Principais reflexões sobre política

4,039 views

Published on

  • Be the first to comment

Principais reflexões sobre política

  1. 1. As Principais Reflexões Filosóficas
  2. 2. Platão (428-347 a.c)Para Platão, os seres humanos e a polis possuem a mesmaestrutura. Os humanos são dotados de três almas ou trêsprincípios de atividade: A alma desejante (situada no ventre), que busca satisfação dosapetites do corpo, tanto os necessários à sobrevivência, quanto osque, simplesmente, causam prazer; A alma colérica (situada no peito), que defende o corpo contra asagressões do meio ambiente e de outros humanos, reagindo à dorna proteção de nossa vida; A alma racional ou intelectual (situada na cabeça), que sededica ao conhecimento, tanto sob a forma de percepções eopiniões vindas da experiência, quanto sob a forma de idéiasverdadeiras contempladas pelo puro pensamento.
  3. 3. Também a polis possui uma estrutura tripartite, formada portrês classes sociais: A classe econômica dos proprietários de terra, artesãos ecomerciantes, que garante a sobrevivência material da cidade; A classe militar dos guerreiros, responsável pela defesa dacidade; A classe dos magistrados, que garante o governo da cidade sobas leis.
  4. 4. Um homem, diz Platão, é injusto quando a almadesejante é mais forte do que as outras duas, dominando-as.Também é injusto quando a alma colérica é mais poderosado que a racional, dominando-a. O que é, pois, o homemjusto? Aquele cuja alma racional (pensamento e vontade) émais forte do que as outras duas almas, impondo à desejantea virtude da temperança ou moderação, e à irascível, avirtude da coragem, que deve controlar a desejante. Ohomem justo é o homem virtuoso; a virtude, domínio racionalsobre o desejo e a cólera. O que é a justiça política? Essamesma hierarquia, mas aplicada à comunidade.
  5. 5. Como realizar a Cidade justa? Pela educação dos cidadãos A educação dos cidadãos submete as crianças a umamesma formação inicial em cujo término passam por umaseleção: as menos aptas serão destinadas à classeeconômica, enquanto as mais aptas prosseguirão os estudos.Uma nova seleção separa os jovens: os menos aptos serãodestinados à classe militar enquanto os mais aptos continuarãoa ser educados. O novo ciclo educacional ensina as ciênciasaos jovens e os submete a uma última seleção: os menosaptos serão os administradores da polis enquanto os maisaptos prosseguirão os estudos. “Aprendem, agora, a Filosofia,que os transformará em sábios legisladores, para quesejam a classe dirigente”.
  6. 6. “A Cidade injusta é aquela onde o governo está nasmãos dos proprietários – que não pensam no bemcomum da polis e lutarão por interesses econômicosparticulares -, ou na dos militares – que mergulharão acidade em guerras para satisfazer seus desejosparticulares de honra e glória. Somente os filósofostêm como interesse o bem geral da polis e somenteeles podem governa- lá com justiça”.
  7. 7. Conclusão “A Cidade justa é governada pelos filósofos,administrada pelos cientistas, protegida pelosguerreiros e mantida pelos produtores”. Platão
  8. 8. Aristóteles ( 384-322 a.c) Animal Político“O Ser humano é por natureza, um animal social epolítico”.POLIS ORGA. SOCIAL ADEQUADA À NATUREZA HUMANAÉTICA BEM INDIVIDUALPOLÍTICA BEM COMUM“Os indivíduos não são naturalmente iguais, pois unsnascem para a escravidão e outros para o domínio”.
  9. 9. InfluênciasPlatão: Objetivo da Política: A JustiçaAristóteles: Objetivo da Política: O bem comum.
  10. 10. Direito divino de governar Idade MédiaSanto AgostinhoSEPARAÇÃO: CIDADE DE DEUS / CIDADE DOS HOMENS Parte da idade ModernaREI: REPRESENTANTE DE DEUS NA TERRA “O bom governante seria aquele que possuísse as virtudes cristãs e as implementasse no exercício do poder político”.
  11. 11. Separação entre Política e Ética Nicolau Maquiavel (1469-157/ Italiano)Fundador do pensamento político Moderno:Diferenciou o ideal político e a realidade política. política Realidade Política: O poder político tem como função regular as lutas e tenções entre os grupos sociais: o grupo dos poderosos e do povo. Objetivo da política: Manutenção do poder do estado, e para manter o poder, o governante deve lutar com todas as armas possível.
  12. 12. Os fins justificam os meios “Para Maquiavel, na ação política não sãoprincípios morais que contam, mas osresultados”. MAQUIAVÉLICO!!!!!

×