Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação Fernando Pimentel

240 views

Published on

Apresentação de Fernando Pimentel, da Faculdade de Medicina de UNOESTE.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Apresentação Fernando Pimentel

  1. 1. PLANO DE SAÚDE AMBULATORIAL REGULAMENTADO PELA ANS EXISTE, MAS NA PRÁTICA É QUASE INVIÁVEL e IMPRATICÁVEL: 1 – Consultas 2 – Exames 3 – Atendimentos de Urgências e Emergências nas 12 primeiras horas 4 – Tratamento para Neoplasias
  2. 2. Beneficiários de planos de assistência médica por segmentação assistencial do plano (Brasil – junho/2016) Fonte: SIB/ANS/MS - 06/2016 Ambulatorial 3,97% Hospitalar 1,17% Hospitalar e ambulatorial 85,12% Referência 9,21% Não informado 0,54% Ambulatorial 4%
  3. 3. PLANO DE SAÚDE AMBULATORIAL REGULAMENTADO PELA ANS: AS EMPRESAS NÃO CONTRATAM: 1 – Não são obrigadas 2 – Ainda são caros (mesmo os Ambulatoriais) 3 – Não recebem estímulos (deduções de impostos) 4 – A rede credenciada não alcança pequenas cidades
  4. 4. • 43 Milhões de Trabalhadores Brasileiros ganham menos que 1.800,00 • Aproximadamente 30 Milhões de Trabalhadores dependem exclusivamente do SUS por não terem Plano de Saúde! • Incluindo os Dependentes são aproximadamente 100 Milhões de
  5. 5. A maioria das Empresas Brasileiras não conseguem pagar um Plano de Saúde nem mesmo para o Funcionário (+/- R$ 180,00) e muito menos para toda a família (+/- R$ 460,00 A 600,00)
  6. 6. CAOS DO SISTEMA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA ... E O SUS JAMAIS CONSEGUIRÁ OFERECER UMA ASSISTÊNCIA ADEQUADA...
  7. 7. 1. Consultas médicas ambulatoriais 2. Consultas médicas em Pronto Socorro B. Outros atendimentos ambulatoriais C. Exames complementares D. Terapias E. Internações H. Demais despesas médico- hospitalares 14.3 milhões 4.6 milhões 8.2 milhões 25.1 milhões 6.8 milhões 51.9 milhões 5.5 milhões 52.3 bilhões 64.4 bilhões DESPESAS AMBULATORIAIS DESPESAS HOSPITALARES 45% DESPESAS AMBULATORIAIS 55% DESPESAS HOSPITALARES Despesa Assistencial 2015 - ANS TOTAL DAS DESPESAS ASSISTENCIAIS 116,7 bilhões
  8. 8. PLANO ACESSÍVEL “SIMPLIFICADO” Plano atualmente comercializado com cobertura total menos Internações, Terapias, Urgências e Emergências e outras despesas médico-hospitalares
  9. 9. PLANO ACESSÍVEL “SIMPLIFICADO” Plano atualmente comercializado com cobertura total com apenas a parte Ambulatorial: Consultas, Todos Exames (+alta Complexidade), Outros atendimentos ambulatoriais
  10. 10. ESTRUTURA CULTURAL DAS CIDADES BRASILEIRAS VALE CULTURA (R$ 50,00) !!!! CINEMA: 10% CIRCO: ?!!! TEATRO : 22% O VALE CULTURA PODE SER USADO PARA PAGAR TV POR ASSINATURA
  11. 11. NÃO É HORA DE LUTARMOS POR ESTE BENEFÍCIO??? VALE SAÚDE !!!!
  12. 12. O QUE É MAIS NECESSÁRIO À POPULAÇÃO NA ATUAL CONJUNTURA DO PAIS??? VALE CULTURA !!!! VALE SAÚDE !!!!
  13. 13. O VALE SAÚDE PODERÁ SER O “PLANO ACESSÍVEL SIMPLIFICADO” (Consultas + Todos Exames Ambulatoriais) PAGO PELAS EMPRESAS PRIVADAS VALE SAÚDE R$ 71,00 !!!!
  14. 14. DIFERENÇA ENTRE “VALE SAÚDE” E “VALE CULTURA” (Com Incentivo Fiscal) R$ 21,00 VALE CULTURA R$ 50,00 !!!! VALE SAÚDE R$ 71,00 !!!!
