Uma visão sobre o FIPP Congress - Roma 2013

2,609 views

Published on

Conteúdo produzido pela Editora Abril e apresentado na ANER por Elda Muller. Fevereiro/2014.

Published in: Business, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,609
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,624
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Uma visão sobre o FIPP Congress - Roma 2013

  1. 1. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 FIPP World Magazine Congress Roma, 2013
  2. 2. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA QUALIDADE VELOCIDADE INOVAÇÃO MARCAS PESSOAS CONTEÚDO 2013 2013 2013 FLEXIVEL TECNOLOGIA ENGAJAMENTO COMUNIDADE CASE S GLOBAL CONEXÃO DATA TRANSFORMAÇÃO LEITOR/USUÁRIO CULTURA MODELO DE NEGÓCIO MULTIMÍDIA SIMULTÂNEO EXPERIÊNCIA
  3. 3. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Todos concordam • A visão do conteúdo em plataformas está superada. • O novo modelo de negócio traz o ser humano - leitor, usuário de site ou celular, consumidor de vídeo ou eventos – para o centro da mandala. • Está nas mãos dele o poder de escolha das informações e das marcas curadoras. A ordem é conquistá-lo, seduzi-lo, conhecê-lo, agarrá-lo, de preferência o tempo todo.
  4. 4. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Todos concordam Há escassez de recursos e preocupação com custos. Mas também abundância: pessoas consomem mais mídia, em mais suportes, por mais tempo. Dão mais importância à informação e ao compartilhamento. “Olhe o conteúdo como uma molécula que tem custos, mas oferece oportunidades de retorno”.
  5. 5. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Todos concordam Estamos no negócio de “marcas”, não de “revistas impressas”. O grande desafio dos editores de revistas é transformar suas companhias em empresas multimídia a partir da força de suas marcas. Mudá-las por dentro.
  6. 6. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Apostas • Transforme o jornalista em um profissional multimídia. Se não mudar o modelo de produção de conteúdo, afirmam alguns, nada vai acontecer. E não tente resolver com band-aid... Crie novos cargos, novos workflows. Mude a cultura. • A cultura é a cola de implantação da estratégia. Sem ela, não há engajamento, paixão. Trabalhe nisso.
  7. 7. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Apostas • Qualidade de conteúdo é a alma do negócio de publishing. Tenha os melhores talentos. Escolha as pessoas certas e trabalhe pela implantação de um novo mind-set. Apresente desafios, isso alavanca a inovação. • Precifique corretamente o conteúdo de alta qualidade. Não pode ser de graça.
  8. 8. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Apostas • Invista em dados, conheça a fundo o seu público. Estimule suas comunidades. Pense nas necessidades do seu leitor. • Trabalhe com métricas de audiência e de eficiência dos anúncios.
  9. 9. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Apostas • Faça parcerias com outras empresas. Não dá para fazer tudo sozinho. Pense globalmente. • Fique esperto com a atuação de marcas anunciantes na criação de conteúdo. São nossos concorrentes e estão atrás dos nossos profissionais (“native ads”). • Seja veloz. Não há tempo a perder.
  10. 10. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Oportunidades • Conteúdo colaborativo na produção de revistas (crowdsoursing) • Oferta de experiências inesquecíveis de navegação nos tablets • Novo modelo de produção de conteúdo em sites • Abordagem global • E-commerce
  11. 11. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Oportunidades • Uso de novas tecnologias que promovem interatividade • Entrada no mundo dos vídeos e da TV (momento do “liquid and linked”) • Domínio do código das redes sociais • Pré-venda de lançamentos nas redes
  12. 12. FIPP FIIP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Magazines drive efficient sales Meredith Corporation Britta Cleveland / Research Solutions
  13. 13. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Magazines drive efficient sales Tese da Meredith Provar que os anúncios publicados em suas revistas, de fato, impactam a venda dos produtos veiculados. Ferramenta de pesquisa: Nielsen Print Effect, merecedora de 13 prêmios nos Estados Unidos.
