Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Java20141218 19

475 views

Published on

java

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Java20141218 19

  1. 1. Java Prof.: Diogo Rafael da Silva ans.diogo@hotmail.com
  2. 2. Java • Operadores • Controle de Fluxo – If and else – While – do while – for – break e continue – :rotulos – Switch e case, default – Palavras Reservadas – Entrada de dados- DOS – arrays
  3. 3. Java – Tipos de Dados Exercício - TiposPrimitivos.java
  4. 4. Java – Tipos de Dados Podemos observar que: •● Um byte pode ser convertido em um short, int, long, float ou double •● Um short pode ser convertido em um int, long, float ou double •● Um char pode ser convertido em um int, long, float ou double •● Um int pode ser convertido em um long, float ou double •● Um long pode ser convertido em um float ou double •● Um float pode ser convertido em um double
  5. 5. Java – Tipos de Dados Podemos observar que:
  6. 6. Java – Tipos de Dados Atentar para: •Já as conversões explícitas, o casting, é permitido em todos os tipos (exceto o boolean), mas o programador deve estar ciente que poderá haver perda de bits.
  7. 7. Java – Operadores Os operadores em Java são muito parecidos com os da linguagem C
  8. 8. Java – Operadores Operadores novos: •Grupo = operadores organizados em grupos; •Operador = cada um dos operadores; •Precedência = ordem de precedência dos operadores; •A = associatividade do operador (esquerda ou direita); •Operando = operandos do operador; •Descrição = descrição da operação.
  9. 9. Java – Operadores Operadores novos: •Grupo = operadores organizados em grupos; •Operador = cada um dos operadores; •Precedência = ordem de precedência dos operadores; •A = associatividade do operador (esquerda ou direita); •Operando = operandos do operador; •Descrição = descrição da operação.
  10. 10. Java - Operadores
  11. 11. Java - Operadores
  12. 12. Java - Operadores
  13. 13. Java – Operadores Os parenteses podem ajudar tambem: 2 + 6 * 5 = 32 (2 + 6) * 5 = 40
  14. 14. Java – Controle de Fluxo Realizado através de condicionais: Mudam o fluxo de execução normal do programa
  15. 15. Java – Controle de Fluxo • No caso do while as instruções serão executadas enquanto a expressão booleana for verdadeira. • O do-while executa a instrução pelo menos uma vez e continua executando enquanto a expressão booleana for verdadeira.
  16. 16. Java – Controle de Fluxo • O for pode conter apenas uma instrução no seu corpo. Neste caso não é necessário abrir um bloco. Isso é assim porque o for já implementa alguns comandos na sua assinatura, ou seja, no seu cabeçalho, como a inicialização da variável e o passo da repetição, ou seja, o incremento/decremento da variável.
  17. 17. Java – Controle de Fluxo • break e continue Você deve ter observado que quando fizemos os laços infinitos com o while e com o for utilizamos um comando break. Para que ele serve? Este comando serve para “quebrar” o laço, ou seja, ele fará com que o laço seja interrompido. O comando continue também influi dentro de um laço. Mas ele não vai quebrar o laço. Ele interrompe aquela iteração do laço e reinicia o bloco com a próxima iteração.
  18. 18. Java – Controle de Fluxo • break e continue
  19. 19. Java – Controle de Fluxo • :RÓTULOS (break e continue)
  20. 20. Java – Controle de Fluxo • Switch
  21. 21. Java – Palavras Reservadas
  22. 22. Java – Entrada de Dados • DOS
  23. 23. Java – arrays e Entrada de Dados Prof.: Diogo Rafael da Silva ans.diogo@hotmail.com
  24. 24. Java • Vetor: É formado por um grupo de elementos acessados através do seu índice; • Pilha: Estrutura de dados onde o último elemento a ser inserido na coleção é o primeiro a ser retirado (Baseado no princípio LIFO, “Last in, first out”); • Fila: Coleção onde a ordem de inserção representa a ordem de saída dos elementos (Baseado no princípio FIFO, “First in, first out”); • Árvores: Estrutura de dados que garante a ordenação dos elementos que a compõe;
  25. 25. Java Cada uma das estruturas de dados apresentadas possui características que as diferenciam quanto a: ● Eficiência de busca; ● Eficiência de inserção; ● Organização; ● Ordenação; ● Forma de acesso; ● Forma de busca e; ● Forma de inserção.
  26. 26. Java • Arrays unidimensionais: 1. Declaração: Etapa em que a referência do array é declarada; 2. Construção: Aqui é definido o tamanho e instanciado o array; 3. Inicialização: Os elementos são inseridos no array. exemplo com todas as etapas bem definidas:
  27. 27. Java Acima ocorre: • I. Declaração de uma referência a um array de inteiros chamado • outroJogoSena; • II. Criação de um array com seis posições; • III.Inicialização das posições com os valores 23, 12, 55, 02, 07 e 19; • IV. Atribuição do novo objeto (array) a referência outroJogoSena; • Ocorre em ambos (declaração, construção e inicialização).
  28. 28. Java 7-18 • Exemplo: Implemente a lógica para realização de saques em um caixa eletrônico considerando que o mesmo armazena cédulas de R$100,00, R$50,00, R$20,00, R$10,00, R$5,00, R$2,00 e R$1,00 e devem ser entregues ao cliente o menor número possível de cédulas.
  29. 29. Agradeço atenção. Diogo da Silva– ans.diogo@hotmail.com (92) 9255-4615 “A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida.” John Dewey

×