I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines

1,275 views

Published on

O Porto de Leixões e a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) organizaram, a 25 e 26 de Setembro de 2008, o "I Encontro de Portos da CPLP", sob o lema “Estreitando Relações Comerciais e de Cooperação no Espaço da Lusofonia”. O evento decorreu no Auditório Infante D. Henrique, em Leça de Palmeira.
Com o evento pretendeu-se abrir um espaço e um tempo de reflexão comum, estabelecendo ou estreitando laços de conhecimento e amizade e criando meios para uma maior aproximação, cooperação e parceria entre todos na discussão de questões de interesses recíprocos e sob a égide da mesma língua que todos falam.
Os objectivos propugnados neste encontro pioneiro vieram a concretizar-se a 13 de Maio de 2011, com a constituição da Associação dos Portos de Língua Portuguesa - APLOP.

Divulgamos a apresentação de suporte à intervenção de Lídia Sequeira, Presidente da Administração do Porto de Sines (APS), Portugal, no I Encontro de Portos da CPLP.
Há mais 8 apresentações disponíveis neste espaço da APLOP no Slideshare, e referentes ao I Encontro de Portos da CPLP.
A apresentação do Porto do Lobito (Angola), teve suporte vídeo, encontrando-se disponível no Canal da APLOP no Youtube, em
http://www.youtube.com/watch?v=1jBFIyAAJCU

Programa do I Encontro de Portos da CPLP: http://congresso.aplop.org/sartigo/index.php?x=5945

Historial dos Encontros/Congressos da APLOP: http://congresso.aplop.org/menu/index.php?x=202

Estamos no Facebook: http:// facebook.com/aplop.press
Estamos no Twitter: http://twitter.com/aploppress
A APLOP está no Youtube: http://www.youtube.com/aplop2
Estamos no Linkedin: https://www.linkedin.com/company/aplop

CONSULTE O SITE DO VI CONGRESSO DA APLOP: http://congresso.aplop.org/

Visite também www.portosdeportugal.pt

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,275
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Sines

