Slide introdução digital

740 views

Published on

slide teste

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
740
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
60
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Slide introdução digital

  1. 1. ESCOLA DE FORMAÇÃO NTE/TRINDADE OFICINA: Writer/ Word PROFESSORES FORMADORES: ANA LÚCIA ISVETLANE WALDESTRON
  2. 2. OBJETIVOS Capacitar os professores e funcionários administrativos na operação do processador de textos BrOffice Writer para digitar, formatar e salvar documentos. Fornecer conceitos básicos de informática visando a inclusão digital Sensibilizar os profissionais da educação para o uso de ambiente digital no desenvolvimento de atividades.
  3. 3. APRESENTAÇÃO DA OFICINA Carga horária: 12 horas Público alvo: Professores e Funcionários Administrativos da rede Estadual e Municipal. Período do curso: matutino vespertino noturno
  4. 4. INSERIR VÍDEO
  5. 5. PARTES DE UM COMPUTADOR O computador pode ser dividido basicamente em 3 partes: Unidade Central de Processamento Unidade de Entrada Unidade de Saída Memória
  6. 6. GABINETE O gabinete que pode ser em torre ou vertical é onde fica armazenada a CPU que é o coração do computador. É uma caixa onde localiza os componentes: placa principal, o processador, memória e outras placas (som, vídeo, fax, modem), o Disco Rígido - onde ficam todos os programas que são instalados - e os drivers (Cdrom, disquete, DVD, etc) estes são chamados de unidades de memória.
  7. 7. EXEMPLOS DAS UNIDADES QUE COMPÕEM UM COMPUTADOR MONITOR O monitor deixa ver tudo o que fazemos no computador: textos, desenhos, tabelas, gráficos e muitas outras coisas. É uma unidade de saída de informação.
  8. 8. TECLADO O teclado serve para escrever, utilizando basicamente para digitação dos dados (entrada) que são enviados para o computador.
  9. 9. MOUSE O mouse que em português, quer dizer “rato”. Com ele emitimos os comandos ao computador, indicando o que deve ser feito. O mouse e teclado são considerados unidades de entrada de informação.
  10. 10. IMPRESSORA/SCANNER A impressora é muito importante para o nosso trabalho, pois ela é responsável pelo registro na saída da informação, esta classificada como dispositivo de saída de dados. Atualmente existem vários tipos de impressoras no mercado, dentre eles: Impressora Matricial, a Laser, a Jato de tinta.
  11. 11. SISTEMAS OPERACIONAIS Os computadores realizam muitas atividades de acordo com programas que tenham instalados em seu disco rígido. Desta forma para organizar todos os programas existe um em especial que é chamado de sistema operacional. Este faz com que todos os programas e todas as peças do computador trabalhem juntas e executem as suas funções.
  12. 12. Um sistema operacional é constituído basicamente por hardware e software.Seria como uma fita de vídeo que tem o filme, mas precisa de um aparelho de vídeo cassete para que possamos ver o que esta gravado na fita. Existem muitos sistemas operacionais atualmente com MS DOS, Línux, Unix, o Windows entre outros. O sistema operacional mais difundido no mundo é o Windows e ele apresenta muitas versões desde que foi lançado.
  13. 13. ENTENDA A DIFERENÇA Hardware é o conjunto de equipamentos e dispositivos de um computador, como unidade de processamento, monitor, modem, impressora, etc. Software é o conjunto de programas, procedimentos e regras relativos e necessários para o funcionamento do hardware no processamento de dados.
  14. 14. CONHECENDO O LINUX EDUCACIONAL O Linux é um sistema operacional, ou seja, ele é responsável pela interface homem máquina. Foi desenvolvido inicialmente por um estudante finlandês Linus Torvalds em 1991 baseado no sistema operacional Unix e hoje é mantido por comunidades internacionais de programadores, outros profissionais na área de informática, etc.
  15. 15. Tela de Login Linux Educacional
  16. 16. Conhecendo a Área de Trabalho O termo área de trabalho ou desktop é comum para usuários do Windows e no Linux tendo a mesma função nos dois Sistemas Operacionais (SO).
  17. 17. Barra de menu: A barra de menu é composta da direita para a esquerda por:
  18. 18. Barra de conteúdos educacionais do MEC Barra de conteúdos educacionais é própria da distribuição Linux Educacional e está presente a partir da versão 2.0. Esta permite acesso rápido aos softwares e conteúdos educacionais.
  19. 19. EXPLORANDO AS FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS DO LINUX EDUCACIONAL 3.0
  20. 20. FERRAMENTAS PEDAGÓGICAS DO LINUX EDUCACIONAL 3.0 (que não necessitam da internet)
  21. 21. Explorando o Menu Iniciar O menu Iniciar é subdividido em sub-menus de acordo com as características de cada comando:
  22. 22. Antes de conhecermos a ferramenta BrOfficeWriter vamos criar uma pasta na Área de Trabalho ou Desktop para guardarmos todos os arquivos.
