Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

PortefóLio1

7,601 views

Published on

Published in: Business, Technology
  • Be the first to comment

PortefóLio1

  1. 1. L er +
  2. 2. Introdução No âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, irá ser desenvolvido um Portefólio, com intuito de cumprir o Plano Nacional de Leitura. Esperamos conseguir, com esta experiência melhorar o nosso nível de leitura e escrita, tendo vários objectivos e capacidades a desenvolver.
  3. 3. Objectivos para o Portefólio: Desenvolver a capacidade de organização; Reforçar os conhecimentos; Contextualizar conhecimentos; Reflectir acerca do trabalho pessoal; Aperfeiçoar o trabalho pessoal; Desenvolver o gosto pelo trabalho pessoal. Capacidades a desenvolver: Planificar; Pensar criticamente; Avaliar; Reinventar; Aceitar o erro; Aprender com a critica; Reformular; Aprender a ter sucesso;
  4. 4. O que é um PORTEFÓLIO? Há várias e diversificadas formas de definir um portefólio. A palavra portefólio pode servir para várias profissões de acordo com as informações da Internet. Definição de Portefólio da Enciclopédia : termo de origem anglo-saxónica que designa o conjunto de títulos e acções de um investidor, individual ou institucional. Ou: documento formal que apresenta as experiências de aprendizagem fora da escola, sendo utilizado para solicitar reconhecimento académico da aprendizagem experimental.
  5. 5. Texto Narrativo Título da obra: “O Principezinho” Autor: Antoine de Saint Exupéry Editora: Editorial Presença
  6. 6. Ficha de Leitura do Principezinho Texto Narrativo Acção Principal: O encontro do Principezinho com o narrador(piloto/aviador) e todos os outros acontecimentos durante a avaria do avião. Secundária: Viagem do Principezinho pelos asteróides, contada pelo próprio. Estrutura da acção Encadeamento: Avaria do avião (no deserto) e as peripécias que envolvem o encontro do Principezinho com o narrador que obedecem a uma ordem cronológica. Encaixe: História do Principezinho contada ao narrador e todas as outras narrativas de encaixe quando o Principezinho vai visitar os vários planetas.
  7. 7. <ul><li>Personagens </li></ul><ul><li>Relevo: </li></ul><ul><ul><li>Protagonista, personagem principal: Narrador, Principezinho; </li></ul></ul><ul><li>-Personagens principais na acção de encaixe: Habitantes dos asteróides, serpente, flor, rosas, raposa, vendedor de comprimidos para a sede; </li></ul><ul><ul><li>Figurantes: Adultos. </li></ul></ul><ul><li>Composição: </li></ul><ul><ul><li>Personagens modeladas ou redondas: Principezinho e o Narrador; </li></ul></ul><ul><ul><li>Personagens-tipo: Habitantes dos asteróides e o geógrafo. </li></ul></ul><ul><li>Delimitação: Fechada </li></ul>
  8. 8. Caracterização Directa: Heterocaracterização: Predominante, em especial no retrato físico e psicológico do Principezinho. Indirecta: Retrato físico e psicológico do Principezinho feita pelo narrador. Espaço Físico: Na Terra, no deserto do Sara (África) e Asteróides. Social: Encontro das pessoas. O golfe, bridge, política.
  9. 9. Tempo Tempo indefinido Sequências Temporais: I “…tinha seis anos, tive uma avaria no deserto…” II ”…Assim no terceiro dia…” V ”…Fiquei a sabê-lo no quarto dia…” VII ”…No quinto dia, mais uma vez…” XXIV ” …Íamos no oitavo dia…” XXVI ” …No dia seguinte, á tardinha…” XXVII ”… E, claro, agora já passaram seis anos… ” Narrador Presença - Não - participante: Quando conta a história do Principezinho; - Participante: Quando o narrador narra o seu encontro com o Principezinho.
  10. 10. Narratário O narratário dirige-se ao Leitor. Modos de expressão: Diálogo : Reproduz as falas das personagens, possui marcas de oralidade, frases curtas/ concisas com o predomínio de perguntas; Narração: Apresenta as acções, as movimentações das personagens e o tempo verbal predominante é o pretérito perfeito. Descrição: Há uma pausa na narração, descrevem-se os objectos, personagens, espaço e o tempo verbal que predomina é o pretérito imperfeito. Monólogo: quando a personagem fala sozinha, ou para si própria.