  14. 14. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Magazines drive efficient sales Projeto • A pesquisa correlacionou a exposição de anúncios em revistas às vendas de 25 marcas, representadas por cinco categorias (beleza, alimentação, produtos domésticos, medicamentos e produtos para pets). • As vendas subiram entre 3% e 36%. • O ROI positivo para todas as marcas variou entre $1,69 e $19,99 incrementais para cada dólar gasto.
  15. 15. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Magazines drive efficient sales Método A agência Nielsen usou um “homescan panel”, que armazena todos os dados de compras de dois grupos (100 lares): pessoas comuns e assinantes de revistas da Meredith, expostos às campanhas. O teste durou 52 semanas.
  16. 16. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Magazines drive efficient sales Resultado Vendas dos produtos veiculados para leitores de revistas Meredith foram substancialmente maiores.
  17. 17. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Magazines drive efficient sales O grande “case” Teste com o molho de saladas Ken, uma marca que não anunciava para o consumidor. A pesquisa comparou o impacto nos dois grupos de consumidores, levando em consideração o crescimento das vendas em relação ao ano anterior e o ROI positivo.
  18. 18. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Magazines drive efficient sales Resultados • Os leitores da Meredith alavancaram um crescimento de 18% nas vendas do molho Ken, versus o grupo de controle. • Os mesmos leitores compraram 11,5% mais molhos Ken do que no ano anterior.
  19. 19. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Magazines drive efficient sales Resultados • Para cada dólar gasto com anúncios nas revistas Meredith, a Ken gerou $ 4,59 incrementais de vendas. • Os resultados das campanhas impressas geraram ROI de $7,81, enquanto as campanhas realizadas em Portais/Ad Networks (AOL, MSN, Yahoo) chegaram a $2,79.
  20. 20. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Tablets, keys to success Bringing content to life Ruth Feldman, VP, International Editorial & Creative Director / Martha Stewart Living
  21. 21. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success Martha Stewart Living foi o aplicativo número 1 no ranking da iMonitor 2012. Teve um crescimento anual significativo de 2011 para 2012: +375%, saindo de 11.880 para 56.068 leitoras.
  22. 22. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success
  23. 23. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success
  24. 24. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success
  25. 25. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success • Quem são estas mulheres? Mais jovens, mais afluentes, mais satisfeitas do que as leitoras da versão impressa. • A versão digital do conteúdo é produzida pela redação da revista impressa, simultaneamente. Assinantes da revista têm acesso gratuito.
  26. 26. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success
  27. 27. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success Estratégia A qualidade do conteúdo garante uma estratégia de conversão bem sucedida: 72% da base declara a intenção de baixar o aplicativo outra vez.
  28. 28. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success Conceito: • CATIVAR: lindas imagens, feminilidade, oferta de experiências para a usuária.
  29. 29. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success Conceito: • ANIMAR: recursos de áudio, vídeo, navegação vertical. A intenção é ir além do belo: tirar o fôlego! Um compositor cria trilhas de fundo para as histórias.
  30. 30. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Tablets, keys to success Conceito: • CONECTAR: votação das leitoras sobre o ambiente de que mais gostaram, por exemplo.
  31. 31. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience Bonnier Publications Ruth Majaana Toiminen, CEO Case 1: Olivia, revista finlandesa que já nasceu como conteúdo colaborativo.
  32. 32. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Using the power of the audience Título para público feminino, lançado há seis anos e grande sucesso na Finlândia. • Pioneira na produção de conteúdo com a ajuda das leitoras. • Site, também de conteúdo colaborativo.
  33. 33. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Using the power of the audience
  34. 34. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience Processo na redação • Numa matéria de Celebridade, por exemplo, as leitoras escolhem a personagem. Em seguida, a jornalista levanta a história para decidir o ângulo da edição e ter a aprovação do grupo. Leitoras escolhem também a imagem das capas e as melhores chamadas. • Majaana aconselha: “Deixe sua marca na mão das leitoras, perca um pouco o controle. Permita que a audiência nos transforme”.
