Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Jorimp aula4 2011-popular_quality

637 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jorimp aula4 2011-popular_quality

  1. 1. jornalismo impresso Professor mestre Artur Araujo (artur.araujo@puc-campinas.edu.br) Conceitos teóricos sobre a produção jornalística impressa: quality papers x jornais populares Acesse o site: http://docentes.puc-campinas.edu.br/clc/arturaraujo/ Acesse o FTP: ftp://ftp-acd.puc-campinas.edu.br/pub/professores/clc/artur.araujo/
  2. 3. Quality papers x jornais populares <ul><li>Apesar de os dois padrões jornalísticos e de modelo de negócios já existirem há séculos na imprensa mundial, o mercado brasileiro do início do século XXI vem sendo marcado pela dicotomia entre a chamada “imprensa popular” e os ditos “quality papers”, às vezes também denominados “imprensa séria”. </li></ul><ul><li>Como diferenciá-los? </li></ul>
  3. 4. Quality papers <ul><li>Os quality papers são voltados a um público com maior poder aquisitivo. </li></ul><ul><li>Privilegiam assuntos que interessam à população de alta renda, costumam valorizar textos mais extensos e adotam um acabamento gráfico sofisticado. </li></ul><ul><li>Exemplo de quality paper na região é o jornal Correio Popular. </li></ul>
  4. 5. Imprensa popular <ul><li>A imprensa popular é voltada a um público com menor poder aquisitivo (classes C e D) </li></ul><ul><li>Privilegiam assuntos que interessam à população de baixa renda, costumam valorizar textos mais curtos e adotam um acabamento gráfico muito chamativo. </li></ul><ul><li>Exemplo de imprensa popular na região é o jornal Notícia Já. </li></ul>
  5. 6. Breve histórico <ul><li>A imprensa popular (penny press, nos EUA) e o jornalismo mais elitizado existem desde o século XIX no Brasil e em vários países do mundo. </li></ul><ul><li>Na Europa e nos EUA já no século XIX, a imprensa popular conquistou espaço principalmente em decorrência da alfabetização e da inclusão social das classes menos favorecidas. </li></ul>
  6. 7. Jornais populares, fenômeno consolidado <ul><li>Sob o rótulo de “imprensa popular”, diversos jornais circulam há mais de cem anos na Europa e nos EUA. </li></ul>
  7. 8. Uma proeza histórica <ul><li>O jornal Super Notícia, de Belo Horizonte, superou a Folha de S. Paulo e se tornou o jornal mais lido do País. </li></ul>
  8. 9. ...no Brasil também <ul><li>Projetos editoriais de jornalismo popular datam do fim do século XIX no País. </li></ul><ul><li>O Jornal do Brasil (RJ) começou como imprensa popular. </li></ul><ul><li>O UH foi outro fenômeno entre as décadas de 1950 e 1980. </li></ul>
  9. 10. Notícias populares <ul><li>Um caso muito famoso de jornalismo popular no Brasil foi o Notícias Populares, de São Paulo, editado pelo Grupo Folha, que desenvolve também o jornal Folha de S. Paulo. </li></ul>
  10. 11. O novo modelo de jornal popular
  11. 12. Algumas diferenças entre os dois padrões: conteúdo Temática noticiosa Quality papers Imprensa popular O quality paper pretende convidar o leitor a refletir sobre temas de interesse público. A imprensa popular enfatiza fatos chamativos, espetaculares, para prender a atenção Do leitor.
  12. 13. Algumas diferenças entre os dois padrões: padrão gráfico do texto Relação texto x imagem Quality papers Imprensa popular No s projetos editoriais de quality papers, parte-se do pressuposto que o leitor deseja ler mais . Nos projetos editoriais para a imprensa popular, parte-se do pressuposto que o leitor não gosta de grandes textos.
  13. 14. Algumas diferenças entre os dois padrões: estética Padrão gráfico Quality papers Imprensa popular Design tende a ser sóbrio, ‘ limpo’ ( clean ) Design tende a ser mais extravagante e/ou ‘ barroco’.
  14. 15. Algumas diferenças entre os dois padrões: semântica Padrão de títulos Quality papers Imprensa popular Títulos tendem a ser ‘ sóbrios’ Títulos tendem a ser mais ‘ chamativos’
  15. 16. Algumas diferenças entre os dois padrões: conteúdo Padrão noticioso Quality papers Imprensa popular Linha editorial privilegia política, economia, administração pública e cultura Linha editorial privilegia entretenimento, esportes e polícia
  16. 17. Quality papers perdem espaço <ul><li>Entre a década de 1970 e 1990, os quality papers dominavam a lista dos mais vendidos. </li></ul><ul><li>A situação, entretanto, mudou... </li></ul><ul><li>Eles ainda têm posição de destaque, mas compartilham o ranking com jornais populares. </li></ul>
  17. 18. O que mudou para explicar a ascensão? <ul><li>Há fatores históricos, econômicos e políticos para explicar o fenômeno atual da imprensa popular. </li></ul><ul><li>Sob o aspecto político, o regime militar tratava com hostilidade os jornais populares, tanto aqueles que lidavam com questões como movimento sindical ou direitos trabalhistas (UH), quanto aqueles que exploravam o noticiário policial (Notícias Populares). </li></ul>
  18. 19. Como é o jornal popular atualmente? <ul><li>Os jornais populares nos dias de hoje perderam muito das características que projetaram o Notícias Populares nas décadas de 1970 a 1990. </li></ul><ul><li>Atualmente, a ênfase no crime e no exótico foram deixados de lado, e a imprensa popular explora mais o entretenimento, principalmente o mundo das celebridades e o esporte, além da prestação de serviços. </li></ul>
  19. 20. Depoimento de Nelson Homem de Mello
  20. 21. Prestação de serviços e entretenimento <ul><li>Entretenimento </li></ul><ul><li>Prestação de serviços </li></ul>
  21. 22. Citação do dia “ No jornalismo observa-se sempre uma tensão entre falar primeiro e falar a verdade.” Ellen Goodman (*1941), jornalista e autora de livros norte-americana

×