Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Os Bastidores da Web Semântica

3,039 views

Published on

Palestra apresentada na edição 2009 do curso "Master em Jornalismo Digital e Multimídia" sobre as aplicações da web semântica no jornalismo digital.

Published in: Technology, Education
  • Be the first to comment

Os Bastidores da Web Semântica

  1. 1. Os Bastidores da Web Semântica<br />ANDRE DE ABREU<br />
  2. 2. www.nasa.gov (1999)<br />No início, existia o HTML<br />&lt;b&gt;<br />&lt;font face=&quot;helvetica, arial&quot; size=&quot;2&quot; color=black&gt;navigatingnasa&apos;s&lt;/font&gt;<br />&lt;br&gt;<br />&lt;a href=&quot;/enterprises.html&quot;&gt;<br />&lt;font face=&quot;helvetica, arial&quot; size=2 color=black&gt;strategic enterprises&lt;/font&gt;<br />&lt;/a&gt;<br />&lt;/b&gt;<br />&lt;table&gt;<br />&lt;trvalign=top&gt;<br />&lt;td&gt;<br />&lt;font face=&quot;helvetica, arial&quot; size=&quot;2&quot;&gt;<br />&lt;a href=&quot;http://www.hq.nasa.gov/office/aero/&quot;&gt;officeofaero-spacetechnology&lt;/a&gt;<br />&lt;/font&gt;<br />&lt;/td&gt;<br />&lt;/tr&gt;<br />&lt;/table&gt;<br />
  3. 3. PROBLEMA #1<br /> limitação<br />
  4. 4. PROBLEMA #2<br /> uso incorreto<br />&lt;table&gt;<br />
  5. 5. PROBLEMA #2<br /> uso incorreto<br />AFETA<br /><ul><li> Celulares e outros dispositivos mais simples;
  6. 6. Leitores de tela;
  7. 7. Software para deficientes;
  8. 8. Indexação de conteúdo.</li></li></ul><li>PROBLEMA #3<br /> sem significado<br />&lt;b&gt;<br />&lt;strong&gt;<br />
  9. 9. Depois, veio o XML<br />VANTAGENS<br /><ul><li> Arquitetura aberta;
  10. 10. Separação de código, design e conteúdo;
  11. 11. Interoperabilidade.</li></li></ul><li>Uma fonte,múltiplas saídas<br />&lt;código&gt; + &lt;css&gt; + &lt;databse&gt;<br />
  12. 12. RSS<br />
  13. 13. RSS<br />
  14. 14. EXEMPLO<br /> CSS ZEN GARDEN<br />
  15. 15. EXEMPLO<br /> CSS ZEN GARDEN<br />
  16. 16. O brasileiro e o celular<br />ANATEL <br />ANATEL | * até julho/2008<br />
  17. 17. Legislação<br />CAPÍTULO VI DO ACESSO À INFORMAÇÃO E À COMUNICAÇÃO<br />Art. 47. No prazo de até doze meses a contar da data de publicação deste Decreto, será obrigatória a acessibilidade nos portais e sítios eletrônicos da administração pública na rede mundial de computadores (internet), para o uso das pessoas portadoras de deficiência visual, garantindo-lhes o pleno acesso às informações disponíveis.<br />§ 1º Nos portais e sítios de grande porte, desde que seja demonstrada a inviabilidade técnica de se concluir os procedimentos para alcançar integralmente a acessibilidade, o prazo definido no caput será estendido por igual período.<br />§ 2º Os sítios eletrônicos acessíveis às pessoas portadoras de deficiência conterão símbolo que represente a acessibilidade na rede mundial de computadores (internet), a ser adotado nas respectivas páginas de entrada.<br />ANATEL | * até julho/2008<br />
  18. 18. Validadores<br />
  19. 19. Validadores<br />
  20. 20. Mudança<br />
  21. 21. Volume<br />1992Explosão daInternet<br />1900Biblioteca de Londres(500.000 volumes)<br />1884Primeira máquina de composição mecânica<br />1480Biblioteca do Vaticano(3500 volumes)<br />1450Tiposmóveis de Gutenberg<br />500Mongescopiamlivrosà mão<br />3000 A.C.Primeirosregistros deescrita<br />Tempo<br />660 A.C.Rei assírio organiza tábulas por assunto<br />330 A.C.Biblioteca de Alexandria compreende uma bibliografia de 120 pergaminhos<br />1876Sistema DecimalDewey<br />1970Desenvolvimentodo SGML<br />1994Chegada dosArquitetos deInformação<br />Volume de conteúdo<br />Fonte: ROSENFELD, Louis; MORVILLE, Peter. InformationArchiteture for the WWW. 2. ed., 2002.<br />
  22. 22. ENTRETANTO, TEMOS<br />UM GRANDE PROBLEMA<br />
  23. 23. Webs<br />
  24. 24. Sintática<br />Semântica<br />Eu amo você<br />Eu você<br />
  25. 25. O que é? Como faz?<br /><ul><li>Tagging;
  26. 26. RDF;
  27. 27. Ontologias ;
  28. 28. Microformatos;
  29. 29. APIs.</li></li></ul><li>O que o jornalismo tem a ver com isso?<br /><ul><li>Conteúdo se torna commodity;
  30. 30. Queda da importância de sites e portais;
  31. 31. O conteúdo deve chegar às pessoas e não o contrário;
  32. 32. Especialidade vs. Necessidade: News as Service(NaS);
  33. 33. Jornalismo de dados (mas com contexto e relevância).</li></li></ul><li>RESOURCE DESCRIPTION FRAMEWORK<br />RDF<br /><ul><li>Estabelece relações compreensíveis ao computadores;
  34. 34. Funciona em cima da arquitetura atual;
  35. 35. URIs únicas para identificar elementos.</li></li></ul><li>RESOURCE DESCRIPTION FRAMEWORK<br />RDF<br />SUJEITO<br />OBJETO<br />PREDICADO<br />TRIPLES<br />
  36. 36. Ontologias<br />
  37. 37. Ontologias<br />
  38. 38. Microformatos<br />
  39. 39. Estruturação Semântica<br /><ul><li>Facilita a reutilização dos dados;
  40. 40. Permite dar novos sentidos à informação;
  41. 41. “Máscaras” para transformar URLs em URIs;
  42. 42. TI e a hierarquia das redações.</li></li></ul><li>CASE #1<br />Guardian<br />
  43. 43. CASE #1<br />Guardian<br />
  44. 44. CASE #1<br />Guardian<br />
  45. 45. CASE #1<br />Guardian<br />
  46. 46. CASE #2<br />New York Times<br />
  47. 47. CASE #2<br />New York Times<br />
  48. 48. CASE #2<br />New York Times<br />
  49. 49. CASE #3<br /> “Obamômetro”<br />
  50. 50. CASE #4<br />DicaSP<br />
  51. 51. CASE #5<br />Amazon<br /><ul><li> 140.000 desenvolvedores;
  52. 52. $490 milhões de receita;</li></li></ul><li>CASE #5<br />Amazon<br />
  53. 53. FERRAMENTAS<br />Twine<br />
  54. 54. FERRAMENTAS<br />FreeBase<br />
  55. 55. FERRAMENTAS<br />Swivel<br />
  56. 56. MUITO<br /> Obrigado!<br />ANDRE DE ABREUwww.andredeabreu.com.brola@andredeabreu.com.br<br />

×