PORTAFIDEI  I
A PORTA DA FÉ (At 14,27)• que introduz na vida de  comunhão com Deus e  permite a entrada na sua  Igreja, está sempre aber...
Atravessar esta porta implica• embrenhar-se num caminho  que dura a vida inteira.• Este caminho tem início no  Batismo (Rm...
Jesus, com o dom do EspíritoSanto, quis fazer participantes• da sua própria glória quantos  crêem n’Ele: “Eu mesmo dei a  ...
Não podemos aceitar que o sal      se torne insípido• e a luz fique escondida (cf. Mt  5, 13-16).• Também o homem  contemp...
Devemos readquirir o gosto• de nos alimentarmos da  Palavra de Deus,• transmitida fielmente pela  Igreja, e do Pão da  vid...
Trabalhai, não pelo alimento    que desaparece mas pelo• alimento que perdura e dá a  vida eterna’ (Jo 6, 27)• “Que havemo...
Por isso• crer em Jesus Cristo é o  caminho para se poder  chegar definitivamente à  salvação.• O Ano da Fé é convite• par...
No mistério da sua morte e          ressurreição• Deus revelou plenamente o  Amor que salva e• chama os homens à  conversã...
Pelo Batismo fomos sepultados com Ele na morte, para que,• tal como Cristo foi ressuscitado  de entre os mortos pela glóri...
Na medida da sua livre       disponibilidade• os pensamentos e os  afetos, a mentalidade e o  comportamento do homem  vão ...
A «fé, que atua pelo amor»• torna-se um novo critério de  entendimento e de ação, que  muda toda a vida do homem• Rm 12,2 ...
A vontade de Deus• o que é bom, o que é  agradável a ele, o que é  perfeito• o amor de Cristo nos impele  (2 Cor 5, 14):• ...
Hoje, como outrora• Ele envia-nos pelas estradas do  mundo para proclamar o seu  Evangelho a todos os povos da  terra (cf....
Na descoberta diária• do seu amor, ganha força e  vigor o compromisso  missionário dos crentes, que  jamais pode faltar.• ...
A fé torna-nos  fecundos, porque alarga o   coração com a esperança• permite oferecer um  testemunho que é capaz de  gerar...
só acreditando é que a fé       cresce e se revigora• não há outra possibilidade de  adquirir certeza sobre a  própria vid...
Queremos celebrar este Ano  de forma digna e fecunda• Deverá intensificar-se a  reflexão sobre a fé, para  ajudar todos os...
É a oportunidade de confessar   a fé no Senhor Ressuscitado• nas nossas catedrais e nas  igrejas do mundo inteiro,• nas no...
de transmitir às gerações     futuras a fé de sempre• Desejamos que este Ano  suscite, em cada crente• o anseio de confess...
Será uma ocasião propícia• também para intensificar a  celebração da fé na  liturgia, particularmente na  Eucaristia,• que...
esperamos que o testemunho de vida dos crentes cresça na        sua credibilidade• Descobrir novamente os  conteúdos da fé...
nos primeiros séculos, os    cristãos eram obrigados• a aprender de memória o  Credo.• É que este servia-lhes de  oração d...
O símbolo do santo mistério• que recebestes todos juntos  e que hoje proferistes um a  um,• reúne as palavras sobre as  qu...
vós o recebestes e o proferiste• mas deveis tê-lo sempre  presente na mente e no  coração,• deveis repeti-lo nos vossos  l...
At 14, 19 De Antioquia e Icônio        chegaram judeus• que convenceram as  multidões . Apedrejaram  Paulo e o arrastaram ...
22 Eles fortaleciam o ânimodos discípulos, exortando-os a• perseverarem na fé e dizendo-  lhes que é preciso passar por  m...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Porta fidei 0612

991 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
991
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
190
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Porta fidei 0612

