A biblioteca escolar e a gestão de projectos

2,831 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
2,831
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,106
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A biblioteca escolar e a gestão de projectos

  1. 1. A Biblioteca Escolar e a Gestão de Projectos RBE - António Nogueira 2012 1
  2. 2. Se quisermos modernizar o mundo de forma realista, terá de ser por etapas Karl Popper RBE - António Nogueira 2012 2
  3. 3. Porquê a Gestão de Projectos na BE?       Exige um conhecimento objectivo da realidade (escola/ meio envolvente); Possibilita um levantamento de necessidades (individuais e colectivas); Permite agir de um modo sustentado para provocar mudanças significativas; Responde a necessidades detectadas com eficácia (impactos); Permite melhorar as performances (conhecimentos, atitudes, praxis e tarefas dos actores) – Boas Práticas Permite Criar Comunidades de Prática RBE - António Nogueira 2012 3
  4. 4. O Professor Bibliotecário é um Gestor Conhece a realidade e o contexto (educativo, pedagógico e cultural) da BE;  Intervém de forma permanente para introduzir mudanças necessárias;  Possui uma cultura colaborativa;  Desenvolve uma prática com base em evidências;  Age para criar um impacto novo na cultura tradicional;  É um líder.  RBE - António Nogueira 2012 4
  5. 5. Qualidades de um Líder Dinâmico  Visionário  Flexível  Criativo  Paciente  Persistente  Afirmativo  Persuasivo  Confiante  Imaginativo  Analítico  Decidido  Compreensivo  Organizado  Objectivo  Carismático  RBE - António Nogueira 2012 5
  6. 6. Factores de Motivação de um Trabalho de Projecto (Equipa)        Qualidade de Trabalho (interessante, motivador, útil); Sentimento de integração (na equipa de Projecto); Envolvimento; Realização; Reconhecimento do Sucesso e do Esforço; Oportunidade de evoluir e progredir; Aumento da Responsabilidade. RBE - António Nogueira 2012 6
  7. 7. As Fases da Gestão de Projectos Identificar o Problema Avaliação Objectivos Impactos Plano de Trabalho Promoção Indicadores e Metas Implementação Produtos RBE - António Nogueira 2012 7
  8. 8. Identificar o Problema Identificar a necessidade de um novo produto/actividade ou serviço na BE;  Delinear o que se pretende fazer;  Clarificar a inovação a introduzir;  Identificar os potenciais interessados (na escola e fora da escola);  Delinear os passos da acção a desenvolver;  Perspectivar os efeitos/impactos  RBE - António Nogueira 2012 8
  9. 9. Objectivos • Definir aonde queremos chegar; • Elaborar uma lista de todos os objectivos, por ordem hierárquica; • Verificar se os objectivos ajudam a satisfazer as necessidades detectadas. RBE - António Nogueira 2012 9
  10. 10. Plano de Trabalho Identificar uma sequência de tarefas a realizar; Esclarecer a contribuição de cada um dos elementos nos vários momentos de execução do projecto Fornecer um quadro para a calendarização das acções, afectação dos recursos financeiros e distribuição de equipamentos RBE - António Nogueira 2012 10
  11. 11. Exemplo de uma Tabela de Actividades Actividade Membros do Pessoal Responsável Duração do Projecto Recursos Necessários Marcos RBE - António Nogueira 2012 11
  12. 12. Plano de Trabalho  Permite à Equipa da BE: ◦ Identificar uma sequência de tarefas lógicas por forma a cumprir os objectivos operacionais; ◦ Esclarecer a contribuição que se espera de cada um dos intervenientes; ◦ Fornecer um quadro de calendarização das acções e afectação de recursos; ◦ Facilitar análises regulares do progresso conseguido. RBE - António Nogueira 2012 12
  13. 13. Imprevistos – O que fazer? Flexibilidade dos Resultados Flexibilidade na sequência de Actividades Flexibilidade do pessoal e recursos RBE - António Nogueira 2012 13
  14. 14. Implementação - Indicadores Os indicadores são medidas que permitem à equipa da BE e outros intervenientes, de determinar o sucesso e a validade do projecto e a sua abordagem;  A definição de indicadores permite, ainda, que se possam validar as medidas que “indicam” os resultados do projecto.  RBE - António Nogueira 2012 14
