Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Homem de bem

1,741 views

Published on

Palestra sobre o conceito de Homem de Bem à luz da doutrina espírita.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Homem de bem

  1. 1. CEIC – Angelo – 11/05/13 disponível em www.slideshare.net/angelojmb
  2. 2. A Caridade  Qual o verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus? “Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições dos outros, perdão das ofensas.” LE 886  Parábola do Samaritano Lc 10:25-37 / ESE, XV, 2-3
  3. 3. A Caridade  Amarás a Deus de toda a tua alma e a teu próximo como a ti mesmo ESE, XV, 5  Fora da caridade não há salvação ESE, XV, 10
  4. 4. O Homem de Bem  Por que indícios se pode reconhecer em um homem o progresso real que lhe elevará o Espírito na hierarquia espírita? “O espírito prova a sua elevação, quando todos os atos de sua vida corporal representam a prática da lei de Deus e quando antecipadamente compreende a vida espiritual.” LE 918
  5. 5. O Homem de Bem  “Se interrogar a própria consciência sobre os atos que praticou, perguntará se não transgrediu essa lei, se não fez o mal, se fez todo o bem que podia, se ninguém tem motivos para dele se queixar, enfim se fez aos outros o que desejara que lhe fizessem.”  “Verdadeiramente, homem de bem é o que pratica a lei de justiça, amor e caridade, na sua maior pureza.” LE 918
  6. 6. Reflexão À luz do conceito de Homem de Bem, reflita:  Se não for agora, quando será? Em que condições?  “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço.” Rom 7:19  “Da mesma boca, procede bênção e maldição.” Tiago, 3:10 Vinha de Luz, cap. Palavras
  7. 7. O Verdadeiro Espírita  “Bem compreendido, mas sobretudo bem sentido, o Espiritismo leva aos resultados acima expostos, que caracterizam o verdadeiro espírita, ...”  “Muitos, entretanto, dos que acreditam nos fatos das manifestações não lhes apreendem as conseqüências, nem o alcance moral, ou, se os apreendem, não os aplicam a si mesmos.” ESE, XVII, 4
  8. 8. O Verdadeiro Espírita  “Têm [os espíritas imperfeitos ] a crença nos Espíritos como um simples fato, mas que nada ou bem pouco lhes modifica as tendências instintivas. ... Atêm-se mais aos fenômenos do que à moral, ... ”  “Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más.” ESE, XVII, 4
  9. 9. Felicidade Relativa  Pode o homem gozar de completa felicidade na Terra? “Não, por isso que a vida lhe foi dada como prova ou expiação. Dele, porém, depende a suavização de seus males e o ser tão feliz quanto possível na Terra.” LE 920
  10. 10. Felicidade Relativa  “O homem é quase sempre o obreiro da sua própria infelicidade. Praticando a lei de Deus, a muitos males se forrará e proporcionará a si mesmo felicidade tão grande quanto o comporte a sua existência grosseira.” LE 921  “Vós sois a luz do mundo ... resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.” Mt 5:14 e 16

×