Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
REFLEXÕES ESPÍRITAS SOBRE   O  CAR NA VAL
CONTÉM O RELATO DE SOCORRO ESPIRITUAL A TRABALHADORES DO EVANGELHO, ENCARNADOS, QUE PASSAVAM POR GRANDES PERIGOS. ATIVIDAD...
AS ORIGENS DO CARNAVAL: <ul><li>NAS FESTAS POPULARES DOS POVOS ANTIGOS, QUE SE ENTREGAVAM AOS  PRAZERES COLETIVOS ; </li><...
COMPOSIÇÃO DA PALAVRA CARNAVAL: CAR NA VAL A  CAR NE  NA DA VAL E
(TENTATIVA DE) JUSTIFICATIVA DO EVENTO: “ NECESSIDADE DE DESCARREGAREM-SE  AS TENSÕES E RECALQUES,  SEGUNDO ALGUNS ESTUDIO...
A VERDADEIRA RAZÃO DO CARNAVAL <ul><li>EXPRESSIVA FAIXA DE HUMANIDADE TERRENA TRANSITA  ENTRE OS LIMITES DO INSTINTO E OS ...
“ ATRÁS DO TRIO ELÉTRICO  SÓ NÃO VAI QUEM JÁ MORREU...”. “ ATRÁS DO TRIO ELÉTRICO  TAMBÉM VAI QUEM JÁ “MORREU”...”.
<ul><li>1. A POPULAÇÃO INVISÍVEL AO OLHAR HUMANO ERA ACENTUADAMENTE  MAIOR QUE A DOS ENCARNADOS ; </li></ul><ul><li>2. DIS...
<ul><li>5. SE INTERLIGAVAM A DESMANDOS E ORGIAS LAMENTÁVEIS; </li></ul><ul><li>6. UNS MAGOTES DESENFREADOS ATACAVAM OS BUR...
POR QUE ISSO ACONTECE ?  <ul><ul><li>“ PORQUE O PENSAMENTO  ALTERA O MEIO  </li></ul></ul><ul><ul><li>E  ATRAI PENSAMENTOS...
OBSESSÕES COLETIVAS “ NESSE PERÍODO,  INSTALAM-SE LAMENTÁVEIS OBSESSÕES COLETIVAS  QUE ENTORPECEM MULTIDÕES, DIZIMAM EXIST...
<ul><li>UM GRUPO DE PSICÓLOGOS QUE ANALISOU O CARNAVAL, </li></ul><ul><li>SEGUNDO MATÉRIA PUBLICADA JÁ HÁ ALGUM TEMPO NO C...
<ul><li>“ DE CADA DEZ CASAIS QUE CAEM JUNTOS NA FOLIA, SETE TERMINAM A NOITE BRIGADOS; </li></ul><ul><li>QUE, DESSES MESMO...
A FESTA TERÁ FIM UM DIA ? “ A FESTA É VESTÍGIO DA BARBÁRIE E DO PRIMITIVISMO AINDA REINANTES,  E QUE UM DIA DESAPARECERÃO ...
<ul><li>NENHUM ESPÍRITO EQUILIBRADO EM FACE DO BOM SENSO, QUE DEVE PRESIDIR A EXISTÊNCIA DAS CRIATURAS, PODE FAZER APOLOGI...
<ul><li>O ESPIRITISMO  </li></ul><ul><li>ESCLARECE QUAIS  </li></ul><ul><li>SÃO AS CONSEQÜÊNCIAS  </li></ul><ul><li>DOS AT...
EDUCAÇÃO COMO BASE PRIMORDIAL <ul><li>“ SÓ A EDUCAÇÃO , EM OUTRAS BASES, QUANDO A ÉTICA E A MORAL RENASCEREM NO ORGANISMO ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Carnaval Na VisãO EspíRita (Palestra De Outros)

10,745 views

Published on

PALESTRA SOBRE O CARNAVAL DO PONTO DE VISTA ESPIRITUAL.