  15. 15. Implementação - Indicadores Medidas Quantitativas Medidas Qualitativas Factos, números, mont antes envolvidos, pessoas, pr ogresso conseguido traduzido numa determinada quantidade… Atitudes, consenso alcançado, competências adquiridas, mudanças operadas… RBE - António Nogueira 2012 15
  16. 16. Promoção de novos produtos na Biblioteca Escolar  Os produtos criados no decurso do projecto devem: ◦ Satisfazer as necessidades dos utilizadores (público-alvo da BE); ◦ Apresentar inovação; ◦ Produzir impactos positivos (novas aprendizagens; competências); ◦ Possuir qualidade (apresentação, adequação) ◦ Poder ser utilizados por outrem; ◦ Ser divulgados e promovidos. RBE - António Nogueira 2012 16
  17. 17. Impactos Altera comportamentos O Projecto Altera metodologias Altera resultados RBE - António Nogueira 2012 17
  18. 18. Avaliação  Concepção: ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ Os objectivos foram coerentes e pertinentes? O projecto foi bem orçamentado? O tempo foi adequado? A composição da equipa foi adequada? As actividades responderam às necessidades do público-alvo? Foram incluídos mecanismos eficazes de avaliação ou controlo? Verificou-se um envolvimento correcto dos parceiros? Foi definida a monitorização do projecto? … RBE - António Nogueira 2012 18
  19. 19. Avaliação  Execução: ◦ As actividades foram realizadas segundo o plano estabelecido pela equipa da BE/professores/ alunos? ◦ Os prazos foram cumpridos? ◦ Foram concretizados os produtos intermédios? ◦ As metas foram atingidas? ◦ As medidas tomadas geraram o impacto desejado? ◦ As verbas foram atribuídas? ◦… RBE - António Nogueira 2012 19
  20. 20. Avaliação  Recursos humanos: ◦ O desempenho dos membros da equipa da BE/professores/alunos foi adequado? ◦ A qualidade de participação dos vários elementos da equipa foi a esperada? ◦ Registou-se um bom fluxo informal da informação? ◦ Foram dadas recomendações pertinentes ao trabalho dos parceiros? ◦ Registou-se pontualidade dos vários elementos nas diversas actividades? ◦… RBE - António Nogueira 2012 20
  21. 21. Avaliação  Impactos: ◦ Os produtos criados transformaram-se em práticas regulares da BE/professores/alunos? ◦ Registou-se alguma inovação no projecto/ actividade? ◦ Que aprendizagens resultaram da implementação do projecto/actividade? ◦ Que outros resultados não esperados podemos identificar? ◦… RBE - António Nogueira 2012 21
  22. 22. Avaliação: Como? Para quê? Questionários; entrevistas; fichas de actividade; relatórios; listas de verificação… Tratamento da Informação (avaliação dos indicadores e metas) Implementação de melhorias (novos planos de acção) RBE - António Nogueira 2012 22
  23. 23. Sucesso do Projecto Evidênci as Cumpriment o dos Objectivos Impactos Eficácia/ Eficiência Elementos inovadores Sucesso Metodologia Utilizada RBE - António Nogueira 2012 23
  24. 24. Vantagens de uma abordagem sistemática de Gestão de Projectos       Garante que o produto resultante do Projecto seja claramente definido e compreendido por todas as partes; Permite que se definam claramente os objectivos do Projecto; Permite que as responsabilidades nas diferentes etapas do Projecto sejam claramente atribuídas e acordadas; Permite uma abordagem lógica do planeamento; Fornece os meios necessários à supervisão e controlo; Dá segurança à gestão. RBE - António Nogueira 2012 24
  25. 25. Referências: Buck Institute for Education (2008). Aprendizagem Baseada em Projectos: Guia para professores do ensino fundamental e médio. Brasil: Artmed Editora Miguel, António (2009). Gestão Moderna de Projectos. Lisboa: FCAEditora Informática. Nunes de Oliveira, José. Aprendizagem Baseada em Projectos. Noesis (nº76, 2009). Ministério da Educação: Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. Santos, Maria et al. Que se Ganha com o Trabalho de Projecto. Noesis (nº76, 2009). Ministério da Educação: Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular. Gestão de Projectos. Disponível em http://www2.ufp.pt/~lmbg/textos/mgp1.pdf . Acedido em 9.02.2011 . Manual de Gestão de Projectos. Disponível em: http://tjmg.jus.br/institucional/planejamento/imagens/manual.pdf . Acedido em 09.02.2011 RBE - António Nogueira 2012 25

×