  23. 23. COMO CRIAR UMA PASTA? É só clicar com o lado direito do mouse na área de trabalho e escolher a opção criar novo > pasta. Depois aparecerá uma janela. Personalize a pasta criada.
  24. 24. CONHECENDO WRITER O BrOffice.org Writer é uma poderosa ferramenta onde o usuário pode criar e editar seus documentos usando os mais diversos recursos de edição e formatação, desde a definição de propriedades de fontes, parágrafos e páginas, até recursos como verificação ortográfica, etc... Outro editor de texto muito usado é o Microsoft Word.
  25. 25. Para abrir a tela do BrOffice Writer, devemos clicar: *Menu Iniciar; *Ferramenta de Produtividade; *Processador deTexto (BrOffice. org Writer).
  26. 26. A TELA DO BROFFICE.ORG WRITER BARRA DE TÍTULOS BARRA DE MENUS BARRA PADRÃO BARRA DE FERRAMENTAS RÉGUA HORIZONTAL ÁREA DE EDIÇÃO RÉGUA VERTICAL BARRA DE STATUS BARRA DE ROLAGEM
  27. 27. BARRA DE MENUS - permite o acesso às funcionalidades do Documentos de Textos através de uma divisão organizada em módulos como Arquivo, Editar, Ferramentas, etc. BARRA PADRÃO- contém as principais funções de manipulação de arquivos e edição e ainda funções padronizadas para todas as aplicações. BARRA DE FORMATAÇÃO- apresenta os ícones das tarefas de formatação mais comuns, as funcionalidades apresentadas são específicas de cada uma das aplicações.
  28. 28. RÉGUAS VERTICAL /HORIZONTAL - permitem definição visual das tabulações e dos avanços. BARRA DE STATUS- informa ao usuário parâmetros correntes no sistema. BARRA FLUTUANTE/ TABELA- apresenta as funcionalidades à criação e manipulação de tabelas.
  29. 29. SALVAR E ABRIR ARQUIVO NOVO Quando o programa BrOffice Writer é aberto, surge um documento novo, provisoriamente nominado “Sem Título 1”. Você pode abrir outros documentos clicando no botão Novo.
  30. 30. Qualquer mudança que você promover nesse “documento” habilita a opção Salvar, que pode ser acessada pelo ícone correspondente, ou pelo menu Arquivo/ Salvar . SALVAR
  31. 31. SALVANDO PELA PRIMEIRA VEZ Na primeira vez que for salvar, pelo menu Arquivo/Salvar como, será aberta uma janela (caixa de diálogo). Digite o nome que você escolheu no campo Nome do arquivo da janela, escolha o local que quer salvar o documento, que estará apontando o diretório (local) em que se encontrará o arquivo. Clique em Salvar e pronto.
  32. 32. Se o campo Salvar como tipo estiver informando “Documento de texto ODF (.odt)”, o arquivo será salvo na extensão “odt” do BrOffice Writer. Se quiser, pode Salvar em outro formato de arquivo.
  33. 33. SALVANDO O ARQUIVO EM FORMATO DIFERENTE O BrOffice.org permite um uso amplo e flexível de tipos de arquivos de texto. Podemos salvar um documento editado no BrOffice.org no formato do Microsoft Word. Para isso, basta clicar com o cursor do mouse no menu Arquivo>Salvar como... E, na tela de salvamento, escolher o formato Microsoft Office 97/2000/XP. Depois pressione o botão salvar.
  34. 34. A tela abaixo aparecerá para você, mostrando uma mensagem de alerta, para auxiliá-lo sobre qual tipo de arquivo usar.