  15. 15. DIFERENÇA ENTRE “VALE SAÚDE” E “VALE CULTURA” (Com Incentivo Fiscal) R$ 28,00 VALE CULTURA R$ 50,00 !!!! VALE SAÚDE R$ 78,00 !!!!
  16. 16. O PLANO ACESSÍVEL OU VALE SAÚDE deve ser para a família ! A Empresa deverá pagar para o Colaborador e seus Dependentes O Valor do Plano Acessível a maioria das Empresas conseguem pagar!!! Sobretudo se houver estímulo Fiscal
  17. 17. • O Vale Saúde OU Plano Acessível deve ser paga pelo Empregador ! • Entra como Benefício, assim como a Cesta Básica da Alimentação e o Vale Transporte • Pode fazer parte de negociações trabalhistas
  18. 18. Valor Único: Evita discriminação por Idade! (A Empresa paga o mesmo valor para o Colaborador com 20 ou 60 anos) R$ 600,00 R$ 120,00 • O Vale Saúde deve ter valor único!
  19. 19. Valor Único: Evita discriminação por número de dependentes! (A Empresa paga o mesmo valor para o Colaborador Solteiro e aquele com Dependentes) VALE SAÚDE
  20. 20. Valor Único: Empresas com 2 ou 2.000 Colaboradores são igualmente beneficiadas e interessantes para as Operadoras. O mais importante será a quantidade total de vidas da Operadora do Vale Saúde. VALE SAÚDE
  21. 21. Receita em 12 meses = R$ 155.616.237.793,00 Receita em 1 mês = R$ 12.968.019.816,08 Pop. Total de Usuários de Plano de Saúde = 50.100.000 Valor mensal médio recebido por Usuário = R$ 260,00 Beneficiários de planos privados de assistência à saúde Brasil (2000-2016) 30,9 31,3 31,4 31,7 33,1 34,4 36,1 37,9 40,4 41,7 43,7 45,7 47,0 48,3 49,8 50,1 48,5 2,3 2,8 3,4 3,9 4,7 5,8 6,7 7,9 9,9 11,9 13,9 15,8 18,0 19,1 20,5 21,5 22,0 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 jun/00 jun/01 jun/02 jun/03 jun/04 jun/05 jun/06 jun/07 jun/08 jun/09 jun/10 jun/11 jun/12 jun/13 jun/14 jun/15 jun/16 (milhões) Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamente odontológico 45% DESPESAS AMBULATORIAIS 55% DESPESAS HOSPITALARES PLANO AMBULATORIAL CUSTARIA 45% DO PLANO COMPLETO R$ 117,00 por Colaborador
  22. 22. ESTES VALORES PODEM VARIAR DEPENDENDO DA ESTIMATIVA DE DESPESAS EM CADA REGIÃO
  23. 23. O VALE SAÚDE É PARA TODOS !! DE NORTE A SUL... DE LESTE A OESTE...
  24. 24. O VALE SAÚDE É PARA TODOS !! DE NORTE A SUL... DE LESTE A OESTE... Mas existem diferenças entre as regiões quanto a número de dependentes por Trabalhador, quanto ao número de Trabalhadores com Carteira Assinada e Taxa de Utilização pelo Colaborador e pelos Dependentes
  25. 25. TAMANHO DA FAMÍLIA BRASILEIRA 1. No Amazonas, a média de integrantes por família chega a 3,6. 2. No Rio Grande do Sul - 2,8 integrantes por família. 3. Média - Família brasileira = 3 integrantes Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio) http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/09/21/familia-brasileira-encolhe-e-cada-vez-mais-gente-mora-sozinha.htm
  26. 26. Por isso, se o VALE SAÚDE for Familiar (Colaboradores + Dependentes) o seu valor deverá ser diferente entre as regiões: Norte, Nordeste e Centro Oeste 10% a 20% mais caro  Sul e Sudeste
  27. 27. Número de Trabalhadores com Carteira Assinada no BRASIL
  28. 28. Em média, somente 10% a 30% da População tem Carteira Assinada: Norte, Nordeste e Pequenas cidades = 10% Grandes Cidades = 15 a 30% P.e, Palmas = 15% / Pres. Prudente = 21% Número de Trabalhadores com Carteira Assinada no BRASIL 48 milhões
