Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estratégia de Marca

8,879 views

Published on

  • Be the first to comment

Estratégia de Marca

  1. 1. Estratégia de Marca<br />www.anapuglia.com<br />
  2. 2. Se a modernidade sólida esteve estreitamente associada ao universo da produção industrial, da materialidade, do pragmatismo,do funcionamento, do racionalismo...<br /> ... a época atual parece colocar em discussão um grande número destes valores e ceder um espaço maior às noções de fantasia, criatividade, expressão pessoal e procura de sentido.<br />www.anapuglia.com<br />
  3. 3. As promessas dos bens de consumo são substituídas pelas promessas das marcas;<br />É o Projeto de Marca que cria valor, através da sua autenticidade, legitimidade e originalidade;<br />Ela dá sentido ao próprio ato de consumir;<br />Fornece um contexto a uma experiência que sozinha tenderia a ser imprecisa ou muito abstrata.<br />Consumo Contemporâneo<br />As promessas dos bens de consumo são substituídas pelas promessas das marcas;<br />É o Projeto de Marca que cria valor, através da sua autenticidade, legitimidade e originalidade;<br />Ela dá sentido ao próprio ato de consumir;<br />Fornece um contexto a uma experiência que sozinha tenderia a ser imprecisa ou muito abstrata. e procura de sentido.<br />www.anapuglia.com<br />
  4. 4. A maior parte da vida humana consome-se na agonia quanto à escolha de objetivos e não na procura dos meios para os fins.<br />Consumo Contemporâneo<br />www.anapuglia.com<br />
  5. 5. Consumo Contemporâneo<br />A marca pós-moderna deve ter a <br />capacidade de gerar mundos possíveis<br /> que ofereçam:<br /> propostas imaginárias e<br /> sistemas de sentido organizados, que<br /> funcionem como estímulos e recursos<br /> para a contrução de:<br /> identidades,<br /> projetos e <br /> imaginários pessoais.<br />www.anapuglia.com<br />
  6. 6. Marca Pós-Moderna<br />“Assim, a marca moderna, nascida há mais ou menos centro e cinquenta anos na esfera comercial, tornou-se hoje uma marca pós-moderna, um princípio abstrato de gestão de sentido que continua a se aplicar, em primeiro lugar, ao universo do consumo...”<br />www.anapuglia.com<br />
  7. 7. Marca Pós-Moderna<br />“a passagem do mkt mix para o mix de marca sanciona a passagem de um mercado em que se trocam bens e serviços, tornados atraentes e enriquecidos pela comunicação, para um mercado em que se trocam projetos de sentido, concretizados pelos produtos e serviços.”<br />www.anapuglia.com<br />
  8. 8. Marca Pós-Moderna<br />Marketing Mix<br />Mix de Marca<br />Produto<br />Marca<br />Preço<br />Produto<br />Comunica-<br />ção<br />Comunicação<br />Preço<br />Distribui-<br />ção<br />Pessoas<br />Marca<br />Distribuição<br />Pessoas<br />etc<br />etc<br />www.anapuglia.com<br />
  9. 9. Projeto de Marca<br />É esta esfera que determina:<br /> a força de uma marca;<br /> sua originalidade;<br />sua sedução;<br />sua capacidade para produzir sentido, para formalizá-lo e propô-lo a seu público.<br />www.anapuglia.com<br />
  10. 10. Projeto de Marca<br />Carrega consigo a memória do que a marca foi;<br />Exprime sob forma de intenções mais ou menos<br /> explícitas:<br />o que a marca é;<br />o que ela quer ser;<br />Ambições, opções, assim como, obrigações e seus limites.<br />www.anapuglia.com<br />
  11. 11. Projeto de Marca<br />Existe uma diferença fundamental entre um objeto que é simplesmente um objeto e outro que:<br />se tornou discurso;<br />um objeto de comunicação que conta uma história.<br />www.anapuglia.com<br />
  12. 12. Projeto de Marca<br />É preciso que os indivíduos:<br />possam integrá-la a seus projetos de vida, a suas preocupações, a suas interrogações, ao contexto prático de sua vida cotidiana;<br />percebam o quanto contribuirá para dar sentido a sua experiência, como irá ajudá-los a funcionar melhor em um contexto de consumo e em um espaço social cada vez mais complexo.<br />www.anapuglia.com<br />
  13. 13. Natureza Evolutiva das Marcas<br />www.anapuglia.com<br />
  14. 14. A marca é uma entidade viva, que reage, sensível a todas as mudanças de seu ambiente;<br />A marca deve renovar continuamente seu projeto para permanecer em contato com o contexto das forças e dos vínculos que a sustentem;<br />Uma marca líder tem obrigação de antecipação e de previsão.<br />Natureza Evolutiva <br />www.anapuglia.com<br />
  15. 15. Natureza Evolutiva<br />Olhar para o futuro não significa, obviamente, renegar o passado<br />www.anapuglia.com<br />
  16. 16. Uma marca de prestígio é, antes de tudo, uma marca que sabe perenizar seu projeto e perdurar no tempo.<br />Ana Puglia<br />Natureza Evolutiva <br />www.anapuglia.com<br />
  17. 17. Natureza Evolutiva <br />No universo pós-moderno das marcas, o sucesso alimenta, com certeza, o sucesso, mas se alimenta também, e sobretudo, de investimentos, de idéias, de criatividade e de audácia.<br />www.anapuglia.com<br />
  18. 18. Contrato de Marca<br />www.anapuglia.com<br />
  19. 19. Contrato de Marca<br />O contrato exprime o apego dos receptores ao projeto de marca e define as regras e as condições deste apego.<br />O contrato é aprovado quando aquilo que “sentiram” e “entenderam” do projeto e o próprio projeto entram em ressonância com seus próprios projetos, necessidades, desejos, fantasias, imaginários.<br />www.anapuglia.com<br />
  20. 20.
  21. 21. Tratar os equipamentos de áudio e vídeo como se fossem enunciados poéticos. <br />www.anapuglia.com<br />
  22. 22. Entra em ressonância com uma procura de encanto e de estética que é extremamente estimulante para o seu público.<br />Que desenvolverá um contrato particularmente sólido com a marca<br />Saber surpreender, propondo objetos imprevisíveis e inovadores<br />Capacidade de interpretar suas aspirações de maneira extremamente original <br />Sempre respeitando o contrato estabelecido<br />
  23. 23. “A lembrança da B&O não nos remete à idéia abstrata de poesia da técnica, mas ela nos projeta para um mundo de formas perfeitas, em casas com grandes janelas de vidraças banhadas por uma luz fria e transparente, em salões elegantes em madeira clara, em uma decoração com design sóbrio e refinado, em um mundo elegante, mas não esnobe, em uma atmosfera clara, mas nunca enfadonha.”<br />www.anapuglia.com<br />

×