ocasiões. Latim clássico: escrito culto/erudito Latim vulgar: oral popular Latim Têm características diferentes COPIAR
  10. 10. Romanização: conquista e colonização de territórios pelos Romanos Adoção das leis romanas, da administração romana e da língua latina Mapa do apogeu do Império Romano.
  11. 11. Línguas românicas ou novilatinas. Línguas que derivam do latim vulgar Línguas românicas ou novilatinas
  12. 12. francês italiano reto-romano romeno provençal sardo catalão galego castelhano português Línguas românicas ou novilatinas
  13. 13. Línguas românicas ou neolatinas Latim Italiano Castelhano Catalão Galego Português populum popolo pueblo poble pobo povo panem pane pan pa pan pão scholam scuola escuela escola escola escola A evolução linguística é diferente nos vários territórios conquistados.
  14. 14. ESTRATO • O latim é a base vocabular da língua, é o ESTRATO do Português.
  15. 15. SUBSTRATO Vestígios de línguas anteriores à romanização: o ibero, o celta, o basco, o fenício, etc. P.1. E antes da romanização? – Que povos habitavam a península? – Que línguas falavam? – O que acontece a essas línguas depois da invasão romana? R.1 Línguas de origem celta e fenícia, que eram faladas na península antes da romanização, são assimiladas pelo latim e praticamente desaparecem, deixando apenas alguns vestígios. São o SUBSTRATO do português.
  16. 16. SUPERSTRATO Vestígios de línguas posteriores à dominação romana: línguas germânicas e a língua árabe P.2. E depois da queda do império romano (476)? – Que povos invadem a península? – Que línguas falavam? – O que acontece a essas línguas em contacto com o latim? R.2. Depois da queda do império romano, as línguas faladas pelos povos bárbaros invasores (suevos e visigodos) e árabes são incorporadas no latim, língua dominante. São o SUPERSTRATO do português.
  17. 17. • Línguas: celta, ibero, basco, fenício, etc. até ao século III a. C. Em síntese: Vestígios de uma língua indígena desaparecida devido ao contacto e sobreposição da língua dos invasores Substrato • Latim vulgar do século III a. C. ao século V d. C. Língua que está na base do léxico e da gramática e que sobreviveu ao contacto com outras línguas Estrato • Línguas germânicas século VIII d. C. • Árabe — século VIII d. C. Vestígios de uma língua de um povo invasor e desaparecida no contacto com a língua do povo invadido Superstrato
  18. 18. Línguas: celta, ibero, basco, fenício, etc. Em síntese: Substrato Latim vulgarEstrato Línguas germânicas; ÁrabeSuperstrato COPIAR
  19. 19. agasalhar, britar, broa, espeto, fato, ganso, luva, roca, roupa, sopa jardim elmo, estribo, guerra, roubar Superstrato germânico Nomes próprios Pontos cardeais Afonso, Ermesinde, Gonçalves, Ramiro, Ricardo, Rodrigues, Soares norte, sul, este, oeste a guerra a agricultura a vida quotidiana Léxico relacionado com
  20. 20. azul, carmesim álcool, álgebra, alfinete, alambique, azulejo, enxaqueca, xadrez, xarope, zénite açoteia, alfarroba, alqueire, almofariz, açafrão, açúcar, arrátel, azenha alcaide, alferes, algoz, almedina, almirante, algazarra, arsenal, atalaia, azagaia, xerife Superstrato árabe Topónimos Cores Alcácer, Alcântara, Alcoentre, Algarve, Aljezur, Almada, Alpiarça a guerra a agricultura a ciência / vida quotidiana Léxico relacionado com Artigo al junto a nomes de origem latina
  21. 21. Resultado do cruzamento das línguas: o Romance (o falar à maneira dos romanos) Expande-se para sul seguindo o movimento da Reconquista cristã A partir dos séculos VIII e IX Galego-português No Sul, sofre influências do moçárabe Vai-se desenvolvendo o romance da Galiza e norte de Portugal Em síntese: a partir do séc. VIII vai-se desenvolvendo o Romance da Galiza e norte de Portugal, ou seja, o Galego-português. COPIAR AZUL
  22. 22. 2. Do português antigo ao português contemporâneo
  23. 23. Do século XII ao século XV Português antigo* Do século XVI ao XVIII Português clássico A partir do século XIX Português contemporâneo COPIAR * Outras designações: galego-português; galaico-português; português arcaico; português medieval