  11. 11. Resumo da obra “ O Principezinho” Um aviador começa por recordar um momento marcante da sua vida: aos 6 anos, depois de ter mostrado aos adultos aos seus desenhos, e de estes não os terem percebido, desistiu da ideia de vir ser um grande pintor. Mais tarde, decidiu ser aviador e voar por todo o mundo. O piloto recorda uma das suas viagens, há seis anos atrás, quando o seu avião teve uma avaria e ele foi obrigado a aterrar no deserto do Sara para o tentar consertar. À noite, cansado, deitou-se na areia e adormeceu. Uma voz doce acordou-o, pedindo-lhe um desenho de uma ovelha. Ainda espantado pela presença daquele menino ali, um principezinho, o narrador fez o desenho da ovelha. Como o principezinho era muito exigente, ele acabou por desenhar uma caixa, dizendo-lhe que a ovelha estava lá dentro. Assim começou o relacionamento entre o aviador e o principezinho. Embora o principezinho não respondesse directamente às perguntas, aos poucos, o narrador foi conseguindo imaginar o planeta de onde o principezinho veio, um lugar muito pequenino, talvez o asteróide B612. A propósito deste asteróide, o narrador conta a história do astrónomo que o descobriu. O principezinho foi relatando alguns dos seus hábitos: arrancar as raízes dos embondeiros, varrer dos vulcões, admirar o pôr-do-sol, cuidar da sua bela e querida flor, que, muito orgulhosa, lhe impõe as suas vontades, até ao dia em que ele decidiu, por causa dela, abandonar o seu planeta. Posteriormente o narrador apresenta os lugares por onde o principezinho passou até chegar à Terra:. Finalmente, o principezinho chegou à Terra onde trava conhecimento com uma serpente que o informa onde ele está, dialoga com uma flor, ouve as repetições do eco, descobre que afinal há muitas rosas e que a sua flor não é única; torna-se amigo de uma raposa que lhe ensina o significado de criar laços, e, antes de encontrar o narrador, conversa ainda com um agulheiro e um vendedor de pastilhas para matar a sede. O narrador e o principezinho caminham pelo deserto à procura de água e encontram um poço. O narrador regressa para acabar o conserto do avião e o principezinho procura no deserto o lugar onde tinha caído há precisamente um ano, pois sente que é hora de regressar para a sua flor. A seu pedido, uma serpente pica-o com o veneno. O narrador conseguiu arranjar o avião e chega nesse momento, mas já é tarde de mais. Antes de morrer, o principezinho diz-lhe que o recorde, olhando à noite para as estrelas. O principezinho estará numa delas. É isso que o narrador faz quando regressa a casa . E hoje, passados seis anos, continua à procura do seu principezinho.
  12. 12. Caracterização das personagens Personagens consideradas fundamentais para a acção Principezinho - O pequeno príncipe vem do asteróide B612, um pequeno planeta no espaço. Parte do seu planeta em busca de conhecimento e sabedoria e também para se afastar da sua flor. Viaja por sete planetas e no último, a Terra, ele aprende com a raposa o segredo da vida e ensina o narrador que temos de ser responsáveis por aquilo que cativamos. O pequeno príncipe representa a inocência e a pureza . Narrador - O narrador adora desenhar mas abandonou os desenhos quando tinha seis anos porque ninguém os compreendeu. Então, decidiu tornar-se piloto. Quando encontra o principezinho no deserto, ele aprende com este os segredos simples da vida, há muito esquecidos.
  13. 13. Flor – A flor vive no planeta do principezinho. Ela é vaidosa e exigente, pensando que o mundo gira à volta dela. Aborrece constantemente o principezinho e pede-lhe que tome bem conta dela. Contudo, ama o pequeno príncipe e, apesar da sua arrogância, quando o principezinho abandona o planeta, fica muito triste e pensa ter sido a causadora da sua partida. A flor para o principezinho é o seu tesouro, o “essencial” que só podemos ver com o coração. Raposa – a raposa é uma criatura muito sábia, ela sabe o segredo da vida que dá de presente ao principezinho: “o essencial é invisível aos olhos, só podemos ver bem com o coração.” quando o vê pela primeira vez, fica tímida e envergonhada, mas depois sente-se capaz de sacrificar a sua liberdade para que o principezinho a cative .
