Primeiros socorros 8ª série

1,220 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,220
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
110
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Primeiros socorros 8ª série

  1. 1. A grande maioria dos acidentes poderia serevitada, porém quando eles ocorrem,
  2. 2. alguns conhecimentossimples podem diminuir o sofrimento, evitar complicações futuras e até mesmo salvar vidas
  3. 3. •Segundo estatísticas norte americanas os acidentes com trauma constituem a maior causa de morte entrepessoas de 1 a 44 anos no mundo.
  4. 4. •Um dado dos hospitais da rede Sarah revelaque sete a cada dez pessoas que chegam aoshospitais e que viajavam no banco traseiro sem cinto sofreram lesão medular
  5. 5. •Nove a cada dez pacientes que chegam aos hospitais e que sofreram acidentes por mergulho eram homens e se tornaram TETRAPLÉGICOS.
  6. 6. Os acidentes domésticos e de trânsito e a violência urbana são responsáveispela quase totalidade de morte dede brasileiros com idade entre 15 e 24 anos.
  7. 7. Uma assistência adequada evitaria50% dos óbitos segundo estatísticas norte americanas.
  8. 8. A PREVENÇÃO é a melhor forma dedar “um primeiro socorro” e elacomeça em cada um, a partir daconsciência de que nada temos demais importante que o nosso própriocorpo, de que ele é uma estruturafrágil e que protegê-lo é uma questãode vida e um dever de cidadania.
  9. 9. A maioria dos acidentes poderia ser evitada se as normas de segurança não fossem negligenciadas!
  10. 10. A seguir algumas dicas que podem ajudar na prevenção. Divulgue-as pois os primeiros socorros começam aqui!
  11. 11. Usar o cinto de segurança inclusive nobanco traseiroNão exceder os limites de velocidade
  12. 12. O abuso de bebidasAlcoólicas geram aviolência e grandeparte dos acidentes de trânsito
  13. 13. •Atravessar •a rua na • faixade pedestres.
  14. 14. •Se estiver com uma criançaao lado segurar no punho enão na mão da mesma.
  15. 15. •Cuidado com os acidentes domésticos
  16. 16. •Mantenha crianças fora da cozinha•As panelas devem ficar nas bocasdetrás do fogão e com o cabo voltado para trás.
  17. 17. •Cuidado com os mergulhos deponta mesmo que você conheçao local. Bancos de areia e pedras se movimentam durante os vários períodos do ano.
  18. 18. •Pedale sempre à direita da via enunca na contra mão.•Respeite as leis de trânsito,inclusive o sinal vermelho e afaixa de pedestres.•Use capacetes, luvas, roupasclaras, sinalizadores para pedalarà noite.•Sinalize suas intenções.
  19. 19. Fomos chamados à liberdade. Não abuseis,porém, da liberdade como pretexto paraprazeres carnais. Gálatas 5:13
  20. 20. Ligue as caixas de som.ACONTECEUA impressionante história de Jacqueline Duração Máxima: 9,40 minutos. Para sair, pressione “Esc” . Segue >>>
  21. 21. Se você se acha imortal, mude seus conceitosenquanto pode.
  22. 22. Mesmo seguindo as normas de segurança nem todos os acidentespodem ser evitados.
  23. 23. Nestes momentos, é importanteconhecermos técnicas que podem ajudar a aliviar sofrimentose até mesmo salvar vidas.
  24. 24. Aliviar o sofrimento de umapessoa, prestando-lhe o primeiro atendimento em casos de acidentes ou mal súbito exige técnica e muita calma. Este primeiro atendimento é definido como PRIMEIROS SOCORROS.
  25. 25. Em se falhando a prevenção oque podemos fazer?Em muitos casos temos queagir. Nestes momentos astécnicas que iremos aprendernos ajudarão a manter acalma.
  26. 26. CONVULSÕES
  27. 27. Distúrbio que ocorre no cérebro, provocandomovimentos desordenados, contrações involuntárias da musculatura e em geral perda da consciência.
  28. 28. Afastar objetos do chão que possam causar lesões ou fraturas; Afastar os curiosos, dar espaço à vítima;
  29. 29. Proteger a cabeça da vítimacom a mão, roupa, travesseiro,etc.; Lateralizar a cabeça para que a saliva escorra,evitando com isso que venha a se afogar;
  30. 30. Não imobilizar membros(braços e pernas), deixá-los livres;Afrouxar roupas; Observar a respiração;
  31. 31. Não tracionar a língua ou colocarobjetos na boca para segurar alíngua; Não medique a vítima, mesmoque ela tenha os medicamentos. Os reflexos não estão totalmenterecuperados, e ela pode se afogar aoengolir o comprimido e a água
  32. 32. Asfixia causada por aspiração delíquido de qualquernatureza que venhaa inundar o sistemarespiratório.
  33. 33. O socorrista deve promover o resgate imediato nunca gerando situação em que ambos(vítima e socorrista) venham a se afogar.
  34. 34. A prioridade do resgate não é retirar apessoa da água, mas sim fornecer- lhe um meiode apoio, que poderá ser qualquer material que flutue.
  35. 35. O socorrista deve reconhecer uma apnéia e uma PCR.
  36. 36. A nível de primeiros socorros deve-seacalmar a vítima, mantê-la deitada em decúbito dorsal e com a cabeça lateralizada.
  37. 37. Quebra de um osso causada por uma pancada muito forte, uma queda ou esmagamento.