  35. 35. FIPP FIIP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Using the power of the audience Worldwide Media Tarun Rai, CEO Case 2: Femina, lançada há 54 anos, a maior revista feminina da Índia abre espaço para a contribuição das leitoras.
  36. 36. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience
  37. 37. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience Imagem contemporânea A primeira edição de Femina no tablet foi realizada com cooperação da audiência. Estratégia utilizada: engajamento da leitora, MKT inovador, PR buzz...
  38. 38. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience Criação de Marca • Femina by You: “Você tem a história, nós temos o espaço”. Divulgação massiva em jornais, revistas, blogs, facebook, redes sociais, outdoors. • Resultado: 5 milhões de mulheres impactadas; conquistaram 7 mil autoras, em 21 cidades; 60 editoras contribuintes selecionadas.
  39. 39. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience Criação de Marca • Marketing participativo: autoras e contribuintes são disseminadoras da marca. Até anúncios feitos com colaboração da audiência.
  40. 40. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Using the power of the audience
  41. 41. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Using the power of the audience Ação no Facebook • Interações diárias: 1,2 bilhão • Alcance diário total: 3,0 milhões • Compartilhamento de fãs: 40 milhões • Objetivo alcançado: criaram a sensação de compartilhamento e entusiasmo em torno da marca.
  42. 42. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners The content game, Team Unilever David Pullan, Global lead
  43. 43. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners O painel ajuda os editores a entender como funciona a cabeça dos Marketings das grandes indústrias. • Marcas estreitam seu relacionamento com consumidores a partir da criação de conteúdos e tornam-se nossos competidores. • Atuam em todas as plataformas, oferecendo experiências que se assemelham ao editorial.
  44. 44. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners Formas de relacionamento • Utilidade. Este é o posicionamento da Nike: oferece informações úteis no site da marca para orientar consumidores.
  45. 45. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners
  46. 46. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners Formas de relacionamento • Entretenimento. Max Ice-Cream criou o personagem “Max, the Lion”, para burlar as regras que proíbem anúncios para público infantil. O desenho (“Max Adventures”) fez tanto sucesso, que lançarão uma revista para crianças com o personagem.
  47. 47. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners
  48. 48. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Brands as media owners Formas de relacionamento • Curadoria. Pepsi lançou o site Pepsi Pulse, espaço em que o consumidor encontra uma seleção de recomendações para quem ama música, vídeo, cinema, artistas...
  49. 49. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Brands as media owners
  50. 50. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Brands as media owners Formas de relacionamento • Facilitação. Site da Harley Davidson oferece à comunidade informações que intensificam a experiência do produto.
  51. 51. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Brands as media owners
  52. 52. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners Formas de relacionamento • Movimento. Propõe evolução ou transformação. A campanha da marca Dove ilustra este posicionamento, ajudando garotas a desenvolver uma relação melhor com sua aparência.
  53. 53. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  54. 54. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Brands as media owners Chaves para o sucesso • Categoria: fazer só o que faz sentido para o produto. • Comunidade: ter uma definição clara do filtro, isto é, quem é o público. • Clareza: a marca deve ter algo a dizer. • Distribuição: encontrar a forma certa.
  55. 55. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners Novo modelo de oportunidades • De “Recipedia”, site de busca, para o aplicativo “Jamie’s 30 minutes recipes”
  56. 56. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  57. 57. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  58. 58. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners Novo modelo de oportunidades • De “Absolut.com” para o site “World’s best bars”
  59. 59. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  60. 60. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  61. 61. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners Novo modelo de oportunidades • De “Dove.com”, para a página da Dove no Facebook
  62. 62. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  63. 63. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Brands as media owners
  64. 64. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners Conselhos para os editores • Concentre as categorias que não têm apelo, as que “não são sexy...” • Alavanque suas comunidades e suas “permissões” • Dê ao posicionamento da marca um algo mais
  65. 65. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Brands as media owners Conselhos para os editores • Opere em todas as categorias de relacionamento acima • Pense no seu leitor/usuário/fã Benchmarks: Net à Porter e Mr. Porter
  66. 66. FIPP FIIP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism Forbes Media Michael Federie / COO
  67. 67. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Reinventing business Journalism Conceito A turma da Forbes Media se orgulha de ter criado um modelo único de produção de conteúdo na web: eficiência, escala e parceria com colaboradores.