  29. 29. DRS – 11 •Presidente Prudente •45 Municípios •População 760.000 •Trabalhadores com Carteira Assinada: 161.730 (21%) •Trabalhadores + Dependentes: (2,9 x 161.730) = 470.000 SP SP DRS-11
  30. 30. 1 – Estimativa da População Total do Estado de SP (645 Municípios) = 43.000.000 Habitantes 2 - População de Trabalhadores com Carteira Assinada em SP = 11.151.943 (26% da Pop. do Estado). 3 - Estimativa da Pop. de Trabalhadores e Dependentes 11.151.943 x 2,8 = 31.225.440 (72% da População do Estado) Número estimado de beneficiados com o VALE SAÚDE (Colab+Dep) em SÃO PAULO 72% da População
  31. 31. 1 - Estimativa da População do TO = 1.515.126 habit. 2 - População de Trabalhadores com Carteira Assinada no Tocantins = 157.113 (10% da População do Estado). (Exceção – Palmas: 15% com Carteira Assinada) 3 - Estimativa da Pop. de Trabalhadores e Dependentes 157.113 x 3,5 = 549.896 36% da Pop. do Estado do TO Número estimado de beneficiados com o VALE SAÚDE – TOCANTINS 36% da População
  32. 32. Orçamento por faixa etária feito por Operadora Local para um Plano de Saúde Amb+Hosp USINA DE ALCOOL 10.685 Colaboradores
  33. 33. ANS Receita em 12 meses = R$ 155.616.237.793,00 Receita em 1 mês = R$ 12.968.019.816,08 Pop. Total de Usuários de Plano de Saúde = 50.100.000 Valor mensal médio recebido por Usuário = R$ 260,00 Valor médio (incluindo todas as idades) cobrado por uma Operadora Local – DRS 11 para os Colaboradores de uma Usina de Álcool da região de P. Prudente (Plano Completo) = R$ 172,00 (Plano Regional é 33% abaixo da ANS)
  34. 34. Valor médio (incluindo todas as idades) cobrado por uma Operadora Local – DRS 11 para os Colaboradores de uma Usina de Álcool da região de P. Prudente (Plano Completo) = R$ 172,00 (Independente de idade) Se extrapolarmos para um Plano Ambulatorial local o valor seria de R$ 78,00 (Ambulatorial = 45% do Plano Completo) Ou R$ 71,00 (41%) se não forem incluídas consultas de PS
  35. 35. “... Alguns Hospitais filantrópicos já oferecem Planos de Saúde Simples, com coberturas nos serviços que oferecem, tais como Cesarianas, Colecistectomia e Pronto Atendimento para Urgências e Emergências básicas, etc”
  36. 36. “ Estas Instituições poderiam tornar-se operadoras do PLANO ACESSÍVEL isoladamente ou por meio de consórcios entre Instituições semelhantes de vários municípios próximos uns dos outros. As Operadoras do PLANO ACESSÍVEL que não tiverem serviços próprios para realizarem Pronto Atendimentos poderiam destinar aproximadamente 15% a 20% do faturamento bruto para as unidades públicas ou filantrópicas que ofereçam tais atendimentos, através do seu Programa de Ampliação e Melhoramento do Pronto Atendimento em Unidades Públicas (UPAs e PSs). + = Consórcio de Saúde
  37. 37. BENEFÍCIOS PARA A REGIÃO DRS-11 (45 Municípios)
  38. 38. Receitas e Despesas nos 45 municípios da DRS-11: Vale Saúde R$ 78,00
  39. 39. Receitas e Despesas nos 45 municípios da DRS-11, Vale-Saúde: A região poderia receber até R$ 1.892.241,00 para ajudar no PA (Urgências/Emerg.)
  40. 40. Receitas e Despesas nos 45 municípios da DRS-11, Vale-Saúde: A região poderia receber até R$ 1.892.241,00 para ajudar no PA (Urgências/Emerg.) E mais R$ 6.812.067,00 para Consultas, Exames Compl. e Outros Atend.