  1. 1. PORTAFIDEI I
  2. 2. A PORTA DA FÉ (At 14,27)• que introduz na vida de comunhão com Deus e permite a entrada na sua Igreja, está sempre aberta para nós.• É possível cruzar este limiar, quando a Palavra de Deus é anunciada e o coração se deixa plasmar pela graça que transforma.
  3. 3. Atravessar esta porta implica• embrenhar-se num caminho que dura a vida inteira.• Este caminho tem início no Batismo (Rm 6, 4), pelo qual podemos dirigir-nos a Deus com o nome de Pai,• e está concluído com a passagem através da morte para a vida eterna, fruto da ressurreição do Senhor Jesus,
  4. 4. Jesus, com o dom do EspíritoSanto, quis fazer participantes• da sua própria glória quantos crêem n’Ele: “Eu mesmo dei a eles a glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um” Jo 17,22• Professar a fé na Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo – equivale a crer num só Deus
  5. 5. Não podemos aceitar que o sal se torne insípido• e a luz fique escondida (cf. Mt 5, 13-16).• Também o homem contemporâneo pode sentir de novo a necessidade de ir como a samaritana ao poço,• para ouvir Jesus que convida a crer n’Ele e a beber na sua fonte, donde jorra água viva (cf. Jo 4, 14).
  6. 6. Devemos readquirir o gosto• de nos alimentarmos da Palavra de Deus,• transmitida fielmente pela Igreja, e do Pão da vida, oferecidos como sustento de quantos são seus discípulos• em nossos dias ressoa ainda, com a mesma
  7. 7. Trabalhai, não pelo alimento que desaparece mas pelo• alimento que perdura e dá a vida eterna’ (Jo 6, 27)• “Que havemos nós de fazer para realizar as obras de Deus?”• a resposta de Jesus: «A obra de Deus é esta: crer n’Aquele que Ele enviou”
  8. 8. Por isso• crer em Jesus Cristo é o caminho para se poder chegar definitivamente à salvação.• O Ano da Fé é convite• para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo
  9. 9. No mistério da sua morte e ressurreição• Deus revelou plenamente o Amor que salva e• chama os homens à conversão de vida por meio da remissão dos pecados (cf. At 5, 31).• Para Paulo, este amor introduz o homem numa vida nova
  10. 10. Pelo Batismo fomos sepultados com Ele na morte, para que,• tal como Cristo foi ressuscitado de entre os mortos pela glória do Pai,• também nós caminhemos numa vida nova» (Rm 6, 4).• Em virtude da fé, esta vida nova plasma toda a existência humana segundo a novidade radical da ressurreição.
  11. 11. Na medida da sua livre disponibilidade• os pensamentos e os afetos, a mentalidade e o comportamento do homem vão sendo pouco a pouco• purificados e transformados, ao longo de um itinerário jamais completamente terminado
  12. 12. A «fé, que atua pelo amor»• torna-se um novo critério de entendimento e de ação, que muda toda a vida do homem• Rm 12,2 Não se amoldem às estruturas deste mundo,• mas transformem-se pela renovação da mente,• a fim de distinguir qual é a vontade de Deus:
  13. 13. A vontade de Deus• o que é bom, o que é agradável a ele, o que é perfeito• o amor de Cristo nos impele (2 Cor 5, 14):• é o amor de Cristo que enche os nossos corações e nos impele a evangelizar.
  14. 14. Hoje, como outrora• Ele envia-nos pelas estradas do mundo para proclamar o seu Evangelho a todos os povos da terra (cf. Mt 28, 19).• é preciso um empenho eclesial mais convicto a favor duma nova evangelização• para descobrir de novo a alegria de crer e reencontrar o entusiasmo de comunicar a fé.
  15. 15. Na descoberta diária• do seu amor, ganha força e vigor o compromisso missionário dos crentes, que jamais pode faltar.• a fé cresce quando é vivida• como experiência de um amor recebido e é comunicada como experiência de graça e de alegria
  16. 16. A fé torna-nos fecundos, porque alarga o coração com a esperança• permite oferecer um testemunho que é capaz de gerar: de fato, abre o coração e• a mente dos ouvintes para acolherem o convite do Senhor a aderir à sua Palavra• a fim de se tornarem seus discípulos
  17. 17. só acreditando é que a fé cresce e se revigora• não há outra possibilidade de adquirir certeza sobre a própria vida,• senão abandonar-se progressivamente nas mãos de um amor que se experimenta cada vez maior porque tem a sua origem em Deus.
  18. 18. Queremos celebrar este Ano de forma digna e fecunda• Deverá intensificar-se a reflexão sobre a fé, para ajudar todos os crentes em Cristo a tornarem mais consciente e• revigorarem a sua adesão ao Evangelho,
  19. 19. É a oportunidade de confessar a fé no Senhor Ressuscitado• nas nossas catedrais e nas igrejas do mundo inteiro,• nas nossas casas e no meio das nossas famílias,• para que cada um sinta fortemente a exigência de conhecer melhor e
  20. 20. de transmitir às gerações futuras a fé de sempre• Desejamos que este Ano suscite, em cada crente• o anseio de confessar a fé plenamente e• com renovada convicção, com confiança e esperança.
  21. 21. Será uma ocasião propícia• também para intensificar a celebração da fé na liturgia, particularmente na Eucaristia,• que é a meta para a qual se encaminha a ação da Igreja• e a fonte de onde promana toda a sua força
  22. 22. esperamos que o testemunho de vida dos crentes cresça na sua credibilidade• Descobrir novamente os conteúdos da fé professada, celebrada, vivida e rezada• e refletir sobre o próprio ato com que se crê,• é um compromisso que cada crente deve
  23. 23. nos primeiros séculos, os cristãos eram obrigados• a aprender de memória o Credo.• É que este servia-lhes de oração diária, para não esquecerem o compromisso assumido com o Batismo.• Santo Agostinho diz na entrega do Credo
  24. 24. O símbolo do santo mistério• que recebestes todos juntos e que hoje proferistes um a um,• reúne as palavras sobre as quais está edificada com solidez a fé da Igreja, nossa Mãe,• apoiada no alicerce seguro que é Cristo Senhor.
  25. 25. vós o recebestes e o proferiste• mas deveis tê-lo sempre presente na mente e no coração,• deveis repeti-lo nos vossos leitos, pensar nele nas praças e não o esquecer durante as refeições;• e, mesmo quando o corpo dorme, o vosso coração continue de vigília por ele.
  26. 26. At 14, 19 De Antioquia e Icônio chegaram judeus• que convenceram as multidões . Apedrejaram Paulo e o arrastaram para fora da cidade, pensando que ele estivesse morto.• 20 Mas, enquanto os discípulos o rodeavam, Paulo se levantou e entrou na cidade.
  27. 27. 22 Eles fortaleciam o ânimodos discípulos, exortando-os a• perseverarem na fé e dizendo- lhes que é preciso passar por muitas tribulações para entrar no Reino de Deus.• 27 Quando chegaram a Antioquia, reuniram a comunidade e contaram tudo o que Deus havia feito por meio deles:• o modo como Deus tinha aberto a porta da fé para os pagãos.

×