Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Oswald de andrade

5,298 views

Published on

Published in: Education
  • Login to see the comments

Oswald de andrade

  1. 1. • Nasceu no dia 11 de janeiro de 1890; • Faleceu no dia 22 de outubro de 1954; • Em 1905, participa da roda literária de Indalécio Aguiar, o qual o poeta Ricardo Gonçalves fazia parte. Nesta época surgiu o bonde elétrico, rádio, a propaganda e o cinema; • Em 1909, inicia sua carreira no jornalismo como redator e crítico teatral do “Diário Popular”;
  2. 2. • Teve um caso com uma estudante francesa, que voltou com ele para o Brasil, depois se sua viagem à Europa, e teve um filho, o Nône. Foi casado com Tarsila de Amaral cerca de 4 anos (1926-1930); • Foi o primeiro a compor um romance de acordo com os preceitos do novo movimento (modernismo); • Nas obras “Manifesto Pau-Brasil” (1924) e “Manifesto antropófago” (1928), contribui para uma nova maneira de visão entre a cultura brasileira e estrangeira e nega tanto a xenofobia quanto o imperialismo cultural;
  3. 3. - 1ª fase do modernismo (1922-1930): • Linguagem coloquial: busca da oralidade, do dialeto cotidiano; • Prosaísmo: valorização do cotidiano; • Versilibrismo: versos sem rimas (brancos) e sem métrica regular; • Poemas rápidos e curtos (poema-minuto); • Humos, paródia e ironia; • Nacionalismo: temas sobre a cultura e o cotidiano do Brasil; (nacionalismo crítico: “ver com olhos livres”);
  4. 4. “Pronominais” Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro e bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa disso camarada Me dá um cigarro - Sátira da dialética culta e popular; - Prosaísmos; - Nacionalismo; - É um poema-minuto;
  5. 5. Eu empobreço de repente Tu enriqueces por minha causa Ele azula para o sertão Nós entramos em concordata Vós protestais por preferência Eles escafedem a massa. Sê pirata Sede trouxas Abrindo o pala Pessoal sarado Oxalá eu tivesse sabido Que esse verbo era irregular Nacionalismo crítico; Linguagem coloquial; Paródia, humor e ironia; Prosaísmo;

×