Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

3. Paisagismo - Evolução Histórica II

24,181 views

Published on

Published in: Education

3. Paisagismo - Evolução Histórica II

  1. 1. ARQ. ANA CUNHA ARAÚJO PAISAGISMO II Evolução Histórica 2
  2. 2. Jardins Gregos <ul><li>Os gregos tendiam a recusar as linhas rígidas , buscando a simplicidade e respeitando a topografia . </li></ul><ul><li>Seus jardins ocorriam em recintos fechados , onde cultivavam plantas aromáticas e medicinais . Foi a partir deles que surgiu a ideia dos pomares. </li></ul>
  3. 3. Jardins Gregos
  4. 4. Jardins Romanos <ul><li>Foi em Roma que surgiu o HORTUS , um jardim cercado destinado ao cultivo de legumes, ervas, frutas e também flores . </li></ul><ul><li>Os jardins de recreação apareceram somente no final do século II a.C., caracterizando-se pelo traçado metódico e ordenado, composto por estátuas, pergolados, fontes e bancos, dispostos de forma regular e retilínea . </li></ul>
  5. 5. Jardins Romanos
  6. 6. Jardins Romanos Villa Adriana (118/38 dC, Tivoli Itália)
  7. 7. Jardins Medievais <ul><li>Na Idade Média, os jardins praticamente desapareceram , reduzindo-se a áreas confinadas em claustros e destinadas ao cultivo. </li></ul><ul><li>Por sua vez, apareceram as PRAÇAS , que se tornaram espaços importantes na cidade , devido às funções que desempenhavam. </li></ul>
  8. 8. Jardins Medievais
  9. 9. Praças Medievais Piazza del Campo, Siena Piazza delle Erbe e dei Signori, Verona
  10. 10. Jardins Renascentistas <ul><li>Foi a partir do século XVI que as praças e os jardins passaram a ter maior importância no espaço urbano. </li></ul><ul><li>Nessa fase adquiriram valor estético e utilitário , principalmente na Itália, França e Inglaterra, onde se transformaram em elementos fundamentais de composição da cidade renascentista e barroca. </li></ul>
  11. 11. Jardins Renascentistas Villa Medici (1417/60, Fiesoli) Michelozzo Michelozzi (1396-1472) Villa Lante (1560/68, Bagnai) Giacomo Vignola (1507-1573)
  12. 12. Jardins Renascentistas <ul><li>No Renascimento, o JARDIM ITALIANO retomou os elementos decorativos da antiga Roma, explorando seu caráter geométrico, traçado linear e profusão de estátuas e fontes . </li></ul><ul><li>Aplicavam-se eixos e coordenadas na sua composição, geralmente monumental . </li></ul>
  13. 13. Jardins Renascentistas Villa Lante (1560/68, Bagnai) Giacomo Vignola (1507-1573) Villa d’Este (1560/75, Tívoli) Pirro Ligorio (1513-1583)
  14. 14. Jardins Renascentistas Pátio do Belvedere (Vaticano) Donato Bramante (1444-1514) Villa Borghese (1605/16, Roma) Cardeal Scipione Borghes (1576-1633)
  15. 15. Jardins Barrocos <ul><li>No século XVII, o Barroco conduz à exuberância dos jardins , os quais adquirem grandiosidade, complexidade e uma rígida distribuição, marcada por perspectivas sem fim e a ideia do domínio do homem sobre a natureza. </li></ul>
  16. 16. Jardins Barrocos Jardins de Vaux-le-Vicomte - França André Le Nôtre (1613-1700)
  17. 17. Jardins Barrocos Jardins do Palais de Versailles (1662/98, França) André Le Nôtre (1613-1700)
  18. 18. Jardins Barrocos Princesa Sophia de Palatinate (1530-1714) Herrenhausen (1666, Hanover Alemanha)
  19. 19. Jardins Barrocos Nymphenburg (1693, Viena Áustria) Dominique Girard
  20. 20. Jardim Inglês <ul><li>No século XVIII , como reação ao franceses e por influência oriental, os ingleses propuseram uma reaproximação das formas orgânicas e naturais , através de paisagens pitorescas que propunham uma continuidade com os sistemas existentes. </li></ul>
  21. 21. Jardim Inglês Stourhead (1725/43, Wiltshire GB) Henry Hoare (1705-1785)
  22. 22. Jardim Inglês Rousham Park (Steeple Aston, Oxfordshire) William Kent (1685-1748)
  23. 23. Jardim Inglês Rousham Park (Steeple Aston, Oxfordshire) William Kent (1685-1748)
  24. 24. Jardim Inglês Sheringham Park (1812/19, Norfolk GB) Humphry Repton (1752-1818)

×