  68. 68. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism Pilares Voz autêntica, meio de distribuição autoral, selfpublishing e ferramentas fáceis de utilizar. Produzir bom conteúdo, sem a base de custos fixos insustentáveis para bancar uma equipe. • O conteúdo é criado por um exército de editores contribuintes que trabalha fora da empresa.
  69. 69. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism Pilares • Jornalistas têm acesso a dados e informações referentes aos artigos que estão publicando. • A estrutura favorece o reconhecimento da autoria e a criação de uma marca: o próprio profissional. • Remuneração é definida pela quantidade de pageviews da matéria publicada.
  70. 70. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism • Fluxo tradicional de trabalho nas redações – reportagem, editores, mesas de discussão... – é substituído por um esquema leve, em novos cargos: jornalistas contribuintes, editor de produto, editor de posts, editor de mídia social, editor de desenvolvimento de audiência.
  71. 71. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism • A estrutura do site é simples: “top stories”, listas, vídeo e novas postagens. • Resultado da busca de um modelo diferente: 49 mm de UVs.
  72. 72. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Reinventing business Journalism
  73. 73. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Mídias Digitais De Agostini Publishing Alessandro Belloni / CEO
  74. 74. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Mídias Digitais De Agostini: editora tradicional, fundada em 1901, cujo foco são colecionáveis para crianças e adultos e Marketing Direto. • Tem cerca de 100 títulos no portfólio, lançados em mais de 30 países. • O modelo de negócio também é clássico, baseando-se em venda avulsa e assinaturas.
  75. 75. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Mídias Digitais
  76. 76. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Mídias Digitais “O “case” “Curso de Decoração de Bolos”, com venda de 24 mm de exemplares, 330 mil assinaturas, em 18 países. Para atingir estes resultados, utilizaram novas ferramentas: assinatura digital para assinantes, criação de uma plataforma tutorial, e-commerce, aplicativo “rate my cake”.
  77. 77. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Mídias Digitais
  78. 78. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Mídias Digitais
  79. 79. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Mídias Digitais Grã-Betanha: lançamento • A coleção de 90 fascículos foi vendida semanalmente. Investimento de 1,4 mm de euros. • Campanha: 15 dias de anúncios em TV, vídeos tutoriais e informes publicitários em websites, prélançamento nas redes sociais, anúncios na web. • Resultado: 640 mil vendas no 1º tri, 110 mil assinaturas, sendo 83% delas vindas pela internet.
  80. 80. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Mídias Digitais Para Agostini, as mídias sociais foram responsáveis pelo sucesso da operação. • Exploram a paixão da comunidade interessada no tema. • Possibilitam a coprodução de conteúdo com o público.
  81. 81. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Mídias Digitais • Pré-venda no Facebook foi fator definitivo para a criação da comunidade (mais de 400 mil “likes”). A conversão dos “likes” em assinaturas foi de 30 a 40%. As redes sociais são usadas para rastrear febres como esta.
  82. 82. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Hearst Magazines International Duncan Edwards/ President & CEO
  83. 83. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future A Expansão A Hearst nasceu em 1887 e desde sempre buscou parcerias e expansão em inúmeras frentes, muito além de revistas. Hoje dispõe de cinco divisões: Magazines, Newspapers, Broadcasting, Entertainement & Syndication, Business Media.
