A geografia do crime

8,274 views

Published on

Published in: News & Politics
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,274
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
123
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A geografia do crime

  1. 1. A GEOGRAFIA DO CRIME
  2. 2. Lei seca nos EUA1920 – emenda constitucional nosEUA proibiu a produção ecomercialização de bebidasalcoólicas no país.Idéia de políticos conservadores ereligiosos puritanos para tentarresolver o problema do alcoolismo,que era a maior ameaça ao bem-estar da sociedade americananaquele momento.
  3. 3. Batida policial em Detroit a procura de fábrica clandestina de bebida
  4. 4. A proibição não foi eficiente para acabar com o alcoolismo e ainda gerou umlucrativo mercado clandestino,altamente disputado por gangues decriminosos.Atraídos pelas altíssimos lucros obtidoscom a venda ilegal de bebidas , asmáfias do crime organizado entraramna vida cotidiana das principais cidadesdo país.Al Capone : controlava os pontos devenda de bebidas, prostituição e jogoilegal da cidade de Chicago na décadade 20.
  5. 5. Os chefões da máfia raramente seenvolvem em diretamente nos crime,apenas “mandam”, por isso quasenunca existem provas concretas contraeles.Normalmente, cada cidade de umgrande país tem sua própria famíliamafiosa, com poder restrito ao local.Neste período, esse poder raramenteultrapassava as fronteiras do país.
  6. 6. Globalização do crimeNa atual fase de globalização , o crimeorganizado não respeita mais asfronteiras nacionais.Poderosas organizações criminosasmantém “filiais” em diversas partes domundo, assim como as multinacionais ,utilizam as novas tecnologias dainformação para controlar os seusnegócios.
  7. 7. O princípio das máfias continua omesmo : ganham dinheiro com o tráficoe a oferta do que é proibido pelas leisdos países , controlando asorganizações baseadas na lealdade deseus integrantes e no suborno ouassassinato de seus inimigos.Hoje, as organizações criminosasatuam no tráfico de drogas, exploraçãoda prostituição e do jogo ilegal,seqüestro, escravidão e cobrança detaxas de proteção .
  8. 8. Mas atuam também em negócios“limpos”como mercado financeiro,construindo hóteis e centros de lazere financiando campanhas políticasem vários países.O combate ao crime ficou muito maisdifícil pois o dinheiro ganho de formailegal passa , via internet, de um paíspara o outro e a rede de produção econsumo de drogas abrangepraticamente o mundo todo.
  9. 9. O problema se tornou tão sério quea ONU realizou duas conferênciassobre o crime organizado : emNápoles, em 1994 e no Cairo,em1995.O objetivo destas conferências eradiagnosticar a nova situação epropor acordos para facilitar ointercâmbio de informações e acoordenação de ações conjuntascontra o crime.
  10. 10. MÁFIA ITALIANAA Itália foi o berço histórico de váriasorganizações criminosas,entre as maisimportantes podemos citar : CosaNostra, com base na Sicília e aCamorra, com sede em Nápoles.Atuam na comércio ilegal dedrogas,armas e prostituição. Atuamtambém no comércio legal, utilizandométodos violentos para afastar aconcorrência .Em algumas provínciasaté a distribuição de água e pão écontrolada pela máfia.
  11. 11. As famílias mafiosas mantém rituais deiniciação e rígidos códigos de conduta.A lealdade deve ser total e qualquertraição é punida com violência .Há o pacto de silêncio , conhecido comoomertá, que dificulta a captura dosgrandes chefes
  12. 12. Policial italiana mostra os cartazes de mafioso procurado pela polícia
  13. 13. MÁFIA RUSSACresceu com o fim da Guerra Fria e adesagregação da União Soviética.Com a abertura econômica e políticahouve uma transição da economiaplanificada para a economia demercado e uma rápida e caóticaprivatização das empresas estatais. Grupos criminosos que atuavamilegalmente e organizações militaresdescontentes com os baixos salários eperda de poder assumiram negócios
  14. 14. Hoje existem mais de 5000 gangues egrupos criminosos na Rússia, quetraficam drogas e armas roubadas dopoderoso exército.O tráfico de armas é perigoso poisarmas nucleares podem parar nas mãosde terroristas e ditadores, dispostos aampliar seu poder por meio de ameaçanuclear.Os países do leste da Europa são umgrande campo de atuação das máfiasrussas.
  15. 15. O dinheiro sujo é usado para subornarfuncionários públicos. A máfia aumentasua influência comprando patrimôniopúblico a preços subfaturados evendendo “proteção” à empresasestrangeiras que queiram se instalar naregião.A Interpol, as organizaçõesinternacionais de combate ao tráfico dedrogas e o próprio governo russo estãoassustados com o crescimento da máfiarussa no mundo.
  16. 16. Na Riviera Francesa, um dos locaisde veraneio mais caros do mundo,os novos milionários russoscompram casas e hóteis de luxo.Suspeita-se que a máfia russaesteja entrando no ramo dofutebol, com a compra e venda depasses de jogadores , que atingemvalores milionários e servem paralegalizar dinheiro ilícito.
