1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]

332 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
332
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]

  1. 1. Formação em Competências TIC Certificação de nível 2
  2. 2. Technological Plan for Education <ul><li>Documentação de referência: </li></ul><ul><li>Plano Tecnológico de Educação Resolução do Conselho de Ministros n.º 137/2007 </li></ul><ul><li>Estudo Nacional Competências TIC </li></ul><ul><li>Sistema de formação e de certificação em competências TIC Portaria n.º 731/2009. D.R. n.º 129, Série I de 2009 </li></ul><ul><li> Programa Nacional de Formação de Competências TIC </li></ul><ul><li>Legislação sobre a formação contínua de professores (CCPFC) </li></ul>
  3. 4. Níveis de certificação 1- Certificado de competências digitais 2- Certificado de Competências Pedagógicas e Profissionais com TIC 3 – Certificado de Competências Avançadas em Educação; O Certificado de Competências Pedagógicas e Profissionais com TIC visa certificar competências que permitem ao docente a sua utilização como recurso pedagógico no processo de ensino e aprendizagem
  4. 5. <ul><li>TIC na escola para quê? </li></ul><ul><li>Formação de professores para quê? </li></ul><ul><li>Promover o desenvolvimento novas competências nos alunos, nomeadamente: criatividade e inovação; autonomia e capacidade de resolução de problemas; comunicação; trabalho colaborativo; adaptação a contextos diversificados; </li></ul><ul><li>Fomentar a utilização das TIC nos processos de ensino e aprendizagem, em contexto de sala de aula, com destaque para o desenvolvimento de actividades práticas e experimentais; </li></ul><ul><li>AS TIC como mais uma ferramenta ao dispor de professores e alunos; </li></ul><ul><li>Mais e melhores aprendizagens </li></ul>
  5. 6. Technological Plan for Education <ul><li>Contexto da formação professores 2010 </li></ul><ul><li>Enquadrado num sistema nacional de formação e certificação de competências TIC; </li></ul><ul><li>Enquadrado num Plano Nacional a 4 anos </li></ul><ul><li>Financiamentos europeus e nacionais limitados </li></ul><ul><li>Escolas equipadas tecnologicamente; </li></ul><ul><li>Programas e-escolinha e e-escola; </li></ul><ul><li>Selecção dos formandos realizada pelas escolas e de acordo com quotas definidas; </li></ul><ul><li>Factores de sucesso </li></ul><ul><li>Envolvimento empenhado dos diferentes intervenientes; </li></ul><ul><li>Articulação entre CFAE, Redes de CFAE e ME; </li></ul><ul><li>Articulação entre CFAE e escolas (Equipas PTE); </li></ul><ul><li>Realização da formação em articulação com os projectos das escolas; </li></ul><ul><li>Constituição de turmas homogéneas; </li></ul>
  6. 7. Technological Plan for Education <ul><li>Resultados esperados: </li></ul><ul><li>Resposta às necessidades de formação dos professores; </li></ul><ul><li>Impacto no processo de ensino e aprendizagem; </li></ul><ul><li>Criação de dinâmicas de utilização das TIC em sala de aula; </li></ul><ul><li>Selecção dos formandos Criação de sistemas de suporte na escola </li></ul><ul><li>Criação de grupos homogéneos Partilha de materiais e experiências ( ex. moodle) </li></ul><ul><li>Projecto de acção Avaliação do impacto </li></ul>Formação de professores Melhorar os processos de ensino-aprendizagem
  7. 8. Modalidade: CURSO DE FORMAÇÃO 15 h presenciais
  8. 9. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA FORMAÇÃO “Biblioteca Escolar, Literacias e currículo” CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO MOTIVAÇÃO E PARTICIPAÇÃO (30%) Participação nas sessões de trabalho Participação construtiva no debate, de acordo com a temática da acção de formação 10 % Partilha de práticas e materiais 10 % Capacidade de adequação dos recursos apresentados pelo formador para a sua BE 10 % TRABALHOS E/OU MATERIAIS (50%) Produção de materiais Elaboração de 1 plano de intervenção de articulação da BE com disciplinas e/ou áreas curriculares não disciplinares 20% Construção de um recurso digital para a actividade acima 20% Adequação do recurso e do plano ao contexto a que se destina 20% REFLEXÃO CRÍTICA (20%) Documento de reflexão crítica Contributo da actividade para a sua função de PB (ou de docente); o papel das TIC na Biblioteca Escolar; impactos dos novos conhecimentos adquiridos na sua função; impacto da formação ao nível da escola 20%

×