  84. 84. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future • As revistas se mantêm firmes na estratégia de crescimento: “continuamos a investir em um forte negócio de impressos, enquanto alavancamos o digital”. • Portfólio: 20 títulos mensais nos Estados Unidos e 300 edições internacionais, com marcas poderosas: ELLE, ESQUIRE, MARIE CLAIRE, BAZAAR, COSMO, GOODHOUSEKEEPING, TOWN&COUNTRY, entre elas.
  85. 85. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future
  86. 86. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Para amenizar o risco, os negócios se estruturam da seguinte forma:
  87. 87. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Todos os negócios passam por uma “desconstrução” de uma maneira ou de outra. Mas como as revistas respondem a tudo isso? Estratégia: • “Cuidar do que temos”: mais licenciamentos, joint ventures, empresas subsidiárias.
  88. 88. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia: • “Buscar eficiência o tempo todo”: redução de custos com consolidações; novos modelos de criação de conteúdo; novos modelos de venda de anúncio; projetos globais de aquisição de negócios. Exemplos: Totally Global Media (venda global de anúncios).
  89. 89. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia: • “Produzir mais com os mesmos ativos”: acordo global de licenciamento com a IMG, empresa que opera em mais de 30 países, conectando marcas com eventos mundiais de Esporte, Moda e Negócios de Mídia.
  90. 90. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia: • “Posicionar-se para um futuro mais digital”: a prioridade é o celular, oferecendo free web em larga escala, experiências com curadoria no tablet e e-commerce Consumidor no centro. Não mais a plataforma.
  91. 91. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia digital • Ser tão bom quanto os melhores na categoria (Au Feminin.com, Net-a-Porter.com, Webedia, Jezebel, Mailonline, Refinery29) • Produção caudalosa de conteúdo gratuito na web, de maneira a oferecer sempre algo novo. • Não depender só das palavras: as histórias são conduzidas por imagens.
  92. 92. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future
  93. 93. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future
  94. 94. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia digital • O futuro está no acesso a dados: hoje raciocinamos de forma linear -- conteúdo/produto para ganhar audiência/tráfego/ e, assim, captar mais receita de publicidade. Amanhã, a audiência estará no centro do processo e em torno dela teremos o conteúdo/produto, publicidade e a análise de dados.
  95. 95. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia digital • Medir a atividade de consumo: pedimos provas às equipes de que seu material está em sintonia com o que os leitores querem. • Criar novos formatos para que os anunciantes participem dos sites com suas mensagens. • Mais experiências: crescimento das vendas de exemplares digitais em tablet. Hoje, 1 mm nos USA.
  96. 96. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Building a global print business, while pivoting to a digital future Estratégia digital • O objetivo é chegar a 3 mm em 2015. • Design adequado ao device. • Marketing, marketing, marketing. • E-commerce: a loja da ELLE no Japão é um serviço especializado em luxo e moda. Bazzar acaba de lançar uma loja virtual. Plataformas para muitos varejistas.
  97. 97. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? Bauer Media UK Paul Keenan / CEO
  98. 98. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? A conectividade muda a maneira como consumidores compram e consomem mídia. • Cenário fragmentado, sem fronteiras, com possibilidades em tempo integral. • Publishers devem inovar seus modelos de negócio, incluindo novas fontes de receita. A ordem é explorar, expandir, diversificar. os
  99. 99. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? E-commerce em expansão • Um negócio global de trilhão de dólares. • UK: maior rede varejista online da Europa e a 3ª. no ranking mundial. • Continua crescendo, apesar das condições econômicas difíceis. • Cidadãos britânicos são os que mais gastam com e-commerce no mundo.
  100. 100. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? E-commerce facilita a vida • Consumidores compram de outros consumidores, enquanto fazem dinheiro com outros consumidores (Ebay, Airbnb...). • Customizam bens (Made.com). • Caem na tentação de adquirir seu objeto de desejo em sites de nicho (Jameslist.com).