  1. 1. Factores de Competitividade doPorto de SinesI Encontro de Portos da CPLPSetembro de 2008
  2. 2. Localização Estratégica Porta de Entrada da Europa Localização privilegiada de Sines na confluência das principais rotas marítimas internacionais Norte-Sul / Este-OesteSetembro de 2008 2
  3. 3. 1 - Características Físicas / AcessibilidadesPorto de águas profundas, aberto ao marFundos naturais não sujeitos a assoreamentoAcostagem de navios de grande porteInexistência de pressão urbana Notáveis infraestruturas marítimas Molhe Oeste com a orientação N/S Molhe Leste com orientação NO/SE 1º porto nacional em movimentação de carga 5 terminais e 2 portos interioresSetembro de 2008 3
  4. 4. 1 - Características Físicas / AcessibilidadesAcessos FerroviáriosConexão Ferroviária em Portugale ligações a EspanhaIntegrado no Eixo Prioritário 16 (RTE-T)Linha projecto (construção) (em estudo)Linha original Setembro de 2008 4
  5. 5. 1 - Características Físicas / AcessibilidadesAcessos Rodoviários Conexão Rodoviária em Portugal e ligações a Espanha IP7 LISBOA MADRID ÉVORA A2 IC33 IP8 SEVILHA SINES BEJA Nó a definir: Grândola Norte ou Grândola SulSetembro de 2008 5
  6. 6. 2 – Cinco Terminais Especializados Um porto com múltiplas valências Granéis Sólidos, Granéis Petroquímicos Carga Geral e Ro-Ro Líquidos Contentores Gás Natural LiquefeitoSetembro de 2008 6
  7. 7. 2 – Cinco Terminais EspecializadosTerminal de Granéis Líquidos 350.000 Dwt 28m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 28.300.000 ton/ano Áreas de Expansão para Tancagem • 22 ha Infraestruturas e Equipamentos • 6 postos de acostagem • 27 braços de carga/descarga • 3 braços de carga de Auto-tanques Transporte Terrestre • Oleoduto • Rodovia Setembro de 2008 7
  8. 8. 2 – Cinco Terminais EspecializadosTerminal Petroquímico 20.000 m3 12m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 1.000.000 ton/ano Volume de Tancagem • 85.900 m3 Infraestruturas e Equipamentos • 2 postos de acostagem • 6 braços de carga/descarga Transporte Terrestre • Oleoduto • RodoviaSetembro de 2008 8
  9. 9. 2 – Cinco Terminais EspecializadosTerminal Multipurpose 190.000 Dwt 18m Z.H.Capacidade de Movimentação• 8.700.000 ton/anoÁrea de Armazenagem Disponível• 365.636 m2• 56.120 m2 (expansão)Comprimento do Cais• Intradorso: 296 m, Extradorso: 721 mInfraestruturas e Equipamentos• 2 gruas de pórtico (2 x 2.000 ton/h)• 2 stacker-reclaimer (4.000 ton/h e 2.000 ton/h)• 1 carregador de cais (1.700 ton/h)• Estação de carregamento de vagões (1.700 ton/h)• 1 grua automóvel de 50 ton de força de elevação• 1 rampa ro-roTransporte Terrestre• Ferrovia• Rodovia• Tapete RolanteSetembro de 2008 9
  10. 10. 2 – Cinco Terminais EspecializadosTerminal GNL (Gás Natural Liquefeito) 130.000 m3 15m Z.H. Capacidade de Movimentação • 4.000.000 ton/ano Volume de Tancagem Disponível • 2 tanques de 120.000 m3 cada Volume de Tancagem Futura • 1 tanque de 140.000 m3 Infraestruturas e Equipamentos • 1 posto de acostagem • 3 braços de descarga de 4.000 m3/hora • 1 braço para retorno de vapor • 2 baias de carga de cisterna, cada uma com 1 braço de carga e um braço de retorno de vapor Transporte Terrestre • Gasoduto (90%) • Rodovia (10%)Setembro de 2008 10
  11. 11. 2 – Cinco Terminais EspecializadosTerminal XXI (Contentores) > 9.000 TEU’s 16m Z.H. Capacidade Máxima de Movimentação • 800.000 TEUs/ano Área para Depósito e Armazenagem • 24 ha Comprimento do Cais • 730 m Equipamentos • 6 pórticos de cais (super e post-panamax) • pórticos de parque (RTG) • empilhadores de garfos • empilhadores telescópico Transporte Terrestre • Ferrovia (2 linhas, cada uma com 650 m de comprimento) • RodoviaSetembro de 2008 11
  12. 12. 2 – Cinco Terminais EspecializadosExpansão do Terminal XXI 9 Pórticos super1.4 post‐panamaxmTEUs 6 Pórticos super Rápido aumento post‐panamax Extensão do Cais Para 940 m de capacidade Extensão do Cais para responder para 730m1.0 CAPACIDADEmTEUs à procura MOVIMENTO0.5mTEUs 1.3 M TEUs0.25 800 mmTEUs TEUs 400 m 150 m TEUs 121 m 51 m TEUs 19 m TEUs TEUs TEUs 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2009 >2011 Setembro de 2008 12
  13. 13. 3 – Porto ModernoEquipamentos de operação de última geração Setembro de 2008 13
  14. 14. 3 – Porto ModernoSistemas de gestão, operação e segurança/protecção. Cartão Único Portuário VTS Vessel Traffic System Supervisão (Vídeo e Alarmes) Setembro de 2008 14
  15. 15. 4 – Operação portuária flat-rateA flexibilidade da mão-de-obra e a prática de tarifas planas permitem queas operações portuárias decorram efectivamente 24 horas por dia, 365 diaspor ano.Setembro de 2008 15
  16. 16. 5 – Zona Industrial e LogísticaUm porto com uma vasta zona industrial e logística adjacente Zona Extraportuária Zona Intraportuária 2 km 215 ha 30 ha Zona IntraportuáriaÁrea total de 30 ha, dos quais 12 ha a ocupar numa primeira fase, éformado por dois lotes:1.ª Fase (12 ha) - localizado junto ao terminal multipurpose, sendodelimitado a norte pela EN 120 – 1 e a sul pela via de ligação aoterminal referido.2.ª Fase (18 ha) – Inserido no espaço da antiga pedreira. Zona IntraportuáriaÁrea total de 215 hectares, dos quais 73,6 ha, a ocupar numa 1ª fase.Para 1ª fase de implementação da ZAL estão reservados seis lotes (L1a L6), devidamente enquadrados por espaços verdes de protecção eservidos por adequadas redes de infra-estruturas. Setembro de 2008 16
  17. 17. 6 – Capacidade de Expansão Expansão Terminal XXISetembro de 2008 17
  18. 18. Obrigado pela atençãoSetembro de 2008 18

×