  24. 24. Português antigo Outras designações Português antigo Galego-português Galaico-português Português arcaico Português da Idade Média Do século XII ao século XV
  25. 25. Edição de gramáticas e dicionários Do século XVI ao século XVIII Valorização da língua materna Português clássico Expansão para fora da Europa João de Barros (1481-1570), pioneiro da gramática da língua portuguesa. Empréstimos de línguas diversas Português clássico
  26. 26. importação de latinismos um ambiente cultural propício à reflexão sobre a língua proliferação de livros impressos Vai conduzir a Português clássico Renascimento a entrada de empréstimos africanos, asiáticos e sul-americanos a afirmação do português como língua franca na costa ocidental africana Propicia Expansão marítima
  27. 27. Português contemporâneo A partir do século XIX Desenvolvimento da instrução pública Português contemporâneo Fundação de institutos de ensino superior em vários locais do País Incremento da indústria livreira Maior acesso à escolarização básica Maior diferenciação das variantes geográficas da língua
  28. 28. • Arcaísmos – palavra caída em desuso. – Ex: samicas, mui, etc. • Neologismos – palavra introduzida de novo na língua. – Ex: Googlar, internetês, etc.
  29. 29. Escolhe a opção certa • O português é uma língua ______________ (celta; românica; germânica) , que deriva do____________ (latim vulgar; latim erudito) , o qual foi trazido pelos __________ (nobres; reis; soldados) e colonos romanos aquando da invasão romana. Há outras línguas que têm o mesmo antepassado comum, como por exemplo o ____________ (castelhano e checo; francês e italiano; inglês e romeno).
  30. 30. Escolhe a opção certa Correção • O português é uma língua ______________ (celta; românica; germânica) , que deriva do____________ (latim vulgar; latim erudito) , o qual foi trazido pelos __________ (nobres; reis; soldados) e colonos romanos aquando da invasão romana. Há outras línguas que têm o mesmo antepassado comum, como por exemplo o ____________ (castelhano e checo; francês e italiano; inglês e romeno).
  31. 31. Verdadeiro ou falso? 1. O latim impôs-se sobretudo em torno do Mediterrâneo devido ao domínio do Império Romano. 2. As línguas românicas resultaram da evolução não do latim vulgar, mas do latim erudito. 3. Aquando da expansão do Império Romano, o latim assimilou as línguas autóctones de cada região. 4. As línguas românicas são uma família de línguas proveniente do provençal.
  32. 32. Verdadeiro ou falso? Correção 1. O latim impôs-se sobretudo em torno do Mediterrâneo devido ao domínio do Império Romano. V 2. As línguas românicas resultaram da evolução não do latim vulgar, mas do latim erudito. F 3. Aquando da expansão do Império Romano, o latim assimilou as línguas autóctones de cada região. V 4. As línguas românicas são uma família de línguas proveniente do provençal. F
  33. 33. Verdadeiro ou falso? 1. A língua que se começou a falar nos séculos VIII e IX no noroeste da Península Ibérica foi o romance galaico- português. 2. Um dos primeiros documentos a ser redigido em português arcaico data de 1214 e foi o testamento de D. Afonso II. 3. O português clássico surgiu no século XVII. 4. Desde o século XIX até ao presente, fala-se o português clássico.
  34. 34. Verdadeiro ou falso? Correção 1. A língua que se começou a falar nos séculos VIII e IX no noroeste da Península Ibérica foi o romance galaico- português. V 2. Um dos primeiros documentos a ser redigido em português arcaico data de 1214 e foi o testamento de D. Afonso II. V 3. O português clássico surgiu no século XVII. F 4. Desde o século XIX até ao presente, fala-se o português clássico. F
  35. 35. Solução
  36. 36. • http://brip.escolavirtual.pt/page.php/resourc es/view_all?id=201510por_27&full=1&w_size =1280&h_size=800
  37. 37. Bibliografia AMORIM, Clara; SOUSA, Catarina (2013) – Gramática da Língua Portuguesa. Porto: Areal Editores. CARDEIRA, Esperança (2006) – O Essencial sobre a História da Língua Portuguesa. Lisboa: Caminho.

×