  17. 17. Riviera Francesa
  18. 18. Máfia JaponesaCom a centralização ocorrida em 1868, ossamurais, que eram guerreiros dos chefesmilitares, perderam sua função. Muitosdeles se organizaram em grupos violentosque passaram a agir por conta própria nosubmundo do crime.Possui códigos rígidos de conduta:passampor rituais de iniciação e têm seus corposcobertos por tatuagens que simbolizamforça e lealdade ao grupo.
  19. 19. Máfia ChinesaSe desenvolveram a partir deantigas sociedades secretas.São chamadas tríades chinesas eobtiveram dinheiro com extorsão,prostituição e controle da venda deópio e heroína.
  20. 20. Todas as máfias tradicionaisexpandiram seus negócios com ascorrentes migratórias séc. XIX e XX:mafiosos italianos se instalaram emcidades dos EUA e mafiosos japonesese chineses pelo Sudeste Asiático e embairros orientais das cidades maisimportantes dos EUA, como emChinatown, em São Francisco. Nestascidades, exploram a precariedade devida dos refugiados e imigrantes ilegais.
  21. 21. Chinatown – São Francisco
  22. 22. NarcotráficoA maior fonte de renda das máfiasatualmente é o tráfico de drogas.A elevada lucratividade do negócio estáconcentrada nas operações de varejo, osprodutores ficam apenas com 4% do totalarrecadado pelos narcotraficantes.Maconha e cocaína são as principaisdrogas traficadas , seguidas pelo ópio,haxixe e pelas drogas sintéticas( anfetaminas e ecstasy).
  23. 23. A maconha é plantada em todo o mundo.O haxixe tem como principal produtorMarrocos, no norte da África, que abasteceprincipalmente os mercados consumidoresda Europa.O ópio é extraído da folha da papoula. Apasta de ópio é utilizada para produção deheroína, uma das drogas alucinógenas maisperigosas. Durante muito tempo, Mianma,Tailãndia e Laos foram os maioresprodutores de papoula,e essa região ficouconhecido como o Triângulo de ouro .
  24. 24. Cultivo de papoula no Afeganistão
  25. 25. Hoje, o maior produtor é o Afeganistão.Os maiores produtores da folha de cocasão a Colômbia, o Peru e a Bolívia.A cocaína é obtida através do refino dafolha de coca, geralmente feita emlaboratórios e instalações clandestinasno meio da floresta. A droga é entãoenviada por uma rede de traficantespara todo o mundo, em especial para oenorme mercado consumidor dos EUA
  26. 26. Cultivo de folha de coca na Bolívia
  27. 27. As drogas e a violência urbanaCerca de 5% da população mundial entre 15e 64 anos utiliza drogas freqüentemente.Os maiores mercados consumidores são aAmérica do Norte e a Europa.As drogas são um dos maiores problemasatuais de saúde pública: usuários tem que seratendidos pelo sistema de saúde, otratamento é caro, demorado e nem sempreeficiente pois milhares de jovens morrempelo consumo excessivo de drogas.
  28. 28. Outro problema está relacionado com opoder das máfias : as fortunasconseguidas com o narcotráfico financiamoutros tipos de atividades ilegais comocorrupção, extorsão, roubos a banco ecompra de armas cada vez maispotentes.O tráfico mobiliza milhares de jovens ecrianças na guerra pelos pontos de vendade drogas.
  29. 29. Lavagem de dinheiroConsiste em tornar “limpo” o dinheiro “sujo”,ganho com narcotráfico e crimes.Uma grande soma pode ser dividida empequenos montantes e depositado emcentenas de “contas-fantasmas” ( abertascom documentos falsos em nome de pessoasinexistentes) ou de “laranjas” ( pessoas quetêm suas contas utilizadas para atransferência do dinheiro “sujo”.
  30. 30. Esse dinheiro é então transferido de diversasformas ( saques, ordem de pagamento, chequesde viagem...) para outras contas até ficarimpossível rastrear a origem do dinheiro ilegal.Vários países tentam adotar medidas paradificultar a “lavagem “ do dinheiro : quebra desigilo bancário, identificação dos clientes do bancoe uma maior vigilância sobre as instituiçõesfinanceiras.Mas, com a globalização fica cada vez mais fácil atransferência de dinheiro entre os sistemasfinanceiros de diversos países.
  31. 31. Uma forma de enganar o imposto derenda do país é depositar o dinheiro“lavado” em paraísos fiscais.Paraísos fiscais são países ou regiõesque garantem o total sigilo dasoperações bancárias e a quasecompleta isenção de impostos, criandocondições perfeitas para o investimentodo dinheiro ganho ilegalmente.No final deste processo o dinheiro fica àdisposição para investimentos emnegócios legais.
  32. 32. No passado, as máfias concentraramsuas fortunas principalmente na comprade restaurante, hóteis e imóveis.Hoje, com as facilidades da globalizaçãoe da “lavagem de dinheiro” e comganhos muito maiores, concentram-seem investimentos especulativos , comoa compra de ações de empresas embolsas de valores do mundo inteiro, ojogo com as flutuações cambiais e aparticipação de privatizações deempresas estatais.
  33. 33. Paraísos fiscais

×