  38. 38. As fraturas podem ser fechadas quando apesar do choque a pele fica intacta ou expostas quando oosso fere e atravessa a pele.
  39. 39. As fraturas apresentam váriossinais indicadores, dentre eles: Dor forte, incapacidade de movimentar a área afetada, inchaço e pele arroxeada
  40. 40. •Mantenha o local afetado mais elevado que o resto do corpo e aplique compressade gelo para diminuir a dor, o inchaço e a progressão do hematoma.
  41. 41. •Imobilize o osso ou articulação com uma tala.•Solicite assistência médica
  42. 42. QUEIMADURAS
  43. 43. As queimaduras podem serclassificadas e avaliadas emsua gravidade de acordocom:- O agente causador.- A profundidade (camadasde pele que atinge).- A extensão (área corpóreaatingida).
  44. 44. De acordo com agente causadora queimadura se divide em:-Térmica - Chamas ou calor dofogo, vapor, líquidos quentes,objetos aquecidos.- Química – Diversos ácidos oubases.- Elétrica - Correntes alternadas,contínuas ou raios.
  45. 45. - Pela Luz (atinge principalmente os olhos) - Luz intensa ou luzultravioleta (inclusive a luz solar).- Por Radiação - Radiações nucleares, luz ultravioleta ou infravermelha.
  46. 46. De acordo com a profundidade a queimadura se divide em:- Primeiro grau –Atinge somentea epiderme. Caracteriza-se pelavermelhidão, um certo inchaço edor local.
  47. 47. -Segundo grau - Atingederme e epiderme. Há dor intensa, inchaço, vermelhidão e bolhas.
  48. 48. -Terceiro grau - Consideradagrave, pois atinge todas ascamadas da pele, além demúsculos e até mesmo osossos
  49. 49. De acordo com a extensão a queimadura pode ser:- Leve – são aquelas de 1º e 2º graus, afetando pequenas extensões do corpo e que correspondem à maioriaabsoluta dos acidentes desse tipo.
  50. 50. -Moderada – são aquelas de 1º grau extensas e de 2º grau de média extensão. -Grave - são todas as de 3º grau e as de 2º grau que envolvem face,pescoço, tórax, mãos, pés, virilha earticulações, além das queimaduras extensas de 2º grau. As queimaduras químicas e por eletricidade são sempre consideradas graves.
  51. 51. •COMO SOCORRER?•Apague as chamas usando um cobertor ou rolando a vítima no chão. • Execute a avaliação primária da vítima. •Resfrie a região queimadacom muita água corrente por 10 a 15 minutos.
  52. 52. •Retire as roupas, relógios, etc que não estiverem grudadas. •Não rompa bolhas!!! •Cubra toda a área queimada comgazes molhadas em soro fisiológico ou água limpa, envolvendo esse curativo com ataduras de crepe também umedecidas. Mantenha ocurativo molhado usando frascos de soro ou água, até a chegada ao hospital.
  53. 53. •Se a queimadura for extensa, preocupe-se em aquecer a vítima.•Não ofereça medicamentos ou alimentos à vítima. •Remova-a para o hospital mais próximo, mesmo quando as queimadurasforem de pequena extensão.
  54. 54. ANIMAIS PEÇONHENTOS
  55. 55. • Os primeiros • Em todo caso desocorros para os acidente com acidentes animalprovocados por peçonhento, animais procure o pronto-socorro peçonhentos mais próximo ou devem ser ligue para otomados até que serviço de seja possível o emergência atendimento (SAMU 192 ou especializado Bombeiros 193).
  56. 56. O QUE FAZER? • Considere todas • Cobrir com um as mordidas de pano limpo. cobras como • Remover anéis, sendo de cobras pulseiras e venosas. outros objetos • Manter a vítima que possam calma e deitada. garrotear, em• Localizar a marca caso de inchaço da mordedura e do membro limpar o local com afetado
  57. 57. • Evitar que a • Levar a vítima vítima se imediatamente ao movimente para serviço de saúde mais próximo, para receber não favorecer a o soro antiofídico. absorção do • Se possível, levar o veneno. animal para que seja• Tentar manter a identificado e para área afetada no que a vítima receba o mesmo nível do soro específico. Não coração ou, se se arrisque ou perca possível, abaixo tempo caçando o animal. dele.
  58. 58. Diante de um acidente de trânsitotenha em mente o seguinte: Nãotoque a vítima, chame o socorroespecializado pelostelefones193(Bombeiros) e 192(SAMU); cuide primeiro da suasegurança e a segurança do locale por último da vítima.
  59. 59. “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começoqualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. OBRIGADO PELA ATENÇÃO FIMProf. ALUÍSIO LOPES BRAGA - CREF-00379/G-DF
  60. 60. Referências Bibliográficas• www.acidentes193.com.br• www.amalíliacresceu.com.br• www.appai.org.br/.../afogado.gif• www.bombeiros.cascavel.com.br• www.bombeirosemergencia.com.br• www.bombeiros.mg.gov/mídia• www.picarelli.com.br• www.santamaria.rs.gov.br• www.senado.gov.br• www.superviadigital.com.br• www.unimedfs.com.br• Centro de Pesquisas em Educação e Prevenção da Rede Sarah• Projeto Saúde Volume 1• SILVEIRA, Alexandre Vieira –• Fantástico 20/01/2002• FLORIANO CYNTHIA OLIVEIRA - Manual de Primeiros Socorros da AFFUNC Canoinhas 2009/2010

×