  41. 41. E mais R$ 6.812.067,00 para Consultas, Exames Compl. e Outros Atend. Estimativa do Total de Consultas a serem pagas pelo Plano Acessível Valor da Consulta Estimativa do Total a ser gasto pelo Plano Acessível com Consultas 40.000 R$ 80,00 R$ 3.200.000,00 CONSULTAS
  42. 42. ANS: EXAMES / Usuário Cálculo da quantidade mensal de Exames realizada por cada Usuário de Planos de Saúde a partir dos dados da ANS para o ano de 2015. Pode-se encontrar o número estimado de cada exame para um determinado número de pessoas (p.e, para uma cidade com 20.000 habitantes estima-se uma necessidade de 200 US de Abdome total)
  43. 43. ANS: EXAMES / Usuário Cálculo da quantidade mensal de Exames realizada por cada Usuário de Planos de Saúde a partir dos dados da ANS para o ano de 2015. Pode-se encontrar o número estimado de cada exame para um determinado número de pessoas (p.e, para uma cidade com 20.000 habitantes estima-se uma necessidade de 200 US de Abdome total) Taxa de Utilização para Exames de Alta Complexidade é de 13%
  44. 44. EXAMES A quantidade de Exames a ser realizada pelo Vale Saúde para 161.000 Trabalhadores é semelhante à quantidade realizada atualmente para toda a População da DRS-11 (> 500.000)
  45. 45. REGIONAL – DRS – 11 Com Isenção de Impostos para as Operadoras do Plano Acessível Com a isenção de Impostos, ao invés de R$ 1.900.000,00 para ajudar no PA (Urgências/Emerg.) a região poderia receber R$ 3.280.000,00
  46. 46. MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE – SP VALE SAÚDE Com a isenção de Impostos, Pres. Prudente poderia receber R$ 1.070.000,00 para ajudar no Pronto Atend (Urgências/Emerg.)
  47. 47. MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE – SP VALE SAÚDE Com a isenção de Impostos, Pres. Prudente poderia receber/mês R$ 1.070.000,00 para ajudar no PA e mais R$ 2.224.000,00 p/Consultas+Exames Total Mensal = 3.294.000,00
  48. 48. CINEMA: 10%CIRCO: ?!!! TEATRO : 22% VALE SAÚDE A partir de R$ 64,00 – Colaborador A partir de R$ 128,00 – Colab. e Dependentes CONSULTAS EXAMES VALE CULTURA (R$ 50,00) Estimativa Inicial para População da DRS-11:
  49. 49. CONSULTAS EXAMES VALE SAÚDE = PLANO AMBULATORIAL A partir de R$ 78,00 – Colaborador A partir de R$ 156,00 – Colab. e Dependentes (2x) CINEMA: 10%CIRCO: ?!!! TEATRO : 22% VALE CULTURA (R$ 50,00) Estimativa com dados da ANS para População da DRS-11
  50. 50. Receita em 12 meses = R$ 155.616.237.793,00 Receita em 1 mês = R$ 12.968.019.816,08 Pop. Total de Usuários de Plano de Saúde = 50.100.000 Valor mensal médio recebido por Usuário = R$ 260,00 Fonte: SIB/ANS/MS - 06/2016 Beneficiários de planos privados de assistência à saúde Brasil (2000-2016) 30,9 31,3 31,4 31,7 33,1 34,4 36,1 37,9 40,4 41,7 43,7 45,7 47,0 48,3 49,8 50,1 48,5 2,3 2,8 3,4 3,9 4,7 5,8 6,7 7,9 9,9 11,9 13,9 15,8 18,0 19,1 20,5 21,5 22,0 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 jun/00 jun/01 jun/02 jun/03 jun/04 jun/05 jun/06 jun/07 jun/08 jun/09 jun/10 jun/11 jun/12 jun/13 jun/14 jun/15 jun/16 (milhões) Assistência médica com ou sem odontologia Exclusivamente odontológico “Incluindo todas as faixas etárias” 2015
  51. 51. Despesa Assistencial 2015 - ANS
  52. 52. MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE - SP ... a Secretaria Municipal de Saúde investiu nos quatro primeiros meses de 2016 R$ 6.592.000,00 por mês em UBSs, PAs, Serviço de Ambulância 24 horas, PSF e demais departamentos. Do Ministério da Saúde: R$ 1.758.874,63 Do Governo do Estado de SP: R$ 195.716,12 Das Taxas da Vig. Sanitária: R$ 260.672,07
