Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Lei de destruição O Livro dos Espíritos <br />"Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem.<br /...
Destruição necessária<br />
Destruição excessiva<br />
Qual é a potência da destruição que há em mim?<br />
Guerras<br />Perg. 742: Qual é a causa que leva o homem à guerra?<br />Predominância da natureza selvagem sobre a espiritu...
Minha Guerra Pessoal<br />
Assassinato<br />Perg.746: O assassinato é um crime aos olhos de Deus?<br />– Sim, um grande crime; porque aquele que tira...
Quantas pessoas já matamos?Quantas relações já exterminamos?<br />
Suicídio Moral<br />“Pois o que aproveitará o homem, se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida ou causar dano a si mes...
Crueldade<br />Perg. 752:  Pode-se ligar o sentimento de crueldade ao instinto de destruição?<br />	A crueldade é o que te...
Será que sou cruel?<br />Que se compraz em fazer sofrer ou ver sofrer: tirano cruel. Que demonstra crueldade: sorriso crue...
Duelo<br />Perg.757: O duelo pode ser considerado como legítima defesa?<br />Não; é um assassinato e um costume absurdo, d...
Duelo nos dias de hoje...<br />Perg. 759 : Qual é o valor do que se chama ponto de honra em matéria de duelo? Orgulho e va...
Pena de Morte<br />Defender a pena de morte é se opor a tudo o que nos ensina a doutrina Espírita:<br />Imortalidade da al...
O duelo – E.S.E. Cap III, item 12 <br />  “Amigos, lembrai-vos deste preceito: Amai-vos uns aos outros, e então, ao golpe ...
O bom uso da Lei de Destruição<br />
O espiritismo é o melhor remédio para a violência!<br />
Prece por um criminoso<br />Senhor, Deus de misericórdia, não repilas esse criminoso que acaba de deixar a Terra. A justiç...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Lei de destruição livro dos espíritos 2011

6,340 views

Published on

Published in: Spiritual

Lei de destruição livro dos espíritos 2011

  1. 1. Lei de destruição O Livro dos Espíritos <br />"Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem.<br />Agora é necessário civilizar o homem em relação a natureza e aos animais."<br />Victor Hugo<br />
  2. 2. Destruição necessária<br />
  3. 3. Destruição excessiva<br />
  4. 4. Qual é a potência da destruição que há em mim?<br />
  5. 5. Guerras<br />Perg. 742: Qual é a causa que leva o homem à guerra?<br />Predominância da natureza selvagem sobre a espiritual e satisfação das paixões. No estado de barbárie, os povos conhecem apenas o direito do mais forte; é por isso que a guerra é para eles um estado normal. Contudo, à medida que o homem progride, ela se torna menos frequente, porque evita as suas causas, e quando é inevitável sabe aliar à sua ação o sentimento de humanidade.<br />
  6. 6. Minha Guerra Pessoal<br />
  7. 7. Assassinato<br />Perg.746: O assassinato é um crime aos olhos de Deus?<br />– Sim, um grande crime; porque aquele que tira a vida de seu semelhante corta uma vida de expiação ou de missão, e aí está o mal.<br />
  8. 8. Quantas pessoas já matamos?Quantas relações já exterminamos?<br />
  9. 9. Suicídio Moral<br />“Pois o que aproveitará o homem, se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida ou causar dano a si mesmo?” (Lucas, 9:25; Marcos, 8:36.)<br />
  10. 10. Crueldade<br />Perg. 752: Pode-se ligar o sentimento de crueldade ao instinto de destruição?<br /> A crueldade é o que tem de pior no instinto de destruição. A destruição constitui uma necessidade. Mas, o mesmo não se dá com a crueldade, que é sempre resultado de uma natureza má. A crueldade é consequência do atraso no desenvolvimento do senso moral. Tanto no homem cruel como nos selvagens, embora o possuam, o senso moral se encontra em estado rudimentar. À medida que vão desenvolvendo este senso, neutralizam os instintos materiais, tornando-se bons e humanos<br />
  11. 11. Será que sou cruel?<br />Que se compraz em fazer sofrer ou ver sofrer: tirano cruel. Que demonstra crueldade: sorriso cruel. Implacável, rigoroso: destino cruel. Que causa sofrimento doloroso: perda cruel. Atroz, bárbaro, feroz, inexorável, pungente.<br />
  12. 12. Duelo<br />Perg.757: O duelo pode ser considerado como legítima defesa?<br />Não; é um assassinato e um costume absurdo, digno de bárbaros.<br />
  13. 13. Duelo nos dias de hoje...<br />Perg. 759 : Qual é o valor do que se chama ponto de honra em matéria de duelo? Orgulho e vaidade: duas chagas da humanidade.<br />
  14. 14. Pena de Morte<br />Defender a pena de morte é se opor a tudo o que nos ensina a doutrina Espírita:<br />Imortalidade da alma;<br />Evolução dos espíritos<br />Perdão<br />Poder transformador da educação<br />Todos nós merecemos uma segunda chance!<br />
  15. 15. O duelo – E.S.E. Cap III, item 12 <br />  “Amigos, lembrai-vos deste preceito: Amai-vos uns aos outros, e então, ao golpe do ódio respondereis com um sorriso, e ao ultraje com o perdão. O mundo sem dúvida se erguerá furioso e vos chamará de covarde: erguei a fronte bem alta e mostrai, então, que a vossa fronte também não recearia ser coroada de espinhos, a exemplo do Cristo, mas que a vossa mão não quer participar de um assassinato autorizado, podemos dizer, por uma falsa aparência de honra, que nada mais é senão orgulho e amor próprio.” <br />Santo Agostinho<br />
  16. 16. O bom uso da Lei de Destruição<br />
  17. 17. O espiritismo é o melhor remédio para a violência!<br />
  18. 18. Prece por um criminoso<br />Senhor, Deus de misericórdia, não repilas esse criminoso que acaba de deixar a Terra. A justiça dos homens o castigou, mas não o isentou da tua, se o remorso não lhe penetrou o coração.<br />Tira-lhe dos olhos a venda que lhe oculta a gravidade de suas faltas. Possa o seu arrependimento merecer de ti acolhimento benévolo e abrandar os sofrimentos de sua alma! Possam também as nossas preces e a intercessão dos bons Espíritos levar-lhe esperança e consolação; inspirar-lhe o desejo de reparar suas ações más numa nova existência e dar-lhe forças para não sucumbir nas novas lutas em que se empenhar!<br />Senhor, tem piedade dele!<br />O Evangelho Segundo o Espiritismo<br />

×