Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Mídias locativas

98 views

Published on

PP

Published in: Education
  • Be the first to comment

Mídias locativas

  1. 1. Ma. Aline Corso 2018 Mídias Locativas: comunicação e mobilidade
  2. 2. “A ideia de um mundo eletrônico a parte de um mundo físico na realidade é muito mais uma ilusão que uma realidade”. André Lemos
  3. 3. Mídia Conjunto dos diversos meios de comunicação, com a finalidade de transmitir informações e conteúdos variados. Locativo Categoria gramatical que exprime lugar, indica localização final ou o momento de uma ação.
  4. 4. Mídia locativa é o conjunto de tecnologias e processos infocomunicacionais cujo conteúdo informacional vincula-se a um lugar específico.
  5. 5. Processo de emissão e recepção de informação a partir de um determinado local. Estabelece uma relação entre lugares e dispositivos móveis até então inédita.
  6. 6. Questionamento sobre o espaço, mobilidade social e produção de informações.
  7. 7. ESPAÇO URBANO
  8. 8. ● As mídias locativas podem exercer diversas funções como monitoramento, vigilância, mapeamento, geoprocessamento, mobilização, anotações urbanas eletrônicas e jogos urbanos pervasivos; ● As Mídias Locativas surgem da junção dos LBT (Tecnologias Baseadas em Localização e dos LBS (Serviços Baseados em Localização);
  9. 9. ● Os lugares e objetos passam a dialogar com dispositivos informacionais, enviando, coletando e processando dados; ● Têm sido bastante utilizadas por empresas, artistas e ativistas como forma de marketing, publicidade, controle de produto, escrita e releitura do espaço urbano, forma de apropriação e ressignificação das cidades. ● O termo foi criado por Karlis Kalnins em 2003 numa conferência sobre tecnologias emergentes na Letônia.
  10. 10. ● Possibilidade de se consumir e produzir informação em movimento e distribuí-la em rede de forma instantânea, simplificada e com um custo baixo; ● Computação pervasiva: a conexão passa a estar entre as coisas e nos objetos. É a chamada “internet da coisas”; ● Espaço físico e eletrônico aparecem unidos num processo de “download do ciberespaço”; ● Grande visibilidade para o espaço público que passam ser também uma zona de controle informacional. As mídias locativas passam a criar uma nova viscosidade social; ● Os aparelhos celulares aparecem como principal interface de processamento e plataforma de produção, pois funcionam como um equipamento híbrido acumulando diversas funções de convergência como texto, vídeo, áudio, etc. Principais características
  11. 11. É possível existir mídias locativas analógicas, desvinculadas das tecnologias da comunicação digital? Mídias locativas antes de 2003?
  12. 12. Uma placa de restaurante ou de um hotel, por exemplo. Contém uma informação agregada a uma localidade. No entanto, essa informação é estática. Não há processamento de informação, não se sabe quando foi vista, nem por quem, nem para que uso.
  13. 13. André Lemos
  14. 14. ● O primeiro aconteceu 2003 como mobilização social relâmpago; ● Representam uma característica importante das mídias locativas que é a ocupação do espaço urbano; ● As pessoas são convocadas a participar de alguma rápida ação nas ruas e depois a se dispersarem como se nada tivesse acontecido; ● A convocação acontece, geralmente, via SMS ou através de comunidades virtuais; ● Essas práticas podem ter finalidades artísticas ou ter um objetivo mais engajado, de cunho político-ativista; ● As primeiras mobilizações levantavam bandeiras culturais ou alertavam para problemas específicos dos locais onde aconteciam. Aos poucos, passaram a ser feitos por puro entretenimento ou por campanhas publicitárias. Flash Mobs