  35. 35. EDIÇÃO DE DOCUMENTO Para auxiliar ao usuário, são apresentadas várias possibilidades de navegação utilizando o mouse ou o teclado, conforme a tabela abaixo: USO DO MOUSE NA BARRA DE ROLAGEM PARA NAVEGAR PRESSIONE Página anterior Ícone com seta dupla para cima Próxima página Ícone com seta dupla para baixo Qualquer página Arraste o botão da barra de rolagem Ícone de navegação Mostra ou oculta o Navegador
  36. 36. USO DO TECLADO PARA NAVEGAR PRESSIONE Uma letra para direita Seta para direita Uma letra para esquerda Seta para esquerda Uma palavra para direita Ctrl+seta para direita Uma palavra para esquerda Ctrl+ seta para esquerda Até o final da linha End Até o início da linha Home Até o final do texto Ctrl+End Até o início do texto Ctrl+Home Uma tela para cima Page Up Uma tela para baixo Page Down
  37. 37. SELEÇÃO DE TEXTO Para qualquer tipo de formatação no documento, é necessário selecionar a região onde será aplicado o efeito. É possível selecionar parte, utilizando o teclado ou o mouse, conforme a lista das formas mais usadas para selecionar: Utilizando o mouse PARA SELECIONAR FAÇA Seleção alternada Ctrl+2 cliques no botão esquerdo do mouse Uma palavra 2 cliques com o botão esquerdo do mouse sobre a palavra. Diversas linhas Arraste o mouse com o botão esquerdo pressionado Parágrafo 4 cliques na marca de final de parágrafo Umas frase 3 cliques na marca de final de parágrafo
  38. 38. Utilizando o Teclado Para selecionar Pressione Um caracter para a direita Shift + seta para direita Um caracter para a esquerda Shift + seta para esquerda Até o final de uma linha Shift + End Até o início de uma linha Shift + Home Uma linha para baixo Shift + seta para baixo Uma linha para cima Shift + seta para cima Uma tela para baixo Shift + Page Down Uma tela para cima Shift + Page Up Até o final do documento Ctrl + Shift + End Até o início do documento Ctrl + Shift + Home
  39. 39. RECORTAR E COLAR- para realizá-lo com um bloco de texto, faça os seguintes passos: primeiro, selecione o texto desejado e faça o uso dos seguintes botões da Barra Padrão. COPIAR E COLAR- primeiro, selecione o texto desejado e faça o uso dos botões da Barra Padrão.
  40. 40. DESFAZENDO E REFAZENDO AÇÕES As alterações do texto podem ser revertidas com o uso da botão Desfazer da Barra Padrão. Essa função desfaz as últimas alterações retornando o texto a uma situação anterior. Todas as alterações desfeitas podem ser refeitas, com o uso da função Refazer. FORMATANDO O TEXTO Ao digitarmos um texto, podemos fazer uso de várias funcionalidades de formatação, cujo objetivo é destacar algumas informações úteis ou tornar a leitura do documento mais organizada e agradável.
  41. 41. A primeira coisa que vamos estudar é a Barra de Formatação: Fonte – tipo de letra/nº a serem usados na digitação. Tamanho da Fonte- permite alterar o tamanho da fonte. Negrito – tem a função de destacar uma seleção do texto tornando a linha das letras mais grossas. Itálico- o itálico tem a função de destacar uma seleção do texto inclinando levemente as letras para o lado direito. Sublinhado- tem a função de destacar uma seleção do texto através da colocação de uma linha na parte inferior das letras.
  42. 42. Alinhamento Alinhar à esquerda Centralizado Alinhar à direita Justificado Ativar/Desativar Numeração- gerencia a numeração de parágrafo para a criação de listas numeradas. Ativar/ Desativar Marcadores- gerencia a utilização de marcadores de parágrafos para a criação de listas.
  43. 43. Diminuir Recuo- diminui a distância entre o início do parágrafo corrente e a linha da margem. Aumentar Recuo- aumenta a distância entre o início do parágrafo corrente e a linha da margem. Cor da Fonte- permite alterar a cor da fonte do texto. Realçar- faz com que o plano de fundo do texto selecionado tenha um destaque visual através de uma cor. Cor do Plano de Fundo – diferentemente da função Realçar, se refere ao parágrafo inteiro e não apenas a uma seleção de texto.
  44. 44. Formatando a Página do Documento Uma necessidade frequente na criação de documentos é a configuração dos atributos da página, principalmente o formato do papel, a orientação e as margens, para isso basta clicar no menu Formatar>Página.
  45. 45. Formato- o mais utilizado na impressão do documento são A4 e Carta. Quando alteramos essa propriedade, a largura e a altura do papel são atualizadas.
  46. 46. Orientação- a orientação possui duas opções: retrato ou paisagem. Margem- as margens são as distâncias entre a borda do papel e o início da área útil da página. Visualizando o Texto antes da Impressão A visualização de página pode ser acionada através do ícone da Barra Padrão ou pelo menu Arquivo > Visualizar Página.
  47. 47. CAPITULARES Formato/Parágrafo/Capitulares
  48. 48. Uma letra capitulada é tradicionalmente a primeira letra de um parágrafo em tamanho e formato diferente do restante do texto. Isto é feito com o objetivo de alcançar um efeito visual mais agradável ao destacá-la do conjunto. Exibir Capitulares: inicialmente marque essa opção. É ela que vai lhe permitir visualizar o efeito. Palavra inteira: caso queira que todas as palavras seja capitulada, marque essa opção.