  101. 101. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? E-commerce facilita a vida • Alugam em vez de comprar (Zipcar.com). • Trocam experiências (Love Home Swap). • Compram por assinatura (Glossybox. Spotify...). • Descobrem o que seus amigos e pessoas que admira estão comprando (Dwell Magazine).
  102. 102. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? E-commerce facilita a vida • O consumidor tem alguém para comprar por ele (TaskRabbit). • Faz compras com enormes descontos (Achica, The Outnet). • Economiza tempo pesquisando e selecionando (Confused.com, Money Supermarket.com).
  103. 103. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? Na Grã-Bretanha, as compras online se tornaram parte do dia a dia. É uma compra como qualquer outra. Um varejista que atue no digital deve oferecer um bom serviço online, especialmente no celular (24% das compras de hoje são feitas em celular).
  104. 104. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? Por que publishers devem atuar no e-commerce? • A expertise online de nossas equipes editoriais inspira consumidores a comprar. • Nossas marcas são ambientes confiáveis de navegação. • Testamos, ouvimos, analisamos e reanalisamos para permitir que nossos leitores façam as melhores escolhas.
  105. 105. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 How easy is it to turn a reader into a shopper? Mas... • Seria bobagem pensar que se trata de um salto fácil de dar. • E-commerce exige capacidades diferentes da mídia. • O grande desafio é tornar seu leitor um consumidor. Benchmarks: Grazia shopping, Bazzar.com, Time Out.
  106. 106. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age MPA (The Association of Magazine Media) Mary G. Berner / President and CEO
  107. 107. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age A palestrante fez um bem sucedido reposicionamento da MPA. Defende uma equação básica para o sucesso da empreitada: 50% Estratégia do negócio + 50% Cultura, ou a estratégia de engajamento do funcionário
  108. 108. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age Cultura e engajamento A cultura guia o comportamento individual e começa onde o manual do empregado termina. Engajamento significa atração e inspiração pelo trabalho, levando ao compromisso e à fascinação pelo que faz.
  109. 109. FIIP FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age Cultura e engajamento • Está provado: companhias com alto nível de engajamento por parte dos empregados se restabelecem mais rápido após períodos de recessão. • Criam mais valor para os acionistas. • Estimulam o atingimento de resultados.
  110. 110. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age “Defina a estratégia, comunique a estratégia, viva a estratégia, agite a estratégia!” • Tenha consciência da condição atual da companhia e aonde quer chegar. Defina a visão. • Faça uma lista realista dos atributos de hoje e quais são aqueles desejáveis.
  111. 111. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age • Comunique a estratégia do negócio. Mas também a estratégia de engajamento dos funcionários, de uma forma clara, concisa, crível e consistente. • Cada funcionário dever saber onde está, para onde vai, por que isso é importante. • “Qual é o meu papel e o que há de bom para mim nesse projeto”.
  112. 112. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age • Quando Mary pergunta aos empregados da MPA qual o trabalho deles, respondem: “Mary, ajudo a orientar a indústria de revistas de uma maneira que individualmente não conseguiriam fazer”. • Cita o Presidente e CEO da Procter & Gamble: “Transformar uma companhia requer excruciante repetição e clareza”.
  113. 113. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age Interação A interação do líder com funcionários se dá de várias formas: encontros individuais; pequenos grupos em cafés da manhã ou almoços; palestras; passeios pela empresa; intranet; grupos de aconselhamento.
  114. 114. FIPP FIIP FIIP ROMA ROMA ROMA 2013 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age Escutar Perguntas : • O que fazemos bem? E não tão bem? • O que faria se estivesse em meu lugar? • O que você acha que eu deveria saber que eu não sei? • Sugestões? • O que o está incomodando?
  115. 115. FIPP FIIP ROMA ROMA 2013 2013 Transforming magazine media companies to succeed in a digital age Respostas: • Estamos nesta situação • Aqui é para onde vamos • Isto é o que importa • Por isso você é importante • Aqui está o seu papel neste processo O discurso do líder tem que expressar a realidade

×