  15. 15. ● É um padrão de transmissão sem fio de rádio freqüência que permite a comunicação e a troca de arquivos entre diversos equipamentos como computadores, celulares, impressoras, scanners, etc.; ● Permite apenas conexões de baixo alcance, variando num raio de 10 a 100 metros a depender do tipo de equipamento que é utilizado para propagar o sinal. O potencial de “baixo alcance” da tecnologia, no entanto, foi percebido pelas agências de publicidade como forma de se fazer a divulgação de produtos e serviços em locais específicos; ● No Marketing ganhou denominações como “Marketing de Aproximação” ou “Bluetooth Marketing”. No jornalismo, tem ficado conhecida como “Bluetooth News”; ● É uma forma de fazer os consumidores levarem a campanha para suas casas, ou ainda, carregá-la no bolso, no console do carro, e vez por outra, darem uma olhadinha. Bluetooth ● A transmissão acontece de forma gratuita; ● É possível saber quantas pessoas receberam as mensagens, quantas aceitaram e quantas recusaram; ● O cliente leva a mensagem publicitária “para casa”, de forma que a mesma pode ser vista outras vezes; ● O cliente pode ainda compartilhá-la com um amigo ou rede de amigos.
  16. 16. ● Código bi-dimensional que surgiu inicialmente para ser o substituto dos códigos de barras tradicionais. Surgiu em 1994, no Japão; ● Fácil leitura, podendo ser incorporado a cartazes, banners, sites e até mesmo a telas de vídeo; ● Desperta a curiosidade de quem o vê: “Para onde vai me levar esse código?”. QR Code
  17. 17. ● Identificação por radiofrequência ou RFID (do inglês "Radio-Frequency Identification" ) é um método de identificação automática através de sinais de rádio, recuperando e armazenando dados remotamente através de dispositivos denominados etiquetas RFID. RFID
  18. 18. ● Integração de informações virtuais a visualizações do mundo real. Realidade aumentada
  19. 19. ● Maps ● Earth ● Latitude ● Street View Google e os mapas
  20. 20. ● Funções locativas aplicadas a formas de mapeamento (mapping) e monitoramento do movimento através de dispositivos móveis. Mapeamento e monitoramento de movimento
  21. 21. ● O objetivo é agregar informação digital em mapas, podendo ser acessadas por dispositivos móveis; ● No Flickr, pode-se, a partir de geotags, agregar informação textual a mapas de localidades específicas. Geotags
  22. 22. ● Formas de apropriação do espaço urbano a partir de escritas eletrônicas; ● Anotações físicas: cartazes, espaço urbano a partir de bilhetes, outdoors, escritas eletrônicas, grafites; ● As mídias locativas permitem anotações eletrônicas usando celulares, palms, etiquetas RFID ou redes bluetooth para indexar mensagens (SMS, vídeo, foto) a lugares. Anotações urbanas
  23. 23. ● Trata-se de jogos realizados nos espaços urbanos que são conhecidos como agregam várias funções mídias locativas; ● Também são conhecidos como jogos urbanos (street games); Wireless mobile games
  24. 24. ● Geolocalização/check-in Sites de redes sociais
  25. 25. Exemplos
  26. 26. http://www.wikicrimes.org
  27. 27. http://chegadefiufiu.com.br
  28. 28. Busque mais exemplos
  29. 29. ● É importante ressaltar que as mídias locativas trabalham, principalmente, com nichos de mercado; ● Não se pode querer atingir um número muito grande de pessoas utilizando recursos como o Qrcode e o Bluetooth. Eles devem funcionar, principalmente, como ferramenta de apoio de campanhas; ● Um papel importante exercido pelas mídias locativas é o de servir como “link” das campanhas off-line paras as on-line, evidenciado, assim, o cross media tão cultuado nos últimos tempos; ● Ao criar um estranhamento, como no caso dos flashmobs e do QRCODE, as mídias locativas criam também uma re-significação do lugar. A característica de demarcação do espaço urbano pode ser um interessante canal para a divulgação de marcas e produtos, fazendo- as se tornar natural e cada vez mais presente no dia a dia dos consumidores. Considerações finais
  30. 30. Exemplo: https://www.slideshare.net/ederraulino/proposta-de-interveno-urbana-midias-locativas-e-geolocali zao-9217580?qid=942c9b47-f5f3-4226-b5e2-ec494b77bd6f&v=&b=&from_search=8 Proposta de intervenção urbana
  31. 31. Bibliografia https://www.slideshare.net/pablomoreno12/teorias-da-comunicao-digital-aula-03?qid=942c9b47-f 5f3-4226-b5e2-ec494b77bd6f&v=&b=&from_search=11 https://www.slideshare.net/OPTDigitais/publicidade-e-mdias-locativas?qid=942c9b47-f5f3-4226-b 5e2-ec494b77bd6f&v=&b=&from_search=1 http://geografias.net.br/pdf/Midia_Locativa_e_Territorios_Informacionais.pdf

×