  53. 53. MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE - SP Com a isenção de Impostos, Presidente Prudente poderia receber do Vale Saúde R$ 1.070.000,00 por mês para Pronto Atendimentos Com a isenção de Impostos, Presidente Prudente poderia receber do Vale Saúde R$ 2.224.000,00 por mês para Consultas e Exames ... a Secretaria Municipal de Saúde investiu nos quatro primeiros meses de 2016 R$ 6.592.000,00 por mês em UBSs, PAs, Serviço de Ambulância 24 horas, PSF e demais departamentos. Total Mensal = 3.294.000,00
  54. 54. TODOS SABEMOS QUE SE TRATARMOS PRECOCEMENTE AS DOENÇAS REDUZIREMOS OS ATENDIMENTOS NOS HOSPITAIS E PRONTOS SOCORROS PÚBLICOS ! Recepção do pronto-socorro municipal de Birigui
  55. 55. DIFERENÇA ENTRE “VALE SAÚDE” E “VALE CULTURA” (Com Incentivo Fiscal) R$ 14,00 VALE CULTURA R$ 50,00 !!!! VALE SAÚDE R$ 64,00 !!!! (Sem Urg/Emerg)
  56. 56. VALE SAÚDE = R$ 78,00 SE FOR UTILIZADO O INCENTIVO FISCAL IGUAL AO VALE CULTURA (para Empresa com Lucro Real): Empresa = R$ 59,00 (Pode descontar do Colaborador 2% = R$ 1,56) Governo (Abatimento no IRPJ-25%) = R$ 19,00 Valor pago pelo Vale Saúde = R$ 78,00
  57. 57. VALE SAÚDE = R$ 78,00 SE FOR UTILIZADO O INCENTIVO FISCAL IGUAL AO VALE CULTURA (para Empresa com Lucro Real): Empresa = R$ 59,00 (Pode descontar do Colaborador 2% = R$ 1,56) Governo (Abatimento no IRPJ-25%) = R$ 19,00 Valor pago pelo Vale Saúde = R$ 78,00 Impostos + Tributos pagos p/Operadora (11% sobre R$ 78,00) = R$ Volta para o Governo
  58. 58. O VALE SAÚDE OU CESTA BÁSICA DA SAÚDE PODE AJUDAR O FINANCIAMENTO DE HOSPITAIS DO SUS DAS PEQUENAS CIDADES !!!
  59. 59. SP SP DRS-11Trabalhadores com Carteira Assinada: 161.730 45 Municípios 760.000 habitantes 142 Municípios 1.500.000 habitantes Trabalhadores com Carteira Assinada no Tocantins = 157.113 (10% da População)
  60. 60. DRS – 11 VALE SAÚDE para 161.730 Trabalhadores com Carteira Assinada Valor Arrecadado nesta região: 161.730 x R$ 78,00 = 12.600.000 (12.614.974)
  61. 61. DRS–11: HOSPITAL REGIONAL - 500 leitos GOVERNO DE SP: R$ 12.000.000,00 para uma População 762.528 VALE SAÚDE: R$ 12.600.000,00 para uma População 161.000 (colab) Pronto Atend (Urg/Emerg): R$ 1.900.000,00 Consultas/Exames: R$ 6.800.000,00
  62. 62. VALE SAÚDE – PLANO ACESSÍVEL Dois Programas: 1 – Programa de Ampliação da Atenção Primária e Especializada à Saúde do Trabalhador Consultas e Exames R$ 6.800.000,00 2 – Programa de Ampliação e Melhoramento do Pronto Atendimento em Unidades Públicas (UPAs e Pronto Socorros)
  63. 63. VALE SAÚDE DRS – 11 2 – Programa de Ampliação e Melhoramento do Pronto Atendimento em Unidades Públicas (UPAs e P Socorros) R$ 1.900.000,00 FAESP – Fundo de Apoio Empresarial à Saúde da População Será pago pela Operadora do VALE SAÚDE (15-20% da arrecadação) à Prefeitura Municipal, que ficará responsável pela distribuição do valor entre as Unidades de Pronto Atendimentos e Pronto-Socorros do
  64. 64. Acreditem... Trazer Médicos de Cuba foi mais difícil do que será para implantar o VALE SAÚDE – PLANO ACESSÍVEL Verba para 2016: 2,7 bilhões
  65. 65. EXEMPLO: 16.000 Habitantes / 3.000 Trab. / Hosp = 50 O HOSPITAL RECEBE POR MÊS: 1 - PREFEITURA: 50.000,00 2 - ESTADO: 60.000,00 TOTAL: 110.000,00  A CIDADE TEM 3.000 TRABALHADORES.  A ARRECADAÇÃO COM VALE SAÚDE A R$ 78,00 PARA TODOS OS TRABALHADORES SERIA: 234.000,00 SE O VALE SAÚDE DESTINASSE 15% PARA AJUDAR O HOSPITAL (URGÊNCIAS e EMERGÊNCIAS) A ARRECADAÇÃO DO HOSPITAL AUMENTARIA R$ 35.000,00 POR MÊS
