Poluicao do solo

1,726 views

Published on

  • Be the first to comment

Poluicao do solo

  1. 1. POLUIÇÃO DO SOLO Aluna: Ariana Paula de Abreu
  2. 2. É a contaminação do solo por resíduos industriais ou agrícolas transportados pelo ar, pela chuva e pelo homem.
  3. 3. Dizemos que o solo está contaminado ou poluído quando a sua composição é alterada pelo lançamento de substâncias tóxicas ou que prejudicam o desenvolvimento das plantas e causando doenças aos seres vivos.
  4. 4. No Brasil, além dos despejos industriais, o problema da poluição do solo é agravado pela rápida urbanização que pressiona a infra-estrutura urbana com quantidades crescentes de lixo, esgotos entre outros fatores, com a conseqüente degradação do solo.
  5. 5. Já no campo os dos principais agentes poluidores são as queimadas, para fins de cultivo, pecuária ou mineração, e o uso indiscriminad o de agrotóxicos nas plantações.
  6. 6. Tais práticas, além de provocarem desequilíbrio ecológico, acarretam riscos de erosão e desertificação.
  7. 7. As causas da Poluição do Solo
  8. 8. Na agricultura os inseticidas usados no combate às pragas prejudicam o solo, a vegetação e os animais. O DDT é o mais comum desses inseticidas.
  9. 9. Inseticidas - São substâncias de origem química composta principalmente por substâncias como o DDT o BHC, os compostos clorados e os organofosfarados.
  10. 10. O uso continuo dessas substâncias no solo, diminui a sua fertilidade, porque destroem os microorganismos que vivem nele, principalmente as bactérias, e deixa o solo exposto a ação erosiva da água e do vento.
  11. 11. Os inseticidas quando usados de forma indevida, acumulam-se no solo, os animais se alimentam da vegetação contaminada prosseguindo o ciclo de contaminação.
  12. 12. O gado quando come o pasto envenenado, transmite as substâncias tóxicas para a sua carne e para o leite que vão servir de alimento para o homem.
  13. 13. Lixo- O Brasil produz cerca de 80 mil toneladas de lixo por dia. Desse total, apenas a metade é coletada. Das quarenta mil toneladas coletadas uma parte é encaminhada a aterros sanitários, outra parte vai para lixões ao céu aberto,
  14. 14. e o restante é a maior parte, fica depositada em beiras de rios, córregos e áreas alçáveis, poluindo assim os rios e o solo.
  15. 15. O lixo das cidades brasileiras, contém de setenta a oitenta por cento de matéria orgânica em decomposição e constitui uma permanente ameaça de surtos epidêmicos
  16. 16. O esgoto tem sido usado em alguns países para mineralizar a matéria orgânica e irrigar o solo, mas esse processo apresenta o inconveniente de vincular microorganism os patogênicos.
  17. 17. Excremen- tos humanos podem provocar a contami- nação de poços e mananciais de superfícies.
  18. 18. Os resíduos radioativos, juntamente com nutrientes são absorvidos pelas plantas. Os fertilizantes e pesticidas sintéticos são suscetíveis de incorporar-se a cadeia alimentar.
  19. 19. O lixo também tem o seu papel importante na degradação do solo. Devido a sua grande quantidade e composição ele contamina o terreno chegando até a contaminar os lençóis de água subterrâneos.
  20. 20. O mesmo acontece com os reservatórios de combustíveis dos postos, pois eles ficam enterrados no solo, correndo o risco de vazamento devido a corrosão do material usado no revestimento dos reservatórios
  21. 21. Algumas medidas para diminuir a poluição do solo:
  22. 22. · A elaboração de Leis mais práticas e rigorosas que defendam as florestas, as matas e todo o tipo de patrimônio ambiental. Com penalizações severas para as pessoas que continuarem devastando e poluindo o nosso ambiente;
  23. 23. · Elaboração de substitutos para os inseticidas;
  24. 24. · Campanhas educativas que alertem o perigo do uso dos agrotóxicos sem a indicação técnica de um agrônomo especializado;
  25. 25. Inseticidas- Uma alternativa para substituir os inseticidas é diminuir desmatamentos assim aumentando certas espécies de pássaros e animais rasteiros que são inimigos naturais das pragas. Este tipo de controle não é tão fácil, mas tem a vantagem de não poluir.
  26. 26. Além disso as substâncias usadas como inseticidas provocam tolerância. Isto quer dizer que, após algum tempo os insetos se acostumam com ela e os inseticidas passam a ser inofensivos para as pragas.
  27. 27. Lixo- Na falta de saneamentos básicos diversas medidas devem ser adotadas pela população, para evitar que as doenças se espalhem.
  28. 28. Entre essas medidas destacamos os seguintes: Não deixe fezes exposta no solo, Construir fossas sanitárias onde não existe rede de esgoto, Não atirar lixo em terrenos baldios.
  29. 29. O lixo pode ser tratado de várias maneiras:
  30. 30. Queimando - em muitas cidades existem fornos de incineração ou cremação de lixo. Embora seja uma boa medida, a fumaça resultante da queimada, se não passar por um filtro de tratamento, vai poluir o ar atmosférico.
  31. 31. Reciclando - Separando as partes orgânicas e inorgânicas do lixo e dar a elas o destino próprio ao seu reaproveitame nto.
  32. 32. Aterrando - Construindo aterros sanitários é uma das maneiras mais simples de tratar higienicament e o lixo.
  33. 33. Lixos Tóxicos – grandes empresas devem construir um local somente para guardar latas que contenha resíduos tóxicos (os que mais causam danos ao solo).

×