  14. 14. Personagens das Narrativas de encaixe Rei - O rei é muito arrogante, egocêntrico e tem-se em alta conta. Vaidoso – o vaidoso quer a atenção toda para ele e pede ao pequeno príncipe que o aplauda sempre que ele agradecer tirando o chapéu. Bêbado – o bêbado é uma pessoa triste e solitária que vive só num pequeno planeta. ele bebe para esquecer que tem vergonha de beber. é um círculo vicioso. Homem de negócios – o homem de negócios representa o perfeito adulto porque a sua única preocupação é os números.
  15. 15. Geógrafo – o geógrafo desenha mapas no atlas. é o “sábio” que desconhece o seu próprio planeta. Mercador – o mercador vende pílulas que substituem a água. se uma pessoa tiver sede, toma a pílula e não será preciso beber água. Agulheiro – esta pessoa envia os comboios para diferentes direcções. ele diz que as crianças têm sorte porque sabem o que procuram, ao contrário dos adultos, que viajam de lugar para lugar constantemente à procura de coisas. representa a eterna insatisfação dos homens. Acendedor de candeeiros – o acendedor de candeeiros acende e apaga os candeeiros do seu planeta. apesar de o principezinho considerar útil a sua ocupação, esta simboliza o absurdo.
  16. 16. <ul><li>Biografia de Saint- Exupéry </li></ul><ul><li>Antoine-Jean-Baptiste-Marie-Roger Foscolombe de Saint-Exupéry terceiro filho do conde Jean Saint-Exupéry e da condessa Marie Foscolombe (29 de Junho de 1900, Lyon - 31 de Julho de 1944, Mar Mediterrâneo) foi um escritor, ilustrador e piloto da Segunda Guerra Mundial. </li></ul><ul><li>Apaixonado desde a infância pela mecânica, estudou a princípio no colégio jesuíta de Notre-Dame de Saint-Corix, em Mans, de 1909 a 1914. Neste ano da Primeira Guerra Mundial, juntamente com seu irmão François, transfere-se para o colégio dos Maristas, em Friburgo, na Suíça, onde permanece até 1917. Quatro anos mais tarde, em Abril de 1921, Antoine inicia o serviço militar no 2º Regimento de Aviação de Estrasburgo, depois de reprovado nos exames para admissão da Escola Naval. </li></ul><ul><li>A 17 de Junho, obtém em Rabat, para onde fora mandado, o brevê de piloto civil. No ano seguinte, 1922, já é piloto militar brevetado, com o posto de subtenente da reserva. Em 1926, recomendado por amigo, o Abade Sudour, é admitido na Sociedade Latécoère de Aviação, onde começa então sua carreira como piloto de linha, voando entre Toulouse, Casablanca e Dacar, na mesma equipe dos pioneiros Vacher, Mermoz, Guillaumet e outros. Foi por essa época, quando chefiou o posto de Cap Juby, que os mouros lhe deram o cognome de senhor das areias. </li></ul><ul><li>Faleceu durante uma missão de reconhecimento sobre Grenoble e Annecy. </li></ul><ul><li>Algumas das suas obras: </li></ul><ul><li>L'Aviateur </li></ul><ul><li>Vol de nuit </li></ul><ul><li>Terre des hommes </li></ul><ul><li>Pilote de guerre </li></ul><ul><li>Le Petit Prince </li></ul>
  17. 17. Moral da História
  18. 18. Aconselhavas este livro a alguém? Sim aconselhava “O Principezinho a todas as pessoas do mundo, pois não só acho que este livro é fascinante como também nos transmite uma mensagem muito importante como já vimos anteriormente que é “o essencial é invisível aos olhos só se vê bem com o coração.
  19. 19. Conclusão Os livros são uma fonte de conhecimento, e ao lermo-los, seremos os senhores e donos de todo o saber. De acordo com o trabalho que realizámos, para este portfólio, faço um balanço positivo, da minha pessoa. As actividades propostas, pela professora de Língua Portuguesa, com o intuito de desenvolver o Plano Nacional de Leitura, são muito enriquecedoras. Permitiram-me apreciar a leitura como uma arte, um prazer, uma forma de aprender com as vivências de outros. As histórias que li, deram-me lições de vida, como me ajudaram a melhorar a minha forma de interpretação.
  20. 20. <ul><li>Netografia e bibliografia </li></ul><ul><li>- http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=principezinho&meta=&aq=f&oq= </li></ul><ul><li>http://www.esec-emidio-navarro-alm.rcts.pt/sarilho/principezinho.htm </li></ul><ul><li>http://resumos.netsaber.com.br/ver_resumo_c_984.html </li></ul><ul><li>“ O Principezinho”, de Antoine de Saint- Exupéry </li></ul>
  21. 21. Trabalho elaborado por: -Ana Sousa -Ana Freitas -Ana Patrícia - Ester Afonso -Margarida Magalhães -Vânia Freitas 9ºB

×