  49. 49. Número de caracteres: define quantos caracteres serão capitulados. Linhas: define quantas linhas (de altura) serão utilizadas para capitular. Espaço entre o texto: define qual será o espaço entre o texto e a(s) letra(s) em destaque. Conteúdo: nesta área pode-se digitar o texto a ser capitulado e ainda definir o estilo de caractere a ser utilizado.
  50. 50. CORRIGINDO ERROS NO TEXTO É comum, durante a criação de um texto, cometermos erros . A verificação ortográfica pode ser iniciada através do menu Ferramentas > Ortográfica e Gramática ou com o ícone: . Podemos também acionar a verificação ortográfica automática (durante a digitação do texto), basta clicar no ícone: .
  51. 51. Na área (1), será apresentada a frase onde está a palavra que não foi reconhecida. Essa palavra aparecerá em vermelho. Na área (2), serão mostradas as sugestões para a correção da palavra.
  52. 52. CONSTRUINDO TABELAS A maneira mais rápida de construir uma tabela num documento é acionar o ícone Tabela na barra Padrão, clicando na seta ao lado e arrastando o mouse pela grade para selecionar o número de linhas e colunas a serem incluídas na tabela, interrompendo a seleção na última célula do canto inferior direito.
  53. 53. Para configurar mais detalhadamente a tabela já na sua criação, vá ao menu Tabela/Inserir. Irá surgir a janela Inserir tabela, que permite definir:
  54. 54. Nome: para digitação de um nome para a tabela. O nome não deve conter espaço entre as litras; Colunas: informação sobre a quantidade de colunas da nova tabela;
  55. 55. Título: para assinalar caso deseje incluir uma linha de título na tabela; Repetir título: a opção faz com que se repita o título da tabela na parte superior da página seguinte, caso a tabela ocupe mais de uma página; As primeiras linhas: para informar quantas linhas servirão de título; Não dividir a tabela: a opção, caso assinalada, impede que a tabela ocupe mais de uma página;
  56. 56. Borda: a opção, caso assinalada cria a tabela com bordas visíveis. Auto Formatar: ícone que abre a caixa de diálogo Auto Formatar, onde você pode selecionar um Layout predefinido para a tabela.
  57. 57. A tabela poderá ser ajustada manualmente, principalmente no tocante a bordas (linhas e colunas) segurando-as com o mouse e arrastando, mas essa maneira de ajuste não é precisa e , depois, pode provocar dificuldade quando se quiser retornar ao estado original. Para configurar uma tabela de forma precisa, verifique se o cursor do mouse esta dentro da área da tabela e vá ao menu Tabela/ Propriedades da tabela. Abrindo a seguinte caixa de diálogo Formato da Tabela.
  58. 58. A caixa de diálogo Formato da tabela possui 5 guias: Tabela, Fluxo do texto, Colunas, Bordas e Plano de fundo. Cada uma dessas guias permite configurar/ reconfigurar a tabela que esta em edição.
  59. 59. BORDAS: determina a posição, o tamanho e o estilo da borda e permite ao usuário adicionar bordas nas páginas, quadros, figuras, tabelas, parágrafos e objetos incorporados. Observe a figura a seguir:
  60. 60. Disposição de linhas: permite ao usuário escolher um estilo de borda para aplicar. Linha: define o estilo de linha que será aplicado nas bodas selecionadas. Espaçamento do conteúdo: nesta área define-se a distância entre a borda e o conteúdo que será contornado. Sincronizar: marcar esta opção faz com que o Writer aplique a mesma distância às quatro bordas. Estilo de sombra: define a posição e a distância da sombra sobre a área contornada e a cor da mesma.
  61. 61. USO DE IMAGENS/ FIGURAS Pelo menu Inserir/ Figura/ De um arquivo é possível inserir vários tipos de figuras. Assim, você poderá fazer constar no seu documento figuras/imagens que estão disponíveis em seu computador ou na rede.
  62. 62. Pela pesquisa nessa caixa de diálogo, você pode verificar as figuras que possui para uso no seu computador. Caso queira visualizar a figura durante a procura, deixe assinalada a opção visualizar. Após a inserção, existem várias opções para configuração e integração das figuras ao texto. Dê um clique com o lado direito do mouse em cima da imagem e acesse um menu com várias opções.
  63. 63. Acesse a opção Figura, você abrirá a caixa de diálogo abaixo:
  64. 64. Os guias mais úteis da caixa de diálogo são: Quebra automática – que configura o modo que você deseja que o texto seja disposto ao redor de um objeto, especificando também o espaçamento entre eles. Figura- opções de inversão para a figura. Cortar- que permite alterar a escala, bem como cortar partes da figura ou de áreas que não interessam no documento.
  65. 65. Plano de fundo- para aplicação de plano de fundo (no caso o tipo de figura deve permitir esse recurso). Bordas- para definição de um estilo de borda a ser aplicada.

×