Carnaval Na VisãO EspíRita (Palestra De Outros)

  1. 1. REFLEXÕES ESPÍRITAS SOBRE O CAR NA VAL
  2. 2. CONTÉM O RELATO DE SOCORRO ESPIRITUAL A TRABALHADORES DO EVANGELHO, ENCARNADOS, QUE PASSAVAM POR GRANDES PERIGOS. ATIVIDADES DE SOCORRO A ENCARNADOS E DESENCARNADOS, DESENVOLVIDAS POR UMA GRANDE EQUIPE ESPIRITUAL, SOB O COMANDO DE DR. BEZERRA DE MENEZES, NOS DIAS DE CARNAVAL DE 1982, NO RIO DE JANEIRO. FONTES PRINCIPAIS GRUPO ESPÍRITA ALLAN KARDEC
  3. 3. AS ORIGENS DO CARNAVAL: <ul><li>NAS FESTAS POPULARES DOS POVOS ANTIGOS, QUE SE ENTREGAVAM AOS PRAZERES COLETIVOS ; </li></ul>2. NAS FESTAS ROMANAS, CHAMADAS SATURNÁLIA, QUANDO SE IMOLAVA UMA VÍTIMA HUMANA , PREVIAMENTE ESCOLHIDA; 3. NAS BACANÁLIAS, DA GRÉCIA, QUANDO ERA HOMENAGEADO O DEUS DIONÍSIO. Dr. Bezerra de Menezes
  4. 4. COMPOSIÇÃO DA PALAVRA CARNAVAL: CAR NA VAL A CAR NE NA DA VAL E
  5. 5. (TENTATIVA DE) JUSTIFICATIVA DO EVENTO: “ NECESSIDADE DE DESCARREGAREM-SE AS TENSÕES E RECALQUES, SEGUNDO ALGUNS ESTUDIOSOS DO COMPORTAMENTO E DA PSIQUÊ.” Dr. Bezerra de Menezes
  6. 6. A VERDADEIRA RAZÃO DO CARNAVAL <ul><li>EXPRESSIVA FAIXA DE HUMANIDADE TERRENA TRANSITA ENTRE OS LIMITES DO INSTINTO E OS PRÓDOMOS DA RAZÃO , </li></ul><ul><li>MAIS SEQUIOSOS DE SENSAÇÕES DO QUE ANSIOSOS PELAS EMOÇÕES SUPERIORES , </li></ul><ul><li>NATURAL QUE SE PERMITAM, NESTES DIAS, OS EXCESSOS QUE REPRIMEM POR TODO O ANO, SINTONIZADOS COM AS ENTIDADES QUE LHES SÃO AFINS , </li></ul><ul><li>É DE LAMENTAR, PORÉM, QUE MUITOS SE APRESENTAM, NOS DIAS NORMAIS, COMO DISCÍPULOS DE JESUS. </li></ul>
  7. 7. “ ATRÁS DO TRIO ELÉTRICO SÓ NÃO VAI QUEM JÁ MORREU...”. “ ATRÁS DO TRIO ELÉTRICO TAMBÉM VAI QUEM JÁ “MORREU”...”.
  8. 8. <ul><li>1. A POPULAÇÃO INVISÍVEL AO OLHAR HUMANO ERA ACENTUADAMENTE MAIOR QUE A DOS ENCARNADOS ; </li></ul><ul><li>2. DISPUTAVAM ENTRE SI A VAMPIRIZAÇÃO DAS VÍTIMAS ENCARNADAS, QUE ERAM TELECOMANDADAS; </li></ul><ul><li>3. ESTIMULAVAM A SENSIBILIDADE E AS LIBAÇÕES ALCÓOLICAS DE QUE PARTICIPAVAM; </li></ul><ul><li>4. INGERIAM DROGAS , UTILIZANDO-SE DOS COMPARSAS NO CORPO FÍSICO; </li></ul>A POPULAÇÃO INVISÍVEL
  9. 9. <ul><li>5. SE INTERLIGAVAM A DESMANDOS E ORGIAS LAMENTÁVEIS; </li></ul><ul><li>6. UNS MAGOTES DESENFREADOS ATACAVAM OS BURLESCOS TRANSEUNTES, TRANSMITINDO-LHES INDUÇÕES NEFASTAS; </li></ul><ul><li>7. DAVAM INÍCIO, ASSIM, A PROCESSOS NEFANDOS DE OBSESSÕES DEMORADAS; </li></ul>A POPULAÇÃO INVISÍVEL
  10. 10. POR QUE ISSO ACONTECE ? <ul><ul><li>“ PORQUE O PENSAMENTO ALTERA O MEIO </li></ul></ul><ul><ul><li>E ATRAI PENSAMENTOS SEMELHANTES.” </li></ul></ul>LIVRO SOBRE O CARNAVAL - PEDRO HERBERT C. ONOFRE DE RIBEIRÃO PRETO, SP