  66. 66. PNS – 2013 Entre Usuários do SUS o número de Internações para Tratamentos Clínicos é maior (42%) do que entre os Usuários de Planos de Saúde. Isto evidencia que um atendimento ambulatorial melhor evita internações População Brasileira: 200 Milhões 28% - Tem Plano de Saúde 72% - Dependentes do SUS Foram realizadas 12,1 Milhões de Internações: Pelo SUS - 8 Milhões (67%) -- 42% para Tratamento Clínico Pelo PRIVADO - 4 Milhões (33%) -- 30% para Tratamento Clínico
  67. 67. PNS – 2013 “... atendimento ambulatorial melhor evita internações” Foram realizadas 12,1 Milhões de Internações: Tratamento clínico = 4.560.000 de Internações Pelo SUS = 3.360.000 Pelo PRIVADO = 1.200.000 TOTAL = 4.560.000 Proporcionalmente o PRIVADO fez 12% de Internações para Tratamento Clínico a menos que o SUS, correspondendo a 403.200 internações a menos que o SUS (12% de 3.360.000) Segundo o Ministério da Saúde, o investimento no SUS em 2016 será 10% menor que os R$ 98,4 bilhões de 2015. http://hojeemdia.com.br/horizontes/em-2016-minist%C3%A9rio-da-sa%C3%BAde-reduzir%C3%A1-gasto-com-o-sus-em-quase-r-10-bilh%C3%B5es- 1.348713
  68. 68. Valor serviços hospitalares por Ano processamento segundo Ano processamento Período: 2013 R$ 10.056.524.837,10 Foram realizadas 8 Milhões de Internações 2013 pelo SUS: Valor serviços hospitalares Totais em 2013 : R$ 10.056.524.837,10 Internações para Tratamento clínico pelo SUS = 3.360.000 Proporcionalmente o PRIVADO fez 12% de Internações para Tratamento Clínico a menos que o SUS, correspondendo a 403.200 internações a menos que o SUS (12% de 3.360.000) . O custo das 403.200 em relação ao custo das 8 milhões de Internações pelo data SUS seria = R$ 506.597.438,00 Só por evitar 12% de Internações com o Vale Saúde o SUS deixaria de gastar 506
  69. 69. Ministério da Cultura VALE-CULTURA Ministério da Saúde VALE-SAÚDE
  70. 70. Ministério da Cultura VALE-CULTURA Ministério da Saúde VALE-SAÚDE Inicialmente sem Obrigatoriedade, mas com Incentivo Fiscal do Governo
  71. 71. OBRIGADO !!!
  72. 72. PROFISSIONAIS DA SAÚDE MÉDICOS EM TODAS AS ESPECIALIDADES  NUTRICIONISTAS  PSICÓLOGOS  FISIOTERAPEUTAS  FONOAUDIÓLOGOS  DENTISTA (*)
  73. 73. ...E O PROFISSIONAL DA SAÚDE SERÁ TRATADO COM RESPEITO E DIGNIDADE E RECEBERÁ VALORES EQUIVALENTE A UM PLANO DE SAÚDE!
  74. 74. Receitas e despesas das operadoras médico-hospitalares, por tipo (Brasil - 2006-2016) (R$) Ano Receita de contraprestações Outras receitas operacionais Despesa assistencial Despesa administrativa Despesa de comercialização Outras despesas operacionais 2006 41.716.465.643 - 33.267.151.262 7.195.262.927 - - 2007 50.766.682.227 8.518.257.132 40.905.609.888 9.566.913.198 1.317.341.891 8.074.411.859 2008 59.280.249.465 9.059.418.948 47.630.483.300 10.257.737.705 1.656.326.365 8.555.676.794 2009 64.404.378.852 11.914.563.534 53.463.518.036 10.893.142.233 1.919.537.766 9.932.485.239 2010 72.578.210.767 13.890.053.247 58.941.712.605 11.677.378.215 2.201.732.337 12.270.505.831 2011 82.316.439.498 14.906.221.179 67.855.757.878 12.407.939.608 2.602.737.721 13.876.747.148 2012 92.913.289.781 14.219.902.298 78.950.770.755 13.315.140.966 2.962.567.343 13.340.313.097 2013 106.510.627.259 14.930.962.271 89.751.742.236 13.970.560.194 3.277.034.259 13.622.740.537 2014 123.734.202.122 14.940.488.060 105.203.280.270 15.556.450.248 3.896.429.067 14.478.660.490 2015 140.279.758.881 15.336.478.912 118.696.330.032 16.358.329.850 4.509.880.780 15.524.446.771 2016 76.022.449.739 7.978.909.858 64.490.135.177 8.308.067.079 2.404.186.487 8.371.102.512 http://www.ans.gov.br/perfil-do-setor/dados-gerais Balanço total 2015 p/ ANS Receita = R$ 155.616.237.793,00 Despesas = R$ 155.088.987.433,00 Lucro = R$ 527.250.360,00 Lucro (%) = 0,34% ????
