Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A vida mágica da sementinha 5º a

7,564 views

Published on

a vida mágica da sementinha

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A vida mágica da sementinha 5º a

  1. 1. A Vida Mágica da Sementinha 5º A | 2015
  2. 2. O rapto da sementinha Levada pelo rouxinol conhece o bosque e todos os animais que ali vivem. A sementinha, com a sua meiguice, convence o rouxinol a não a comer. sarça chapim tília rouxinol
  3. 3. O Naipe do Coral Tentilhão Pica-peixe Chapim Azul
  4. 4. Toada (rumor) da Primavera Feto Campainhas azuis
  5. 5. … e chegavam mais... cuco Chapim Rouxinol estava apaixonado pela Sementinha.
  6. 6. Velhas histórias que convém saber... O trigo apareceu no Afeganistão , há cerca de 10.000 anos sendo primeiro : o trigo anão ! Tudo por causa duma guerra.
  7. 7. Velhas histórias que convém saber... O trigo foi cultivado pela primeira vez no Médio Oriente. Há cerca de 10.000 anos, uma mutação ou hibridização ocorreu, resultando numa planta com sementes grandes,que não podiam espalhar-se com o vento. Esta planta poderia produzir mais comida para os humanos e teve maior sucesso que outras plantas com sementes menores, tornando-se assim o ancestral do trigo moderno.
  8. 8. Em poder da feiticeira Envolvida com uma camada de terra, a Sementinha estava pronta para germinar. Não sabendo onde estava atreveu-se a perguntar onde se localizava. Alguém lhe respondeu, era a terra feiticeira.
  9. 9. O grande mistério
  10. 10. O grande mistério O grande mistério consiste na transformação da pequena sementinha em planta (trigo).
  11. 11. A sementinha é esquartejada Os cientistas atiraram-na para cima da mesa, onde, de vez em quando, lhe iam tocando nas espigas e apertando os bagos. A certa altura, o Agrónomo arrancou-lhe mais um dos seus caracóis e felo passar de mão em mão a um velho que a mordeu com curiosidade. Este mesmo velho separou-lhe todas as espigas enquanto os outros lhe esmagavam os grãos. O que ela ainda não tinha percebido era que aqueles grãos eram agora seus filhos.
  12. 12. As meninas sementinhas vão à escola A aula não tinha carteiras, nem quadro preto, nem cartas geográficas pelas paredes. Eram vários canteiros com terra preparada pelos homens; e o material escolar era bem diferente - um termômetro, uma balança para as pesar, uma pá, um balde, um rastilho e um irrigador.
  13. 13. A Asa de Corvo casa-se: Era primavera e a Asa de Corvo pensou em casar. No tempo das suas avós e da sua mãe o casamento era feito ao acaso, mas a Asa de Corvo não iria ter o mesmo destino. O homem de bata branca, com a ajuda de um par de pinças arrancou-lhe os estames de pólen das suas flores masculinas deixando-lhe as femininas. Foi quando a Asa de Corvo compreendeu que o seu casamento era de conveniência. O homem de bata branca deitou sobre os pistilos da Asa de Corvo pólen de outra flor mais robusta, protegendo-a do polén vagabundo que andava no ar. A Asa de corvo deu assim origem a novos filhos designados de: Híbridos.
  14. 14. Polinização Algumas flores são machos e outras são fêmeas. Os machos têm o maravilhoso pó amarelo - o pólen. O pólen é um pó mágico que quando toca nos pistilos (gineceus) das flores femininas transforma-as, originando uma nova planta. Polinização: as flores masculinas atiram o pólen que é levado pelos pássaros, pelas abelhas e pelo vento para as flores femininas.
  15. 15. Trigo híbrido - alimentos transgénicos Os alimentos transgénicos são geneticamente modificados com o objetivo de melhorar a qualidade e aumentar a produção e a resistência às pragas, visando o lucro. O DNA (código genético) desses alimentos é modificado. Alguns produtos são modificados para que contenham um maior valor nutricional e resistam ao ataque de vírus e fungos. Outros são modificados para que a produção seja aumentada. O trigo utilizado hoje em dia é bem diferente do trigo de há 50 anos atrás, é uma planta híbrida, desenvolvida para aumentar os lucros.
  16. 16. Um viveiro de sementes kl Mark Carleton Alfred ( Ohio , Estados Unidos 07 de março de 1866 - Paita , Peru 25 de abril de 1925) foi umamericano botânico e patologista de planta , o mais notável para sua introdução de trigos duros vermelho e trigos duroda Rússia na wheatbelt americana . [ 1 ] Em 1875, Michurin alugara uma faixa de terra com cerca de 500 metros quadrados não muito longe de Tambov, onde começou coleta de plantas, e iniciou a sua investigação em pomologia[1] e seleção. Em 1899, ele adquiriu uma maior faixa de terra de cerca de 130.000 metros quadrados e moveu para lá seus laboratórios.

×