  11. 11. OBSESSÕES COLETIVAS “ NESSE PERÍODO, INSTALAM-SE LAMENTÁVEIS OBSESSÕES COLETIVAS QUE ENTORPECEM MULTIDÕES, DIZIMAM EXISTÊNCIAS, ALUCINAM VALIOSOS INDIVÍDUOS QUE SE VINCULAM A FORMOSOS PROJETOS DIGNIFICADORES”
  12. 12. <ul><li>UM GRUPO DE PSICÓLOGOS QUE ANALISOU O CARNAVAL, </li></ul><ul><li>SEGUNDO MATÉRIA PUBLICADA JÁ HÁ ALGUM TEMPO NO CORREIO BRASILIENSE, </li></ul><ul><li>IMPORTANTE JORNAL DA CAPITAL DA REPÚBLICA: </li></ul>O ESPÍRITA E O CARNAVAL - PEDRO FEGUNDES AZEVEDO CONCLUSÕES APÓS CARNAVAL
  13. 13. <ul><li>“ DE CADA DEZ CASAIS QUE CAEM JUNTOS NA FOLIA, SETE TERMINAM A NOITE BRIGADOS; </li></ul><ul><li>QUE, DESSES MESMOS DEZ CASAIS, POSTERIORMENTE, TRÊS SE TRANSFORMAM EM ADULTÉRIO; </li></ul><ul><li>QUE DE CADA DEZ PESSOAS NO CARNAVAL, PELO MENOS SETE SE SUBMETEM A COISAS QUE ABOMINAM NO SEU DIA-A-DIA, COMO O ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS. </li></ul>CONCLUSÕES APÓS CARNAVAL
  14. 14. A FESTA TERÁ FIM UM DIA ? “ A FESTA É VESTÍGIO DA BARBÁRIE E DO PRIMITIVISMO AINDA REINANTES, E QUE UM DIA DESAPARECERÃO DA TERRA, QUANDO A ALEGRIA PURA, A JOVIALIDADE, A SATISFAÇÃO, O JÚBILO REAL SUBSTITUÍREM AS PAIXÕES DO PRAZER VIOLENTO E O HOMEM HOUVER DESPERTADO PARA A BELEZA, A ARTE , SEM AGRESSÃO NEM PROMISCUIDADE.”
  15. 15. <ul><li>NENHUM ESPÍRITO EQUILIBRADO EM FACE DO BOM SENSO, QUE DEVE PRESIDIR A EXISTÊNCIA DAS CRIATURAS, PODE FAZER APOLOGIA DA LOUCURA GENERALIZADA QUE ADORMECE AS CONSCIÊNCIAS NAS FESTAS CARNAVALESCAS. </li></ul>O ESPÍRITA E O CARNAVAL: OPINI ÃO DE EMMANUEL/CHICO XAVIER: OPINI ÃO DE ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER: O ESPÍRITA DEVE AFASTAR-SE DE FESTAS LAMENTÁVEIS, COMO AQUELAS QUE ASSINALAM A PASSAGEM DO CARNAVAL, INCLUSIVE AS QUE SE DESTAQUEM PELOS EXCESSOS DE GULA, DESREGRAMENTO OU MANIFESTAÇÕES EXTERIORES ESPETACULARES .
  16. 16. <ul><li>O ESPIRITISMO </li></ul><ul><li>ESCLARECE QUAIS </li></ul><ul><li>SÃO AS CONSEQÜÊNCIAS </li></ul><ul><li>DOS ATOS, DEIXANDO </li></ul><ul><li>PARA NÓS ESCOLHERMOS OS CAMINHOS. </li></ul>“ O QUE O ESPIRITISMO ACHA DESTA FESTA POPULAR?” SOBRE O CARNAVAL - PEDRO HERBERT C. ONOFRE DE RIBEIRÃO PRETO, SP
  17. 17. EDUCAÇÃO COMO BASE PRIMORDIAL <ul><li>“ SÓ A EDUCAÇÃO , EM OUTRAS BASES, QUANDO A ÉTICA E A MORAL RENASCEREM NO ORGANISMO SOCIAL, IRÁ DEMONSTRAR QUE PARA SER FELIZ E PARA RECREAR-SE, NÃO SE TORNA IMPERIOSO O VILIPÊNDIO DO SER , NEM A SUA DESINTEGRAÇÃO NUM DIA, ESQUECENDO-SE DE SUA ETERNIDADE ”. </li></ul>DIVALDO FRANCO/ESPÍRITO MANOEL PHILOMENO DE MIRANDA, NA OBRA ENTRE OS DOIS MUNDO

×