  75. 75. Receitas e despesas das operadoras médico-hospitalares, por tipo (Brasil - 2006-2016) (R$) Ano Receita de contraprestações Outras receitas operacionais Despesa assistencial Despesa administrativa Despesa de comercialização Outras despesas operacionais 2006 41.716.465.643 - 33.267.151.262 7.195.262.927 - - 2007 50.766.682.227 8.518.257.132 40.905.609.888 9.566.913.198 1.317.341.891 8.074.411.859 2008 59.280.249.465 9.059.418.948 47.630.483.300 10.257.737.705 1.656.326.365 8.555.676.794 2009 64.404.378.852 11.914.563.534 53.463.518.036 10.893.142.233 1.919.537.766 9.932.485.239 2010 72.578.210.767 13.890.053.247 58.941.712.605 11.677.378.215 2.201.732.337 12.270.505.831 2011 82.316.439.498 14.906.221.179 67.855.757.878 12.407.939.608 2.602.737.721 13.876.747.148 2012 92.913.289.781 14.219.902.298 78.950.770.755 13.315.140.966 2.962.567.343 13.340.313.097 2013 106.510.627.259 14.930.962.271 89.751.742.236 13.970.560.194 3.277.034.259 13.622.740.537 2014 123.734.202.122 14.940.488.060 105.203.280.270 15.556.450.248 3.896.429.067 14.478.660.490 2015 140.279.758.881 15.336.478.912 118.696.330.032 16.358.329.850 4.509.880.780 15.524.446.771 2016 76.022.449.739 7.978.909.858 64.490.135.177 8.308.067.079 2.404.186.487 8.371.102.512 TOTAL DAS DESPESAS ASSISTENCIAIS 116,7 bilhões As duas Tabelas estão com valores diferentes. De qualquer forma, Despesa Assistencial corresponde a 76% da receita.
  76. 76. Receitas e despesas das operadoras médico-hospitalares, por tipo (Brasil - 2006-2016) (R$) Ano Receita de contraprestações Outras receitas operacionais Despesa assistencial Despesa administrativa Despesa de comercialização Outras despesas operacionais 2006 41.716.465.643 - 33.267.151.262 7.195.262.927 - - 2007 50.766.682.227 8.518.257.132 40.905.609.888 9.566.913.198 1.317.341.891 8.074.411.859 2008 59.280.249.465 9.059.418.948 47.630.483.300 10.257.737.705 1.656.326.365 8.555.676.794 2009 64.404.378.852 11.914.563.534 53.463.518.036 10.893.142.233 1.919.537.766 9.932.485.239 2010 72.578.210.767 13.890.053.247 58.941.712.605 11.677.378.215 2.201.732.337 12.270.505.831 2011 82.316.439.498 14.906.221.179 67.855.757.878 12.407.939.608 2.602.737.721 13.876.747.148 2012 92.913.289.781 14.219.902.298 78.950.770.755 13.315.140.966 2.962.567.343 13.340.313.097 2013 106.510.627.259 14.930.962.271 89.751.742.236 13.970.560.194 3.277.034.259 13.622.740.537 2014 123.734.202.122 14.940.488.060 105.203.280.270 15.556.450.248 3.896.429.067 14.478.660.490 2015 140.279.758.881 15.336.478.912 118.696.330.032 16.358.329.850 4.509.880.780 15.524.446.771 2016 76.022.449.739 7.978.909.858 64.490.135.177 8.308.067.079 2.404.186.487 8.371.102.512 Despesa administrativa + Despesa de comercialização + Outras despesas operacionais 24% Despesa Assistencial corresponde a 76% da receita.
