Renascimento

1,189 views

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,189
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Renascimento

  1. 1. Renascimento O Renascimento   foi  um  movimento  cultural  que  marcou  a  fase  de  transição  dos  valores  e  das tradições medievais  para  um  mundo  totalmente  novo,  em  que  os  códigos  cavalheirescos  cedem  lugar  à  afetação  burguesa,  às  máscaras  sociais  desenvolvidas  pela  burguesia  emergente. Esta importante etapa histórica predominou no Ocidente entre os séculos  XV  e  XVI,  principalmente  na  Itália,  centro  irradiador  desta  revolução  nas  artes,  na  literatura,  na  política,  na  religião,  nos  aspectos  socioculturais.  Deste  polo  cultural  o  Renascimento  se  propagou  pela  Europa,  especialmente  pela  Inglaterra,  Alemanha,  Países  Baixos  e  com  menos  ênfase em Portugal e Espanha. Além  do Antropocentrismo  –  o  homem  como  centro  das  discursões  –,  o  Renascimento  também  introduz  princípios  hedonistas  –  a  busca  do  máximo prazer no momento presente, como tesouro maior do Homem – e  individualistas  –  a  exaltação  do  indivíduo  e  de  sua  suprema  liberdade  dentro do grupo social -, bem como o otimismo e o racionalismo. Fonte:  http://www.infoescola.com/movimentos-culturais/renascimento/  acesso em: 18/11/2013. adaptado
  2. 2. Arte Medieval A arte da Idade Média insere-se no  período que, convencionalmente, se  chama de Idade Média. A Igreja  Católica assume neste período um papel  de extrema importância filtrando todas  as produções científicas e culturais,  fazendo com que muitas  obras artísticas tenham  temática religiosa. Fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/Arte_da_Idade_M%C3%A9dia  acesso em: 18/11/2013. adaptado Madona Entronizada, de Cimabue
  3. 3. Arquitetura Renascentista Catedral de  Santa Maria  del Fiore  (12961436),  Florença 
  4. 4. Arquitetura Renascentista
  5. 5. Escultura Renascentista Pietá (1498-1499), Michelangelo. A Pietà (em português Piedade) de Michelangelo é talvez a Pietá mais conhecida e uma das mais famosas esculturas feitas pelo artista. Representa Jesus morto nos braços da Virgem Maria. A fita que atravessa o peito da Virgem Maria traz a assinatura do autor, única que se conhece: MICHAEL ANGELUS. BONAROTUS. FLORENT. FACIEBA(T), ou seja, “Miguel Angelo Buonarotus de Florença fez”. Fica na basílica de São Pedro, na primeira capela da alameda do lado direito. Desde Fonte: que a estátua foi atacada em 1972, está http://pt.wikipedia.org/wiki/Piet%C3%A0_(Michelangelo vidro a prova de bala. protegida por um ). Acesso em: 18/11/13 Tem 174 centímetros por 195 centímetros e é feita em mármore.
  6. 6. Escultura Renascentista Donatello Donato di Niccoló di Betto Bardi, mais conhecido apenas por Donatello, foi um importante escultor italiano do período do Renascimento Cultural. Nasceu em 1386, na cidade de Florença, e morreu em 1466 na mesma cidade. Fonte: http:// www.suapesquisa.com/biografias/donatello.htm . Acesso em: 18/11/13 São Jorge (1415-1416) , Donatello.
  7. 7. Pintura Renascentista Teto da Capela Sistina (1508 - 1512), Vaticano, Michelangelo Fonte: http:// pt.wikipedia.org/wiki/Capela_Sistina. Acesso em: 18/11/13 Michelangelo teria feito este trabalho contrariado, convencido que era mais um escultor que um pintor. Encarregado pelo Papa Júlio II, sobrinho de Sisto IV, de pintar o teto da capela, julgou ser um conluio de seus rivais para desviá-lo da obra para a qual havia sido chamado a Roma: o mausoléu do Papa. Mas dedicou-se à tarefa e o fez com tanta maestria que praticamente ofuscou as obras primas de seus antecessores na empresa. Os afrescos no teto da Capela Sistina são, de fato, um dos maiores tesouros artísticos da humanidade.
  8. 8. Pintura Renascentista A Criação do Homem (1511), Michelangelo.
  9. 9. Pintura Renascentista A Escola de Atenas (1509-1511), Rafael Sanzio. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Escola_de_ Atenas. Acesso em: 18/11/13 A Escola de Atenas (Scuola di Atene no original) é uma das mais famosas pinturas do renascentista italiano Rafael e representa a Academia de Atenas. Foi pintada entre 1509 e 1510 na Stanza della Segnatura sob encomenda do Vaticano. A pintura tem sido vista como "Raphael de obra e a personificação perfeita do espírito clássico da Alta Renascença." A importância da obra também está em demonstrar como a filosofia e a vida intelectual da Grécia Antiga foram vistas ao final do Renascimento.
  10. 10. Pintura Renascentista A Escola de Atenas (1509-1511), Rafael Sanzio. Destaque para Platão (com o dedo indicando para o alto) e Aristóteles (a direita).
  11. 11. Leonardo da Vinci Leonardo da Vinci (1452-1519), foi uma das figuras mais importantes do Alto Renascimento, que se destacou como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. Leonardo frequentemente foi descrito como o arquétipo do homem do Renascimento, alguém cuja curiosidade insaciável era igualada apenas pela sua capacidade de invenção. É considerado um dos maiores pintores de todos os tempos e como possivelmente a pessoa dotada de talentos mais diversos a ter vivido. Leonardo era, como até hoje, conhecido principalmente como pintor. Duas de suas obras, a Mona Lisa e A Última Ceia, estão entre as pinturas mais famosas. O desenho do Homem Vitruviano, feito por Leonardo, também é tido como um ícone cultural. Leonardo da Vinci é considerado por vários o maior gênio da história, devido a sua multiplicidade de talentos para ciências e artes, sua engenhosidade e criatividade, além de suas obras polêmicas. Num estudo realizado em 1926 seu QI foi estimado em cerca de 180. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Leonardo_da_Vinci. Acesso em: 18/11/13. adaptado.
  12. 12. Pintura Renascentista Monalisa (1503-1507), Leonardo da Vinci.
  13. 13. Pintura Renascentista A Última Ceia (1495-1497), Leonardo da Vinci.
  14. 14. Ciência Renascentista Em relação ao Renascimento científico, o racionalismo, o experimentalismo e a nova maneira de abordar o conhecimento humano provocaram o questionamento de vários dogmas medievais. Dentre eles, destacava-se a ideia da Terra como o centro do universo, o geocentrismo, que foi intensamente questionado pelos novos observadores dos movimentos celestes, os astrônomos, que propuseram novas explicações. Entre os astrônomos, podemos destacar Nicolau Copérnico (1473-1543). Nascido na Polônia, foi o primeiro a afirmar a teoria heliocêntrica onde a Terra girava em torno do Sol e não ao contrário. Suas ideias foram expostas em sua obra Sobre a revolução das órbitas celestes. Outro grande astrônomo da época foi Galileu Galilei (1564-1641), que embora afirmasse o mesmo que Copérnico, foi obrigado pela inquisição a negar sua teoria. Nascido na Alemanha, o também astrônomo Johannes Kepler (1571-1630) conseguiu comprovar que a trajetória seguida pelos planetas ao orbitar em torno do Sol era elíptica. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia_do_Renascimento. Acesso em: 18/11/13
  15. 15. História Professor André Lázaro

×