  77. 77. Receitas e despesas das operadoras médico-hospitalares, por tipo (Brasil - 2006-2016) (R$) Ano Receita de contraprestações Outras receitas operacionais Despesa assistencial Despesa administrativa Despesa de comercialização Outras despesas operacionais 2006 41.716.465.643 - 33.267.151.262 7.195.262.927 - - 2007 50.766.682.227 8.518.257.132 40.905.609.888 9.566.913.198 1.317.341.891 8.074.411.859 2008 59.280.249.465 9.059.418.948 47.630.483.300 10.257.737.705 1.656.326.365 8.555.676.794 2009 64.404.378.852 11.914.563.534 53.463.518.036 10.893.142.233 1.919.537.766 9.932.485.239 2010 72.578.210.767 13.890.053.247 58.941.712.605 11.677.378.215 2.201.732.337 12.270.505.831 2011 82.316.439.498 14.906.221.179 67.855.757.878 12.407.939.608 2.602.737.721 13.876.747.148 2012 92.913.289.781 14.219.902.298 78.950.770.755 13.315.140.966 2.962.567.343 13.340.313.097 2013 106.510.627.259 14.930.962.271 89.751.742.236 13.970.560.194 3.277.034.259 13.622.740.537 2014 123.734.202.122 14.940.488.060 105.203.280.270 15.556.450.248 3.896.429.067 14.478.660.490 2015 140.279.758.881 15.336.478.912 118.696.330.032 16.358.329.850 4.509.880.780 15.524.446.771 2016 76.022.449.739 7.978.909.858 64.490.135.177 8.308.067.079 2.404.186.487 8.371.102.512 11% 3% 10%76% 100% ... e o LUCRO DA OPERADORA??? 0,34% ???
  78. 78. VALE SAÚDE OU CESTA BÁSICA DA SAÚDE É UMA ADEQUAÇÃO DO PLANO AMBULATORIAL À REALIDADE REGIONAL DA POPULAÇÃO BRASILEIRA
  79. 79. VALE SAÚDE CESTA BÁSICA DA SAÚDE CONSISTE NA POSSIBILIDADE DE ATENDIMENTO AMBULATORIAL COM CONSULTAS E EXAMES AOS TRABALHADORES E SEUS DEPENDENTES e MELHOR PRONTO ATENDIMENTO (para Urgências e Emergências simples) PARA A POPULAÇÃO
  80. 80. NÃO DEVERÁ SER UM PRODUTO FIXO POR EXEMPLO: • Inicialmente: Consultas + Exames • Após 2 anos: Consultas + Exames + Odontologia • Após 4 anos: Consultas + Exames + Odontologia + Urgências e Emergências VALE SAÚDE                                                   OU CESTA BÁSICA DA SAÚDE 
  81. 81. PROGRAMA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DO  GOVERNO FEDERAL  • VALE CULTURA (R$ 50,00) !!!!
  82. 82. PLANO DE SAÚDE AMBULATORIAL REGULAMENTADO PELA ANS: POUCAS OPERADORAS OFERECEM ESTE PLANO E POUCAS PESSOAS OU EMPRESAS CONTRATAM ESTE PRODUTO
  83. 83. PLANO DE SAÚDE Ambulatorial + Internação + Obstetrícia + Cirurgias + UTI + Urgências e Emergências O que faz os preços aumentarem: 1 – Internação + Obstetrícia + Cirurgias 2 – Urgências e Emergências 3 – UTI 4 – RISCOS (Elemento Surpresa)
  84. 84. CONSULTAS EXAMES VALE SAÚDE SEM URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS, mas com Programa de Ampliação e Melhoramento dos Pronto Atendimentos Públicos o Vale Saúde poderá custar “20% a 30% mais barato” que um Plano Ambulatorial - ANS A partir de R$ 64,00 – Colaborador A partir de R$ 128,00 – Colab. e Dependentes (2x) VALOR ÚNICO (Incluindo todos da Empresa) = R$ 96,00
  85. 85. TAMANHO DA FAMÍLIA BRASILEIRA Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio): 1.Média - Família brasileira = 3 integrantes 2.No Sul e no Sudeste, a média é de 2,9 integrantes. 3.Estados do Norte do país são os que possuem as maiores famílias. No Amazonas, a média de integrantes por família chega a 3,6. 4.Rio Grande do Sul apresenta o menor número, com 2,8 integrantes por família. http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/09/21/familia-brasileira-encolhe-e-cada-vez-mais-gente-mora-sozinha.htm
  86. 86. EXEMPLO: População = 16.000 Vínculo Trab: 3.000
  87. 87. PLANO ACESSÍVEL . . . O MINISTRO DA SAÚDE TEM EM SUAS MÃOS UMA GRANDE IDÉIA !!! PLANOPLANO ACESSÍVELACESSÍVEL
  88. 88. DRS – 11 Alvares Machado - SP População 23.513 VALE SAÚDE: R$ 420.000,00 para uma População 5.379 Pronto Atendimento: R$ 63.000,00 Consultas/Exames: R$ 226.000,00

×